Magia Wicca & os ChacrasMagia Wicca & os Chacras & os Orixás quinta-feira, jan 5 2012 


Wicca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Este pentáculo, usado como pingente, representa um pentagramacircunscrito, usado como símbolo da Wicca por muitos adeptos.

Wicca é uma religião neopagã influenciada por crenças pré-cristãs e práticas da Europa ocidentalque afirma a existência do poder sobrenatural (como a magia) e os princípios físicos e espirituaismasculinos e femininos que inteiram a natureza, e que celebra os ciclos da vida e os festivais sazonais, conhecidos como Sabbats, os quais ocorrem, normalmente, oito vezes por ano.[1]Autoridades como Alex Sanders referem-se a ela como religião natural, “a mais antiga do mundo”.[2]É muitas vezes referida como Witchcraft (em português: “bruxaria”) ou the Craft[3] por seus seguidores, que são conhecidos como Wiccanos ou Bruxos. Suas origens contestadas residem naInglaterra no início do século XX,[4] mas foi popularizada nos anos 50 por Gerald Gardner, que na época chamava a religião de “culto às bruxas” e “bruxaria”, e seus seguidores “a Wica”.[5] A partir dos anos 60 seu nome foi normalizado para “Wicca”.[6]

A Wicca é uma religião politeísta, de culto basicamente dualista, que crê tradicionalmente na Mãe Tríplice e no Deus Cornífero, ou religião matriarcal de adoração à Deusa mãe. Estas duas deidadessão muitas vezes vistas como facetas de uma divindade panteísta maior, ou que se manifestam como várias divindades politeístas. A Wicca também envolve a prática ritual da mágica, em grande parte influenciada pela magia cerimonialdo passado, muitas vezes em conjunto com um código de moralidade liberal conhecida como a Wiccan Rede, embora não seja uma regra. Embora algumas tradições adorem o celta Cernunnos, símbolo da virilidade, e por vezes seja confundida com Satanismo, os wiccanos não crêem em Lúcifer ou em Satã.[2]

Existem diversas tradições dentro da Wicca. Algumas, como a Wicca Gardneriana e a Alexandrina, seguem a linhagem iniciática de Gardner; ambas são frequentemente denominadas de wicca tradicional britânica, e muitos dos seus praticantes consideram que o termo “Wicca” possa ser aplicado unicamente a elas. Outras, como o cochranianismoFeri e a Tradição Diânica, tomam como principal influência outras figuras e não insistem em qualquer tipo de linhagem iniciática. Alguns destes não usam o termo “Wicca”, preferindo “Bruxaria”, enquanto outros crêem que todas estas tradições podem ser consideradas wiccanas.[7][8]

Wicca
Wiccan five elements 1.PNG

História

Origem e crescimento, 1921-1959

Veja também: Culto Bruxo.

GoyaO Grande Bode (1821-1823). O Culto Bruxo afirma que essas histórias são baseadas em um antigo culto pagão que reverenciava um deus cornífero, mas não o Satã.

Desde meados do século XX, a Bruxaria tornou-se a autodesignação de uma sucursal do neopaganismo, especialmente na tradição Wicca, cujo pioneiro foiGerald Gardner, que alega resgatar uma antiga tradição religiosa da bruxaria com raízes pré-cristãs (alguns wiccanos dizem que é a mais antiga religião do mundo).[2][9] Na década de 1920 e na década de 1930, a egiptóloga Dr. Margaret Murray publicou diversos livros influentes detalhando suas teorias de que as bruxas e bruxos caçados durante a Idade Média não eram, como alegavam seus perseguidores cristãos, adeptas do Satanismo, mas simpatizantes de uma religião pagã pré-cristã que adorava um deus cornífero — o Culto Bruxo.[10] Antes de Murray, nomes como Girolamo TartarottiMatilda Joslyn GageJacob GrimmKarl PearsonJules Michelet e Charles Leland já escreviam linhas ou livros inteiros sobre o contraste entre as duas religiões na Idade Média e Renascimento.[11][12][13] Embora nos dias de hoje a pesquisa histórica aprofundada tenha desacreditado de Murray, suas teorias foram amplamente aceitas e apoiadas na época.[14]

Nos anos 30, apareceu a primeira evidência de uma prática pagã de religião de bruxaria[15][16] (o que hoje é reconhecida como Wicca) naInglaterra. Diversos grupos em todo o país, em lugares como Norfolk,[17] e Cheshire[18] se autoproclamaram continuadores da tradição do Culto Bruxo de Murray, embora estivessem abertos a influências de diversas outras fontes, tais como a Magia Cerimonial, a Maçonaria, aTeosofia, o Romantismo, o Druidismo, a mitologia clássica e as religiões asiáticas.[19]

A Bruxaria tornou-se mais proeminente, contudo, na década de 1950 com a revogação da Lei de Feitiçaria de 1735, da qual diversas figuras, como Charles CardellCecil Williamson e notavelmente Gerald Gardner, começaram a propagar suas próprias versões do ofício. Gardner foi iniciado na New Forest coven em 1939, antes de formar sua própria tradição, mais tarde chamada Gardnerianismo. Sua tradição, auxiliada por sua Alta Sacerdotiza Doreen Valiente e com a publicação de seus livros A Bruxaria Hoje (1954) e O Sentido da Bruxaria (1959), logo se tornou a tradição dominante no país, e se espalhou para outras regiões das Ilhas Britânicas.[20]

Adaptação e propagação, 1960-atual

Adeptos seguram vassouras representando o pentagrama em evento wiccano nos Estados Unidos, 2009.

Com a morte de Gardner em 1964, o Ofício continuou a crescer inabalável apesar dosensacionalismo e das opiniões negativas publicadas pelos tablóides britânicos, com novas tradições propagadas por figuras como Robert CochraneSybil Leek e Alex Sanders, criador daTradição Alexandrina, que, baseada no Garderianismo, embora com uma ênfase na magia cerimonial, espalhou-se rapidamente e ganhou muita atenção da mídia. Nesta época, o termo “Wicca” começou a ser adotado ao lado de “Bruxaria” e suas crenças e tradições exportadas para países como Austrália e os Estados Unidos.[21]

Marido e esposa se beijam em cerimônia de casamento Wicca.

Foi nos Estados Unidos e na Austrália que novas tradições da Wicca surgiram, muitas vezes baseada em folk regionais e às vezes misturadas com a estrutura básica da Wicca de Gardner, gerando diversas formas de Wicca como o Dianismo deZsuzsanna Budapest, cada uma delas enfatizando diferentes aspectos do ofício.[22] Na década de 1970, a literatura Wicca também cresceu, e muitos livros ensinando pessoas a se tornarem bruxos sem iniciações formais começaram a ser publicados em grandes quantidades pelo mundo, como o Mastering Witchcraft (1970) de Paul Huson, um manual “faça você mesmo” que se tornou muito famoso e influenciou novos bruxos.[23][24][25][26] Livros da mesma ordem continuaram a serem publicados através dos anos 80 e anos 90, com a autoria de nomes como Doreen ValienteJanet FarrarStewart Farrar e Scott Cunningham, que popularizou a ideia de auto-iniciação ao Ofício com seu Wicca: Um Guia Para o Praticante Solitário (1988).[27]

Nos anos 90, as poucas mas pioneiras comunidades wiccanas no Brasil procuravam se solidificar em grandes centros como São Paulo e fazer conexões com associações européias a fim de regulamentar a religião Wicca no país.[28] A partir de então, a Wicca e a Bruxaria em geral têm crescido expressivamente no Brasil, especialmente em Brasília e São Paulo, nos dias de hoje.[29] O primeiro livro traduzido do inglês para o português trazendo o termo wiccaniano(a) foi Wicca: A Feitiçaria Moderna, de Gerina Dunwich. Posteriormente, outros livros traduzidos passaram a apresentar o termo “wiccano” como uma alternativa para a palavra inglesa “wiccan“, termo usual para designar um adepto da religião em questão naquele idioma. Na década de 90, onde cada vez mais a Bruxaria ganhava novos adeptos, surgiram filmes como Jovens Bruxas (1996), dirigido por Andrew Fleming, e seriados como Charmed (1998-2006), introduzindo aos jovens uma ideia de religião bruxa. Mas, criticando a forma como a Wicca veio sendo encarada desde então, como moda, como ecletismo, e sendo engajada em movimentos como a Nova Era, muitos bruxos, notavelmente Andrew Chumbley, voltaram-se para a antiga tradição de Gardner, como uma forma de “levar a sério” o Ofício.[21]

Etimologia

O termo “Wicca” foi primeiramente aceito nas décadas de 1960 e 70 como parte da religião Wicca da época.[6] Antes disso, o termo “Witchcraft” era utilizado de forma mais histórica e ampla. Apesar de baseada na palavra wiccian do inglês antigo, que se referia apenas e exclusivamente aos feiticeiros (sendo wicce utilizada para se referir às feiticeiras do sexo feminino),[30] o indivíduo real que cunhou o termo “Wicca” é desconhecido, embora especula-se que tenha sido Charles Cardell, muito certamente na década de 1950.[31] Gardner usava a palavra wiccian com o sentido de “jogar com a sorte”.[32] Nos dias de hoje, trata-se o praticante da religião através da sua linhagem tradicional. Assim, ao invés de dizer que alguém é Bruxo ou Wiccano ou Wiccaniano ou Wiccan, trata-se o praticante da religião como Gardneriano, Xandrino, Georgino, etc. para que estas situações se resolvam por vez.[33]

Demografia

Veja também: Religiões no Brasil.

Número de wiccanos por país de acordo com recentes estimativas (Clique na imagem para ampliar)

Não é sabido oficialmente o número de wiccanos no mundo inteiro e constatou-se que é mais difícil estabelecer o número de membros de religiões neo-pagãs do que de qualquer outra religião devido à sua estrutura desorganizada.[34] O site independente Adherents.com, no entanto, que se dedica a informar demografiasreligiosas pelo mundo, cita mais de trinta fontes com as estimativas do número de wiccanos (principalmente nos EUA e no Reino Unido). A partir daí, eles desenvolveram uma estimativa média de 800 mil adeptos.[35] Comparando o número de adeptos estado-unidenses na década de 1990 até 2001, houve um aumento de cerca de 126.000 membros.[36] De maneira curiosa, 1.434 pilotos da Força Aérea dos Estados Unidos se identificam como wiccanos, tornando a Wicca a maior religião não-cristã dentro dessa comunidade.[37]

“O wiccano é um homem de quarenta anos, ou uma mulher de trinta anos, caucasiano, razoavelmente bem educado, não ganha muito, mas provavelmente não é muito preocupado com coisas materiais, alguém que faz parte do que os demógrafos chamariam de classe média baixa.”

No Brasil, de acordo com o gráfico ao lado, há cerca de 10.000 a 50.000 wiccanos, embora não haja uma diversificação entre a Wicca e as outras tradições neopagãs; isso fez com que no Censo 2000 os wiccanos fossem incluídos no grupo de “outras religiões”, totalizando 1,8%.[39] De qualquer forma, desde a década de 1990 a Wicca, ou a Bruxaria em geral, têm crescido muito no país, especialmente emBrasília e São Paulo.[29] No Reino Unido, da mesma forma, os censos não permitem uma separação dentro do contexto pagão, fazendo com que os wiccanos sejam marcados ao lado de outras tradições neo-pagãs como a dos druidas e dosheathens através de um acordo em comum realizado em 2001. Recentemente, pela primeira vez os entrevistados foram capazes de se inscrever numa afiliação não abrangidos pela lista comum das religiões, e um total de 42.262 pessoas da InglaterraEscócia e País de Gales se declararam pagãos por este método. Estes valores não foram imediatamente analisados pelo Instituto Nacional de Estatística, mas foram liberados após um pedido da Federação Pagã da Escócia.[40]

Crenças

As crenças Wicca variam muito entre as diferentes tradições. No entanto, existem vários pontos em comum entre esses diferentes grupos, que geralmente incluem pontos de vista sobre teologiavida após a mortemagia e moralidade.

Teologia

Embora as opiniões sobre a teologia da Wicca seja variada, a grande maioria dos Wiccanos veneram tanto um Deus quanto uma Deusa. Essas duas divindades são entendidas de várias formas através de perspectivas do panteísmo (como os aspectos duais de uma únicadivindade), duoteísmo (como dois pólos opostos) ou o politeísmo (sendo composta por muitas divindades menores). Em algumas concepções panteístas e duoteísticas, divindades de diferentes culturas podem ser vistas como aspectos da Deusa ou do Deus.[8]

Altar de Doreen Valiente com estátuas doDeus Cornífero (esquerda) e a Deusa Mãe, mostrando a dualidade sexual na divindade da Wicca.

tradição de Gardner prega que o Deus Cornífero é associado à mortecaça e magia, um deus que reina sobre um paraíso pós-mundo (às vezes referido como Summerland), enquanto que aDeusa Mãe (simultaneamente a Virgem Eterna e a Feiticeira Primordial) é associada ao amor pela vida e à regeneração e ao renascimento das almas dos mortos.[41] No entanto, existem também outros pontos de vista teológicos a serem encontrados dentro da Bruxaria, incluindo omonoteísmo, o conceito de que há apenas um divindade, que é visto por alguns, como noDianismo, como a Deusa, enquanto que para outros é um ser sem gênero, como na Church and School of Wicca. Existem outros que são ateus ou agnósticos, que não acreditam em qualquer divindade real, mas veem os deuses como arquétipos psicológicos da mente humana que podem ser evocados.[42]

De acordo com a bruxa Janet Farrar e com Gavin Bone, a Wicca está se tornando cada vez maispoliteísta à medida que amadurece, ao mesmo tempo que também abraça uma cosmovisão pagã mais tradicional.[43] Para Janet e Stewart Farrar, que apoiam uma visão panteística, duoteística eanimista da teologia, Wiccanos “veem todo o cosmos como vivo, como um todo e em todas as suas partes”, mas que “tal visão orgânica do cosmos não pode ser totalmente expressa e vivida, sem o conceito de Deus e Deusa. Não há manifestação sem polarização, assim, ao mais alto nível criativo, que da Divindade, a polarização deve ser o mais claro e poderoso de todos, refletindo e espalhando-se por todos os níveis microcósmicos”.[44]

O Deus e a Deusa

Para a maioria dos Wiccanos, o Deus e Deusa são vistos como polaridades complementares no universo, existindo um equilíbrio entre um e outro, e desta forma têm sido comparados com o conceito de yin e yang, encontrado no Taoísmo.[45] Como tal, são muitas vezes interpretados como sendo “encarnações de uma força de vida manifesta na natureza”,[46] com alguns Wiccanos acreditando que eles são simplesmente simbólos dessas polaridades, enquanto outros acreditam que o Deus e a Deusa são seres verdadeiros que existem de forma independente. Às duas divindades são dadas frequentemente associações simbólicas, com a Deusa comumente sendo simbolizado como aTerra (ou seja, a Mãe Terra), mas também às vezes como a Lua, a qual complementa o Deus, visto como o Sol.[47]

“Os deuses são reais, e não como pessoas, mas como veículos do poder. Resumidamente, pode-se dizer que a personificação de um tipo particular de energia cósmica, sob a forma de um deus ou deusa, realizado por fiéis e devotos ao longo dos séculos, cria uma forma de Deus ou imagem mágica em uma potente realidade nos Planos Internos, e torna-o um meio pelo qual esse tipo de poder cósmico pode ser contatado.”

Tradicionalmente, o Deus é visto como um Deus Cornífero, associado com a naturezaselvagem, a sexualidade, a caça e o ciclo de vida.[49] Ao Deus Cornífero é dado vários nomes de acordo com a tradição, e estas incluem Cernunnos, Atho e Karnayna. Embora este valor não seja igualado com a figura tradicional de Satã, que é visto como sendo uma entidade dedicada ao mal no cristianismo, uma pequena minoria de Wiccanos, de acordo com as acusações dos julgamentos históricos de bruxas, referem-se a seu Deus Cornífero com alguns dos nomes de Satanás, como “Diabo[50] ou como “Lúcifer“, um termo latino que significa “portador da luz”.[51] Em outras ocasiões, o Deus é visto como o Homem verde,[52]uma figura tradicional na arte e da arquitetura européia, e muitas vezes interpretado como sendo associado com o mundo natural. O Deus é frequentemente descrito como um Deus Sol,[53] em especial no festival de Litha, ou o solstício de verão. Outra representação de Deus é a do Rei Carvalho e o Rei Azevinho, aquele que governa a primavera e o verão, esse que governa o outono e o inverno.[52]

A Deusa é geralmente retratada como uma Deusa tríplice, sendo assim uma divindade triádica composta de uma deusa virgem, uma deusa-mãe e uma deusa anciã, cada um dos quais tem associações diferentes, ou seja, a virgindade, a fertilidade e a sabedoria.[54] Ela também é comumente descrita como uma Deusa Lua,[55] e muitas vezes é dado o nome de Diana após a divindade romana. Alguns wiccanos, especialmente a partir da década de 1970, têm visto a Deusa como a mais importante das duas divindades, que é pré-eminente de que ela contém e concebe tudo. A este respeito, o Deus é visto como a centelha de vida e inspiração dentro dela, ao mesmo tempo seu amante e seu filho.[56] Isto se reflete na estrutura tradicional do coven.[57] Para uma forma monoteísta da Wicca, o Dianismo, a Deusa é a divindade única, um conceito que tem sido criticado por membros de outras tradições mais igualitárias.

O conceito de ter uma religião e venerar um Deus Cornífero acompanhado de uma Deusa tinha sido elaborado pela egiptóloga Margaret Murray durante a década de 1920. Ela acreditava que, com base em suas próprias teorias sobre os primeiros ensaios da bruxaria moderna na Europa, que essas duas divindades, mas principalmente o Deus Cornífero, tinha sido adorado por um culto bruxo, desde que a Europa Ocidental sucumbiu ao cristianismo. Embora amplamente desacreditada, Gerald Gardner foi um defensor de sua teoria, e acreditava que a Wicca foi uma continuação do histórico culto bruxo, e do Deus Cornífero e da Deusa, eram, portanto, antigas divindades das ilhas britânicas.[58] A sabedoria moderna refutada as suas pretensões, porém vários diferentes deuses corníferos e deusas mãe eram de fato adorados nas ilhas britânicas durante os períodos antigo e medieval.[59]

Panteísmo, Politeísmo, Animismo

Escultura do Deus Cornífero no Museu de Bruxaria em Boscastle,Cornwall.

Existem muitos adeptos da Wicca que acreditam que a Deusa e o Deus são meramente dois aspectos de uma mesma Deidade, às vezes vista como uma deidade panteística, abrangendo, assim, tudo o que existe no Universo. Em seus escritos, Gardner se refere a este ser como o Motor Primordial que permaneceu desconhecido durante os séculos,[60] embora nos rituais da sua tradição chamadaGardnerianismo ele seja referido como Dryghten,[61] originalmente uma palavra que significa “Lord” (“Senhor”) na Língua inglesa antiga. A partir disso, diversos outros nomes foram dados a este “Motor Primordial”; Scott Cunningham, por exemplo, chamava-no de “The One”.[62]

Assim como o panteísmo e o duoteísmo, muitos adeptos da Wicca são politeístas, acreditando, assim, que existem diversos deuses existentes. Alguns aceitam a ideia expressa pelo ocultista Dion Fortune de que “todos os deuses são um deus, e todas as deusas são uma deusa”. Com tal mentalidade, um wiccano pode crer que a germânica Eostre, a hindu Kali, e a cristã Virgem Maria são manifestações de uma Deusa Suprema e, da mesma forma, que o celta Cernunnos, o grego Dionísio e o judaico-cristãoYahweh são aspectos de um mesmo Deus Supremo. Numa abordagem estritamente mais antiga da crença politeísta, os deuses e deusas são em seu próprio direito criaturas distintas uma das outras, não sendo, assim, aspectos nem elementos de uma outra “entidade maior”. Os escritores wiccanos Janet Farrar e Gavin Bone postularam que a Wicca é cada vez mais politeísta à medida que amadurece, tendendo a adotar uma visão pagã cada vez mais tradicional.[63] Outros wiccanos concebem as deidades não como personalidades literais mas como arquétipos metafóricos ou uma tulpa, fazendo com que estes sejam decidamente adeptos do ateísmo.[64] Essa visão foi adotada pela Alta Sacerdotiza Vivianne Crowley, que também era psicóloga, e que considerava as divindades da Wicca como arquétipos Junguianosque existem no subconsciente e que poderiam ser evocados através dos rituais. Por esta razão, Crowley dizia que “A Deusa e o Deus se manifestam para nós em sonho e em visão.”[65]

A Wicca é, essencialmente, uma religião imanente, e para grande parte dos wiccanos esta idéia também envolve elementos do animismo. Esta crença diz que a Deusa e o Deus (ou os deuses e as deusas) são capazes de se manifestarem fisicamente, na forma de uma pessoa, ao vivo, sobretudo nos corpos do Sacerdote e da Sacerdotiza, para fornecerem uma mensagem espiritual direta aos integrantes do ritual.

Vida após a morte

Os rituais wiccanos contêm elementos das lendas de Ishtar (a virgem-mãe da Babilônia, conhecida, também, por Astarte e Cibele) e deDemeter (a Ceres romana); tais lendas são interpretadas como um símbolo contínuo de morte e ressurreição.[2]

Porém, a crença na reencarnação varia entre os wiccanos,[66] embora ela tivesse sido tradicionalmente ensinada na década de 1930 nos New Forest coven. O influente Alto Sacerdote Raymond Buckland escreveu que uma alma humana reencarna nas mesmas espécies durante muitas vidas para aprender lições e progredir espiritualmente,[67] mas essa crença não é universal no mundo da Wicca, uma vez que outros acreditam que a reencarnação da alma acontece em espécies distintas. Contudo, um ditado popular entre os wiccanos é que “uma vez bruxo, sempre bruxo”, indicando que os wiccanos são reencarnações de bruxas do passado.[68]

Os wiccanos que crêem em reencarnação acreditam que as almas vivem entre o Outro Mundo e a Terra de Verão, conhecida nas escritas de Gardner como o “êxtase da Deusa”.[69] Da mesma forma, estes wiccanos acham ser possível se comunicar com espíritos que residem no Outro Mundo através da mediunidade ou do tabuleiro ouija, principalmente durante o Sabbat de Samhain, embora alguns discordem com esta prática, como o Alto Sacerdote Alex Sanders, que dizia “estão mortos; deixem-os em paz.”[70] No entanto, a crença do contato foi muito influenciada pelo Espiritualismo, que estava popular na época do surgimento da Wicca, e na qual Gardner e outros wiccanos como Buckland e Sanders tiveram experiências diretas.[71]

Apesar de alguns wiccanos acreditarem na vida após a morte, este não é o principal foco da Wicca, nem mesmo para estes grupos. A Wicca tende a se concentrar na vida atual porque, como observou Ronald Hutton, “se alguém faz seu melhor na vida presente, em todos os aspectos, a vida seguinte vai ser mais ou menos benéfica dentro do processo, então pode-se assim concentrar-se no presente.”[72]

Magia

Altar wicca usado em ritual a céu aberto.

Boa parte dos wiccanos crêem na magia — uma força que eles vêem como sendo capazes de manipulação através da prática de bruxaria ou feitiçaria. Alguns a denonimam “magick”, variação cunhada pelo influente ocultista Aleister Crowley, embora esta grafia é mais comumente associada com a religião da Thelema de Crowley do que com a Wicca. De fato, muitos wiccanos concordam com a definição de magia oferecida pelos mágicos cerimoniais,[73] como Aleister Crowley, que declarava que a magia é “a ciência e a arte de provocar mudança de ocorrência em conformidade com a vontade”, enquanto que outro mágico cerimonial proeminente, MacGregor Mathers, afirmou que era “a ciência do controle das forças secretas da natureza.”[73] Os wiccanos também acreditam que a magia é a lei da natureza ainda incompreendida ou ignorada pela ciência contemporânea,[73] e, como tal, não a vêem como sendo sobrenatural, mas sendo uma parte dos “super poderes que residem no natural”, como escrevia Leo Martello.[74] Alguns adeptos da Wicca preferem acreditar que a magia é fazer pleno uso dos cinco sentidos a fim de se obter resultados surpreendentes,[74] ao passo que outros wiccanos não pretendem saber como ela funciona, apenas acreditando que ela funciona.[75]

“A vontade, o amor e a imaginação são poderes mágicos que todos possuem, mas só aquele que sabe a maneira de desenvolvê-los e servir-se deles de um modo consciente e eficaz é um verdadeiro Mago.”

João Ribeiro Júnior[76]

Os feitiços da Wicca são realizados durante as práticas rituais (estes rituais são explicados de forma melhor na seção “Ritual” abaixo), na tentativa de provocar mudanças reais nomundo físico. Assim, os feitiços da Wicca geralmente são usados para a cura, a proteção, o banimento de influências negativas e, principalmente, a fertilidade.[77] Os pioneiros da Wicca,Alex SandersSybil Leek e Doreen Valiente, chamavam suas práticas de “magia branca“, para separá-la da “magia negra“, que é associada ao mal e ao Satanismo e é usada contra um objeto, uma pessoa, um lugar.[78] Sanders também utilizava a terminologia “Caminho da Mão Esquerda” para descrever a magia maléfica e “Caminho da Mão Direita” para descrever a magia realizada com boas intenções;[79] terminologia esta que teve sua origem com a ocultista Madame Blavatsky no século XIX. Alguns wiccanos, contudo, alegam que a cor preta não é necessariamente uma associação ao Mal.[80]

A magia na Wicca define-se como a arte de enviar consciência a vontade, em ocasiões respaldando estes pensamentos ou está  com objectos como velastalismãs, ou ervas que representem a intenção do Mago Wicca. Símboloscoresartefatos, o círculo, movimentos, música e mantras fazem parte do conjunto fundamental de elementos na magia wicca a fim de se obter o efeito buscado, que varia de grupo a grupo.[81] Scott Cunningham escreveu: “O poder pessoal é a força vital que sustenta nossas existências terrenas. Ela move nossos corpos. [...] Na magia, o poder pessoal é gerado, imbuído de um propósito específico, liberado e direccionado ao seu objectivo.”[82]

Moralidade

“Oito palavras a Rede Wiccaniana respeita: se nenhum mal causar, faz o que desejar.”

Não existe nenhum dogma moral ou código ético universalmente seguido pelos wiccanos de todas as tradições, no entanto a maioria segue um código conhecido como a Wiccan Redeque afirma “sem ninguém prejudicar faz o que tu quiseres”. Geralmente, essa frase é interpretada como uma declaração de liberdade para atuar na vida, juntamente com a necessidade de assumir a responsabilidade por aquilo que resulta de nossas ações e minimiza danos a si mesmo e aos outros.[84] Outro elemento típico da moralidade wiccana é a Lei Tríplice que diz que qualquer ação malévola ou benéfica retornará ao autor três vezes mais forte, ou com igual força a nível do corpo, da mente e do espírito.[85] Tanto a Rede como a Lei Tríplice foram introduzidas no Ofício por Gerald Gardner e posteriormente adotadas pelas outras tradições.

Muitos wiccanos também procuram cultivar um conjunto de oito virtudes mencionadas na Carga da Deusa de Doreen Valiente,[86] que são: alegria, reverência, honra, humildade, força, beleza, poder e compaixão. No poema de Valiente, eles são ordenados em pares de opostos complementares, reflectindo uma dualismo que é comum em toda a filosofia da Wicca. Quanto à sexualidade, embora Gerald Gardner tivesse demonstrado uma aversão à homossexualidade, alegando que ela derrubasse a “maldição da deusa”,[87] agora ela é geralmente aceita em todas as tradições da Wicca, e até mesmo alguns grupos como a Irmandade Minoan elaboram sua filosofia em torno dela,[88] e certas figuras primordiais da Wicca, como Alex Sanders e Eddie Buczynski, sendo declaradamente homossexuais ou bissexuais.

Os Cinco Elementos

Pentagrama com os Quatro Elementosacrescidos do Éter, ou Espírito.

Em grande parte das tradições da Wicca, há a crença nos Quatro Elementos, mas ao contrário da filosofia na Grécia antiga, elas são vistas como simbólicas em vez de literal, ou seja, são representações das fases da matéria. Esses elementos são geralmente evocados durante osrituais mágicos da Wicca e nomeados ao se consagrar um círculo mágico. Os quatro elementos são: ArFogoÁgua e Terra, acrescido de um quinto, o Éter (ou Espírito), que une todos os outro quatro elementos.[89] Para se explicar o conceito dos Cinco Elementos, foram criadas diversasanalogias, como a da wiccana Ann-Marie Gallagher, que usava o exemplo de uma árvore, que é composta de terra (com o solo e matéria vegetal), água (seiva e umidade), fogo (através dafotossíntese) e ar (a criação de oxigênio e de dióxido de carbono), que se acredita serem unidos pelo Espírito.[90]

Tradicionalmente, no Gardnerianismo, cada elemento é associado a um ponto cardeal da bússola, sendo o ar oriental, o fogo sul, a água oeste, a terra o norte e o Espírito o centro.[8] No entanto, alguns wiccanos, como Frederic Lamond, alegaram que os pontos cardeais foram definidos apenas visando a geografia do sul da Inglaterra, onde a Wicca emergiu, e que os wiccanos devem determinar os pontos de acordo com sua região; por exemplo, aqueles que vivirem na costa leste da América do Norte deve chamar água o leste e não o ocidente, porque o corpo colossal de água, no Oceano Atlântico, é a seu leste.[91]Outros grupos da Craft têm associado os elementos com diferentes pontos cardeais; Robert Cochrane da Clan of Tubal Cain, por exemplo, associava o sul à terra, o fogo ao leste, o oeste com a água e o ar com o norte onde cada um dos quais eram controlados por um deus diferente, que eram vistos como filhos do Deus Cornífero e da Deusa.[92] Cada elemento também possui uma ferramenta exclusiva nos rituais, sendo a varinha para o ar, o athame para o fogo, o cálice para a água, o pentáculo para a terra e o próprio círculo mágico (ou ocaldeirão mágico) para o espírito.[93] Cada um dos Cinco Elementos são representados por cada ponta do pentagrama, o símbolo mais utilizado da Wicca, com o Éter (ou o Espírito) no ponto mais alto.[94]

Práticas

Ao que concerne todas as tradições wiccanas, pode-se dizer que as práticas e os rituais são o foco principal da Wicca. A pesquisadora deneopaganismo e Alta Sacerdote Margot Adler, que definiu o ritual como “um método de reintegração de indivíduos e grupos para o cosmos, e um vínculo com as actividades da vida quotidiana com o significado, muitas vezes esquecido, do presente”, escreveu que os rituais, celebrações e ritos de passagem da Wicca não são “experiências secas, formais, repetitivas”, e sim realizadas com o objetivo de induzir uma experiência religiosa nos participantes, alterando assim sua consciência.[95] Adler também notou que, embora existam muitos wiccanos céticos quanto a existência dos deuses, vida após a morte, etc., eles continuam envolvidos com bruxaria sobretudo por conta da experiência de seus rituais, alegando que “Eu amo mitos, sonhos, a arte visionária. O Ofício é um lugar onde todas essas coisas se encaixam: beleza, pompa, música, dança, sonhos.”[96]

Até mesmo o Alto Sacerdote e historiador Aidan Kelly clamou que as práticas e experiências da Wicca são atualmente mais importantes que suas crenças, dizendo que a Wicca é “uma religião ritualista, e não teológica. O ritual vem primeiro, o mito vem em segundo. E acreditar que os mitos do Ofício são ‘histórias reais’ tal qual o sentido fundamentalista das lendas do Gênesis realmente parece maluquice.”[97] Por essa razão Adler afirmou que “ironicamente, considerando os muitos pronunciamentos contra a bruxaria como uma ameaça para a razão, a Craft é um dos poucos pontos de vista religiosos totalmente compatível com a ciência moderna, permitindo total ceticismo sobre até mesmo seus próprios métodos, mitos e rituais.”[98]

Ritual

athame, muito utilizado nas tradições wiccanas e que é um símbolo do falo do Deus.

Existem muitos rituais na Wicca que são usados para celebrar os Sabás, adorar as divindades ou fazer feitiçaria. Geralmente são realizados em lua cheia, ou durante a lua nova, que é conhecida como Esbat. Nos ritos típicos, o coven ou os bruxos solitários reúnem-se dentro de um círculo mágico. Pode ocorrer a evocação dos “Guardiões” dos pontos cardeais, ao lado de seus respectivos elementos clássicos: ArFogoÁguaTerra. Uma vez com o círculo traçado, podem ocorrer um ritual sazonal, orações ao Deus e a Deusa, e/ou feitiços à algum tema em especial.

Estes ritos incluem ferramentas mágicas: como uma faca chamada athame, uma varinha, umpentagrama, um cálice, às vezes um cabo de vassoura, um caldeirão mágicovelasincensos e uma lâmina curva conhecida como bolline. Na maioria das vezes, o altar é obrigatório dentro do círculo, onde todas ou parte das ferramentas citadas são colocadas e, às vezes, junto a representações do Deus e da Deusa.[99] Antes de entrar no círculo, algumas tradições se banham. Depois de um ritual terminado, os adeptos agradecem os deuses e o círculo é fechado.

Círculo Mágico, de John William Waterhouse (1886).

círculo mágico é de suma importância para a magia e é considerado um lugar de reunião, de amor, de alegria, de verdade; na Wicca, é um escudo contra o mal e serve também para preservar e conter o poder mágico.[100] Síntese ideológica da coincidência dos opostos e o equilíbrio dos contrários, o Círculo Mágico é traçado às vezes comgiz, carvão ou mesmo simbolicamente com a vareta, no chão, e pode ser considerado umbaluarte que inclui figuras que correspondem ao triângulo, ao quadrado, ao pentágono, aohexágono.[100] Em grandes círculos, o Mago pode incluir os nomes das entidades a serem evocadas, ao passo que nos círculos menores, que correspondem aos quatro pontos cardeais, muitas vezes são postas figuras da Cabala e, no centro, mantras ou signos, cujo valor símbolo devem estar de acordo com a potência evocada. O Mago nunca deve sair do Círculo Mágico antes do término da operação e geralmente atua com as costas voltadas para o Oriente.[101]

Um aspecto sensacional da Wicca, especialmente no Gardnerianismo e na Tradição Alexandrina, e que faz parte dos elementos sexuais que são fundamentais na religião, é despir-se e fazer o ritual com todos os membros nus, prática conhecida como skyclad. A nudez indica o abandono da persona social “em face de um mistério“.[102] Outras tradições usam roupas com cordões amarrados na cintura ou até mesmo vestimenta normal. Em certas tradições, a magia sexual é realizada sob a forma do Grande Rito, onde o Alto Sacerdote e a Alta Sacerdotisa invocam o Deus e a Deusa, que se apossam deles, antes de realizarem uma real relação sexual a fim de aumentar a energia mágica da feitiçaria.[103] Em casos mais comuns, no entanto, essa relação sexual é feita simbolicamente, usando o athame como o falo do Deus e o cálice como a vulva da Deusa.[103]

A Roda do Ano

Ver artigo principal: Roda do Ano

Pintura da Roda do Ano no Museu de Bruxaria, CornualhaInglaterraReino Unido, exibindo todos os oito Sabás.

Os Wiccanos celebram diversos festivais sazonais do ano, que são conhecidos como Sabás; estas reuniões são geralmente conhecidas como Roda do Ano e festejam as estações anuais e suas colheitas.[104] Wiccanos mais ecléticos, ou até mesmo os adeptos do Gardnerianismo, celebram um conjunto de oito Sabás, enquanto em outros grupos, como o Clan of Tubal Cain, eles celebram somente quatro.[105] Os quatro Sabás que são comuns a todos esses grupos são conhecidos como cross-quarter day, e geralmente são referidos como Grandes Sabás. Sua origem provém dos antigos celtas da Irlanda, e possivelmente de outras regiões da Europa ocidental.[106] Nos livros The Witch-Cult in Western Europe (1921) e The God of the Witches(1933) da egiptologista Margaret Murray, interessada no histórico Culto Bruxo, ela afirma que estes quatro festivais de cristianização tinham sobrevivido e haviam sido celebrados na religião pagã de bruxaria. Consecutivamente, quando a Wicca começou a se desenvolver na década de 1930 e na década de 1960, muitos grupos, como o de Gerald Gardner, adotaram a comemoração desses quatro Sabás descritos por Murray. Gardner fez uso dos nomes em inglês desses feriados, dizendo que “os quatro grandes Sabás são o CandlemassMay EveLammas, e oHalloween; os equinócios e solstícios também são celebrados.”[107]

Os outros quatro festivais comemorados por grande parte dos wiccanos são conhecidos como Sabás Menores, que compreendem o solstícios e os equinócios, foram adotados somente em 1958 por membros do coven Bricket Wood,[108] antes de influenciarem e serem adotados por outros membros da tradição de Gardner, e eventualmente a Tradição Alexandrina e o Dianismo. Os atuais nomes desses feriados foram retirados dos festivais do paganismo germânico e do politeísmo celta. No entanto, os festivais não são de reconstrução na natureza nem muitas vezes se assemelham a suas contrapartes históricas, em vez de exibir uma forma de universalismo. As observações dos rituais podem mostrar a influência cultural dos festivais a partir dos nomes que tomaram, bem como a influência de outras culturas independentes.[109]

Sabá↓ Hemisfério Norte↓ Hemisfério Sul↓ Origens Históricas↓ Associações↓
Samhain, akaHalloween 31 de Outubro 30 de Abril, ou 1 de Maio Politeísmo celta Morte e ancestrais.
Yuletide 21 ou 22 de Dezembro 21 de Junho Paganismo nórdico Solstício de Inverno e renascimento do sol.
Imbolc, akaCandlemass 1º ou 2 de Fevereiro 1º de Agosto Politeísmo celta Primeiros sinais da primavera.
Ostara 21 ou 22 de Março 21 ou 22 de Setembro Paganismo nórdico Equinócio e começo da primavera.
Beltaine aka May Eve 30 de Abril ou 1º de Maio 1 de Novembro Politeísmo celta Pleno florescimento da primaveraContos de fada.[110]
Litha 21 ou 22 de Junho 21 de Dezembro Possivelmente Neolítico Solstício de Verão.
Lughnasadh akaLammas 1º ou 2 de Agosto 1º de Fevereiro Politeísmo celta A colheita de grãos.
Mabon aka Modron[111] 21 ou 22 de Setembro 21 de Março Nenhum equivalente histórico. Equinócio de Outono. Colheira de frutas.

Ritos de passagem

Existem diversos ritos de passagem dentro da Wicca. Talvez o mais significante deles seja o ritual de iniciação, através do qual alguém se junta à Craft e torna-se um wiccano. Gerald Gardner alegava que havia um período tradicional de “um ano e um dia” entre o momento em que uma pessoa começa a estudar o Ofício e quando ele é iniciado, embora ele tenha frequentemente quebrado esta regra.[112] Na Wicca tradicional britânica (WTB), a iniciação somente aceita alguém no primeiro grau, e para prosseguir ao segundo grau, o iniciado precisa ir a outra cerimônia, onde se nomeia e se usa as ferramentas do ritual.[113] É nessa cerimônia que o iniciado recebe o craft name, seu nome na Bruxaria.[113] Ao manter o posto de segundo grau, um iniciado na BTW, portanto, é capaz de iniciar outros no Ofício, ou fundar seus próprios covens semi-autônomos.[113] O terceiro grau é o mais alto dentro da BTW, e envolve a participação do Grande Rito, seja real ou simbólico, assim como o ritual de flagelação.[114] Ao realizar esta classificação, um iniciado já é capaz de formar covens que são totalmente autônomos da sua “coven-mãe”.[114]

Wiccanos de mãos dadas numa cerimônia em AveburyInglaterra, que ocorreu durante o Beltane de 2005.

Este sistema de ensino superior em três níveis que seguem a iniciação é em grande medida exclusiva da BTW, embora algumas tradições se baseiem nela. Alguns wiccanos solitários também realizam rituais de iniciação a si mesmo, dedicando-se a se tornarem um wiccano. O primeiro deles a ser publicado foi em Mastering Witchcraft (1970) de Paul Huson, que envolvia a recitação do Pai Nosso de trás para frente como um símbolo de rebeldia contra a histórica Caça às bruxas.[115] Posteriormente, de forma mais abrangente os rituais de auto-iniciação pagãos foram publicados em livros por wiccanos solitários como Doreen ValienteScott Cunningham eSilver Ravenwolf.

handfasting também é uma outra celebração dos wiccanos, e é um termo usado para oscasamentos. Alguns wiccanos observam a prática da união experimental por um ano e um dia. A promessa de casamento na Wicca é “por quanto tempo durar o amor”, em vez da tradicional cristã “até que a morte nos separe”.[116] O primeiro casamento wiccano aconteceu em 1960 no Bricket Wood coven, entre o bruxo Frederic Lamond e sua primeira esposa, Gillian.[117]

As crianças, por sua vez, que são criadas por famílias wiccanas, recebem o Wiccaning, que é análogo ao batizado cristão. Sua proposta é apresentar a criança ao Deus e à Deusa para proteção. Apesar disso, de acordo com o livre arbítrio pregado pelos wiccanos, a criança não deve ser obrigada a ser adepta da Wicca ou simplesmente aderir outras formas de paganismo por simples vontade dos adultos.

Livro das Sombras

Ver artigo principal: Livro das Sombras

Ao contrário da Bíblia e do Qur’an, a Wicca não possui um texto sagrado, embora existam algumas escrituras e textos que várias tradições diferentes suportam como importante e influente para suas crenças e práticas. Gerald Gardner usava um livro contendo diversos textos em seus covens, chamado de Livro das Sombras, que ele usualmente adaptava. No Livro das Sombras, há textos retirados de várias fontes, incluindo o Evangelho das Bruxas (1899) de Charles G. Leland e obras do ocultista Aleister Crowley, que Gardner conheceu pessoalmente. Além disso, o Livro traz poesias escritas por Gardner e sua Alta Sacerdotisa Doreen Valiente, sendo o mais famoso “Carga da Deusa“.

“O Livro das Sombras não é uma Bíblia ou umAlcorão. É um livro pessoal de magias que funciona para seu dono. Estou dando a vocês o meu para copiarem e começarem: para ganharem experiência descartando aqueles feitiços que não servirem e substituindo pelos seus próprios feitiços.”

Gerald Gardner a seus seguidores.[118]

Semelhante ao uso de grimórios na magia cerimonial,[119] o Livro contém instruções de como realizar rituais e feitiços, como também poesia religiosa e cantos como o Eko Eko Azarak a serem usados durante os rituais do mago. A verdadeira intenção de Gardner era que cada cópia do Livro fosse diferente, porque o aluno teria uma cópia próprio da que fosse de seus iniciadores, mas entre muitos adeptos do Gardnerianismo, especialmente nosEstados Unidos, todas as cópias são mantidas idênticas à versão que a SacerdotisaMonique Wilson copiou de Gardner, sem alterar nada.[120] O Livro das Sombras foi originalmente concebido para ser mantido em segredo aos não-iniciados na BTW, mas partes do livro foram publicadas por autores como Charles Cardell, Lady Sheba, Janet FarrarStewart Farrar.[120][121]

Hoje em dia, os adeptos de muitas tradições não-BTW adotaram também o conceito de Livro das Sombras, com muitos solitários mantendo suas próprias versões, feitiços, práticas, por vezes com material retirado da publicação do Livro das Sombras garderiana. Em outras tradições, no entanto, as práticas nunca são escritas em livro ou papel algum, significando que para elas não há necessidade de um Livro das Sombras.

Símbolos

Mãe Tríplice, símbolo da lua crescente,cheia e minguante (do Hemisfério Norte)

Os diversos símbolos na Wicca são a linguagem criadora que expressam o que “não pode ser dito claramente”.[122] Algumas tradições utilizam o símbolo de uma mulher pisando numaserpente ou um homem derrotando um dragão, símbolo da dominação ou da vitória diante das vontades fracas, e que pode ser um símbolo análogo às imagens católicas de Nossa Senhora de Imaculada Conceição e de São Jorge.[123] A serpente representa a ambivalência de toda manifestação e é maléfica sobre a aparência de Tífon e de Píton ou também pode representar sabedoria, como indica seu nome grego Ophis, anagrama por uma letra da sabedoria, Sophia.[123]O culto à serpente é encontrado em todas as partes do mundo e em todas as religiões e é associado à transcendência e à iluminação.[124] A serpente é citada por Buda, pela Bíblia(serpente do paraíso [125]) por Jesus Cristo, pelos egípcios (deusa ÍsisUadjit, entre ouros),gregos (Pítia), e romanos.

Além desses, existem muitos outros símbolos, como o da Mãe Tríplice, também usada no Dianismo e no neo-Druidismo, baseada nos escritos de Robert Graves, retratando as três faces da Deusa: A Donzela/Virgem, a Mãe, e a Anciã. A Donzela representa encantamento, criação, expansão, a promessa de novos começos, nascimento, juventude e entusiasmo juvenil, representada pela lua crescente; a Mãe representa maturação, fertilidade, sexualidade, respeito, estabilidade, poder, vida e é representada pela lua cheia; A Anciã representa a sabedoria, o repouso, a morte e terminações, e é representada pela lua minguante (imagens ao lado).[126]

Outro símbolo menos usado nas tradições da Wicca mas bastante constante em outras formas de neopaganismo é a Estrela de David, aestrela de seis pontas. É de se notar sua composição, onde na alquimia o triângulo apontado para cima e o triângulo apontado para baixo diferem em signos mas juntos formam a Estrela de David:[127]

Pentagrama Wicca (circunscrito) representando os quatro elementos e oEspírito

pentagrama, a estrela de cinco pontas, por sua vez, é um outro símbolo, mais utilizado pelos wiccanos que a Estrela de David, e praticamente obrigatório na maior parte das tradições wiccanas.[94] Este não é exclusivamente Wicca; o pentagrama era o signo secreto dosPitagóricos.[127] Embora haja distinção entre a doutrina exotérica de Pitágoras (que concerne a conexão entre música e aritmética e o vínculo da matemática à ciência) e a esotérica, dirigida aos iniciados, pode-se dizer que tanto para um quanto para outro o pentagrama é uma indicação da vida e da inteligência, e para os Wiccanos simboliza ainda os quatro elementos acrescentado doEspírito, no ponto mais alto do ângulo.[89]

No entanto, no Satanismo, e exclusivamente nele, invertido ou com uma representação de umbode negro o pentagrama simboliza o mal.[128] Agora, na Wicca, ao que concerne de uso mais pessoal e individual, existem os talismãs, muitas vezes representados com pentagramas como o da figura acima, que garantem aos magos a prevenção contra os eventuais “Choques de Retorno”. O talismã não pode ter em sua fabricação um elemento de fetiche (como os amuletos) mas um elemento natural: ossospedrasdentesconchas, etc.[129] O talismã não protege, como o amuleto, contra todo mal, senão apenas contra tal ou qual influência determinada em tal ou qual caso.[129] Sua virtude se apóia em quatro elementos: a) o momento da sua criação; b) a matéria de que é feito; c) as figuras que comporta; d) as inscrições que nele estão gravadas.[130]

A crença em sua influência depende de seu material, mas sempre é lógica e simbólica: se o talismã suporta rubi, p.ex., imediatamente terá conexões com Marte, tanto o planeta quanto o ser mitológico.[130] O Pantáculo, por sua vez, é a forma mais evoluída de talismã e procede da ideia de um objeto que contém o todo, que resume o todo, que é a síntese do macrocosmo.[130] Outros símbolos menores na Wicca são o Tríscele, a Triquetra, e as Três Lebres.

Preconceitos à Wicca

O pentagrama invertido e com o bodenegro, usado na Igreja de Satã, tem levado a muitos identificarem incorretamente os wiccanos como satanistas.

A Wicca surge na Inglaterra, país predominantemente cristão, e desde seu início sofreupreconceito de alguns grupos de outras religiões e de tablóides populares como o News of the World. Esse tipo de preconceito continua nos dias de hoje, com alguns cristãos dizendo que a Wicca é uma forma de Satanismo, apesar de existir uma grande diferença entre as duas religiões.[131] Os wiccanos, por exemplo, não crêem em Lúcifer ou em Satã, tampouco na vinda de um deles à Terra.[2] Devido à conotação negativa associada à Bruxaria moderna, muitos wiccanos mantém suas práticas em sigilo, ocultando sua fé por medo de perseguição. Por conta disso existe a brincadeira entre wiccanos de “sair do armário de vassouras”, ou seja, revelar-se socialmente que se é wiccano.[132]

Da mesma forma, muitas pessoas acusam a Wicca de ser anti-cristã, uma afirmação contestada por wiccanos como Doreen Valiente que escreveu que, embora conheça muitos adeptos da Wicca admiradores de Jesus Cristo, “as bruxas têm pouco respeito pelas doutrinas das igrejas, por as considerarem como um monte de dogmas feito pelos homens.”[133] De acordo com ahistória da Wicca dada por Gerald Gardner, a Wicca é uma religião sobrevivente do Culto Bruxoque ocorreu na Europa, e que foi largamente perseguido durante o que os historiadores denominam “Caça às bruxas” porque verenciava um deus cornífero, mas não o Diabo. Modernas investigações acadêmicas revelaram, no entanto, que tais perseguições foram substancialmente menores do que as indicadas por Gardner, e raramente a mando de autoridades religiosas.[10] As teorias de um culto bruxo europeu organizado, bem como julgamentos de bruxas em massa, também têm sido amplamente desconsideradas por alguns acadêmicos, mas ainda assim os wiccanos sentem solidariedades com as vítimas das perseguições de bruxas durante a Idade Média e o Renascimento.[14]

Outro preconceito, menos inofensivo, em relação à religião da Wicca, é dizê-la como uma ramificação do movimento New Age, alegação que é fortemente negada pela maioria dos wiccanos e também por historiadores como Ronald Hutton, que observou que a Wicca não só antecede o movimento de Nova Era como também difere marcadamente de sua filosofia geral.[134]

Caminho da Mão Esquerda e Caminho da Mão Direita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Baphomet, do “Dogme et Rituel de la Haute Magie” de Eliphas Levi, 1854, símbolo adotado por alguns sistemas de crença do “Caminho da Mão Esquerda”.

Portal A Wikipédia possui o
Portal do Ocultismo

Os termos Caminho da Mão Esquerda e Caminho da Mão Direita são uma dicotomia entre duas filosofias opostas encontradas na tradição esotérica ocidental, que abrange vários grupos envolvidos com o ocultismo e a magia cerimonial. Resumidamente, o Caminho da Mão Esquerda é equiparada às maliciosas práticas da Magia Negra, enquanto o Caminho da Mão Direita refere-se às práticas benéficas da Magia Branca, embora não haja distinção ética e os adeptos da primeira também sintam-se beneficiados com suas práticas.[1][2] De forma mais popular, enquanto o primeiro é utilizado em práticas como o Satanismo, o segundo é usado por magos da Wicca, por exemplo.[3]

Pode-se dizer que o Caminho da Mão Esquerda é fundamentado na lei filosófica “Minha vontade seja feita!”, afirmando o individualismo particular, em oposição ao que denominam “mentalidade-de-rebanho” a que se refere o “Caminho da Mão Direita” (“Vossa vontade seja feita!”). Em essência as duas formas são práticas que buscam o contato com o oculto deus individual e com a sombra ou o poder do subconsciente de Carl Jung por meio de diversas e variadas técnicas mágicas e ritualísticas, com trabalhos em meio à natureza selvagem e, principalmente, levando em conta a importância e a participação do feminino e masculino. A diferença entre ambas as formas de magia está em que, enquanto uma é utilizada contra um objeto exterior (Mão Esquerda), a outra é usada a favor do grupo (Mão Direita); assim, wiccanos, por exemplo, podem obter curaproteção, os satanistas podem infligir medo em outros, embora a Magia Negra projetada para fora do grupo possa trazer benefícios a ele.[4] Além disso, os bruxos da Mão Esquerda são costumeramente adeptos do anarquismo e interessados em quebrar tabus, utilizando-se frequentemente da magia sexual e adorando imagens satânicas.[5][6][7] Os magos da Mão Direita são em grande parte resgatadores do antigo Paganismo, dividem antigos conceitos de mentecorpo e espírito legado da filosofia grega, procuram trazer benefícios ao grupo, e alguns evitam tabus e aderem as convenções sociais (embora não aceitem grande parte da moralidade cristã).[8]

Alguns magos que partilham dos conceitos do Caminho da Mão Esquerda são adeptos da Dragon Rouge, ou luciferianosgnósticosxamânicosyogues tântricos e o alguns adeptos do budismo tibetano. Alguns adeptos do Satanismo tradicional e do Nacional-Socialismo também a praticam. Os principais estudiosos e divulgadores da Via Esquerda atualmente são: o inglês Kenneth Grant, autor de diversas obras de magick; o luso-brasileiro Adriano Camargo Monteiro, consagrado escritor de filosofia draconiana; e o famoso, porém discreto, Thomas Karlsson, fundador da ordem sueca Dragon Rouge.

A Magia Branca, por sua vez, é considerada a Alta Magia, a Magia Filosófica, que antigamente buscava a pedra filosofal e que busca a união com o mistério, com a deidade, que é secreta aos iniciados e que, por isso, precisa de uma dedicação e um estudo para ser dominada.[9] As tradições da Mão Direita são o Hermetismo, a Teosofia, o movimento da Nova Era, como também religiões do neopaganismo como o DruidismoWiccaKemetismoNeopaganismo celtaNeopaganismo eslávicoNeopaganismo germânico e algumas tradições da Thelema como a Ordo Templi Orientis

Embora não seja uma regra, comumente os adeptos da Mão Esquerda são chamados de Bruxos, enquanto os adeptos do Caminho da Mão Direita são os Magos.[9] Este entendimento contradiz frontalmente, entretanto, o dito bruxo segundo o qual “não existe magia negra nem magia branca; toda magia é cinza”.


-O que é WICCA???
 Wicca (nome alternativo para a arte da feitiçaria moderna) é uma religião de natureza xamanística, positiva, com duas deidades maiores reverenciadas e adoradas em seus ritos: A Deusa (o aspecto feminino e deidade ligada à antiga Deusa Mãe em seu aspecto triplo de Virgem, Mãe e Anciã.) e sou consorte, o Deus Cornífero (o aspecto masculino). Seus nomes variam de uma tradição wiccaniana para outra, e algumas utilizam-se de outros panteões para representar várias faces e estados de ambos os Deuses. Freqüentemente, Wicca inclui a prática de várias formas de Alta Magia (geralmente com propósitos de cura psíquica ou física, neutralização de negatividade e crescimento espiritual) e ritos para a harmonização pessoal com o ritmo natural das forças da vida marcadas pelas fases da lua e pelas quatro estações do ano. Wicca (que também é conhecida como “Arte dos Sábios”, ou, muitas vezes, somente como “A Arte”) é considerada por muitos uma religião panteísta, politeísta e faz parte de um ressurgimento atual do paganismo, ou movimento neopagão, como muitos preferem chamar. Feitiçaria, em inglês Witchcraft, é um termo derivado da palavra anglo-saxônica Wiccacraft, que significa “a arte dos sábios”. Referia-se ao conhecimento superior possuído por certos indivíduos numa comunidade, conhecimento da natureza, da herbologia, das forças naturais que nos cercam, de certos aspectos da cura e da medicina e da capacidade de contatar a divindade. Assim, o Wicca não era uma força do mal, mas um sábio, a única pessoa na comunidade a quem se podia recorrer quando surgia algum problema religioso, médico, ou outro problema não material. Desde o começo dos tempos, o Xamã, ou sacerdote, era o sábio; e embora o cargo fosse de início atribuído a uma pessoa fisicamente deficiente que não podia caçar nem lutar, acabou por ser exclusivo de uma elite da comunidade e a pertencer aos seus estratos intelectuais mais elevados. A feitiçaria ocidental, uma tradição baseada sobretudo nas crenças das comunidades anglo-saxônias e escandinavas, que datam da Idade da Pedra, ergue-se sobre três conceitos básicos: (1) o culto de uma Deusa-Mãe, um princípio feminino, em vez dos deus-homem do cristianismo; (2) a crença na reencarnação e o desejo de renascer no mesmo tempo e lugar dos seus entes queridos; e (3) o conhecimento e o uso da magia, significando esse termo não as mágicas de palco, mas a manipulação da lei natural de modo a trazer benefícios para o homem, utilizando melhor os recursos naturais, explorando os segredos do universo e descobrindo atalhos e remédios para melhorar a vida. Esses são três aspectos cardeais de Wicca. Os bruxos não acreditam no demônio, porque o demônio veio depois, sendo invenção da igreja política do século XIV, que precisava de um adversário tangível para combater, em vista da continuação da crença no paganismo por grande parte do campesinato. A palavra “diabo” significa “estrangeiro” na língua cigana, mas para tornar esse adversário um anticristo, os chifres do deus grego Pã, o rosto de bode, mais os aspectos fogosos do Belzebu fenício contribuíram para a criação de uma força artificial do mal chamada diabo. Que essa invenção sem sentido tenha sobrevivido setecentos anos de iluminismo é surpreendente. Mas sobreviveu. Num recente programa de televisão, um padre que fora convidado a discutir o exorcismo comigo insistiu com toda a seriedade em que o demônio era uma pessoa real, exatamente como descrito na sagrada escritura. Os bruxos não tem familiares, isto é, animais a quem ordenam realizar o que desejam. Podem ter animais domésticos, pois a santidade de todas as formas de vida é parte da crença da feitiçaria. Os bruxos não lançam feitiços sobre cidadãos ou camponeses inocentes, mas curam os doentes quando estes lhes pedem para fazer isso. desde os tempos antigos, as comunidades agrícolas e, consequentemente, seus ritos estavam relacionados com a procriação dos animais. Seu rito de fertilidade, no qual os membros femininos da comunidade ou Coven dançavam ao redor do círculo sagrado montados em cabos de vassouras (símbolo da domesticidade), a fim de mostrar aos grãos até que altura deveriam crescer, transformou-se na fantasia da viagem pelo céu num cabo de vassoura. O companheiro simbólico da Deusa-Mãe, chamado de Deus Cornudo, transformou-se no demônio da igreja hostil, só porque o sumo sacerdote usa um elmo ornado de chifres durante as cerimônias. A feitiçaria não tem nada a ver com a Missa Negra. está é invenção de pessoas que buscavam emoções proibidas no século XVI, tornando-se particularmente popular na Inglaterra no século XVIII. é simplesmente um arremedo de culto religioso que conspurca a religião católica romana invertendo tudo, do crucifixo às orações. Como os bruxos nem mesmo reconhecem a existência do cristianismo, haveriam ainda menos de querer ridicularizá-lo. O satanismo ou culto do demônio também não tem a ver com a feitiçaria, salvo por ter tomado por empréstimo alguns ornamentos externos dos bruxos, pervertendo seu sentido ao fazê-lo. Enquanto os bruxos cultuam a vida e a santidade de todas as criaturas vivas, e proíbem toda forma de sacrifício humano ou animal, enquanto os bruxos acreditam em fazer aquilo que não faz mal a ninguém, os satanistas seguem uma linha de raciocínio oposta. O egoísmo, a cobiça, a luxúria e a plena satisfação dos desejos sensuais são não só permitidos como também encorajados, a destruição de criaturas mais fracas é santificada e o princípio do egoísmo louvado como forma saudável e construtiva de vida. Num trabalho deste tipo, deve-se dizer que não se poderia cuidar dos grupos satânicos reais, do mesmo modo que um compêndio psicológico não poderia lidar com o assassinato em geral. O que passa por culto satânico nos Estados Unidos é uma forma pálida de culto autocentrado, a que falta criminalidade e, em alguns casos, é perfeitamente benigno. Existem grupos satânicos no mundo inteiro; são gente emocionalmente doente, para quem o homicídio é emoção; e fazem tanto parte do oculto quanto um assassino merece a tolerância da comunidade. Além das assembléias de bruxos e dos praticantes individuais, e dos grupos e indivíduos satânicos, há muitas formas de paganismo, que vão das revivescências da antiga religião egípcia às formas de culta neogregas ou neoceltas. O que esses diversos grupos de diferentes origens étnicas têm em comum é sua atitude pagã; alguns são politeístas e adoram uma multidão de divindades; outros são aparentemente monoteístas, embora orientados para um ser supremo feminino. Alguns praticam seus cultos usando roupas comuns, outros usam vestes pretas e brancas, alguns se apresentam nus, e todos têm uma funda e crescente preocupação com a santidade do meio ambiente. A julgar pela quantidade de correspondência e indagações que recebo a cada semana, há um interesse cada vez maior em tornar-se pagão; os jovens, especialmente, parecem desiludidos com suas igrejas estabelecidas e buscam novas orientações religiosas; não pelo desejo de ter uma experiência excitante, mas por um desilusão genuína com a religião em que foram educados. Muito poucos pedem para entrar em contato com o coven de bruxos mais próximo, com a finalidade de ajustar contas com alguém, achando que vão aprender a fazer feitiços praticamente da noite para o dia. De vez em quando, alguém se queixa de que um vizinho o enfeitiçou e pergunta se poderia também aprender a enfeitiçar o vizinho. Com o crescente interesse nas várias formas de cultos pagãos, as alas fanáticas do movimento fundamentalista também aumentaram sua “vigilância”, publicando panfletos e propaganda contra a disseminação do que consideram movimentos diabólicos, citando profusamente a Bíblia, como se a Bíblia fosse de fato escrita diferentemente pela divindade: e, em alguns casos, chegam mesmo a organizar caravanas para fazer propaganda contra o satanismo por todo o país. Isso cheira a perseguição religiosa: e, em alguns casos, resultou em arruaças devido ao comportamento provocador dos jovens fanáticos fundamentalistas, que desafiaram os pagãos não apenas para debater, mas também para disputas físicas. Como os pagãos não estão nem um pouco interessados em fazer proselitismo ou em converter os cristãos ou outras religiões ao seu modo de vida – e de fato opõem-se às conversões, se não provierem de convicções profundas e duradouras -, a necessidade dessa reação violenta por toda parte dos extremistas, entre os fundamentalistas, parece pouco justificada. ela deriva talvez de um motivo semelhante ao que fez com que os cruzados medievais tentassem libertar a Terra Santa dos “infiéis”, na idéia errada de que a Palestina estava sofrendo sob o jugo do Islã, quando na realidade os cristãos, judeus e maometanos viviam pacificamente juntos. Hoje, o movimento pagão está numa encruzilhada; não mais secreto, nem clandestino, e perfeitamente protegido pela legislação tanto federal quanto estadual como expressão de convicções religiosas, os diversos grupos, igrejas, covens e indivíduos pagãos são livres para praticar seu tipo particular de religião como desejarem. São até livres para fazer proselitismo, se desejarem, o que na verdade não querem. Não estão inteiramente livres do preconceito social, e em algumas comunidades distantes ainda persistem antigas superstições com relação aos bruxos e aos pagãos em geral. Mas, de modo geral, muita pouca gente sofre por ser pagã; e, nos poucos casos em que alguém perdeu o emprego por suas convicções religiosas, os tribunais rapidamente o reintegraram em suas legítimas funções. Quando nada, a sociedade mostra-se mais do que justa com aqueles que têm convicções religiosas estranhas. A imprensa leiga, por outro lado, sempre adepta de clichês batidos, não mudou muito a imagem que tem da feitiçaria, que é a dos contos de fadas. Quando fazem entrevistas com bruxos, geralmente à época do Halloween, essas entrevistas demonstram condescendência ou provocam o ridículo; às vezes chegam à difamação e à calúnia. Não, espanta, portanto, que os praticantes dedicados da feitiçaria ou outras crenças pagãs não se deixem entrevistar pela imprensa, rádio ou televisão, preferindo praticar seu culto discretamente ou encontrar-se com gente que tem as mesma convicções. O que sobra para os meios de comunicação é um grupo pequeno, mas escandaloso, de candidatos a bruxos e feiticeiros, ou qualquer que seja a denominação da fantasia que escolhem, e que não representa mais os verdadeiros pagãos do que o fundamentalistas fanático representa a religião. Embora a necessidade de sigilo não seja mais essencial, já surge outro perigo no horizonte do emergente movimento neopagão. Os grupos e indivíduos pagãos, à medida que se libertam da perseguição, adaptam rapidamente os métodos da religião convencional às suas próprias necessidades. Grupos rivais acusam-se dessa ou aquela transgressão da “lei”, como se houvesse de fato uma lei escrita no paganismo. Rivalidades entre os bruxos, quanto à atitude mais adequada, acusações respondidas por outras acusações e a ocupação constante com palavras e discussões passou a ser a marca registrada de muitos pagãos hoje em dia. Em muitos grupos pagãos, os iniciados adotam nomes secretos pelos quais se reconhecem mutuamente. Isso de baseia na velha crença de que há poder não só nas letras, mas também nos e em frases inteiras. Consequentemente, mudar do nome leigo para o nome pagão separa o mundo material do mundo espiritual. Não há nada em qualquer das crenças pagãs, inclusive até mesmo no satanismo praticado nos Estados Unidos, que seja de alguma forma perigoso para a comunidade ou um convite aberto à rebelião política. Faz parte da natureza dos grupos pagãos, em geral, que eles reunam e se dissolvam com bastante freqüência, sendo muito mais efêmeros do que as comunidades cristãs ou outras comunidades religiosas. As pessoas se reúnem por uma razão; agrupam-se em torno de um determinado líder ou ideal e, quando se cansam disso, ou descobrem que seu líder tem pés de barro, afastam-se e encontram novas válvulas de escape para sua expressão religiosa. A maioria dos pagãos parece concordar com várias dessas crenças comumente sustentados: 1 – A divindade é imanente ou interna, bem como transcendente ou externa. Isso é expresso com freqüência nas frases: “Tu ás Deus” e “Tu és Deusa”. Isso pretende representar que os Deuses tanto estão no Universo, no Planeta, quanto dentro de cada um de nós. Nós somos manifestações dos Deuses. 2 – Uma multiplicidade de deuses e deusas, como deidades individuais e como facetas dos dois Aspectos Divinos. 3 – Amor e respeito pela Natureza como algo divino por direito próprio fazem da conscientização ecológica e dessa atividade uma obrigação religiosa. 4 – Descontentamento com as organizações religiosas monolíticas e desconfiança de supostos messias e gurus. 5 – A convicção de que os seres foram feitos para viver vidas repletas de Amor, alegria, prazer e humor. A concepção de “pecado original” inexiste. 6 – O direito de agir como bem quiser, desde que isso não prejudique a ninguém. 7 – O conhecimento de que, com treinamento e intenção apropriados, as mentes e os corações humanos são totalmente capazes de realizar magia. 8 – A importância da conscientização e celebração dos ciclos solar e lunar e também de outros em nossas vidas. 9 – Uma grande fé na capacidade das pessoas de resolverem seus próprios problemas e dificuldades. 10 – Um total compromisso com o crescimento, evolução e equilíbrio pessoal e universal. Espera-se que o pagão realize esforços intermitentes nessas direções. A religião wiccaniana é formada de várias tradições (espécie de seitas) como a Gardneriana, Alexandrina, Diânica, Tânica, Georgiana, Tradicionalista ética e outras. Várias dessas tradições foram formadas e introduzidas nos anos 60, e, embora seus rituais, costumes, ciclos místicos e simbolismos possam ser diferentes um dos outros, todas se apoiam nos princípios comuns da lei da Arte. O dogma principal da Arte Wicca é o Conselho Wiccaniano, um código moral simples e benevolente: SEM PREJUDICAR NINGUéM, REALIZE SUA VONTADE. Ou, em outras palavras, você é livre para fazer o que quiser, contanto que, de forma aluga, prejudique alguém – nem mesmo você. (O Concelho Wiccaniano é extremamente importante e não deve ser esquecido na realização de qualquer encantamento ou ritual mágico, especialmente naqueles que podem ser considerados como não-éticos ou de natureza manipuladora.) A Lei Tripla ( ou Lei de Três ) é uma lei kármica de retribuição tripla que se aplica sempre que você faz alguma coisa , seja ela boa ou má. Não que você será “castigado” por um ato mau, porém, quando você envia uma energia, o curso natural dela é voltar à você. Assim, caso envie algo de negativo, essa força fará seu caminho, se fortificando, e retornará até você. Os seguidores da Religião Wicca são chamados de Wiccanianos, Wiccanos, Wiccans ou Bruxos. A palavra Bruxo (a) aplica-se (ou ao menos deveria ser aplicada APENAS) aos representantes da Arte. A palavra WARLOCK que significa “aquele que rompe o juramento” é usada para apontar traidores da Grande Mãe. Muitos Wiccans usam um ou mais nomes secretos (também conhecidos como nomes mágicos, ou nomes de iniciação) para significar o renascimento espiritual e uma nova vida dentro da Arte. Os wiccanianos não aceitam o conceito arbitrário do pecado original ou do mal absoluto, e não acreditam em céu ou inferno. Eles crêem que quando morremos, vamos à Terra de Verão (ou Terra da Juventude Eterna), onde recobramos nossas forças e nos tornarmos jovens novamente. 

Os Elementos

Devemos descobrir a importância da influência dos elementos em nossas vidas, pois estes estão presentes em todos os rituais de bruxaria. Quando a forma de entrar em em harmonia com os elementos, aprenderemos a manejar os nossos próprios poderes de acordo com as nossas vontades, nos aproximando assim do nosso “eu interior”.

Tabela resumida

Elemento Ar

Gêmeos – libra e aquário

Elemento Água

Câncer – Escorpião e Peixes

Elemento Fogo

Áries — Leão e Sagitário

Elemento Terra

Touro – Virgem e Capricórnio

Bruxa(o) do leste

Bruxa(o) do Oeste

Bruxa(o) do Sul

Bruxa(o) do Norte

Dom:

 Vidência

Telepatia

Telecinesia

Psicometria

Poder:

 intelecto, razão

intuição, emoção

espírito, transformação

físico, criação

Sentido:

 Olfato

paladar

audição

tato

Estação:

 Inverno

primavera

verão

outono

Animal:

 Borboleta

peixe

serpente

gato

Objeto:

Espada

cálice

cetro

pentáculo

Naipe:

 Espadas

copas

ouros

paus

Cor:

Amarelo

azul

vermelho

verde

Elemental:

 Silfos

Ondinas

Salamandras

gnomos

Erva:

 Salgueiro, Sálvia, Verbena

Artemísia, Lavanda, Mil-folhas

Alecrim, Angélica, Sorveira

Arruda, Cipreste, Patchuli

Pedra:

Ametista, Quartzo Rosa, Turmalina

Água-marinha, Lápiz-lazúli, Sodalita

Ágata, Citrino, Opala-de-fogo

Hematita, Ônix, Pirita, Olho-de-tigre

Elementos

ÁGUA

água é o elemento da purificação, da mente subconsciente, do amor e todas as emoções. Assim como a água é fluida, constantemente mudando, fluindo, de um nível a outro, também são assim nossas emoções, constantemente se movimentando.

A água é o elemento da absorção e germinação. O subconsciente é simbolizado por este elemento, pois está sempre em movimento, como o mar que nunca descansa quer seja noite ou dia.

Direção:   Oeste

Nome do Vento Oeste:  Zephyrus

Energia:  Receptiva, feminina

Signos:   Câncer, Escorpião e Peixes

Trabalho ritual: Emoções, sentimentos, amor, coragem, ternura, tristeza, intuição, a mente inconsciente, o ventre, geração, fertilidade, plantas, cura, comunicação com o mundo espiritual, purificação, prazer, amizade, casamento, felicidade, sono, sonhos, o psíquico, o eu interior, simpatia, amor, reflexão, marés e correntes da vida, o poder de ousar e purificar as coisas, sabedoria interior, busca da visão, curar a si mesmo, visão interior, segurança, jornadas.

Lugares: Lagos, rios, fontes, poços, praias, banheiras, piscinas, chuveiros, cama ( para dormir), spas, o oceano e as marés.

Cores: Azul, verde, azul-esverdeado, cinza, índigo, roxo, preto.

Formas rituais: Diluir, colocar na água, lavar, banhar-se.

Natureza Básica: Purificante, fluente, curadora, suave, amorosa, movimento.

Fase da Vida: Maturidade

Tipos de magia: Mar, gelo, neve, neblina, espelho, ímã, chuva.

Tempo: Anoitecer

Estação: Outono – O tempo da colheita, quando a chuva lava a terra.

Ferramentas: Cálice, caldeirão, espelho, o mar.

Espíritos: Ondinas, ninfas, sereias e fadas dos lagos.

Rei: Niksa ou Necksa

Sentido: paladar

Pedras e Jóias: Água marinha, ametista, turmalina azul, pérola, coral, topázio azul, fluorita azul, lapis lazuli, sodalita.

Metais: Mercúrio, prata.

Incensos: Mirra, camomila, sândalo.

Plantas e árvores: Lótus, samambaia, musgo, arbustos, alga, couve-flor, gardênia, salgueiro.

Animais: Dragões, serpentes, golfinhos, focas, todos os peixes, mamíferos marinhos e criaturas marinhas, gato, sapo, tartaruga, lontra, ostra, cisne, caranguejo, urso.

Deusas: Afrodite, Ísis, Tiamat, Yemanja.

Deuses:  Dylan, Osíris, Netuno e Poseidon.

É atraído por: Água, soluções, poções..

Instrumentos: Piano, teclados, cravo, sinos.

Símbolos: Oceanos, lagos, rios, poços, fontes, chuva, neblina, conchas, água.

 

AR

Ar é o elemento do intelecto, é a realidade do pensamento que é o primeiro passo para a criação.

Magicamente falando, o ar é a clara, perfeita e pura visualização que é uma poderosa ferramenta de mudança. Ele é também o movimento, o ímpeto que manda a visualização na direção da concretização.

Ele governa os feitiços e rituais que envolvem viagem, instrução, liberdade, obtenção do conhecimento, encontrar itens perdidos, descobrir mentiras e assim por diante. Ele também pode ser usado para ajudar no desenvolvimento de faculdades psíquicas.

Feitiços envolvendo o ar geralmente incluem o ato de colocar um objeto no ar ou deixar cair um objeto do alto de uma montanha ou outro lugar alto para que o objeto realmente se conecte fisicamente com o elemento.

O ar é masculino, seco, expansivo e ativo. É o elemento que se sobressai nos locais de aprendizagem e nos quais ponderamos, pensamos e teorizamos.

O ar governa o Leste pois esta é a direção da maior luz, a da luz da sabedoria e conscientização. Sua cor é o amarelo do sol e do céu na aurora.

ar governa a magia dos quatro ventos, de concentração e visualização e a maioria das magias adivinhatórias.

Direção:   Leste

Nome do Vento Leste:  Eurus

Energia:  Projetiva, masculina

Signos:   Gêmeos, libra e aquário

Trabalho ritual: A mente, todo o trabalho mental, intuitivo e psíquico, o conhecimento, aprendizagem abstrata, o vento e a respiração, inspiração, a audição, harmonia, pensamento e crescimento intelectual, viagem, liberdade, revelando a verdade, encontrando coisas perdidas, habilidades psíquicas, instrução, telepatia, memória, a habilidade de saber e entender, conhecer os segredos dos mortos, meditação zen, discussões, começos, iluminação.

Lugares: Topos de montanhas e colinas, céus nublados, praias onde se venta muito, torres altas, aeroportos, escolas, bibliotecas, escritórios, agências de viagem.

Cores: Branco, amarelo claro, azul claro, tons pastéis.

Formas rituais: Sacudir objetos no ar ou pendurá-los ao vento, suspender ferramentas em lugares altos, soprar objetos leves enquanto visualiza energias positivas, deixar que o vento carregue folhas, flores, ervas ou papel picado.

Natureza Básica: Movimento, flutuante, fresca, inteligente. O Som é uma manifestação deste elemento.

Fase da Vida: Infância

Tipos de magia: Adivinhação, concentração, visualização, profecia, magia do vento, karma, velocidade.

Tempo: Nascer do sol

Estação: Primavera – O tempo do frescor

Ferramentas: Incensário, Athame, espada, visualização criativa.

Espíritos: Silfos, Zéfiros e fadas que habitam o mundo das árvores, flores, ventos, brisas e montanhas.

Rei: Paralda

Sentido: Olfato e audição.

Pedras e Jóias: Topázio, pedras claras e transparentes, cristais, ametista, alezandrita, pedras azuis e amarelas.

Metais: Cobre.

Incensos: Olíbano, mirra, alecrim, violeta.

Plantas e árvores: Olíbano, mirra, prímula, tamareira, verbena, violeta, alfazema.

Animais: Pássaros, especialmente águias e falcões, insetos, aranhas.

Deusas: Aradia, Arianrhod, Cardea, Nuit, Urania.

Deuses:  Enlil, Kheohera, Mercúrio, Thoth .

É atraído por: Instrumentos musicais, incensos.

Instrumentos: Flautas, todos os instrumentos de sopro.

Símbolos: Céu, vento, brisa, nuvens, respiração, vibração, plantas, ervas, flores, árvores.

FOGO

Fogo é o elemento da mudança, vontade e paixão. Em um certo sentido ele contém dentro dele todas as formas de magia, pois a magia é o processo de mudança.

A Magia do fogo pode ser assustadora, os resultados se manifestam de forma rápida e espetacular. O fogo não é um elemento para os fracos. Entretanto, é o mais primal e por isso o mais usado.

Este é o reino da sexualidade e da paixão. Ele não representa apenas o fogo sagrado do sexo, mas também a faísca de divindade que brilha dentro de nós e de todas as coisas vivas. Ele é, ao mesmo tempo, o mais físico e o mais espiritual dos elementos.

Direção:   Sul

Nome do Vento Sul:  Notus

Energia:  Projetiva, masculina

Signos:   Áries, Leão e Sagitário

Trabalho ritual: Energia, espírito, calor, chama, sangue, vigor, vida, vontade, cura, destruição, purificação, fogueiras, lareiras, velas, sol, erupções, explosões, liberdade, mudança, visão, percepção, visão interior, iluminação, aprendizagem, amor, paixão, sexualidade, autoridade, a vontade de ousar, criatividade, lealdade, força, transformação, proteção, coragem, eu superior, sucesso, refinamento, as artes, evolução, fé, exercícios físicos, consciência corporal, vitalidade, autoconhecimento, poder.

Lugares: Desertos, fontes termais, vulcões, fornos, lareiras, quarto de dormir ( devido ao sexo), saunas, campos de atletismo, academias de ginástica.

Cores: Vermelho, amarelo, cores do fogo, laranja, dourado.

Formas rituais: Queimar, passar na fumaça ou derreter um objeto, erva ou imagem, velas e pequenas fogueiras.

Natureza Básica: Purificante, destruidora, limpadora, energética, sexual, forte.

Fase da Vida: Juventude

Tipos de magia: Vela, tempestade, tempo e estrela.

Tempo: Meio-dia.

Estação: Verão

Ferramentas: Bastão, lamparina ou velas, ervas ou papéis queimados.

Espíritos: Salamandras, dragões do fogo, a consciência das chamas.

Rei: Djin

Sentido: Visão

Pedras e Jóias: Opala de fogo, jasper, pedras vulcânicas, cristais de quartzo, rubi, carnélia, rodocrosita, ágata.

Metais: Ouro, latão.

Incensos: Olíbano, Canela, Junípero.

Plantas e árvores: Alho, hibisco, mostarda, urtiga, cebola, pimenta vermelha, canela, plantas espinhentas, buganvílea, cactos, grãos de café, amendoeira em flor.

Animais: Dragões, leões, cavalos, cobras, grilos, louva-deus, besouros, abelhas, centopéias, escorpiões, tubarões, fênix, coiotes, raposas.

Deusas: Brigid, Vesta, Pele, Héstia.

Deuses:  Agni, Horus, Hefesto, Vulcano, Prometeu.

É atraído por: Velas, incensos, lamparinas, fogo.

Instrumentos: Guitarras, todos os instrumentos de corda.

Símbolos: Relâmpago, Vulcões, arco-íris, sol, estrelas, larva.

TERRA

Este é o elemento ao qual somos mais próximos, já que é nossa casa. A terra não representa necessariamente a Terra física, mas aquela parte da terra que é estável, sólida, da qual dependemos.

Terra é o reino da abundância, prosperidade e riqueza. Ela é o mais físico dos elementos, pois sobre ela todos os três se apóiam. Sem a terra a vida como a conhecemos não existiria.

Direção:   Norte – O lugar das maiores trevas

Nome do Vento Norte: Boreas, Ophion

Energia:  Receptiva, feminina

Signos:   Touro, Virgem e Capricórnio

Trabalho ritual: O corpo, crescimento, sustentação, ganho material, dinheiro, nascimento, morte, silêncio, rochas, pedras, cristais, jóias, metal, ossos, estruturas, noite, riqueza, tesouros, rendição, força de vontade, toque, empatia, crescimento, mistério, conservação, incorporação, negócios, prosperidade, emprego, estabilidade, sucesso, fertilidade, cura, forças da natureza combinadas, abundância material, runas, sabedoria prática, força física, ensino.

Lugares: Cavernas, vales, canyons, florestas, abismos, campos cultivados, fazendas, jardins, parques, cozinhas, creches, porões, minas, buracos, tocas, montanhas.

Cores: Negro, marrom,verde.

Formas rituais: Enterrar, plantar, fazer imagens de argila ou areia, andar na natureza enquanto visualiza o que se deseja.

Natureza Básica: Fértil, úmida, estável. A gravidade é a manifestação desse elemento.

Fase da Vida: Velhice.

Tipos de magia: Cultivo, ímãs, imagens, estátuas, pedra, árvore, nó, amarração.

Tempo: Meia-noite.

Estação: Inverno

Ferramentas: Pentáculo, pentagrama, imagens, pedras, sal, gemas, árvores, cordas.

Espíritos: Gnomos, anões, trolls, os que habitam o interior da terra, a consciência das gemas.

Rei: Ghob, Gob ou Ghom.

Sentido: Tato

Pedras e Jóias: Cristal de rocha, verdes como a esmeralda e o peridoto, ônix, jaspe, azurita, ametista, turmalina, quartzo rutilado..

Metais: Ferro, chumbo.

Incensos: Estoraque, benjoim.

Plantas e árvores: Confrei, hera, grãos, arroz, trigo, patchouly, vetivert, líques, musgo, nozes, plantas secas ou grandes e frondosas, carvalho, raízes.

Animais: Vaca, touro, búfalo, veado, cervo, antílope, cavalo, formiga, esquilo, texugo, urso, lobo.

Deusas: Ceres, Deméter, Gaia, Nephtys, Perséfone, Rhea, Rhiannon, Prithivi

Deuses:  Adonis, Athos, Arawn, Cernunnos, Dionísio, Marduk, Pan, Tammuz..

É atraído por: Sais, pós e pedras.

Instrumentos: Baterias, todos os instrumentos de percussão.

Símbolos: Rochas, gemas, montanhas, campos planos, solos, cavernas.as e minas.

Chacras

Blog de magoxande :MAGO XANDE, Chacras

 

Chacras ou xacras, também conhecidos pela grafia chakras são, canais dentro do  corpo humano por onde circula a energia vital que nutre órgãos e sistemas .      Existem várias rotas diferentes e independentes por onde circula esta energia. Os chakras são os pontos onde essas rotas energéticas estão mais próximos da superfície do corpo.                                                                                  Imagine que os chacras são uma lâmpada com uma tomada do lado. Eles tanto indicam a quantidade de energia naquele sistema específico como podem ser usados para recarregar a energia do sistema. Existem muitos canais e uma grande divergência quanto ao número exato. Algumas linhas afirmam existir 32, outra 114 e ainda 88.000 – sendo assentes todos que os principais são sete. Vou explicar cada um deles e Como energizar os chacras

«MADANA MOHANA MURARI (MANTRA DO HOMEM»Chacras

O corpo físico e cada um dos chacras

Blog de magoxande :MAGO XANDE, O corpo físico e cada um dos chacras

Nosso corpo físico tem uma ligação sutil com o mundo astral. É através do desequilíbrio desta energia vital que as pessoas adoecem e acabam obstruindo esta ligação com o Divino. Daí, a relação entre as doenças e as crises emocionais. É muito comum ver pessoas que acabam somatizando e transformando energias negativas, depressão, raiva, solidão, em doenças físicas, como cânceres e outras mais graves. Nosso corpo físico tem pontos, que quando ativados, fazem fluir a energia vital, nos trazendo alegria e, principalmente, saúde. É através dos nadis (meridianos) – caminhos invisíveis dentro do nosso organismo – que a energia vital caminha por todo o nosso corpo e chega aos chacras, em pontos que concentram vibrações mais específicas, conforme veremos à seguir:

Muladhara

(Chacra Raiz)
Nome em sânscrito: MULADHARA (“Base e fundamento”; “Suporte”)
Mantra: Lam.
Localização: Base da Espinha.
Cor: Vermelho.
Elemento: Terra.
Funções: Traz vitalidade para o corpo físico.
Qualidades Positivas: Coragem, Estabilidade. Individualidade, Paciência, Saúde, Sucesso e Segurança.
Qualidades Negativas: Insegurança, Raiva, Tensão e Violência.

O primeiro chacra (conhecido como Chacra Base ou Raiz), situado na base da espinha dorsal, relaciona-se com o poder criador da energia sexual. Quando esse chacra está enfraquecido indica distúrbios da sexualidade ou disfunções endócrinas. Quando excessivamente energizado, indica excesso de hormônios, sexualidade exacerbada ou até mesmo a presença de um tumor no local.

Svadhisthana

(Chacra orgão genital e base da barriga)
Nome em sânscrito: SWADHISTANA (“Morada do Prazer”)
Mantra: Vam.
Localização: Abaixo do umbigo.
Cor: Laranja.
Elemento: Água.
Funções: Força e vitalidade física.
Qualidades Positivas: Assimilação de novas ideias, Dar e Receber, Desejo, Emoções, Mudanças, Prazer, Saúde e Tolerância.
Qualidades Negativas: Confusão, Ciúme, Impotência, Problemas da bexiga e Problemas Sexuais.

O segundo chacra também chamado esplênico, sacro ou do baço, é responsável pela energização geral do organismo, e por ele penetram as energias cósmicas mais sutis, que a seguir são distribuídas pelo corpo. Quando esse chacra é estimulado, propicia uma boa captação energética.

Manipura

(Chacra do umbigo)
Nome em sânscrito: MANIPURA (“Cidade das Jóias”)
Mantra: Ram.
Localização: Zona da barriga.
Cor: Amarelo.
Elemento: Fogo.
Funções: Digestão, emoções e metabolismo.
Cristais: Âmbar, Olho de Tigre e Ouro.
Qualidades Positivas:
Auto controle, Autoridade, Energia, Humor, Imortalidade, Poder pessoal e Transformação.
Qualidades Negativas: Medo, Ódio, Problemas digestivos e Raiva.

O terceiro chacra (conhecido como Chakra do Plexo Solar) localiza-se na região do umbigo ou do plexo solar, e está relacionado com as emoções. Quando muito energizado, indica que a pessoa é voltada para as emoções e prazeres imediatos. Quando fraco sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional e a possibilidade de doenças crônicas.

Anahata

(Chacra cardíaco)
Nome em sânscrito: ANAHATA (“Invicto”; “Inviolado”)
Mantra: Yam.
Localização: Coração.
Cor: Verde (cura e energia vital); Rosa (Amor).
Elemento: Ar.
Funções: Energiza o sangue e o corpo físico.
Qualidades Positivas: Amor incondicional, Compaixão, Equilíbrio, Harmonia e Paz.
Qualidades Negativas: Desequilíbrio, Instabilidade emocional, Problemas de coração e circulação.

O quarto chacra situa-se na direção do coração. Relaciona-se principalmente com o timo e o coração. Sua energia corresponde ao amor e à devoção, como formas sutis e elevadas de emoção. Quando ativado desenvolve todo o potencial para o amor altruísta. Quando enfraquecido indica a necessidade de se libertar do egoísmo e de cultivar maior dedicação ao próximo. No aspecto físico, também pode indicar doenças cardíacas.

Visuddha

(Chacra Laríngeo)
Nome em sânscrito: VISHUDDA (“O purificador”)
Mantra: Ham.
Localização: Na garganta.
Cor: Azul claro.
Elemento: Éter.
Funções: Som, vibração, comunicação.
Qualidades Positivas: Comunicação, Criatividade, Conhecimento, Honestidade, Integração, Lealdade e Paz.
Qualidades Negativas: Depressão, Ignorância e Problemas na comunicação.

O quinto chacra fica na frente da garganta e está ligado à tireóide. Relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz. Quando desenvolvido, de forma geral, indica força de caráter, grande capacidade mental e discernimento. Em caso contrário, pode indicar doenças tireoidianas e fraquezas de diversas funções físicas, psíquicas ou mentais.

Ajna

(Chacra Frontal)
Nome em sânscrito: AJNÃ (“O Centro de comando”)
Mantra: Om.
Localização: Na testa, entre as sobrancelhas.
Cor: Azul índigo.
Elemento: Luz.
Funções: Revitaliza sistema nervoso e a visão.
Qualidades Positivas: Concentração, Devoção, Intuição, Imaginação, Realização da alma e Sabedoria.
Qualidades Negativas: Dores de cabeça, Falta de concentração, Medo, Problema nos olhos, Pesadelos e Tensão

O sexto chacra situa-se no ponto entre as sobrancelhas. Conhecido como “terceiro olho” na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau. Enfraquecido aponta para um certo primitivismo psico-mental ou, no aspecto físico, para tumoração craniana.

Sahashara

(Chacra Coroa)
Nome em sânscrito: SAHASHARA (“O Lótus das mil pétalas”)
Mantra: Aum.
Localização: No topo da cabeça, bem no centro.
Cor: Violeta e Branco.
Elemento: Todos os elementos.
Funções: Revitaliza o cérebro.
Qualidades Positivas: Percepção além do tempo e do espaço. Abre a consciência para o infinito.
Qualidades Negativas: Alienação, Confusão, Depressão e Falta de Inspiração.

O sétimo é o mais importante dos chacras, situa-se no alto da cabeça e relaciona-se com o padrão energético global da pessoa. Conhecido como chakra da coroa, é representado na tradição indiana por uma flor-de-lótus de mil pétalas na cor violeta. Através dele recebemos a luz divina. A tradição de coroar os reis fundamenta-se no princípio da estimulação deste chacra, de modo a dinamizar a capacidade espiritual e a consciência superior do ser humano.

A Magia Sexual

Blog de magoxande :MAGO XANDE, A Magia Sexual

A Magia Sexual, ou Magia Vermelha, conhecida no Oriente como Tantra, é a prática ritualística desenvolvida através das energias canalizadas do corpo físico, da mente e do espírito humano. O acto de criar outras vidas através de relações sexuais e instituir uma força, ou um vínculo energético entre as pessoas envolvidas, é visto como místico e sagrado. Como outras modalidades de Magia, a Magia Sexual também é um recurso usado como fonte do poder que fortalece as cerimônias ritualísticas e para obter o auto-conhecimento através da exploração do próprio corpo, psique e alma. A Magia Sexual é uma das faces mais importantes da Magia moderna.

A magia sexual visa atrair forças ou entidades espirituais ligadas ao erotismo e á carnalidade, convidando-as a actuar na persecução de um determinado objectivo, seja esse a conn

NESTA  MATERIA NÃO ENTRAREI EM DETALHES   PARA NÃO CONSTRANGER PESSOAS QUE NãO FAZEM  PARTE DA MAGIA DA BRUXARIA O ASSUNTO SEXUAL é MEIO INIBIDOR PARA ALGUNS.

MALDIÇÃO

Blog de magoxande :MAGO XANDE, MALDIÇÃO

Segundo o Dicionário da Bíblia de Almeida a maldição é um chamamento de mal, sofrimento ou desgraça sobre alguém ou alguma coisa que passa a ser maldito. Trata-se, portanto de uma ação do maligno sobre uma vida, situação ou local; cuja legalidade da ação pode ser através da família (tb. chamada hereditária), por meio de palavras proferidas ou ainda por meio de auto-declarações.

O mundo espiritual é uma realidade onde encontra-se os seres espirituais, não podemos vê-los mas sentimos sua influência direta na vida. Muitas pessoas ainda não despertaram para este fato e vivem cegos, recebendo em si as conseqüências de sua incredulidade.
Abençoar e amaldiçoar é uma autoridade dada aos homens desde a antiguidade e vemos na Palavra a sua seriedade, pois as palavras podem dar vida ou morte.
De uma só boca procede sair benção e maldição.

A Palavra tem muito poder!
E assim foram amaldiçoadas, poucas palavras, mas o suficiente para a desgraça de alguém.
Deve-se ter um cuidado especial com palavras ou expressões que verdadeiramente desconhecemos o significado, como exemplo veja:
Danado, muito comum no Brasil, mas seu significado é condenado ao inferno. (Dicionário Aurélio)

AMALDIÇOANDO A SI PRÓPRIO
Geralmente se vê esta questão de outro ângulo, sempre como sendo amaldiçoado por alguém; mas na maioria das vezes auto-amaldiçoa-se de forma involuntária e recebem na vida a conseqüência pela liberação de palavras e expressões indevidas, por exemplo:

Sou idiota; não presto para nada; meu destino é sofrer; sou azarado; nasci para o fracasso; nunca vencerei; sou danado; e muitas outras. Estas expressões quando proferidas, autorizam ao espírito demoníaco a agir fazendo acontecer o declarado. Portanto cuidado com as palavras.

A auto-estima também é abalada quando se fala do corpo, por exemplo:
Não gosto do cabelo; da boca; dos olhos; dos dentes; do nariz; sou gordo etc. estas lamentações abre as portas para os espíritos agir e a situação torna-se muito grave.

Muitos nos momentos de dificuldade ou mesmo ao divertir-se fazem pedidos terríveis. Isto é dar brecha a entidades e elas agem, e o resultado e terrível em nossas vidas

AMALDIÇOANDO OS FILHOS

É extremamente fácil praticar o ato da maldição contras os filhos. Por serem cheios de energia e em muitos casos desobedientes, teimosos e respondões, facilmente enerva os pais, que usam palavras e expressões de maldição.

Pais, cuidado com os termos usados em relação a seus filhos, falem palavras edificantes, construtivas e positivas; assim certamente serão honrados e não amaldiçoados

Hereditárias
De início é necessário entendermos que apesar do termo hereditariedade esta relacionado à transmissão de caracteres físicos ou psíquicos aos descendentes (p.ex.: se o biótipo da família dos pais é de pessoas altas os filhos deveram ser altos, etc.); este termo também expressa o direito de receber a totalidade ou a parte daquilo que uma pessoa possui e deixa após sua morte. Assim no caso das maldições hereditárias devemos ter em mente que os espíritos que atuam sobre uma família, porque conquistaram em algum lugar do passado estas legalidades, vão passar de geração em geração até que a legalidade seja anulada. Devemos compreender que se trata de um espírito das trevas transmitido de geração em geração, espíritos ligados a certa área de ação que encontra e cria em uma determinada família condições ideais para a sua atuação.

Espíritos do mesmo tipo que atuam no avô passam a atuar sobre o filho; ao casar o filho gera um neto que favorecerá a atuação destes demônios também em sua vida.

Poções,amuletos e afroticiacos

-Ponche do Amor

· 2 calices de groselha · 2 maças picadas · 1 abacaxi picado · Vinho tinto · 2 folhas de hortela · adoçar com leite moça Servir para a pessoa amada primeiro depois para você.

-Poção da fartura

Coloque a mistura num vidro amarelo e coloque-a no sol por um dia. Essa poção (na verdade, mais na categoria dos pós mágicos que poções) pode ser salpicada nos cantos de um estabelecimento comercial, escritório ou casa. Pode ser colocado na gaveta de um escritório, ou num envelope ou pasta que estejam papéis que representem “entrada”. Cuidado para não colocar em um local onde hajam contas! Na casa o melhor lugar é a cozinha, local que sustenta todo o lar -

Poção do Amor II

1 litro de água 1 pedaço de canela em pau 3 colheres (sopa) de mel 1 punhado de pétalas de rosas de jardim (brancas ou cor-de-rosa) Na água fervente, coloque os outros ingredientes. Para quem está procurando um amor, ou quer manter o seu. Ofereça o chá para a pessoa que você quer conquistar, ou beba sozinho.

-Poção do Amor dos Bruxos

1 colher (de sopa) de manjericão seco e triturado 1 colher (de sopa) de funcho seco 1 colher (de sopa) de vervena européia seca 3 pitadas de noz moscada rasteira 1/4 de xícara de vinho tinto Coloque todos os ingredientes num caldeirão. Misture bem e leve o caldeirão ao fogo. Acenda uma vela cor-de-rosa que tenha sido untada com óleo de rosa e diga: LUZ DA VELA, MORNA E BRILHANTE, ACENDA AS CHAMAS DO AMOR ESTA NOITE. QUE O AMOR DA MINHA ALMA COMPANHEIRA QUEIME FORTE POR MIM. ESTA é A MINHA VONTADE, QUE ASSIM SEJA! Após a poção ter fervido por três minutos, retire o caldeirão do fogo e deixe esfriar. Coe o líquido numa gaze limpa e coloque numa xícara. Adicione um pouco de mel para adoçar a poção e beba. Se você deseja o amor de determinado homem ou mulher, concentre-se sobre ele ou ela enquanto prepara a bebida. Beba metade da poção e dê a outra metade para o ser amado a fim de que ele a beba logo que possível. Se ele ou ela for carmicamente perfeito para você, a centelha do amor será instantaneamente acesa. Naturalmente, o resto ficará por sua conta. As melhores épocas para preparar a Poção do Amor dos Bruxos e Ciganos, como todas as poções e encantamentos de amor, são as sextas-feiras (regidas por Vênus), a Véspera de Santa Agnes (a noite de 20 de janeiro), o dia de São Valentim (14 de fevereiro), qualquer noite de lua crescente e sempre que a lua estiver nos signos regidos por Vênus, Touro ou Libra.

-Poção mágicas para aumento da sexualidade

3 pedaço de casca de laranja 3 pitadas de Noz moscada 5 folhas de limão 5 petalas de rosa 3 folhas de Hortelã 1 pitada de Coentro 2 colheres de chá preto 2 pitadas de Tomilho 1 pitada de alecrim 2 copos de água mineral sem gás

-Poção para concentração

Coloque a sodalita em cima de alguma coisa que represente em que você deseja se concentrar, por exemplo, se for em estudos coloque em cima de um livro em que tenha dificuldade.

-POçãO DO AMOR

2 xícaras (chá) água 1 xícara (chá) pétalas de rosa de jardim 2 colheres (sopa) mel 1 pauzinho de canela Ferva a água e coloque as pétalas, o mel e a canela e tampe para abafar. Coe e beba ainda quente. Você ficará irresistível!

-POçãO BáSICA DO AMOR

Encha um pequeno caldeirão ou pote com uma mão de folhas de alecrim, 13 sementes de erva-doce, 2 trevos, 3 folhas de gerânio-rosa, uma colher sopa de mel e um pouco de vinho tinto. Leve o caldeirão ao fogo e deixe a poção ferver. Coe e adicione um pouco da poção a um copo de vinho ou suco de fruta e sirva-a ao homem ou mulher por quem deseja ser amado.

-AMULETOS DOADOS PELA NATUREZA

Se você encontrar uma concha, ou se uma flor ou folha chegar a você trazida pelo vento, saiba que foi agraciado com um presente da Natureza. Não jogue fora esses amuletos, mantenha-os em seu poder, guarde sempre com você. Descubra, nas formas do seu presente, as milagrosas harmonias da criação e sinta-se fazendo parte da energia cósmica.

-AMULETO PERSONALIZADO

Descubra seu número protetor pela soma dos algarismos correspondentes às letras do seu nome. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 A B C D E W G F I J K S M N X O H P Q L T U Z Y R ç V Adicione 3 para cada til (~) e 7 para cada acento circunflexo (^) que o nome tiver. O número protetor equivale à quantidade de objetos que deve conter o talismã. Escolha os elementos seguintes, mas somente a quantidade do seu número protetor: moeda, figa de madeira, botão de rosa seco, cristais, galhinho de arruda, galhinho de guiné, galhinho de alecrim, sementes de alfazema, sementes de erva-doce, cravo, canela em pau, ímã, conchas do mar, búzios. Acrescente também objetos que contenham a sua energia pessoal: um anel ou brinco que não usa mais. Faça um saquinho da cor que simboliza seu desejo: rosa para amor, verde para saúde, amarelo para dinheiro e bens materiais, azul-claro para serenidade e paz, azul-escuro para evolução espiritual, vermelho para proteção e coragem. Em uma folha de papel, escreva teu nome completo a lápis, sua data de nascimento e dobre. Ponha tudo dentro do saquinho e costure à mão com uma linha branca grossa. Deixe por 3 dias ao sol e ele estará pronto para ir com você a todos os lugares, protegendo-lhe e trazendo-lhe sorte.

-AMULETO DE AMETISTA

A ametista age como um poderoso amuleto para atrair o amor quando usada pelos nativos de Gêmeos e Touro.

 -AMULETO DE QUARTZO

Use ou leve com você um quartzo rutilado (também conhecido como “pedra do cabelo de Vênus” e “flechas de Cupido”) como amuleto mágico para atrair o amor.

-PARA FAZER ALGUéM DESEJAR VOCê

Use sobre o coração um bolsa talismânica contendo um amuleto em forma de coração de cera cor-de-rosa, feito numa sexta-feira e aromatizada com limão, almíscar ou patchuli.

-BANHO AFRODISíACO

Antes de um encontro amoroso ou sexual, ou também para atrair uma pessoa, pode-se tomar o seguinte banho, carregando-se com uma forte energia sedutora: Encha a banheira com água quente e coloque as seguintes essências: ylang-ylang, sândalo, rosas, almíscar e um punhado de cravos. Permaneça em imersão por cinco minutos em completo relaxamento, depois massageie-se com delicadeza, dos pés ao rosto. Saia da banheira e passe mais algumas gotas de almíscar pelo corpo.

 -VINHO AFRODISíACO DE VêNUS

Ferva 2 colheres de chá de suco de maracujá, duas bagas de zimbro e uma pitada de manjericão seco em pó junto com vinho tinto, enquanto entoa: VINHO DE VêNUS, BORBULHE E SE TRANSFORME. QUEIME DE PAIXãO. QUEIME DE PAIXãO.

 -ERVA AFRODISíACA

Para atrair um amante apaixonado, coloque nove cravos-da-índia dentro de seu perfume favorito. use este perfume sempre que estiver sem alguém. Com certza você será presenteado(a) com um novo romance!

-FRUTA AFRODISíACA

Coloque algumas cerejas dentro de uma tigela de cristal, banhe-as com um pouco de mel, 2 colheres (sopa) de vinho tinto e 1 colher (sopa) de pétalas de rosas. Misture suavemente e sirva ao amado. Você, com certeza, ficará com esta noite na memória por longos anos!

-ERVA AFRODISíACA

 Para aumentar a potência sexual, nada melhor do que acrescentar hortelã aos alimentos, principalmente às saladas. O óleo de hortelã é também um excelente ativador da sexualidade, principalmente quando utilizado em massagens.


 Rituais de Amor Wicca

» Para ficar disponível para um amor novo e inesperado, faça um círculo com pétalas de várias flores no chão e sente-se dentro dele. Peça à Mãe Natureza que encontre a pessoa certa para você. Deixe a imaginação rolar. Recolha as pétalas e misture-as à água do seu banho, depois, é só aguardar.

» Um poderoso amuleto de fascinação amorosa foi recolhido da tradição árabe. Pegue um cílio do seu olho direito e pronuncie sobre ele o que você deseja (uma situação, nunca uma pessoa!). Envolva-o com um lenço virgem e carregue-o no bolso por uma semana. Isso aumentará o seu poder sedutor.

» Sempre existe uma pessoa para cada outra que caminha sobre a Terra, porém às vezes, este encontro demora mais a acontecer, talvez por capricho de um destino mais rigoroso. Para apressar este encontro, costuma-se carregar um quartzo rosa junto a um papel com uma pequena descrição de como queremos que seja esta pessoa. Esta é uma Magia que costuma dar certo quando feita com fé e determinação.

» Para atrair o amor para perto de você coloque um quartzo rosa em uma taça de vinho tinto, cubra com um lenço de seda. Durma com a taça a seu lado. Na manhã seguinte, retire a pedra e tome o vinho. Ele está imantado coma energia do amor.

» Algumas flores como açucena, rosa, verbena, miosótis, amor-perfeito e dama-da-noite têm a propriedade de aumentar nosso poder de sedução. Dizem as tradições mágicas que ao plantarmos qualquer uma dessas flores criamos um elo com sua “alma vegetal” que passa a nos auxiliar na arte da sedução.

» Para escrever uma carta de amor com efeitos realmente mágicos, adiciona em sua caneta-tinteiro essência de rosa ou verbena. Sua mensagem chegará perfumada e imantada com o poder dessas flores do amor. O efeito é inevitável.

» O jasmim é a flor do amor e da sensualidade. Dizem que quem faz um desejo de amor sentindo o aroma de um jasmim sempre terá seu desejo realizado.

» Sexta-feira é o dia consagrado à Afrodite, a Deusa do Amor e da Paixão. Por essa razão não há dia melhor para um encontro romântico ou qualquer encantamento de amor. Dizem que para ampliar mais ainda as energias amorosas deste dia é propício acender um incenso de rosas em homenagem à Deusa.

» O quartzo rosa, pedra consagrada à Vênus, pode ser usada para fortalecer seu poder de sedução. Guarde-o em um saquinho vermelho e perfume-o com incenso ou essência sempre que precisar.

» Uma antiga prática mágica com velas consiste em verter sua cera num copo com água. Pensa-se no futuro ou futura pretendente pingando-se a cera no copo sete vezes. De preferência, usa uma vela colorida. A cera vertida formará figuras que deverão ser interpretadas. É comum aparecerem letras, números e objetos.

» Retire o espinho de uma rosa e coloque dentro do vidro de seu perfume favorito. Esta simples e inusitada operação servirá para sua proteção afetiva. Não é novidade que o ciúme e a inveja alheia, algumas vezes atrapalham seu relacionamento. Proteger seus interesses de energias intrusas está de pleno acordo com as Leis da Natureza.

» Existe um antigo ritual mágico de reconciliação. Diante de uma situação mal resolvida com alguém e que você precise de ajuda para pedir perdão, coloque duas folhas de árvores diferentes em um mesmo envelope. Entre elas, uma folha de seda verde com seu pedido de desculpas anotado. Depois queime tudo em uma vela verde. O mundo mágico vai preparar os caminhos dessa reconciliação. Pode esperar.

» Esta é uma receita muito antiga dos povos do deserto. Escreva com tinta lavável um poema amoroso. Em seguida, lave o papel numa bacia. A água que se desprender (misturada à tinta) será usada como um perfume. Você pode usá-lo sempre que necessitar de um reforço amoroso.

» O amor-perfeito seco ou a rosa guardadas no seu livro de poesias preferido podem ser um dos mais poderosos talismãs amorosos. Tenha sempre um à sua cabeceira. E o amor estará sempre por perto, pois dizem que o amor se planta primeiro na alma, depois na terra.

» A ágata proporciona uma boa acolhida por onde quer que passemos. Por isso, é sempre bom levar um dessas pedrinhas conosco. A ágata abre espaço para que você entre na casa e no coração das pessoas.

» O cristal de rocha é uma pedra muito utilizada pelos bruxos preguiçosos, pois acelera a vitalidade e afasta a apatia. Ela deve ser guardada em um saquinho de couro com ramos secos de arruda e um pouco de tabaco.

» Para afugentar a melancolia e a tristeza, faça um saquinho de algodão branco recheado de bétula seca e amarre-o junto ao pé da cama. Essa antiga Magia tem o poder de renovar nosso estado de espírito.

» Dizem que romãs abertas colocadas na janela de casa afastam todo o mal. Isto porque a romã representa a união fraterna e a família feliz.

» Para afastar um mal que nos incomoda, escreva as palavras-chaves desse problema em uma vela branca, de preferência com mais de 20cm. Acenda a vela e peça aos seres do fogo que queimem esse mal que você quer destruir. Quando a vela acabar, seus problemas terminarão.

» Toda planta possui seu elemental próprio. Se você tem vasos com plantas em casa e quer conquistar a simpatia do duende que ali habita coloque no vaso balinhas coloridas, amoras ou outras pequenas frutinhas. Dizem que assim eles ficam tão felizes que trazem alegria e proteção para o lar.

» Para que uma festa seja repleta de alegria e sucesso, costuma-se colocar em uma taça de vinho tinto quatro folhas de verbena. Depois de bem misturados, deve-se jogar algumas gotas desse preparo no chão onde os convidados irão circular.

» Cuidado com as pessoas que gostam de pegar no seu braço ou apontar para seu peito quando falam com você. Dê um passo para trás e mire-as firmemente nos olhos. Algumas dessas pessoas podem gostar de alimentar-se da sua boa energia.

Chakras

*
Chacras ou xacras, também conhecidos pela grafia chakras são, segundo a filosofia iogue, canais dentro do corpo humano (nadis) por onde circula a energia vital (prana) que nutre órgãos e sistemas.
Existem várias rotas diferentes e independentes por onde circula esta energia.
Os chakras são os pontos onde essas rotas energéticas estão mais próximos da superfície do corpo.
Imagine que os chacras são uma lâmpada com uma tomada do lado.
Eles tanto indicam a quantidade de energia naquele sistema específico como podem ser usados para recarregar a energia do sistema.
Existem muitos canais e uma grande divergência quanto ao número exato.
Algumas linhas afirmam existir 32, outra 114 e ainda 88.000 – sendo assentes todos que os principais são sete.
Na Doutrina Espírita os chacras são chamados de Centro de Força.
*
*
Energia vital
*
A palavra chakra vem do sânscrito e significa “roda”, “disco”, “centro” ou “plexo”.
Nesta forma eles são percebidos por videntes como vórtices (redemoinhos) de energia vital, espirais girando em alta velocidade, vibrando em pontos vitais de nosso corpo.
Os chakras são pontos de interseção entre vários planos e através deles nosso corpo etérico se manifesta mais intensamente no corpo físico.
Os Vedas (5.000 a.C.) contêm os mais antigos registros sobre chakras de que se tem notícia.
Quando foram escritos, o Yoga já sistematizava o conhecimento e o trabalho energético dos chakras.
São sete os principais chakras, dispostos desde a base da coluna vertebral até o alto da cabeça e cada um corresponde à uma das sete principais glândulas do corpo humano.
Cada um destes chakras está em estreita correspondência com certas funções físicas, mentais, vitais ou espirituais.
Num corpo saudável, todos esses vórtices giram a uma grande velocidade, permitindo que a “prana”, flua para cima por intermédio do sistema endócrino.
Mas se um desses centros começa a diminuir a velocidade de rotação, o fluxo de energia fica inibido ou bloqueado – e disso resulta o envelhecimento ou a doença.
Os chakras são conectados entre si por uma espécie de tubo etérico (Nadi) principal chamado “Sushumna”, ao longo do eixo central do corpo humano, por onde dois outros canais alternados “Ida” que sai da base da espinha dorsal à esquerda de Sushumna e “Pingala” à direita ( na mulher estão invertidas estas posições ).
Os Nadis conduzem e regulam o “Prana” (energias yin e yang) em espirais concêntricas.
Estes Nadis são os principais, entre milhares, que percorrem todo o corpo em todas as direções, linhas meridianos e pontos.
Para os hindus os Nadis são sagrados, é por meio da “Sushumna” que o yogi deixa o seu corpo físico, entra em contato com os planos superiores e traz para o seu cérebro físico a memória de suas experiências.
*
*

O Corpo Físico e cada um dos Chakras

*
Nosso corpo físico tem uma ligação sutil com o mundo astral.
É através do desequilíbrio desta energia vital que as pessoas adoecem e acabam obstruindo esta ligação com o Divino.
Daí, a relação entre as doenças e as crises emocionais.
 É muito comum ver pessoas que acabam somatizando e transformando energias negativas, depressão, raiva, solidão, em doenças físicas, como cânceres e outras mais graves.
Nosso corpo físico tem pontos, que quando ativados, fazem fluir a energia vital, nos trazendo alegria e, principalmente, saúde.
É através dos nadis (meridianos) – caminhos invisíveis dentro do nosso organismo – que a energia vital caminha por todo o nosso corpo e chega aos chacras, em pontos que concentram vibrações mais específicas, conforme veremos à seguir:
*
Ficheiro:Muladhara.png
*
Muladhara chacra
*
Muladhara
(Chacra Raiz)
Nome em sânscrito: MULADHARA (“Base e fundamento”; “Suporte”)
Mantra: Lam.
Localização: Base da Espinha.
Cor: Vermelho.
Elemento: Terra.
Funções: Traz vitalidade para o corpo físico.
Qualidades Positivas:
Coragem, Estabilidade. Individualidade, Paciência, Saúde, Sucesso e Segurança.
Qualidades Negativas: Insegurança, Raiva, Tensão e Violência.
O primeiro chacra (conhecido como Chacra Base ou Raiz), situado na base da espinha dorsal, relaciona-se com o poder criador da energia sexual.
Quando esse chacra está enfraquecido indica distúrbios da sexualidade ou disfunções endócrinas.
Quando excessivamente energizado, indica excesso de hormônios, sexualidade exacerbada ou até mesmo a presença de um tumor no local.
*
Ficheiro:Swadhisthana.png
*
Swadhisthana chacra
*
Svadhisthana
(Chacra órgão genital e base da barriga)
Nome em sânscrito: SWADHISTANA (“Morada do Prazer”)
Mantra: Mam.
Localização: Abaixo do umbigo.
Cor: Laranja.
Elemento: Água.
Funções: Força e vitalidade física.
Qualidades Positivas:
Assimilação de novas ideias, Dar e Receber, Desejo, Emoções, Mudanças, Prazer, Saúde e Tolerância.
Qualidades Negativas:
Confusão, Ciúme, Impotência, Problemas da bexiga e Problemas Sexuais.
O segundo chacra também chamado esplênico, sacro ou do baço, é responsável pela energização geral do organismo, e por ele penetram as energias cósmicas mais sutis, que a seguir são distribuídas pelo corpo. Quando esse chacra é estimulado, propicia uma boa captação energética.
*
Ficheiro:Manipura.png
*
Manipura chacra
*
Manipura
(Chacra do umbigo)
Nome em sânscrito: MANIPURA (“Cidade das Jóias”)
Mantra: Ram.
Localização: Zona da barriga.
Cor: Amarelo.
Elemento: Fogo.
Funções: Digestão, emoções e metabolismo.
Cristais: Âmbar, Olho de Tigre e Ouro.
Qualidades Positivas:
Auto controle, Autoridade, Energia, Humor, Imortalidade, Poder pessoal e Transformação.
Qualidades Negativas:
 Medo, Ódio, Problemas digestivos e Raiva.
O terceiro chacra (conhecido como Chakra do Plexo Solar) localiza-se na região do umbigo ou do plexo solar, e está relacionado com as emoções.
Quando muito energizado, indica que a pessoa é voltada para as emoções e prazeres imediatos.
Quando fraco sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional e a possibilidade de doenças crônicas.
*
Ficheiro:Anahata green.svg
*
Anahata chacra
*
Anahata
(Chacra cardíaco)
Nome em sânscrito: ANAHATA (“Invicto”; “Inviolado”)
Mantra: Yam.
Localização: Coração.
Cor: Verde (cura e energia vital); Rosa (Amor).
Elemento: Ar.
Funções: Energiza o sangue e o corpo físico.
Qualidades Positivas:
Amor incondicional, Compaixão, Equilíbrio, Harmonia e Paz.
Qualidades Negativas:
Desequilíbrio, Instabilidade emocional, Problemas de coração e circulação.
O quarto chacra situa-se na direção do coração.
Relaciona-se principalmente com o timo e o coração.
Sua energia corresponde ao amor e à devoção, como formas sutis e elevadas de emoção.
Quando ativado desenvolve todo o potencial para o amor altruísta.
Quando enfraquecido indica a necessidade de se libertar do egoísmo e de cultivar maior dedicação ao próximo.
No aspecto físico, também pode indicar doenças cardíacas.
*
Ficheiro:Vishuddhi blue.svg
*
Visuddha chacra
*
Visuddha
(Chacra Laríngeo)
Nome em sânscrito: VISHUDDA (“O purificador”)
Mantra: Ham.
Localização: Na garganta.
Cor: Azul claro.
Elemento: Éter.
Funções: Som, vibração, comunicação.
Qualidades Positivas:
Comunicação, Criatividade, Conhecimento, Honestidade, Integração, Lealdade e Paz.
Qualidades Negativas:
Depressão, Ignorância e Problemas na comunicação.
O quinto chacra fica na frente da garganta e está ligado à tireóide.
Relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz.
Quando desenvolvido, de forma geral, indica força de caráter, grande capacidade mental e discernimento. Em caso contrário, pode indicar doenças tireoidianas e fraquezas de diversas funções físicas, psíquicas ou mentais.
*
Ficheiro:Ajna.svg
*
Ajña chacra
*
Ajña
(Chacra Frontal)
Nome em sânscrito: AJÑA (“O Centro de comando”)
Mantra: Om.
Localização: Na testa, entre as sobrancelhas.
Cor: Azul índigo.
Elemento: Todos os elementos.
Funções: Revitaliza sistema nervoso e a visão.
Qualidades Positivas:
Concentração, Devoção, Intuição, Imaginação, Realização da alma e Sabedoria.
Qualidades Negativas:
Dores de cabeça, Medo, Problema nos olhos, Pesadelos e Tensão
O sexto chacra situa-se no ponto entre as sobrancelhas.
Conhecido como “terceiro olho” na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau.
Enfraquecido aponta para um certo primitivismo psico-mental ou, no aspecto físico, para tumoração craniana.
*
Ficheiro:Sahasrara.svg
*
Sahasrara padma
*
Sahasrara
(Chacra Coroa)
Nome em sânscrito: SAHASRARA (“O Lótus das mil pétalas”)
Mantra: Aum.
Localização: No topo da cabeça, bem no centro.
Cor: Violeta e Branco.
Elemento: Todos os elementos.
Funções: Revitaliza o cérebro.
Qualidades Positivas: Percepção além do tempo e do espaço.
Abre a consciência para o infinito.
Qualidades Negativas: Alienação, Confusão, Depressão e Falta de Inspiração.
O sétimo é o mais importante dos chakras, situa-se no alto da cabeça e relaciona-se com o padrão energético global da pessoa.
Conhecido como chakra da coroa, é representado na tradição indiana por uma flor-de-lótus de mil pétalas na cor violeta.
Através dele recebemos a luz divina.
A tradição de coroar os reis fundamenta-se no princípio da estimulação deste chakra, de modo a dinamizar a capacidade espiritual e a consciência superior do ser humano.
*
*

Como Energizar os Chakras

*
Várias terapias, como o Reiki e a cromoterapia se utilizam dos chakras como base para diagnóstico e tratamento de males que atingem desde o corpo físico até o espiritual.
Através de gestos , que podem ser incorporados no dia-a-dia é possível ativar estes pontos de energia, buscando a harmonização do corpo e da alma.
” Concentrar-se no que está fazendo, pensando na região do chakra já é uma forma de reativá-lo.
Procure ficar em um lugar tranqüilo, para que nenhum barulho possa tirar sua concentração. “
Coloque uma de suas mãos aberta em frente ao chakra, sem tocar no corpo, e faça movimentos circulares no sentido horário, como se estivesse massageando o local, mas à distância.
” Sentar-se na posição de lótus – pernas cruzadas – tronco ereto – e fixar o olhar na ponta do nariz estimula o chakra frontal ou do terceiro olho.
” As cores e os cristais são formas visuais de estimulação do chakras.
Utilize a pedra com a cor correspondente a do chakra e direcione suas vibrações.
*
*
Origem
*
A palavra chakra significa literalmente roda.
Os chakras são os pontos onde se encontram e fundem as Nadís, ou meridianos, canais condutores da energia no organismo.
Estas Nadís unem-se em vários pontos que rodam no sentido dextrógiro (que provoca rotação para a direita – no sentido dos ponteiros do relógio. Antônimo de levógiro).
A noção de chakra faz parte do tantra ou tantrismo, para o qual a kundalini reside no Muladhara.
 O objetivo das práticas tântricas, que são essencialmente Bhakti Yoga, é a subida da kundalini através dos chakras, ativando-os, a fim de se unir no Sahasra com Shiva, aqui representado como essência espiritual.
Os chakras, descritos em textos tântricos tradicionais, despertaram também a atenção do movimento esotérico europeu, por exemplo, do Rev. Leadbeater, teosofista.
Os chakras estão registrados em culturas antigas e referenciados como pontos energeticos utilizados para cura e progresso energético e Espiritual.
O Qi Gong da China ou Acupunctura, O Yoga da Índia e outras culturas antigas tinham conhecimento destes pontos e de como trabalhar com eles era benéfico à saúde.
*
*
Prana, ki e chi
*
Atualmente, com a universalização do conhecimento, existe a tendência a considerar a convergência dos conceitos das culturas indiana e chinesa sobre estes centros de energia (chakras), e os nadis.
Os nadis seriam correspondentes aos meridianos chineses, assim como prana, ki e chi seriam nomes diferentes para a mesma energia vital.
As pesquisas de Hiroshi Motoyama, em Osaka, com o campo eletromagnético humano, mostram a relação entre os meridianos e os nadis, bem como as alterações nas ondas cerebrais durante a ativação dos centros ou chakras superiores.
*
*
Kundalini
*
O primeiro chakra, denominado no ocidente como Chakra Base ou Chakra Raiz é o responsável por manter o fluxo de energia ascendente da terra para o corpo.
Emocionalmente ele conecta a pessoa ao mundo presente sendo o responsável pelo bom ânimo.
Esse chakra também exerce forte influência sobre os demais ‘bombeando’ energia da terra (telúrica) para cima em direção aos demais centros de energia.
Nos pés há chakras secundários, Plantares, que se relacionam diretamente ao Chakra Raiz sendo os responsáveis pela perfeita troca de energia entre o corpo e a terra.
A energia telúrica absorvida por esses três chakras, ao ser modificada pelo Chakras Raiz, em seu caminho ascendente aos demais chakras recebe o nome de Kundalini.
Técnicas orientais e descrições herméticas relatam o fluxo dessa energia, usando-se a expressão “fogo serpentino”, que descreve sua ascensão através dos nadis.
*
*
Definição da Doutrina Espírita
Para a Doutrina Espírita os chacras, ali chamados de Centros de força, intermediadores da energia que flui do Perispírito para o duplo etérico, sob o influxo coordenador do pensamento, podendo trazer saúde ou doença ao corpo físico, são órgãos do mencionado duplo etérico, que, como descrito no livro Evolução em Dois Mundos, regulam as atividades corporais, por meio da influência que exercem sobre as glándulas, ao influxo do pensamento, maestro regente de toda esta arquitetura.
Neste sentido, a natureza boa ou má dos pensamentos traz grande influência ao funcionamento dos chacras. A sensualidade exacerbada, por exemplo, tende a causar disturbios na região do centro de força localizado na base da espinha dorsal, o que implica uma série de anomalia nas gônadas, próstata, etc (glândulas localizadas na região), podendo provocar, desde a infertilidade ao câncer.
Estes existem apenas enquanto estamos encarnados, desfazendo-se quando da desencarnação, pois estão jungidos ao duplo etérico e não ao perispírito como erroneamente se entendem em alguns centros espíritas, muitos, por não aceitarem a existência do duplo etérico (elo de ligação entre o perispírito e o corpo físico, que se desfaz quando do desencarne).
São responsáveis, também, pela coordenação do processo de reencarnação durante o processo denominado de “miniaturização” em que se perde massa perispiritual graduamente até atingir-se o tamanho do feto, promovendo a estabilização energética entre o corpo físico e o perispírito.
Também é através do chacra localizado no ombro que a psicografia é possível.
Na obra Evolução em Dois Mundos, o espírito André Luiz narra sua evolução nos seres vivos.
Cada chacra, no corpo físico, está diretamente ligado, além de um plexo nervoso, a uma glândula específica. Os sete principais seguem o elenco apontado pela teosofia, mas dezenas de outros existem.
Em alguns livros são também nominados de “centros psíquicos” e em Kardec aparecem como “poros perispiríticos”.
Embora claramente definidos pelas obras psicografadas desde a década de 1940, a aceitação no meio espírita ainda não é total, havendo grande resistência a este estudo, sob alegação de “influência oriental”.
Nos anos 60, foi estudado pelo ex-padre e grande espírita, Carlos Torres Pastorino, na obra “A técnica da mediunidade”.
Cada um dos chacras está associado a determinadas emoções e sentimentos.
Isto explica a somatização das emoções em nossos corpos e o funcionamento de técnicas ocidentais modernas como o passe espírita.
*
*

OS ORIXÁS E SEUS CHAKRAS CORRESPONDENTES

OS ORIXÁS E SEUS CHAKRAS CORRESPONDENTES
“Oxalá = Chakra coronário

Iemanjá = Chakra frontal

Yori (Erês) = Chakra laríngeo

Xangô = Chakra cardíaco

Oxossi = Chakra esplênico

Ogum = Chakra gástrico ou solar

Yorimá (Pretos Velhos) = Chakra genésico

CHAKRA CORONÁRIO

Situado no alto da cabeça e conhecido entre os hindus como “lótus de mil pétalas”. É o chakra mais importante, pois nos liga com o plano espiritual e é através dele que captamos energias espirituais, além de ser o centro de forças de maior potencial e radiação, responsável por sediar a consciência do espírito.

CHAKRA FRONTAL

O chakra frontal fica entre os olhos, é o responsável direto pelo funcionamento dos centros superiores intelectivos, bem como do sistema nervoso central. É também um dos chakras responsáveis pela vidência e intuição no campo da mediunidade, já que, através dele, emitimos nossa energia mental e possuímos o comando dos poderes psíquicos. Quando abundante de fluido vital e em boa atividade com os outros chakras, confere ao homem encarnado e desencarnado a faculdade de aumentar ou diminuir seu poder visual.

CHAKRA LARÍNGEO

O chakra laríngeo está situado à altura da garganta, sendo responsável pela saúde das áreas fonéticas e auditivas, vias respiratórias e certas glândulas endócrinas. Suas mais importantes funções são sustentar e controlar as atividades vitais e o funcionamento das glândulas timo-tireóide e paratireóide, estabilizando definitivamente a voz da criatura após a puberdade. Além disso, permite que os espíritos transmitam mensagens psicofônicas por seus canais.

CHAKRA CARDÍACO

Responsável pelo equilíbrio, intercâmbio e controle da emotividade, o chakra cardíaco está localizado na região do coração. Estando em equilíbrio, esse chakra permite à pessoa ser muito lúcida em seus sentimentos e suas emoções, confirmando a velha tradição de que estes são gerados no coração do homem. Quando é bem desenvolvido, ele favorece a consciência ou a percepção instantânea das emoções e intenções alheias.

CHAKRA ESPLÊNICO

Ligado materialmente ao baço, o chakra esplênico é a principal porta de entrada de energia vital, além de regular tanto a distribuição e circulação dos recursos vitais como a formação e reposição das defesas orgânicas através do sangue. É o mais importante centro energético de vitalização do corpo físico. Quando nos desvitalizamos, sentindo-nos fraco, isso indica que este chacra está com mau funcionamento. As pessoas que tem o chakra esplênico embotado são muito nervosas, incomodam-se com tudo, além de serem vampiros de energia, pois não conseguem se energizar sozinhas. Ele é importante também para os médiuns que dão passes magnéticos, pois parte dos fluidos provém de nossa vitalidade. Pessoas que têm o chakra esplênico muito desenvolvido podem ser médiuns curadores.

CHAKRA GÁSTRICO

O chakra gástrico está localizado na altura do umbigo. De natureza rudimentar, é responsável pela assimilação e metabolização dos alimentos que o homem ingere, pelo funcionamento do aparelho digestivo, pela assimilação de elementos nutritivos e pela reposição de fluídos em nossa estrutura física. Quando este chacra é muito desenvolvido, o homem aumenta sua percepção das sensações alheias, pois adquire um tato instintivo ou uma sensibilidade espiritual incomum que o faz perceber todas as emanações hostis existentes no ambiente onde atua e, também, as vibrações afetivas que pairam no ar.

CHAKRA GENÉSICO

Este chakra está localizado na base da espinha dorsal, sobre a região sacra. Responsável pelos órgãos de reprodução e emoções sexuais, atua sobre a coluna vertebral, sistema central e periférico e em todo o aparelho urinário e reprodutor. A pessoa quer abrir o chakra genésico prematuramente dará entrada a uma torrente de energia tão poderosa que irá alimentar todas as paixões e os desmandos, o orgulho poderá explodir e o recalque sensual dominará de tal maneira que realizará os piores caprichos e ações sobre o próximo. Em desequilíbrio, pode levar o homem à loucura, pois sua ação muito forte acirra o desejo sexual, semeando a satisfação aberrativa. A energia vitalizante não utilizada nas emoções sexuais superiores e no desenvolvimento do intelecto deve ser aproveitada na prática de esportes, com o intuito de não causar distúrbios sexuais inferiores e não ativar maus sentimentos.

Toques astrais de harmonização Cigana & WiccaToques astrais de harmonização Cigana & Wicca quinta-feira, jan 5 2012 


 

CONTRA INVEJAS

 

♠ CONTRA INVEJAS, MAL-OLHADO NADA MELHOR DO QUE FAZER O FEITIÇO VIRAR CONTRA O FEITICEIRO.

 

♦ CORTE 1 BATATA CRUA GRANDE AO MEIO, NO SENTIDO DO COMPRIMENTO E COM 1 FACA FAÇA 1 PEQUENO BURACO NO MEIO DE UMA DAS METADES. DEPOIS, COLOQUE 1 NOZ-MOSCADA NO BURACO E CONFIRA SE FICOU PARECIDO COM UM OLHO. ESTÁ PRONTO O SEU OLHO DE BATATA. ENTÃO, COLOQUE-O EMBAIXO DE SUA CAMA POR 2 DIAS, COBERTO COM PAPEL FILME. APÓS 2 DIAS, DEIXE O OLHO DE BATATA E A OUTRA METADE DA BATATA EM MATO LIMPO.
 

PROSPERIDADE

♦ NUMA 6º FEIRA AO ACORDAR. ESQUENTE NUMA PANELA 2 LITROS DE AGUA E COLOQUE DENTRO DE 1 COPO DE ARROZ CRU. EM SEGUIDA DEIXE A AGUA FICAR MORNA E COE. TOME SEU BANHO NORMAL, E EM SEGUIDA, JOGUE EM SEU CORPO DO PESCOÇO PARA BAIXO A AGUA DO ARROZ. ENXUGUE-SE COM 1 TOALHA BRANCA QUE NUNCA TENHA SIDO USADA E VISTA UMA ROUPA LIMPA DE COR BRANCA. APÓS VESTIR A ROUPA REZE 1 PAI-NOSSO E 1 AVE MARIA AO SEU ANJO DE GUARDA E AOS DEUSES DA PROSPERIDADE E DO OURO, PEDINDO FARTURA, ABUNDÂNCIA E RIQUEZA EM SUA VIDA.O ARROZ COADO COLOQUE EM 1 SAQUINHO PLASTICO BRANCO E DEIXE NUM MATO LIMPO, DEBAIXO DE ARVORE FRONDOSA.

 

PARA ABRIR OS CAMINHOS NO AMOR

 

♥ PARA ACENDER O DESEJO DE SEU MARIDO, JUNTE 3 PEDAÇOS DE CASCA DE CATUABA E RASPE COM 1 FACA DE COZINHA COMO QUIZESSE TIRAR LASCAS. AMASSE 3 CRAVOS DA INDIA E JUNTE COM A CATUABA EM 1/2 LITRO DE AGUA, ATÉ FERVER. ASSIM QUE A AGUA ESFRIAR. COE E ADOCE COM 3 COLHERES (SOPA) DE AÇUCAR MASCAVO. DÊ 1 XICARA DE CHÁ AO SEU MARIDO

 

PARA ABRIR SEUS CAMINHOS

 

♦ PARA ABRIR SEUS CAMINHOS NO AMOR E TIRAR INVEJAS, FERVA 2 LITROS DE AGUA, APÓS FERVIDA COLOQUE UM PUNHADO DA ERVA ABRE-CAMINHOS E 1 PUNHADO DE VENCE DEMANDA (ERVEIRO EM FEIRAS LIVRES). DEIXE ESFRIAR, COE, TOME SEU BANHO NORMALMENTE E APÓS COLOQUE ESSE BANHO NO SEU CORPO, DO PESCOÇO AOS PÉS, DIZENDO: ABRE- CAMINHO E VENCE-DEMANDA, TIREM DE MIM TODA A INVEJA QUE ATRAPALHA MINHAS PAIXÕES. ABRA MEUS CAMINHOS E TRAGA MUITA FELICIDADE E MUITA PRAZER PARA MINHA VIDA SENTIMENTAL. AS ERVAS EMBRULHE NEM PAPEL BRANCO E DEIXE DEBAIXO DE ARVORE FRONDOSA, EM MATO LIMPO. FAÇA TODO SABADO, QUALQUER HORA OU LUA.
 
 

PARA SE RECONCILIAR COM SEU AMOR

 

♥ PARA SE RECONCILIAR COM SEU AMOR

 

♠ PEGUE 1 MAÇA BEM VERMELHA, CORTE-A PELA METADE, E RETIRE O MIOLO. PEGUE 1 PEDACINHO DE PAPEL BRANCO E ESCREVA NELE O NOME TODO DO SEU AMOR E O SEU TODO POR CIMA DO DELE. DOBRE O PAPEL E PONHA DENTRO DO MIOLO DA MAÇA. COLOQUE 1 POUCO DE MEL, 1 POUCO DE PÓ DE GAMAÇÃO E 1 POUCO DE PÓ DE AMOR (LOJAS DE ARTIGOS DE UMBANDA). JUNTE 2 PARTES DA MAÇA E AMARRE COM UMA FITINHA VERDE, FORMANDO 1 LAÇO. ENTERRE A MAÇÃ EM 1 VASO COM PLANTA SEM ESPINHOS E REZE PARA SEU ANJO DE GUARDA COM 1 COPO DE ÁGUA COM AÇUCAR NA MÃO, PEDINDO QUE ELE PROMOVA A RECONCILIAÇÃO. QUANDO TERMINAR DESPEJE A ÁGUA COM AÇUCAR NO VASO QUE ENTERROU A MAÇA. DEIXE-A ENTERRADA PARA SEMPRE. NOS OUTROS DIAS, REGUE A PLANTA COM AGUA SEM AÇUCAR. CUIDE BEM DA PLANTA
 

PARA TER SORTE NO AMOR

 

♦ PARA TER SORTE NO AMOR, NA LUA NOVA, RECOLHA UM POUCO DE AGUA DE CHUVA E COLOQUE-A NUM VIDRO BRANCO DE PERFUME, APÓS LAVA-LO BEM. ESPERE CHEGAR A LUA CRESCENTE E ADICIONE NA AGUA DE CHUVA, 1 COLHER DE SOPA DE PERFUME DE ROSAS E ALGUMAS FOLHAS DE HORTELÃ BEM PICADO, AGITE BEM A MISTURA. PASSE SEMPRE EM SEU CORPO ESSA MISTURA. ALÉM DE LHE TRAZER ENERGIA, BONS FLUIDOS, LHE TRARÁ SORTE NO AMOR.

 

PARA ACABAR COM FUXICOS

 
♦ PARA ACABAR COM OS FUXICOS CONSIGA AGUA BENTA DE UMA IGREJA E A COLOQUE NUM COPO NUM COPO VIRGEM E PONHA DENTRO 1 IMAGEM DE METAL DE SÃO DIMAS EM PÉ. TAMPE O COPO E GUARDE-O POR 24 HORAS (PODE TAMBÉM SER 1 MEDALINHA DE SÃO DIMAS). APÓS RETIRE A IMAGEM OU MEDALINHA DA AGUA BENTA E COLOQUE A AGUA NUM BORRIFICADOR E QUANDO FICAR SABENDO QUE ESTÃO FALANDO DE VOCÊ, ESPALHE POR TODA A SUA CASA, A AGUA BENTA DO BORRIFICADOR, PEDINDO PROTEÇÃO Á SÃO DIMAS CONTRA OS FUXIQUEIROS E QUE ELES PAREM DE FUXICAR SUA VIDA. GUARDE A MEDALINA OU A IMAGEM COM VOCÊ. FAÇA SEMPRE ESSE RITUAL, QUANDO FOR VÍTIMA DE FUXICOS.

 

PARA TER PAZ EM SEU LAR

 

♦ PARA TER PAZ EM SEU LAR, COLOQUE 1 VASO DE CERÂMICA PEQUENO COM 3 CRISTAIS DE QUARTZO BRANCO (ANTES LAVE-OS E DEIXE-OS AO SOL POR 3 HORAS), PROXIMO A PORTA DE ENTRADA DE SUA CASA. ESCOLHA O LUGAR QUE O VASO VAI FICAR. QUANDO O COLOCAR, FAÇA O SINAL DA CRUZ, E REZE 1 PAI-NOSSO E OFEREÇA A SEU ANJO DE GUARDA, E PEÇA QUE ELE ILUMINE TODAS AS PESSOAS QUE PASSAREM POR AQUELA PORTA E PARA QUE ELAS SÓ LHE TRAGAM FLUIDOS BONS, DEIXANDO NA AGUA, TODO O MAL QUE AS ACOMPANHA. TROQUE A AGUA DO VASO DIARIAMENTE E DEIXE-O LÁ SEMPRE.

 

PARA ACABAR COM FOFOCA

 

 
♦ PARA ACABAR COM FOFOCAS, PEGUE 1 ESPADA DE SÃO JORGE (PLANTA), ESCREVA A LÁPIS NELA, O NOME DO(A) FOFOQUEIRO OU NOMES DOS FOFOQUEIROS E FAÇA NA ESPADA DE SÃO JORGE, 3 CORTES NELA COM UMA FACA ( SEM CORTÁ-LA TOTALMENTE) E DIGA A SEGUINTE FRASE ENQUANTO FAZ OS CORTES: “CORTA MIRONGA, CORTA FORMIGUEIRO, LEVA PARA BEM LONGE DE MINHA VIDA, ESSA ( OU ESSES FOFOQUEIROS)”. REPITA ESSES DIZERES POR 3 VEZES, E AO FINAL QUEIME A ESPADA DE SÃO JORGE, PRONUNCIANDO O NOME DO(A) FOFOQUEIRO(A) OU FOFOQUEIROS E JOGUE AS CINZAS EM ÁGUA CORRENTE DE UM VASO SANITÁRIO.

 

 

CRISTAIS E SEUS PODERES

 

♦ VENHO PESQUIZANDO SOBRE OS CRISTAIS, ENCONTREI UM ARTIGO DE BERENICE LARA, TERAPEUTA FLORAL E PSICOLOGA QUE EXPLICA QUE OS CRISTAIS TEM SIDO REVERENCIADOS E UTILIZADOS COMO INSTRUMENTOS DE DIVERSOS PROPÓSITOS. REIS E SACERDIOTES OS USAVAM INCRUSTADOS EM PLACAS DE METAL OU EM COROAS, PARA MOSTRAR PODER. ESTE PODER NÃO SE REFERIA APENAS AO VALOR MATERIAL DOS MESMOS, MAS ÁS PROPRIEDADES QUE AS PRÓPRIAS PEDRAS, TÊM ALGO QUE TRANCEDE SUA BELEZA.

 

TAMBÉM ERAM CONHECIDOS PELAS SUAS VIBRAÇÕES, QUE LEVAVAM A CURA E É NESTE ASPECTO QUE QUERO ME CONCENTRAR.

 

A TURQUEZA POR EXEMPLO ERA UTILIZADA EM RITUAIS DE BELEZA E CURA NO ANTIGO EGITO E AINDA HOJE, NAS TRIBOS INDIGENAS DO ARIZONA, ENTRE OS PUEBLOS E NAVAJOS, OS ADEREÇOS USADOS PELOS XAMÃS SÃO FEITOS COM ESSA PEDRA. ELA É CONHECIDA COMO A PEDRA DOS CURADORES.

 

HOJE, EM DIA, NO ENTANTO, NÃO ´´E NECESSÁRIO, CARREGAR INUMERAS PEDRAS AO REDOR DO PESCOÇO OU NO BOLSO PARA RECEBER SUAS VIBRAÇÕES.

 

ESMERALDAS, AMETISTAS, DAMBURITAS, DIAMANTES, LÁPIS-LAZULI, OLHO DE TIGRE, QUARTZO-ROSA, TODAS PODEM EXISTIR PACIFICAMENTE E DE FORMA SUTIL, DENTRO DE UM FRASCO DE ESSÊNCIA VIBRACIONAIS DE CRISTAIS, TRAZENDO BENEFICIO HARMONIZADORES DE CADA UMA DELAS, EM SEUS MAIS VARIADOS ASPECTOS.

 

IMAGINE QUE ALGUEM PASSOU POR UMA SITUÇÃO AFETIVE DIFICIL, TENDO ROMPIDO UM RELACIONAMENTO DE MUITO TEMPO, SE SENTE TRISTE, DESORIENTADA(O) E COM UMA DOR NA ALMA, QUE SE TRADUZ QUASE QUE UMA DOR FÍSICA NO PEITO. ESTÁ MAGOADA E DESCONFIA NAS PESSOAS, QUE SE APROXIMAM DELA.

 

ENTÃO UM ANJO PASSA POR ALI E DIZ: OLHE VAMOS MODIFICAR ESTE QUADRO, PORQUE VOCÊ ASSIM, ACABA ADOECENDO DE TRISTEZA.

 

PEGA UM FRASCO, E VAI DESPEJANDO GOTINHAS BRILHANTES, DENTRO DELE, ENQUANTO REZA SUA CURA DE ALMA. GOTINHAS DE AMETISTA PARA LIMPAR SUAS MAGOAS, QUARTZO-ROSA, PARA FECHAR ESSA FERIDA NO CORAÇÃO QUE SANGRA PELA PERDA DE SEU AMOR. UM POUCO DE SODALITA PARA VOCÊ FICAR NÃO TÃO DESCONFIADA DAS PESSOAS, QUE O MUNDO É FEITO DE PESSOAS BOAS, PRINCIPALMENTE E VAMOS JUNTAR O DOURADO DA PIRITA, PARA VOCÊ FAZER ESCOLHAS MAIS ADEQUADAS DA PRÓXIMA VEZ, SEM SE ENGANAR COM AS APARÊNCIAS. A PEDRA DO SOL PODE LHE DAR NOVO ANÍMO, ILUMINANDO SUA ALMA, AFASTANDO A TRISTEZA. COMPLETAMOS COM A AGUA MAIS PURA DA FONTE E…PRONTO! AGORA VOCÊ PODE TOMAR ESTAS GOTINHAS DE CRISTAIS, PARA AJUDAR A SUPERAR ESTA FASE TÃO DIFICIL.

 

SE NÓS NÃO VEMOS MAIS OS ANJOS, COMO VIAMOS EM ÉPOCA DISTANTES, QUANDO NOSSA ALMA ESTAVA MAIS PROXIMA DO DIVINO, PODEMOS AINDA ASSIM, USAR ESSA FÓRMULA MÁGICA PARA NOS CONECTAMOS COM ELE E SUA PERFEIÇÃO.

 

ESSÊNCIAS DE CRISTAIS, NOS AJUDAM A ENTRAR EM SINTONIA COM O NOSSO MELHOR LADO. ILUMINANDO NOSSA SOMBRA, COMO FAZ, POR EXEMPLO, A ESSÊNCIA DE PEDRA DA LUA.

 

TODO NÓS TEMOS A TAREFA INDIVIDUAL DE AMPLIAR NOSSA CONCIÊNCIA PARA ATINGIRMOS UM NIVEL MAIS ELEVADO DE AUTOCONHECIMENTO ESPIRITUALIDADE.

 

AS ESSÊNCIAS VIBRACIONAIS DE CRISTIAS, AJUDAM-NOS A PERCORRER ESSE CAMINHO MARAVILHOSO, AO MESMO TEMPO QUE VÃO HARMONIZANDO A ALMA E O CORPO EM SUAS ASPIRAÇÕES DE FORMA SUAVE.

 

SE VOCÊ TEM DIFICULDADE EM LIDAR COM O DINHEIRO, E SOFRER CONSCIÊNCIA DISTO, EXPRIMENTE TOMAR GOTINHAS DE MALAQUITA COM TURMALINA VERDE. UM MAIOR GRAU DE COMPREENSÃO DE ATITUDE CORRETA VAI AOS POUCOS TOMANDO CONTA DE VOCÊ E PADRÕES DISFUNCIONAIS PODEM SER CORRIGIDOS.

 

SE VOCÊ TEM DIFICULDADES DE DESENVOLVER IDÉIAS, EMBORA ELAS APAREÇAM TÃO CLARAS NA SUA MENTE, TOME GOTINHAS DE FLUORITA COM JADE… SE PERCEBER QUE TM MEDO ATRAPALHANDO A TOMADA DE DECISÃO, JUNTE AGUA MARINHA A SUA FÓRMULA E VEJA OS RESULTADOS.

 

AS ESSÊNCIAS DE CRISTRAIS, DHARMA, POSSIBILITAM UMA ESCOLHA MUITO GRANDE DE HARMONIZAÇÃO, PARA AS DIVERSAS SITUAÇÕES QUE A VIDA ATUAL APRESENTA PARA TODOS.

 

APROVEITE! EXPRIMENTE A DIFERENÇA! PARA MAIORES INFORMAÇÕES SOBRE ESSÊNCIA DOS CRISTAIS
 
 

TRADIÇÕES MÁGICAS (HARMONIA EM SEU LAR)

 
♦ AS ANTIGAS TRADIÇÕES MÁGICAS DIZEM QUE TODA CASA TEM UMA ALMA E UM NOME. POR ISSO, VOCÊ PODE HUMANIZAR O SEU LAR PARA FORTALECER AS RELAÇÕES DE AMOR E AMIZADE. ESCOLHA UM NOME BEM BONITO E BATIZE SUA CASA (EXEMPLO: CASA DA ALEGRIA, CASA DA FELICIDADE, ETC…). DEPOIS DE FAZER A LIMPEZA NA CASA, BORRIFE ÀGUA ONDE ADCIONOU, PÉTALAS DE UMA ROSA BRANCA E UM POUCO DE PERFUME DE ALFAZEMA DEIXANDO POR 1/2 HORA, POR TODOS OS CÔMODOS DE SUA CASA (NOS CANTOS PRINCIPALMENTE), DIZENDO O NOME PRINCIPALMENTE DIZENDO O NOME QUE ESCOLHE PARA ELA. DEPOIS JOGUE A AGUA QUE SOBRA EM AGUA CORRENTE E AS PÉTALAS DA ROSA, NUM JARDIM OU MATO LIMPO.

 

 

DREAMCATCHER, A TEIA DOS SONHOS

 

 

 

♦ DREAMCATCHER, TAMBÉM CONHECIDO COMO FILTRO OU TEIA DOS SONHO, SÃO MANDALAS DE CURA, DE ORIGEM NATIVA NORTE-AMERICANA. A FUNÇÃO DO FILTRO DOS SONHOS É AFASTAR AS ENERGIAS INTRUSAS, QUE PRESAS NA TELA, SE DISSIPAM COM OS PRIMEIROS RAIOS DE SOL.
O QUE O FILTRO BASICAMENTE FAZ, É FILTRAR ENERGIAS INTRUSAS, QUE PODEM INTERFERIR EM NOSSO PROCESSO NATURAL E PESSOAL DO SONHAR E VIAJAR PELO TEMPO DO SONHO, QUE É DE ONDE VEM UMA ENROME PARTE DO CONHECIMENTO DE CADA UM DE NÓS
O ARO DO FILTRÓ, É A RODA DA VIDA, E A TEIA QUE TECEMOS SÃO NOSSOS SONHOS QUE TEMOS QUANDO DORMIMOS, EM CONTATO COM O TEMPO DO SONHO, MAIS TAMBÉM OS SONHOS DE NOSSA ALMA. O CENTRO DA TELA É O VAZIO, O ESPÍRITO CRIADOR, O GRANDE MISTÉRIO.
EXISTEM INÚMERAS EXPLICAÇÕES E LENDAS, MAS DEVEMOS SEMPRE LEMBRAR QUE ESTES FILTROS NÃO SÃO SIMPLES OBJETOS DECORATIVOS, ELES SÃO INSTRUMENTO DE PODER, SÃO MEDICINAIS.
ESSAS MEDICINAS PODEM SER CARREGADAS COM UM PROPÓSITO, QUE ATIVAMOS AO CONSTRUIR O FILTRO, E É NESSE MOMENTO QUE COLOCAMOS NOSSO ESPÍRITO E NOSSA ENERGIA, TRANSFORMANDO-O EM INSTRUMENTO DE PODER.
TRATA-SE DE UM INSTRUMENTO DE PODER QUE ASSEGURA BONS SONHOS PARA AQUELES QUE DORMEM NUM APOSENTO EM QUE AJA UM FILTRO DO SONHO.
É UMA MANDALA. SEGUNDO JUNG, A MANDALA, SE ENCONTRA NA PRÓPRIA ALMA HUMANA, APARECENDO NOS SONHOS E EM DIVERSAS IMAGENS, CRIADAS PELO NOSSO INCONSCIENTE. JUNG DIZ QUE AS MANDALAS SÃO VASOS OU EMBARCAÇÕES NA QUAL PROTEGEMOS NOSSA PSIQUE QUE RETORNA A NÓS, COMO UM CAMINHO DE RESTAURAÇÃO. É DESSA FORMA QUE O FILTRO DOS SONHOS NOS TRAZ A AUTO CRIATURA E PODEM FUNCIONAR COMO CHAVES QUE ACESSAM OS NOSSOS MISTÉRIOS DO NOSSO REINO INTERIOR, QUE PODE NOS LEVAR AO ENCONTRO DOS NOSSOS MISTÉRIOS INTERIORES, À NOSSA ESSÊNCIA.
NO XAMANISMO, EVOCAMOS A ESSÊNCIA ESPIRITUAL DA ARANHA PARA COMPREENDER MELHOR A TELA DA VIDA, PARA ENCONTRARMOS A CRIATIVIDADE E A IMAGINAÇÃO, LATENTE EM NOSSAS ALMAS. É ELA QUE NOS INSPIRA A VER, SENTIR E NOS AJUDA A ENCONTRAR A FORÇA DO NOSSO PODER PARA MATERIALIZAMOS OS NOSSOS SONHOS. ELA NOS ENCORAJA A TERCEMOS A TEIA DA NOSSA PROPRIA VIDA E A SAIRMOS DO MUNDO DAS ILUSÕES QUE CONTINUAMOS CRIAR.
A LENDA DA ARANHA BEM NOS EXPLICA ISSO. NUM DOS MITOS DA CRIAÇÃO, CONTA-SE QUE NO INICIO DO MUNDO, SÓ HAVIA ESCURIDÃO, OS POVOS ANDAVAM ÀS CEGAS E VIVIAM SE COLIDINDO, UNS COM OS OUTROS. A VOVÓ ARANHA QUE TROUXE O SOL E O FOGO AOS INDIOS E ENSINOU-LHE TAMBÉM A ARTE DE FAZER CERÂMICA.
CONTA UMA VELHA LENDA DOS NATIVOS NORTE AMERICANOS, QUE UM VELHO INDIO AO FAZER UMA BUSCA DA VISÃO, NO TOPO DE UMA MONTANHA, APARECEU IKTOMI, A ARANHA, E COMUNICOU-SE EM LINGUAGEM SAGRADA. A ARANHA PEGOU UM ARO DE CIPÓ E COMEÇOU A TECER UMA TEIA COM CABELO DE CAVALO E AS OFERENDAS RECEBIDAS
ENQUANTO TECIA, O ESPÍRITO DA ARANHA, FALOU SOBRE OS CICLOS DA VIDA, DO NASCIMENTO À MORTE E DAS BOAS E MÁS FORÇAS QUE ATUAM SOBRE NÓS EM CADA UMA DESSAS FASES. ELA DIZIA: SE VOCÊ TRABALHAR COM FORÇAS BOAS,SERÁ GUIADO NA DIREÇÃO CERTA E ENTRARÁ EM HARMONIA COM A NATUREZA. DO CONTRÁRIO IRÁ PARA DIREÇÃO QUE CAUSARÁ DOR E INFORTÚNIOS
NO FINAL A ARANHA DEVOLVEU AO VELHO INDIO, O ARO DE CÍPÓ COM UMA TEIA NO CENTRO, ESTÁ A TEIA QUE REPRESENTA O CICLO DA VIDA. USE-A PARA AJUDAR SEU POVO A ALCANÇAR SEUS OBJETIVOS, FAZENDO BOM USO DE SUAS IDEIAS, SONHOS E VISÕES. ELES VEM DE UM LUGAR CHAMADO: ESPÍRITO DO MUNDO QUE SE OCUPA DO AR, DA NOITE COM SEUS SONHOS BONS E RUINS. A TEIA QUANDO PENDURADA SE MOVE LIVREMENTE E CONSEGUE PEGAR SONHOS, QUANDO ELES AINDA ESTÃO NO AR. OS BONS SONHOS SABEM O CAMINHO E DESLIZAM SUAVEMENTE ATÉ ALCANÇAR QUEM ESTÁ DORMINDO. JÁ OS RUINS, FICAM PRESOS NO CÍRCULO, ATÉ O NASCER DO SOL, E DESAPARECEM, COM A PRIMEIRA LUZ DO NOSSO DIA

 

 

 

PARA LEVANTAR O ASTRAL

 

 

♦SE VOCÊ ANDA COM O ASTRAL MEIO BAIXO, FAÇA ESTA ORAÇÃO DO PAI NOSSO PEQUENINO:

 

♠ PAI NOSSO PEQUENINO, DEUS ME LEVE EM BOM CAMINHO, ONDE JESUS AJOELHOU E SEU SANGUE DERRAMOU. SUA CRUZ POR DIANTE. COISA MÁ NÃO ME ATENTE, NEM DE NOITE, NEM DE DIA, NEM NO PINO DO MEIO DIA

 

◘ REZE APÓS 1 PAI-NOSSO, 1 AVE MARIA E 1 SANTA MARIA. FAÇA TODOS OS DIAS, A QUALQUER HORA OU LUA.
 
 
 
 

ENCANTAMENTOS DOS GNOMOS

 

♦ SEGUNDO OS ENCANTAMENTOS DOS GNOMOS, A COR VERMELHA AJUDA ATRAIR ENERGIAS POSITIVA. COMA MAÇÃS VERMELHAS, VISTA PEÇAS INTIMAS DA MESMA COR E FAÇA UMA ORAÇÃO AO GNOMOS E FAÇA UMA ORAÇÃO AO GNOMOS.
♠ COLOQUE UMA DAS MÃO EM DIREÇÃO AO SOL E A OUTRA PEDINDO QUE OS GNOMOS LHE ENCHAM DE ENERGIA, SE A FRAQUEZA CONTINUAR, PERMANEÇA SOB A LUZ DE 1 LÂMPADA VERMELHA POR 10 MINUTOS. ESSE RITUAL AJUDARÁ VOCÊ ATRAIR BONS FLUIDOS E TER MAIS VIGOR.
 
 

PARA AFASTAR UMA PESSOA DE SUA CASA

 

♦ OS CIGANOS FAZEM UMA SIMPATIA INFALIVEL SEMPRE QUE QUEREM AFASTAR UMA PESSOA DE SUA CASA E CONSISTE NO SEGUINTE:

 

♠ QUANDO UMA PESSOA QUE TRAZ MAUS FLUIDOS É INVEJOSA, FOR A SUA CASA, QUANDO ELA SAIR, LEVE-A ATÉ A PORTA, DEIXE-A DISTANCIAR-SE BEM, E BATA 7 VEZES PALMAS, PENSANDO BEM NELA, DIZENDO O SEGUINTE: FULANA(O) (DIGA O NOME DA PESSOA), NUNCA MAIS VOLTARÁS EM MINHA CASA,EM NOME DO MEU ANJO DE GUARDA. AMÉM!

 

○ FECHE A PORTA E FAÇA 1 PAI E NOSSO A SEU ANJO DE GUARDA, AGRADECENDO A AJUDA, QUE ELE DARÁ.
 
 

PROSPERIDADE

 

 

 

♦ PESQUIZANDO SOBRE A PROSPERIDADE LI MUITAS COISAS INTERESSANTES COMO QUE A MAGIA E A SIMPATIA SÓ VAI FUNCIONAR POR ALGUM TEMPO, E VOLTARÁ A SER POBRE, SE NÃO MUDAR SEU MODO DE SER E VELHOS HÁBITOS. E SEI QUE A AJUDA DOS ESPÍRITOS DE LUZ, TEM QUE ESTAR UNIDA A NOSSA FORÇA DE VONTADE, AUTOCONFIANÇA E QUERER REALMENTE SER PRÓSPERO. ALGUMAS DICAS, SÃO ESSENCIAIS PARA ISSO:

 

1) RECLAMAR O TEMPO TODO QUE NÃO TEM DINHEIRO, QUE TÁ TUDO DIFICIL, QUE TEM QUE PAGAR CONTA, QUE ´~AO CORTAR TEU TELEFONE, QUE SEU DINHEIRO NUNCA DÁ, ETC… NINGUEM TEM NADA COM ISSO! ATRAÍRAS UMA CONVERSA DESAGRADÁVEL COM QUEM É MAIS DESAFORTUNADO COM SUAS LISTAS DE DESGRAÇAS. AO EM VEZ DISSO, PERGUNTE SEMPRE À OUTRAS PESSOAS, O QUE ELAS FARIAM SE TIVESSEM OU GANHASSEM MUITO DINHEIRO. ELAS COMEÇARÃO A CONTAR SEUS SONHOS DE CONSUMO E A VIBRAÇÃO ASTRAL ATRAIRÁ PROSPERIDADE.

 

 

 

2) PARE DE GUARDAR ROUPAS OU COISAS QUEBRADAS QUE PRECISAM DE REPAROS NA ESPERANÇA VÃ DE UM DIA CONSERTÁ-LAS. DEIXE AS COISAS VELHAS SAÍREM PARA AS COISAS NOVAS ENTRAREM. SE POR UM MÊS, VOCÊ NÃO CONSERTA ESSAS COISAS, JOGUE FORA OU DÊ PARA ALGUÉM

 

 

 

3) NÃO SEJA PESSIMISTA. NÃO PENSE NO PIOR O TEMPO TODO. ALGUNS NEGÓCIOS SÃO PROMISSORES, MAS LEVAM TEMPO PARA DAR RETORNO. GUARDE SEMPRE PARTE DO QUE GANHA, MESMO QUE SEJA POUCO. PENSE ALTO, MAS SEMPRE COM OS PÉS NO CHÃO.

 

 

 

4) NÃO SE DEIXE INCOMODAR. NÃO SOFRA POR TUDO, COMO FICAR NUM TRANSITO ENGARRAFADO, IR NUM ÔNIBUS CHEIO, OUVIR GENTE FALANDO ALTO, COISAS QUE NÃO LHE DIZEM RESPEITO. SE VOCÊ SE DEIXAR INCOMODAR, ESSAS COISAS VÃO ACONTECER CADA VEZ MAIS, É A LEI DA ATRAÇÃO, COMO UMA LEI DA FÍSICA ELA É IMPLACAVEL, SEMPRE ATRAIRÁS O QUE SUA MENTE FOCA. PARA EVITAR ESSAS COISAS, SAIA MAIS CEDO DE CASA E PEGARÁS TRANSITO LIVRE OU IRÁS SENTADO NO ÔNIBUS. PROCURE OUVIR UMA MUSICA COM FONE DE OUVIDO, QUANDO ALGÉM FALAR ALTO, BOBAGENS, QUE NÃO LHE INTERESSA.

 

 

 

5 NÃO AJA COMO POBRE. PARE DE FREQUENTAR LUGARES FEIOS E SUJOS (BARES, BAILES, FUNK, RESTAURANTES PÉ SUJO…), PARE DE SE VESTIR COMO AINDA ESTIVESSE EM CASA, DE CHINELOS, NÃO GUARDE CACARECOS QUEBRADOS OU VELHOS, PARE DE AGIR E ANDAR COMO POBRE! O ASTRAL SUPERIOR, OS ESPÍRITOS DE LUZ, IRAÃO TE AJUDAR MEDIANTE, VOCÊ MUDE SEU COMPORTAMENTO TAMBÉM. FREQUENTE LUGARES MELHORES. CERTOS RESTAURANTES E BARES TEM PEQUENA DIFERENÇAS DOS PÉS SUJOS. COLOQUE A ENERGIA DA PROSPERIDADE EM VOCÊ TIRE A ENERGIA DA POBREZA. PARA SAIR USE ROUPA, COMO UM SIMPLES JEANS COM CAMISETA BRANCA E TENIS (OU UM SAPATINHO FECHADO), JÁ É BASICO E CHIQUE. ESTEJA LIMPA(O), CHEIROSA(O), COM BOA APARÊNCIA. O BOM GOSTO PARA SUA ROUPA E SUA VIDA, VAI MUDAR CONFORME SUA ENERGIA MUDAR. O MESMO VAI ACONTECER COM AS PESSOAS QUE ANDAM COM VOCÊ OU A SUA VOLTA. ALGUMAS VÃO PARA DE ANDAR COM VOCÊ OU A SUA VOLTA, PORQUE SUA ENERGIA NÃO SERÁ MAIS A MESMA E ELAS QUEREM VIVER NA POBREZA. E FICAR COM PESSOAS QUE PREFEREM FICAR COMO ESTÁ, E COMO UM ALCOÓLATRA ANDAR COM BÊBADO. FREQUENTE, PASSEIE EM LUGARES BONITOS, COMO UM PARQUE COM FLORES, FAÇA PEQUENIQUE, GASTA-SE POUCO E SAI QUASE DE GRAÇA. ASSISTA DOCUMENTÁRIOS NA TV, SOBRE A VIDA DE PESSOAS BEM – SUCEDIDAS, VEJA FILMES SOBRE ISSO, LEIA, APRENDA SOBRE PROSPERIDADE E COMO ESSAS PESSOAS CONSEGUIRAM VENCER. MANTENHA A VIBRAÇÃO, A FORÇA DE VONTADE DE CHEGAR AO ALGE DE TODAS AS REALIZAÇÕES PRÓPERA QUE DESEJAS. NUNCA VOLTE A ANTIGA ENERGIA DE POBREZA. POIS AS INFLUÊNCIAS NEGATIVAS SEMPRE EXISTIRÃO, NUMA TENTATIVA DE TE QUE ENFRAQUECER E VOLTAR A AGIR SOBRE VOCÊ, COM CADA VEZ MAIS FORÇA. CABE A VOCÊ, RESISTIR, CRIAR SEU ESCUDO DE PROSPERIDADE E SER FELIZ ETERNAMENTE, ATRAINDO PESSOAS, E BENS MATERIAIS, COM OS QUAIS SE SENTIRÁS COMPLETAMENTE REALIZADA(O) E SABERÁS QUE VALEU A PENA VIVER E NÃO SOMENTE EXISTIDO NESTE MUNDO E NESTA ENCARNAÇÃO!
 
 
 

VIDA PROSPERA

 

♦ PARA TER PROSPERIDADE E GANHAR MUITO DINHEIRO E ELE RENDER O MÊS INTERITO, AO RECEBER SEU SALÁRIO, OU QUALQUER DINEHEIRO EM PAGAMENTO, NO PRICIPIO DO MÊS , MOSTRE O DE MAIO VALOR, NUMA 6º FEIRA DE LUA CRESCENTE OU CHEIA A LUA. PEÇA A BRUXA MORGANA E AO MAGO MERLIM, QUE (A) AJUDE A GANHAR SEMPRE SEU SALÁRIO OU O DINHEIRO RECEBIDO, E QUE NUNCA LHE FALTE O PÃO DE CADA DIA, E ALIMENTAÇÃO PARA SUA FAMILIA, DINHEIRO PARA TRATAR SUA SAÚDE, VESTUÁRIO ETC…DÊ NO DIA SEGUINTE UMA AJUDA SEJA EM DINHEIRO OU ALIMENTO À UMA PESSOA CARENTE, DIZENDO MENTALMENTE. ESTE É O AGRADECIMENTO QUE FAÇO A VOCÊ, BRUXINHA MORGANA E MAGO MERLIM. NUNCA DEIXEM DE ME ATENDER NOS MEUS PEDIDOS. OBRIGADA! ASSIM SEJA! ASSIM SE FAÇA! AMÉM
 
 

CORTE DE LAÇOS CARMICOS

 

 

♦ O CORTE DE LAÇOS CARMICOS É UMA TECNICA XAMÂNICA QUE VISA PURIFICAR, LIMPAR TODOS OS VINCULOS, AMARRAS E LAÇOS NEGATIVOS DOS RELACIONAMENTOS EM GERAL, COM PAIS, FILHOS, IRMÃOS, PARENTES, CÔNJUGUES, PESSOAS ENCARNADAS ETC… BEM COMO, COM PADRÕES DE COMPORTAMENTOS NEGATIVOS, CRENÇAS NEGATIVAS, CONCEITOS (NÃO SOU BOM O BASTANTE, NUNCA SEREI AMADA(O), AMAR TRAZ SOFRIMENTO, A VIDA É UMA LUTA ETC… VÍCIOS, PENSAMENTOS E PADRÕES NEGATIVOS ETC…

 

ESSE TRABALHO É EXTREMAMENTE PROFUNDO QUE DEVERÁ SER FEITO POR UM PROFISSIONAL CAPACITADO E COM A ENERGIA NECESSARIA PARA REALIZAR ESSE TRABALHO PARA ASSIM ATINGIR O SEU PROPÓSITO.

 

O CORTE DE LAÇOS PODE SER FEITO APENAS COM O OBJETIVO DE ELIMINAR SENTIMENTOS, EMOÇÕES, CULPA, MÁGOA ETC… RELATIVOS A UMA PESSOA ESPECÍFICA OU SITUAÇÃO. E PODE SER FEITO TAMBÉM PARA DESLIGAR TOTALMENTE UM INDIVIDUO DE ALGUM SER, LOCAL, CONCEITO OU PADRÃO, ENTRE OUTRAS COISAS QUE ESTEJA LHE INCOMODANDO OU IMPEDINDO A SUA EVOLUÇÃO.

 

É IMPORTANTE SABER QUE O OBJETIVO DO TRABALHO DO CORTE DE LAÇOS NÃO É CORTAR OS VINCULOS AFETIVOS, OS RELACIONAMENTOS DE NOSSA VIDAS, NEM A PESSOA EM SI, MAS SIM DO NEGATIVO DO RELACIONAMENTO, DO QUE NÃO SERVE MAIS PARA RELAÇÃO, PARA QUE A PESSOA POSSA VIVENCIAR O MOMENTO PRESENTE SEM QUE ESSES REGITROS NEGATIVOS PERMEIEM A RELAÇÃO.

 

AS RELAÇÕES DOS SERES HUMANOS NEM SEMPRE SÃO BASEADAS NA VERDADE E NO AMOR. OS SERES HUMANOS ESTÃO SEMPRE NUMA BUSCA INFINITA DE SER AMADO E SER ACEITO E PARA TAL USARMOS MASCARAS, ENFEITES QUE REPRESENTAM UMA AUTO IMAGEM, UM IDEAL DE PESSOA QUE ACHAMOS INCONSCIENTEMENTE QUE VAI SER ACEITO E AMADO E COM ISSO, VAMOS DEIXANDO DE SER QUEM REALMENTE SOMOS E ACABAMOS POR FIM REPRESENTANDO UM PAPEL DE UM PERSONAGEM.

 

COM ISSO, VÃO SE CRIANDO PADRÕES, CRE~ÇAS DE QUE ACHANDO SER O IDEAL DE PESSOA SE ESQUECENDO DA NOSSA VERDADE, DE QUEM REALMENTE SOMOS, DO QUE GOSTOMOS E DO QUE NÃO GOSTAMOS VERDADEIRAMENTE.

 

É DE GRANDE VALIA FAZER O CORTE DE LAÇOS (TODAS!) COM AS QUAIS NOS RELACIONAMOS NORMALMENTE E AQUELAS QUEM TIVEMOS OU VIVEMOS SITUAÇÕES MARCANTES, POIS O TRABALHO LIMPA O RESUDUO KARMICOS E NEGATIVOS QUE PODE INTERFERIR DE ALGUMA MANEIRA NA RELAÇÃO, DEIXANDO PARA AS PESSOAS ENVOLVIDAS APENAS A VIVÊNCIA DO AQUI E AGORA.

 

KARMA É A REPETIÇÃO DE UM PADRÃO INCONSCIENTE DEVIDO A NÃO INTEGRAÇÃO E ACEITAÇÃO DO MESMO.

 

É COMO SE FOSSE UMA MATÉRIA DA ESCOLA DA QUAL NÃO PASSAMOS, E NO PRÓXIMO ANO TEREMOS QUE FAZER DE NOVO.

 

É IMPORTANTE ESTARMOS ATENTOS AOS HÁBITOS, COSTUMES, CONCEITOS, CRENÇAS, VICIOS E ATÉ MESMO SERES QUE TRAZEMOS CONOSCO DE OUTRAS VIDAS, POIS ESTES ATUAM DE MANEIRA INCONCIENTE, E POR ISSO MESMO, MUITO FORTES (APESAR DE SUTIL) NA NOSSA VIDA ATUAL.

 

MUITAS VEZES QUANDO NOS CONSCIENTIZAMOS DE QUESTÕES E ASPECTOS KÁRMICOS, COMPREENDEMOS PORQUE ENCONTRAMOS CERTAS DIFICULDADES E BARREIRAS EM NOSSOS CAMINHOS E CLAREAMOS A CONCIENCIA A RESPEITO DE NOSSO PROPRIO SER, POIS AMPLIAMOS A VISÃO E A PERCEPÇÃO DE NÓS MESMO.

 

NEM SEMPRE É POSSIVEL TER ACESSO A TODOS OS REGISTROS DE VIDAS PASSADAS, MAS O IMPORTANTE É TERMOS ACESSO AQUELES QUE DEVEMOS TRABALHAR NESTA ENCARNAÇÃO.

 

DEVEMOS LEMBRAR QUE OS ASPECTOS KARMICOS NA MAIORIAS DAS VEZES, ATUAM DE MODO INCONSCIENTE E PODE SER IDENTIFICÁ-LOS E PERCEBE-LOS NUM PRIMEIRO MOMENTO. ELES PERMEIAM NOSSOS ATOS COMO SE FOSSEM UM PANO DE FUNDO.

 

AS RELAÇÕES SÃO UMA GRANDE ESCOLA DE APRENDIZADOS ONDE TEMOS A OPROTUNIDADE DE CONHECER QUEM REALMENTE SOMOS, DE COMO NOS POSICIONAMOS DIANTE DAS PESSOAS, COMO NOS MOSTRAMOS, COMO NOS RELACIONAMOS… TUDO QUE VIVENCIA COM O OUTRO, TODAS AS SITUAÇÕES BOAS OU RUINS, AMBAS AS PARTES TEM A SUA PARCELA DE RESPONSABILIDADE, OU SEJA, NADA ACONTECE PORQUE UMA PESSOA APENAS QUIS QUE FOSSE ASSIM. POR ISSO, QUANDO UM RELACIONAMENTO NÃO ESTÁ BOM, É NECESSÁRIO MERGULHAR PARA DENTRO DE SI E PERCEBER O QUE PODE ESTAR CONTRIBUINDO PARA ISSO.

 

AS PESSOAS TÊM A TENDENCIA DE SE FAZER DE VITIMA E SEMPRE CULPAR O OUTRO PELAS FALHAS E ERROS DA RELAÇÃO. ISSO É UMA ILUSÃO, ISSO É O EGO NEGATIVO ATUANDO. ISSO É CONSCIÊNCIA DE VITIMA. OU SEJA, VOCÊ TIRA TOTALMENTE O PODER PESSOAL DE SUAS MÃOS E DA SUA VIDA. E SUA VIDA É CONDUZIDA E PERMEADA PELO EGO E NÃO PELO SEU VERDADEIRO EU.

 

A MANEIRA COM QUE NOS RELACIONAMOS COM O MUNDO MOSTRA COMO NOS RELACIONAMOS COM NÓS MESMOS. PERCEBA COMO ESTÁ O RELACIONAMENTO CONSIGO MESMO. É ESSE O RELACIONAMENTO MAIS IMPORTANTE NA SUA VIDA.

 

PERCEBA SE VOC~E ESTÁ SE CUIDANDO, DANDO AMOR SUFICIENTE PARA SI, MESMO DANDO O ALIMENTO NECESSÁRIO PARA SUA CRIANÇA INTERNA.

 

NA MAIORIA DAS VEZES, O SER HUMANO BUSCA O AMOR FORA DE SI, NO OUTRO, QUANDO NA VERDADE ESSE AMOR PRIMEIRO PRECISA VIR DE DENTRO E NÃO ESTAR LIGADO AO OUTRO, POR CARÊNCIA OU FALTA.

 

O OBJETIVO DESSE TRABALHO DE CORTE DE LAÇOS É REALMENTE LIMPAR, ABRIR OS CAMINHOS DOS RELACINAMENTOS. DO RELACIONAMENTO CONSIGO MESMO, DO RELACIONAMENTO COM OUTRO, PARA QUE FIQUE APENAS A VERDADE ACIMA DE TUDO E O AMOR GENUINO EM TODOS OS RELACIONAMENTOS.
 
 
 
 

PARA REATAR UMA AMIZADE

 

♥ PARA REATAR UMA AMIZADE, PEGUE 1 LENÇO BRANCO, SEM USO E, DE UMA LADO BORDE OU PEÇA PARA ALGUEM BORDAR SEU PRIMEIRO NOME COM LINHA VERMELHA, E DO OUTRO LADO EM AZUL, O NOME DA PESSOA QUE VAI QUERER QUE VOLTE A SER SUA (SEU) AMIGA(O). EM SEGUIDA, DÊ 7 NÓS NO LENÇO E GUARDE-O NUMA GAVETA. PASSADOS 3 DIAS, AS 18HORAS DESFAÇA UM DOS NÓS, TODOS DIAS NO MESMO HORARIO. QUANDO FALTAR APENAS UM NÓ, A PESSOA VIRÁ PROCURAR VOCÊ.
DEIXE O LENÇO NA GAVETA, PELO TEMPO QUE DESEJAR.
♦ QUANDO DER OS NÓS NO LENÇO, MENTALIZE AS PAZES QUE FARÁS COM A PESSOA. FAÇA QUALQUER DIA, QUALQUER LUA.
 
 
 

SORTE E PROSPERIDADE

 

 
♦ PARA TER MAIS PRESENÇA AO LIDAR COM ASSUNTOS PROFISSIONAIS E PESSOAS IMPORTANTE, FAÇA UM AMULETO PARA ATRAIR SORTE E PROSPERIDADE. COLOQUE 1 FOLHA DE LOURO E 1 PEDRA CITRINO DENTRO DE 1 CAIXINHA DE MADEIRA PEQUENA. FECHE-A COM CERA DE 1 VELA AMARELA, BEM FECHADA (LACRADA) CARREGUE O AMULETO EM SUA BOLSA, QUANDO PRECISAR DE UMA FORÇA, PARA OBTER SUCESSO.

 

ELIXIR DE CRISTAIS

 

♦ OS ESTUDOS QUE VÊM SENDO FEITOS NA ÁREA DA MEDICINA NÃO CONVECIONAL NO ULTIMO SÉCULO, E NAS ULTIMAS DECADAS, PRINCIPALMENTE NOS CONDUZEM POR CAMINHOS FASCINANTES NÃO MUITO EXPLORADOS AINDA PELO HOMEM MODERNO. PRIMEIRO TIVEMOS UMA APROXIMAÇÃO E ACEITAÇÃO MAIOR DA MEDICINA HOMEOPÁTICA E SEUS PRINCIPIOS, PENSADA NA ALEMANHA POR HAHNEMANN, QUE ABRIU CAMPO, PARA O QUE VIRIA DEPOIS. NA INGLATERRA DR. EDWARD BACH E SUAS ESSÊNCIAS FLORAIS. QUE FALA DE UMA MEDICINA DA ALMA, ATRAVÉS DA INTERVENÇÃO NOS CORPOS SUTIS. NOS ESTADOS UNIDOS NA DÉCADA DE 1970, A IMPORTANTE RELEITURA E AMPLIAÇÃO DAS PESQUISAS COM NOVAS FLORES, FEITAS POR RICHARD KATZ E PATRICIA KAMINSKI, BEM COMO A PUBLICAÇÃO DOS LIVROS GURUDAS, CANALIZADOS POR KEVIN RYERSON, TANTO NA PARTE DE ESSÊNCIA FLORAIS QUANTO DE ELIXIRES DE CRISTAIS
O FÍSICO FRITJO CAPRA PUBLICA SEU LIVRO O PONTO DE MUTAÇÃO E ABORDA TAMBÉM AS ESSÊNCIAS FLORAIS E SUA FORMA E AÇÃO. RICHARD GERBER ABRE NOVOS ASPECTOS A SEREM PENSADOS E PESQUISADO EM SEU LIVRO MEDICINA VIBRACINAL, UM MARCO DA ABORDAGEM NÃO CONVENCIONA DA PRATICA DA MEDICINADIVERSOS PRODUTOS SÉRIOS DE ESSÊNCIA FLORAIS, SURGEM EM TODO MUNDO, DO HIMALAIA AO BRASIL, PERMITINDO O ACESSO DE UMA MAIOR NUMERO DE PESSOAS AS INFORMAÇÃOES SOBRE A TERAPIAS NATURAIS, NÃO CONVENCIONAIS E SEUS BENEFÍCIOS.
NATURALMENTE TODO ESSE PERCURSO TEVE SEUS OBSTÁCULOS. GRUPOS CORPORATIVISTA DE TEMPO EM TEMPO ATACAM UM OU OUTRO SEGMENTO DAS CHAMADAS TERAPIAS ALTERNATIVAS, CUJA A DENOMINAÇÃO MAIS ADEQUADAS TALVEZ FOSSE TERAPIA COMPLEMENTARES, POR QUE ELAS NÃO INVALIDAM EM MOMENTO ALGUM OS CONHECIMENTOS ALCANÇADOS PELA MEDICINA TRADICIONAL, PROCURANDO DESQUALIFICÁ-LAS.
NO ENTANTO CONTINUAM SURGINDO NA PRATICA ATRAVÉS DE PESQUISAS BEM CONDUZIDAS, AGORA JÁ DENTRO DE UNIVERSIDADES CONCEITUADAS COMO A UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO E A UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO.
NO CAMPO DE ENFERMAGEM, A ESSÊNCIA FLORAL VEM CONQUISTANDO UM ESPAÇO IMPORTANTE NAS PESQUISAS VALIDADAS E NA PSICOLOGIA, VENCENDO A RESISTÊNCIA DE MEDICOS MAIS ORTODOXOS E DO PROPRIO CONSELHO REGIONA. MUITOS TRABALHOS VÊM PUBLICADOS NA ÁREA DE TERAPIAS ALTERNATIVAS, COMO PROPOSTA DE UM NOVO INSTRUMENTO DE INTERVENÇÃO.
OS ELIXIRES DE CRISTAIS, AINDA POUCO DIVULGADOS, TÊM UMA ATUAÇÃO PROXIMA A DAS ESSÊNCIAS FLORAIS, JAMIS CONHECIDAS DO GRANDE PUBLICO. É IMPORTANTE QUE SE FAÇA UM PARALELO PARA FACILITAR A COMPREENSÃO DE SEU CAMPO DE AÇÃO.
ELES VEM AJUDAR A POR ORDEM NA CASA INTERIOR. ONDE AS ENERGIAS ESTÃO DESEQUILIBRADAS, CONDUZINDO A SINTOMAS, A POSTURA DISFUNCIONAIS, ELES TRAZEM EQUILIBRIO, CENTRO, FOCO NA SOLUÇÃO, DE FORMA SUAVE, PROMOVENDO UMA MUDANÇA BENEFICA COM A ABERTURA DE NOVOS HORIZONTES, PARA QUE O INDIVIDUO, ENCONTRE O SEU PRÓPRIO CAMINHO. ELÍXIRES DE CRISTAIS, SEJAM COMO GOTAS DE LUZ, QUE LAVAM A ALMA, PERMITINDO QUE SE VEJA O MUNDO SOB UMA NOVA ÓTICA PESSOAL CONSTRUIDA A PARTIR DA EXPERIÊNCIA DE VIDA. HOJE EM DIA, É INDESCUTIVEL O CONHECIMENTO DE QUE AS EMOÇÕES INTERFEREM, E MUITO, NA SAÚDE, COMO UM TODO.
A MEDICINA PSICOSSOMATICA QUE DIS QUE O DESEQUILIBRIO FÍSICO COMEÇA COM O DESEQUILÍBRIO ENERGÉTICO, A PARTIR DE EMOÇÕES MAL TRABALHADAS E REPREMIDAS QUE SE CRISTALIZAM NO FÍSICO PELA REPETIÇÃO MUITAS VEZES INCONSCIÊNTE DA MESMA POSTURA.
A PESSOA QUE É RIGIDA NA SUA FORMA DE PENSAR O MUNDO E SUAS QUESTÕES POR EXEMPLO, VAI DANDO INCONSCIENTEMENTE UM COMANDO A SEU CORPO PARA QUE TAMBÉM ESPELHE ESSA RIGIDEZ, COMO UMA FORMA DE MANIFESTAR COERENCIA. ISSO PRQUE A COERENCIA EXIGE MENOS DISPÊNDIO DE ENERGIA PSIQUICA EMBORA NESSE CAOS OS RESULTADOS POSSAM SER DANOSOS. OS ELIXIRES DOS CRISTAIS PROMOVEM UMA ABERTURA PARA A POSSIBILIDADE DE SER COERENTE DE FORMA MAIS SAUDAVEL. A TRADICIONAL MEDICINA CHINESA, HÁ MILENIOS FALA DESSA CORRELAÇÃO ENTRE ATITUDES E SINTOMAS. OS QUE TRABALHAM COM SUA TECNICA, EM MASSAGEM, ACUMPUTURA, ACUPRESSURA OU OUTRAS, PODERÃO ENCONTRAR UM GUIA RAPIDO E FACIL DE CONSULTA, NO CAPITULO MEDICINA CHINESA TRADICIONAL E OS ELIXIRES DOS CRISTAIS, QUE CONTEM RESUMO BEM FUNCIONAL DE SEUS PRINCIPIOS. NO REPERTÓRIO POR SINTOMAS, A REFERENCIA CRUZADA TAMBÉM ENCURTA O CAMINHO PARA A DOS CRISTAIS NA PRATICA PROFISSIONAL. PARA AQUELES QUE TRABALHAM COM TECNICAS DE RELAXAMENTOS OU HIPNOSE, OU OS DOIS, HÁ UM ROTEIRO CRIADO PARA FACILITAR A DESCOBERTA DA ORIGEM DO PROBLEMA, DE FORMA NÃO EVASIVA, A TAMBÉM, ALGUMAS PERGUNTAS QUE PODEM SER FEITAS, QUE VISAM A JUDAR A ENTENDER O PERFIL DO CLIENTE. QUALQUER BOM TERAPEUTA SABE DISSO, MAS, ÀS VEZES, NA FALTA DE UM ROTEIRO, ALGO PASSA DISPERCEBIDO.
ALÉM DISSO AS CARTAS TERAPEUTICAS CONTITUIDAS DE FOTOS KIRLIAN (FOTOS EMANAÇÃO ENERGÉTICA) DE CRISTAIS NAS QUAIS SÃO FEITO OS ELIXIRES, COM SUA FORMAS ABSTRATAS E CORE VIBRANTES, PERMITEM QUE O INCONSCIENTE FAÇA SUAS ESCOLHAS SEM SUBMISSÃO AO RACIONAL, AJUDAM NA COMPREENSÃO DOS PROBLEMAS MAIS IMPORTANTES. OS CRISTAIS SÃO DADIVAS DA NATUREZA, QUE SERVE A HUMANIDADE DE UMA MANEIRA MAIS AMOROSA, NA FORMA DOS ELIXIRES.
OS SABIOS DA ANTIGUIDADE CONHECIAM POSSIBILIDADES E UTILIZAVAM OS SEUS RECURSOS ENERGETICOS PARA OBTER DESDE CURA ATÉ O PODER. ELES SE COLOCAVAM ATÉ O MOMENTO A SERVIÇO DO PLANETA, E PELA INTERVENÇÃO DOS DEVAS, QUE OS DESPERTAM PARA O TRABALHO A SER FEITO.
MUITAS VEZES, O ELIXIR NÃO PODE SER PREPARADO COM DETERMINADO CRISTAL, POR QUE SUA MATRIZ ENERGÉTICA ESTÁ PRONTA PARA ISTO.
ENQUANTO ELE NÃO DESPERTAR, PODE-SE FAZER INUMERAS FOTOS KIRLIAN DESSE ELIXIR, E O RESULTADO É SEMPRE IGUAL, OU SEJA, NÃO HÁ UM REGISTRO CLARO DE SUA ENRGIA. NO ENTANTO ASSIM QUE ELE ACORDA, QUE MARAVILHA OBSERVAR MOVIMENTO QUE O PÊNDULO FAZ QUANDO SE AVALIA SEU ESTADO DE PRONTIDÃO.
AGORA, OS ESPIRITOS DESSES CRISTAIS ANIMAM SEUS ELIXIRES. A JORNADA PARA O MUNDO COMEÇA AGORA, COMO COMEÇAM TODAS AS JORNADAS, COM O PRIMEIRO PASSO OS ELIXIRES DOS CRISTAIS DISPONIVEIS PARA TUDO SÃO COMO FILHOS QUE SE COLOCA NO MUNDO, PARA QUE LES INICIEM SEU PROPRIO PERCURSO, MOSTRANDO O QUE VIEREM, CUPRINDO O SEU ROTEIRO EVOLUTIVO
 
 

PARA AJUDAR A UM DOENTE

 

♥ PENSE NUMA PESSOA PARA QUEM VOCÊ QUER TRANSMITIR ENERGIA POSITIVA DE FORÇA, SAÚDE, ALEGRIA E VITALIDADE (ALGUEM QUE ESTÁ DOENTE). COLOQUE-A MENTALMENTE NUMA PAISAGEM FLORIDA E ALEGRE. FIQUE DE OLHOS FECHADOS E SORRIA MUITAS VEZES PARA ELA E AO MESMO TEMPO FRICCIONE AS MÃOS. EM SEGUIDA PERMANEÇA COM ELAS PARADAS POR CERCA DE 1 MINUTO EM DIREÇÃO AO LESTE (ONDE NASCE O SOL) PARA QUE SEJA TRANSMITIDA A ENERGIA AO DOENTE. FAÇA TODOS OS DIAS ANTES DAS 12 HORAS. TENHA A CERTEZA O DOENTE ENCONTRARÁ SUA CURA LOGO.
 
 
 

A CHAVE

 

 

♦ A CHAVE SIMBOLIZA AS SOLUÇÕES DE PROBLEMAS E ABERTURAS DE PORTAS, ALÉM DE REVELAR ESCOLHA CERTA DE CAMINHOS A SEGUIR.

 

♠ RECOLHA GALHOS, FOLHAS E OUTROS MATERIAIS DA NATUREZA. USE SUA CRIATIVIDADE E MONTE 1 ARRANJO BONITO E JUNTE A ESSE ARRANJO UMA CHAVE USADA (QUE NÃO USA MAIS). ENQUANTO FAZ ISSO, IMAGINE TUDO QUE ESSE ARRANJO LHE TRARÁ DE BOM PARA SUA VIDA. DEIXE-O SOB A LUZ DO LUAR DE UMA NOITE INTEIRA DE LUA CHEIA, NUMA 6 FEIRA. APÓS EMBRULHE O ARRANJO EM PAPEL FINO VERMELHO E GUARDE-O COM VOCÊ, NUM ARMARIO. TODA VEZ QUE FOR RESOLVER ALGO DE DIFICIL SOLUÇÃO, PEGUE O EMBRULHO DO ARRANJO ABRA-O, SEGURE A CHAVE E PEÇA A BRUXA MORGANA E MAGO MERLIM, ABERTURA DE SEUS CAMINHOS.(PODE SER AMOR, EMPREGO E BONS NEGOCIOS) TORNE A EMBRULHAR E GUARDE-O SEMPRE COM VOCÊ.
 
 

O PODER DO JASMIM

 

♠ O JASMIM, SERVE PARA UNIR CASAIS QUE SE AMAM, AJUDANDO QUE SAIA RAPIDAMENTE O CASAMENTO. NUM SÁBADO DE LUA NOVA, CRESCENTE OU CHEIA, ÀS 8 HORAS DA MANHÃ, FIQUE ENFRENTE A UM VASO COM JASMIM, E DIGA: QUE SUA BELEZA E PUREZA, JASMIM POSSA SERVIR DE ALERTA PARA QUEM EU AMO (NOME TODO DO AMADO) E COM SEU PERFUME INCONFUNDÍVEL, FAÇA COM QUE ELE ME PEÇA EM CASAMENTO. FAÇA O SINAL DA CRUZ. CUIDO BEM DO JASMIM, REGANDO E DANDO MUITO CARINHO A ELE. QUANDO SE CASAR, LEVE O JASMIM E COLOQUE NA SUA CASA QUE IRÁ MORAR COM SEU AMADO E DEIXE-O DENTRO DELA. NA SALA, PERTO DA PORTA DE ENTRADA.
 
 
 

NUMEROLOGIA EMPRESARIAL. PODEROSA PARA O SUCESSO DOS NEGOCIOS

 

 

♦ SUCESSO! E ESSE O OBJETIVO MAIOR DAS PESSOAS QUE BUSCAM A ORIENTAÇÃO DA NUMEROLOGIA EMPRESARIAL, QUANDO ESTÃO PARA ABRIR O SEI PROPRIO NEGOCIO OU DESEJAM DENAMIZAR UM NEGÓCIO JÁ EM OPERAÇÃO. TODA CRIAÇÃO TEM UMA IDENTIDADE QUE NECESSITA SER DIRECIONADA, COMPREENDIDA, PARA QUE SUAS POTENCIALIDADES, POSSAM SER AFLORADAS E AS LIMITAÇÕES DIMENSIONADAS E TRABALHADAS.

 

NA NUMEROLOGIA PITAGORICA, CADA LETRA CORRESPONDE A UM NUMERO DE 1 A 9 E CADA UM DESSES NÚMEROS POSSUI UM CONJUNTO DE CARACTERISTICAS COM TODOS SEUS PÓS E CONTRAS, QUE SERÃO EVIDÊNCIADOS CONFORME O DIRECIONAMENTO DADO POR CADA INDIVIDUO. UM NOME CARREGA UM SOMATÓRIO DE CARACTERISTICAS E COM ISSO UMA IDENTIDADE.

 

CRIAR UM NOME É INICIAR UM PROCESSO DE ATRIBUIR SIGNIFICADO A PESSOAS, A EMPRESAS, A PRODUTOS A TUDO QUE NOS CERCA. DESSA MANEIRA A NUMEROLOGIA AJUDA A CONSTRUIR ESSE SENTIDO A INTERPRETÁ-LO. A NUMEROLOGIA EMPRESARIAL VAI ATUAR NESTE PONTO, AJUDANDO A CRIAR UMA VIVÊNCIA HARMÔNICA ENTRE O NOME DA EMPRESA, O TIPO DE NEGÓCIO, O PERFIL DOS SOCIOS, O TIPO DE HABILIDADE E DIFICULDADE DE CADA UM, O MOMENTO PROPRICIO PARA O INICIO DAS ATIVIDADES.

 

NA VERDADE, NEM TUDO ESTARÁ DETERMINADO AO SUCESSO, POIS EXISTE O LIVRE E ARBÍTUO DE CADA INDIVIDUO, SEU PROPÓSITO EM RELAÇÃO AO NEGÓCIO, O MOMENTO DE VIDA PRÓPRIO. A NUMEROLOGIA É O AUTO CONHECIMENTO, A INFORMAÇÃO, A RECOMENDAÇÃO DA DIRETRIZ. NO ENTANTO, SE HOUVER O ENTENDIMENTO DO QUE SE QUER CONTRUIR COM O NEGÓCIO, DO TRABALHO A SER REALIZADO PARA O ALCANCE DA META E A ACEITAÇÃO DAS DIFICULDADES INDIVIDUAIS, ESSE ESTUDO TORNA-SE VAZIO.

 

O MAPA NUMEROLÓGICO DE UM EMPREENDIMENTO COMEÇA COM O ESTUDO DO NOME ESCOLHIDO. A IDENTIDADE FORMADA DEVE ESTAR EM LINHA COM O TIPO DE NEGÓCIO, O PÚBLICO QUE SE QUER ATINGIR, O QUE SE QUER ATRAIR. É IMPORTANTE AQUI EVITAR OS NÚMEROS CHAMADOS DE CÁRMICOS COMO 13/4 (1+3=4), O 14/5 (1+4=5), O 16/7 (1+6=7), O 19/1 (1+9=10=1), QUE TRAZEM EM SI TENSÕES, DIFICULDADES A SEREM SEPARADAS. É PRECISO QUE O NÚMERO RESULTANTE DO SOMATÓRIO DAS LETRAS DO NOME FANTASIA EXPRESSE O PROPÓSITO DO NEGÓCIO, DE MANEIRA A EVIDÊNCIAR AS QUALIDADES QUE REPRESENTAM A IMAGEM DA MARCA. HÁ NUMEROLOGOS QUE TAMBÉM CONSIDERAM RAZÃO SOCIAL.

 

A DATA DO INICIO DAS ATIVIDADES TAMBÉM É MUITO IMPORTANTE. ESSA DATA SERÁ O DESTINO, OU SEJA, POR ONDE ESSA MARCA VAI CAMINHAR, QUE REALIZAÇÕES DESEJA CONCRETIZAR E SUAS POTENCIALIDADES. A FINAL É A DATA DE NASCIMENTO DE UMA CRIAÇÃO. E ASSIM COM O NOME E DATA DO INICIO EM HARMONIA, VAMOS CONTRUINDO O OBJETIVOS, FORTALECENDO O ALICERCE DO PROJETO QUE COMEÇOU COM UMA IDÉIA, MAS QUE A PARTIR DELA JÁ SE GEROU UMA ENERGIA CRIADORA.

 

E OS SOCIOS? É NECESSÁRIO VERIFICAR ONDE SE DIFERENCIAM, SE COMPLETAM OU SE ATRITAM. PARA ESSA AVALIAÇÃO, É COMPOSTO UM MAPA NUMEROLÓGICO DE CADA SÓCIO. ESSE ESTUDO VAI REVELAR AS ATIVIDADES MAIS ADEQUADAS PARA QUE CADA UM EXPLORE O QUE TEM DE MELHOR.. LIDAR COM O PÚBLICO PODE SER UMA DIFICULDADE ENORME QUE SE ADPTE MELHOR A UM TRABALHO ADMINISTRATIVO E OPERACIONAL.

 

A ADEQUAÇÃO DO PERFIL AO TIPO DE ATIVIDADE EXERCIDA É DECISIVO PARA A PRODUTIVIDADE E A SATISFAÇÃO PESSOAL, O QUE SÓ CONTRIBUI PARA O EXITO DE EMPREENDIMENTO. SERÁ VERIFICADO AINDA QUAIS OS PONTOS DE TENSÃO E HARMONIA ENTRE OS MEMBROS DA SOCIEDADE.

 

OUTRO PONTO IMPORTANTE SINALIZADO PELO MAPA NUMEROLOGICO DOS SÓCIOS E O MOMENTO EM QUE CADA UM SE ENCONTRA, O QUE PODE INTERFIRIR DE FORMA POSITIVA E NEGATIVA. CASO UM SÓCIO ESTEJA VIVENCIANDO UM MOMENTO PESSOAL DE CONFLITOS, TENSÕES OU MESMO DE DISPERSÃO, ISSO INFLUÊNCIA NO GRAU DE COMPROMETIMENTO, NOS RELACIONAMENTOS, NAS SUAS RESPONSABILIDADES, PREJUDICANDO A SINTONIA DO TRABALHO EM PARCERIA. A NUMEROLOGIA AQUI REVELA ESSA DIFICULDADE E CONCIENTIZA AQUILO QUE PODE SER FEITO PARA CONTROLAR ESSES EFEITOS CONFLITUOSOS.

 

A NUMEROLOGIA EMPRESARIAL É UMA EXCELENTE FERRAMENTA PARA O RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DAS EMPRESAS. PODE CONTRIBUIR A AVALIAÇÃO DE PERFIS, ADEQUAÇÃO DE PROFISSIONAIS A DETERMINADAS FUNÇÕES, DESENVOLVIMENTO DAS POTENCIALIDADES INDIVIDUAIS E EM GRUPO, AUMENTANDO A SATISFAÇÃO PESSOAL E O COMPROMETIMENTO COM OS OBJETIVOS ORGANIZACIONAIS, O QUE POTENCIALIZA O DESENVOLVIMENTO DA EMPRESA.
 
 

PARA CASAR COM SUA GRANDE PAIXÃO

 
♥ PARA CASAR COM SUA GRANDE PAIXÃO COMPRE 1 METRO DE FITA BRANCA E ESCREVA NUMA PONTA O NOME DO SEU AMOR TODO E NA OUTRA PONTA O SEU NOME TODO. DURANTE 21 DIAS, FAÇA O SEGUINTE: NO PRIMEIRO DIA DÊ 1 NÓ NA FITA DIZENDO: ESTA FITA TEM UM NÓ QUE VAI TE AMRRAR A MIM… (FALE O NOME TODO DO SEU AMOR). NO SEGUNDO, FAÇA OUTRO NÓ E DIGA ESTA FITA TEM 2 NÓS QUE VÃO TE AMARRAR A MIM (FALE O NOME TODO DO SEU AMOR). E ASSIM POR DIANTE, ATÉ CHEGAR AOS 21 NÓS. DEPOIS AMRRE A FITA EM SEU PULSO SEM APERTAR COM OS 21 NÓS E DEIXE ATÉ ELA CAIR DE SEU PULSO SOZINHA QUANDO ISSO ACONTECER, GUARDE-A ESCONDIDA.

 

PARA SER FELIZ NO AMOR

 

♥ PARA SER FELIZ NO AMOR:NUM PIRES BRANCO NOVO, COLOQUE 1 RAMO DE AMOR PERFEITO, 1 TREVO DE 4 FOLHAS, PÉTALAS DE 1 ROSA VERMELHA E 1 MARGARIDA. SOBRE AS FLORES, JOGUE ALGUMAS GOTAS DE AGUA DA FONTE OU DE UMA CACHOEIRA. E GOTAS DE ESSÊNCIA DE ROSAS. DEIXE O PIRES NO SERENO POR 7 NOITES SEGUIDAS, PEDINDO A DEUSA VENUS PARA SER FELIZ NO AMOR E CONQUISTAR QUEM VOCÊ DESEJA. APÓS COLOQUE AS FLORES NUM SAQUINHO BRANCO E ENTERRE NUM VASO COM FLORES (SEM ESPINHO QUE FIQUE DENTRO DE SUA CASA OU NO SEU JARDIM)
 
 
 

STONEHENGE

 

♦ UM DOS MAIORES MISTÉRIOS DO PLANETA TERRA, SEM DÚVIDA NENHUMA É O INTEGRANTE CÍRCULO DE MEGALÍTICOS STONEHENGE! COM MAIS DE 1500 ANOS DE UM ENIGMA A RESOLVER E QUE ATÉ HOJE, MESMO COM AS MAIS MODERNAS TÉCNICAS E TECNOLOGIA, ENCONTRAMO-NOS INCAPAZES DE DECIFRÁ-LO. MUITO SE ESPECULOU SOBRE SUA ORIGEM E PROPOSITO, CONTUDO, AINDA NOSSA CIÊNCIA NÃO TEM UMA REPOSTA DEFINITIVA.
MUITO SE ESPECULOU SOBRE ESTE INCRÍVEL MONUMENTO, E UMA DAS PRIMEIRAS TEORIAS FOI A DE QUE STONEHENGE TERIA SIDO CONSTRUIDO PELO POVO MICÊNICO. ENTRETANTO, ESTA TEORIA TÃO RÁPIDA FOI LEVANTADA QUANTO MAIS RÁPIDA CAIU, POIS O TESTE DE CARBONO 14 REVELOU QUE STONEHENGE FOI ERGUIDO ENTRE 2400 A.C A 2900 A.C, ENQUANTO O POVO MICÊNICO DATA DE 1500 A.C, A 1600 A.C. AINDA OUTRA TEORIA, QUE FOI LEVANTADA NO SÉCULO XVII, E QUE POSSUI ARDENTES DEFENSORES ATÉ OS DIAS ATUÁIS, É A DE QUE TERIA SIDO CONSTRUIDA PELOS DRUÍDAS CÉLTICOS. CONTUDO O MESMO CARBONO 14 REVELA QUE OS DRUÍDAS APARECERAM 1000 ANOS DEPOIS FINALIZADA A OBRA. PORTANTO, PERSISTE A DÚVIDA: QUEM CONSTRUIU STONEHENGE?
AS PEDRAS QUE COMPÕES STONEHENGE PESAM DE 5 A 20 TONELADAS, E SEU ARENITO CINZENTO SOMENTE É ENCONTRADO NOS CUMES DO MONTE CARNMIYN E FOLELTRIGAN, NO PAÍS DE GALES, OU SEJA A 240 QUILOMETROS DE ONDE FOI CONSTRUIDO STONENHENGE1! O QUE LEVANTA OUTRA QUESTÃO COMO TRANPORTARAM ESTAS PEDRAS? TENTATIVAS FORAM FEITAS DE REPRODUZIR O FEITO, PORÉM TODAS FRACASSADAS, O QUE DEIXOU PROVADO QUE SEM A TECNOLOGIA ATUAL É IMPOSSÍVEL. LEVANTARAM AINDA A TEORIA DOS GLACIAS, QUE AS PEDRAS TERIAM CHEGADO LÁ DEVIDO AO FLUXO DE DERRETIMENTO DAS GELEIRAS.
TODAVIA, NENHUMA GELEIRA SE ESTENDIA ATÉ SALISBURY, ONDE ESTÁ STONENHENGE TAMBÉM NENHUM POVO DA EUROPA DE 2009 A.C, POSSUIA TECNOLOGIA SUFICIENTE PARA ISSO, E OS POVOS MAIS EVOLUIDOS DA ÉPOCA ESTAVAM MUITO LONGE DA INGLATERRA.
A CIÊNCIA SOMENTE PODE NOS APRESENTAR AS DÚVIDAS, E AINDA ESTÁ EM BUSCA DE DESVENDAR O MISTÁRIO. ENQUANTO ISSO, REZA A LENDA QUE AS PEDRAS FORAM TRAZIDAS ATÉ SALISBURY PELA MAGIA DE MERLIM.
ALÉM DESSAS, AINDA LEVANTA-SE OUTRA QUESTÃO: COM QUE PROPOSITO? SEM DÚVIDA QUE TAMNHO ESFORÇO E ENGENHARIA EMPREGADOS SERIAM SOMENTE PARA A CONSTRUÇÃO DE ALGO DEVERAS IMPORTANTE QUE O JUSTIFIQUE. DESTA FORMA: POR QUE CONSTRUIR STONENHENGE?
O ASTRÔNOMO GERALD HAWKINS E O PROFESSOR ALEXANDRE THOM, COORDENADOR DA UNIVERSIDADE DE OXFORD, LEVANTARAM A TEORIA DE SER PRECISO UM OBSERVATÓRIO ASTRONOMICO. EM 1965, DESCOBRIU UMA FORTE CORRELAÇÃO ENTRE OS ALINHAMENTOS DE 165 PONTOS CHAVES DO MONUMENTO E OS PONTOS DE NASCIMENTO DO NASCENTE E POENTE DO SOL E DA LUA. ASSIM TORNADO POSSÍVEL, POR EXEMPLO, PREVER ENTRE OUTRAS COISAS, AS DATAS PRECISAS DE ECLIPSES.
O QUE DEIXA CERTO QUE O POVO QUE CONSTRUIU STONENHENGE TINHA PRIORIDADE EM INVESTIGAR OS MOVIMENTOS DO SOL E DA LUA, DETENHAM SEUS OLHARES NAS ESTRELAS, E POSSUAM UMA FORMIDAVEL TECNOLOGIA E CONHECIMENTOS MATEMÁTICOS PARA´A ÉPOCA.
ESPECULA-SE QUE TALVEZ A IMPORTÂNCIA DE CONTROLAR OS MOVIMENTOS DO SOL E DA LUA SE DEVIA À AGRICULTURA CONTUDO, NENHUM POVO LOCAL DE 2900 A.C, USAVA O CÉU NEM PARA A AGRICULTURA, NEM PARA RITUAIS.
TAMPOUCO, DENTRE OS POVOS CONHECIDOS, EXISTIAM ALGUM QUE ESTIVESSE TECNOLOGIA E CONHECIMENTOS MATEMATICOS TÃO PRECISOS PARA CONTRUIR ESTE OBSERVATÓRIO ASTRONOMICO.
CERTO É QUE O POVO QUE CONSTRUIU STONENHENGE NÃO DEIXOU NENHUM VESTIGIO OU PISTA. SERIAM ELES, SERES DE OUTRO PLANETA? TERIA SIDO OBRA DE ALGUMA SOCIEDADE SECRETA SOBREVIVENTE DE ATLÂNTIDA? OU SIMPLESMENTE, COMO REZA A LENDA, É OBRA DO MAGO MERLIM?
INEGÁVEL QUE STONENHENGE É UM ENIGMA DA HUMANIDADE E QUE É UM IMPORTANTE PONTO DE ENERGIA E CRENÇA DO PLANETA, POIS ATÉ 1985 REUNIAM-SE PESSOAS PARA ASSISTIREM OS RITUAIS QUE OS DRUIDAS OFICIAVAM NO MONUMENTO. AINDA HOJE, STONENHENGE ATRAI MUITAS PESSOAS, CIENTISTAS, ESTUDIOSOS, CRENTES, MAGOS, DRUIDAS, WICCANS OU MESMO SIMPLESMENTE CURIOSOS TURISTAS
STONENHENGE, ASSIM COMO A PIRAMIDE DE GIZÉ É CONSIDERADO UM DOS PODEROSOS CHACRAS PLANETÁRIOS, UM PONTO DE FORÇA DE ENERGIA VITAL DO PLANETA QUE POTENCIALIZA TODA A VIBRAÇÃO E INTENÇÃO PRESENTE. UM IMPORTANTE PONTE DE CAPTAÇÃO DE ENERGIA CÓSMICA É DE EMANAÇÃO DE ENERGIA TELÚRIA. REZA A LENDA QUE, ENQUANTO WOODHENGE, O CIRCULO DE MADEIRA QUE EXISTIA A 200 MILHAS DE STONENHENGE ERA UM PONTO DE CELEBRAÇÃO DA VIDA, STONENHENGE, COMO SEU COMPLEMENTAR, ERA UM PORTAL CÓSMICO PARA OUTRAS DIMENSÕES. O CERTO É QUE STONENHENENGE É UM PONTO DESEJADO E CONCORRIDO PARA A PRATICA DE MAGIA, DEVIDO AOS ATRIBUTOS QUE POSSUI, SOBRETUDO NOS PERIODOS SOLISTICOS, QUANDO SUA FORÇA CHEGA AO APCE E ONDE ESTÁ VOLTADA A SUA PEDRA PRINCIPAL.
 
 
 

PARA SEU FILHO TER UM FUTURO FELIZ

 

♦ PARA SEU(A) FILHO(A) TER UM FUTURO FELIZ, NO 1º BANHO QUE DER NELE(A), PEGUE A SUA BANHEIRA E JUNTO COM A AGUA, COLOQUE ALGUNS OBJETOS DE OURO (PULSEIRA, CORDÃO, ANEL, MEDALHAS ETC…) E BANHE BEBÊ DIZENDO:
♥ PELO OURO, TERÁS UMA VIDA DE PROSPERIDADE E SORTE. EM SEGUIDA, VISTA-O COM ROUPINHAS AMARELAS. QUANDO FIZER A PRÓXIMA TROCA DE ROUPA DO BEBÊ, GUARDE A ROUPINHA AMARELA, USADA NO 1º BANHO, NUMA GAVETA E DEIXE LÁ ATÉ ELE(A) FICAR ADOLESCENTE, QUANDO A DARÁ A UM BEBÊ CARENTE OU DEIXARÁ NUMA IGREJA AOS PÉS DE NOSSA SENHORA. ESTA SIMPATIA SÓ SE FAZ UMA VEZ E NO 1º BANHO DE BEBÊ.
 
 
 

PARA GANHAR MUITOS PRESENTES NO DIA DE SEU ANIVERSÁRIO

 

 

♦ PARA GANHAR MUITOS PRESENTES EM SEU ANIVERSÁRIO, 15 DIAS ANTES, ENCHA 1 GARRAFA DE VIDRO DE BOCA LARGA DE AGUA E COLOQUE DENTRO DELA, 1 ANEL, BRINCO, PULSEIRA OU COLAR QUE SEJA DE OURO TAMPE E GUARDE-A COM VOCÊ.NO DIA DE SEU ANIVERSÁRIO, PELA MANHÃ TOME SEU BANHO NORMAL E EM SEGUIDA JOGUE A AGUA DA GARRAFA, ONDE JÓIA (COE PARA RETIRAR A JÓIA), POR TODO SEU CORPO DO PESCOÇO AOS PÉS, DIZENDO: ASSIM COMO ESTOU TOMANDO BANHO COM AGUA DE OURO, QUERO TER SORTE, PROSPERIDADE E GANHAR MUITOS PRESENTES, HOJE.

 

○ DURANTE ESSE DIA, NÃO PODERÁ TOMAR OUTRO BANHO. USE A JÓIA QUE COLOCOU NA GARRAFA, NESTE DIA.
 
 
 

REIKE

 

♦O Reiki é um método natural de cura por meio das mãos. Em japonês, rei significa a “energia cósmica que flui por todo o Universo”, e ki, a “energia vital do ser humano”.
A técnica consiste em impor as mãos a uma determinada distância para transferir a energia vital de uma pessoa para a outra ou passá-la pelos locais do corpo que necessitam de equilíbrio: cabeça, olhos, nariz, chacras do corpo, região umbilical, pulmões, rins, joelhos e embaixo dos pés, para fixar a energia.
♦ Mikao Usui (1865-1926), um padre cristão de Kioto, no Japão, sabia que era possível curar com as mãos, a partir de uma força vital que elas emanavam, mas não sabia como isso funcionava. Ao estudar sânscrito e antigas escritas budistas, Usui encontrou uma fórmula baseada em uma série de símbolos. Quando acionados, os símbolos ativavam e captavam a energia vital universal. Mikao Usui, então, passou o ensinamento para vários japoneses e fundou o sistema dos Mestres do Reiki.
Para aplicar o Reiki, é preciso fazer um curso composto por quatro níveis. O primeiro é o principal. Nele, o aluno recebe Reiki para toda a vida e aprende a ativar a energia vital em si mesmo e nos outros, por meio de uma técnica específica com a ajuda das mãos.
O segundo nível tem aplicações avançadas. Ele foca a cura mental com repercussão no corpo físico e etérico, além da cura à distância. No terceiro nível A, a pessoa pode aplicar Reiki nos outros e em multidões, mas ainda não é considerada um Mestre. Esse título é alcançado apenas no terceiro nível B, quando o Mestre formado pode iniciar outros alunos no Reiki.
O Reiki é uma energia que está presente em todo o universo e vem do cosmo diretamente para as mãos do iniciado, aquele que já passou pelo curso. “A pessoa recebe a energia, acreditando ou não”, diz ela.
O Reiki é indicado para problemas físicos e espirituais. “Ele cura doenças e males sociais, como ansiedade e depressão. A pessoa tem que ter fé, mas mesmo aquelas que não têm, recebem a energia.
 
 
 
 

PARA TER NOTICIAS

 

♦ PARA RECEBER AQUELE TELEFONEMA QUE TANTO QUERES EXATAMENTE AO MEIO-DIA, COLOQUE 1 COPO COM AGUA EM CIMA DE UMA MESA NO MEIO DE UM ROSÁRIO ABERTO. REZE 1 ORAÇÃO, PEDINDO AO SEU ANJO DE GUARDA QUE FAÇA COM QUE AQUELA PESSOA, LHE TELEFONE O MAIS RAPIDO POSSÍVEL. DEPOIS COLOQUE O ROSÁRIO JUNTO AO TELEFONE E TENHA CERTEZA DE QUE EM BREVE RECEBERÁ A LIGAÇÃO QUE TANTO ESPERA.
♠ A AGUA DO COPO, JOGUE EM AGUA CORRENTE DE UMA TORNEIRA.
 
 
 

PARA MULHERES QUE SENTEM DOR NAS RELAÇÕES

 

♦ PARA AS MULHERES QUE SENTEM DOR, AO TER RELAÇÕES SEXUAIS, COLOQUE EM 2 LITROS DE AGUA, MORNA, COLHERES (SOPA ) DE MEL E 1 COLHER (SOPA) DE ESSÊNCIA DE VERBENA. APÓS SEU BANHO DIARIO, MASSAGEIE SEU CORPO COM ESSA MISTURA USANDO UMA ESPONJA MACIA, ATÉ O LÍQUIDO ACABAR, FALANDO 13 VEZES: GRANDE DEUSA DO AMOR, AFRODITE, AJUDA A ME RELAXAR E AS DORES QUE SINTO QUANDO ESTOU COM MEU AMOR DESAPARECEREM DE VEZ.VISTA UM ROUPÃO COR DE ROSA E AGUARDE SEU AMOR CHEGAR. GARANTO NÃO SENTIRÁS MAIS DOR
 
♥ FAÇA ESSE RITUAL DE 15 EM 15 DIAS
 
 
 

A SABEDORIA DE PENSAMENTOS DOS GRANDES FILÓSOFOS

 
 

♦ A SABEDORIA DA VIDA É SEMPRE MAIS PROFUNDA E MAIS VASTA DO QUE A SABEDORIA DOS HOMENS (MAXIMO GORKI)
 
♦ A SABEDORIA NÃO É MAIS DO QUE A CIÊNCIA DA FELICIDADE (DENIS DIDEROT)
 
♦ O HOMEM SABIO É AQUELE QUE NÃO SE ENTRISTECE COM AS COISAS QUE NÃO TEM MAS REJUBILA-SE COM AS QUE TEM (EPITETO)
 
♦ O SABIO ENVERGONHA-SE DOS SEUS DEFEITOS, MAS NÃO SE ENVERGONHA DE OS CORRIGIR (CONFÚCIO)
 
♦ DIANTE DA SABEDORIA INFINITA VALE MAIS UM POUCO DO ESTUDO DA HUMANIDADE E DE UM ATO DE HUMANIDADE DO QUE TODA CIÊNCIA DO MUNDO (SANTA TEREZA)
 
♦ O ASPECTO MAIS TRISTE DA VIDA É QUE A CIÊNCIA GANHA EM CONHECIMENTO MAIS RAPIDAMENTE QUE A SOCIEDADE EM SABEDORIA (ISAC ASIMOV)
 
♦ POR SABEDORIA ENTENDO A ARTE DE TORNAR A VIDA O MAIS AGRADAVEL E FELIZ POSSÍVEL (ARTUR SCHOPENHAUER)
 
♦ A VERDADEIRA SABEDORIA CONSISTE EM SABER COMO AUMENTAR O BEM-ESTAR DO MUNDO (BEIJAMIN FRANKLIN)
 
♦ NÃO HÁ LUGAR PARA SABEDORIA, ONDE NÃO HÁ PACIÊNCIA (SANTO AGOSTINHO)
 
♦ A SABEDORIA É FILHA DA EXPERIÊNCIA. (LEONARDO DA VINCI)
 
♦ SE HUMILDE PARA EVITAR O ORGULHO, MAS VOA ALTO PARA ALCANÇAR A SABEDORIA. (SANTO AGOSTINHO)
 
♦ O COMEÇO DA SABEDORIA É ENCONTRADO NA DÚVIDA, DUVIDANDO COMEÇAMOS A QUESTINAR, E PROCURANDO PODEMOS ACHAR A VERDADE. (PIERRE ABELARD)
 
♦ A SIMPLICIDADE É O ULTIMO DEGRAU DA SABEDORIA (KALIL GIBRAN)
 
♦ SABER E NÃO FAZER, AINDA NÃO É SABER (SABEDORIA ORIENTAL)
 
♦ TODO HOMEM É UM TOLO POR PELO MENOS 5 MINUTOS, TODOS OS DIAS, A SABEDORIA CONSISTE EM NÃO EXCEDER ESTE LIMITE. (ELBERT HUBLARD)
 
♦ ESPERO QUE A NOSSA SABEDORIA CRESÇA COM A NOSSA FORÇA E QUE NOS ENSINE QUE QUANDO MENOS USAMOS A NOSSA FORÇA, MAIOR ELA SERÁ (THOMAS JEFERSON)
 
♦ A SABEDORIA NÃO VEM AUTOMATICAMENTE COM A IDADE. NADA VEM, EXCETO RUGAS É VERDADE, ALGUNS VINHOS MELHORAM COM O TEMPO, MAS APENAS SE AS UVAS ERAM BOAS, EM PRIMEIRO LUGAR (LIN YUNTANG)
 
♦ O CONHECIMENTO CHEGA, MAIS A SABEDORIA DEMORA (ALFRED TENNYSON)
 
♦ A SABEDORIA COMEÇA NA REFLEXÃO (SOCRATES)
 
♦ O CONHECIMENTO É O PROCESSO DE ACUMULAR DADOS, A SABEDORIA RESIDE NA SUA SIMPLIFICAÇÃO (MARTIN H. FICHER)
 
♦ PARA ALCANÇAR CONHECIMENTO, ADICIONE COISAS TODO DIA. PARA ALCANÇAR SABEDORIA, ELIMINE COISAS TODO DIA (LAO TSÉ)
 
 
 

PARA ENRIQUECER

 

♦ PARA ENRIQUECER, AS 8H20MINUTOS DO PRIMEIRO DIA DA CADA MÊS, ACENDA 1 VELA VERDE ESCURA COMUM NO CENTRO DE 1 BANDEJA DE ALUMINIO OU VIDRO. AO REDOR DA VELA, 7 MOEDAS COM O VALOR PRA CIMA, DE 25 OU 10 CENTAVOS DOURADAS, ALGUNS RAMOS DE TRIGO E 7 PÃES FRANCESES DIGA:
♠ PERMITA POVO DO OURO, QUE A FORTUNA ATRAVÉS DO TRABALHO, VENHA ATÉ A MIM E QUE NUNCA FALTE NADA PARA MINHA FAMILIA. QUANDO A VELA ACABAR COLOQUE AS MOEDAS NUM SAQUINHO BRANCO OU AMARELO FEITO A MÃO COM LINHA DA MESMA COR E USE EM SUA BOLSA. O RESTO, OS RAMOS DE TRIGO E OS PÃES DEIXE DEBAIXO DE 1 ARVORE FRONDOSA EM LUGAR DE MATO LIMPO. NÃO FAÇA EM LUA MINGUANTE A SIMPATIA.
 
 
 

CIRCULO DE PROTEÇÃO

 

♦ AS PEDRAS SÃO UMA FONTE DE BOAS ENERGIAS E DE ACORDO COM CADA TIPO, PODEM INFLUÊNCIAR DIVERSOS SETORES DE NOSSAS VIDAS. JÁ O CIRCULO SIMBOLIZA PROTEÇÃO. ELE É USADO PARA QUE ENERGIAS RUINS NÃO CONSIGAM CHEGAR ATÉ VOCÊ
♠ PEGUE 7, 9 OU 13 MOEDAS DO TAMANHO DE SUA MÃO (NÃO SÃO CRISTAIS PEDRAS ACHADAS POR VOCÊ). LAVE-AS EM AGUA CORRENTE COM SAL GROSSO E PASSE-AS NA FUMAÇA DO INCENSO DE SALVIA OU ALFAZEMA. EM SEGUIDA EM LOCAL, ECOLHIDO EM SUA CASA, ONDE ESTRANHOS NÃO ENTRE, DISTRIBUA AS PEDRAS A SUA VOLTA (SENTE-SE NO MEIO DELAS). FECHE OS OLHOS E FALE EM VOZ ALTA QUE ESTE É O SEU LUGAR SAGRADO PARA MEDITAR E QUE NENHUMA ENERGIA PODERÁ ENTRAR SEM SUA PERMISSÃO. PRESERVE ESTE CÍCULO COMO UM LUGAR ONDE SEMPRE BUSCARÁ BOAS ENERGIAS.QUANDO NÃO QUIZER MAIS O CIRCULO, DEIXE AS PEDRAS NUM JARDIM.
 
 
 

BANHO DA SEDUÇÃO

 

♥ FAÇA ESSE BANHO DE CHEIRO DE SEDUÇÃO SEMPRE QUE QUIZER CONQUISTAR ALGUÉM.
♦ FERVA 1 LITRO DE AGUA, APÓS FERVER, DESLIGUE O FOGO. NESSA AGUA COLOQUE 1 XÍCARA DE MAÇAS VERMELHAS PICADAS, 1 COLHER DE SOPA DE BAUNILHA LÍQUIDA (A DE DOCES) E 1 COLHER DE (CHÁ) DE AÇUCAR.
ESPER AMORNAR E COE E JOGUE NO SEU CORPO DO PESCOÇO PARA BAIXO APÓS SEU BANHO NORMAL. ENQUANTO DERRAMA O LÍQUIDO DO SEU PESCOÇO PARA BAIXO DIGA: “O PODER DA NATUREZA, ME DEIXARÁ MAIS BONITA, PLENA E SENSUAL. MEU AMOR, NÃO RESISTIRÁ AO MEU ENCANTO. OS RESTOS DO BANHO, COLOQUE EM PAPEL BRANCO E DEIXE EM MATO LIMPO.
 
 
 

FELICIDADE

 

♦ NUM JORNAL ESOTÉRICO VÍ UM ARTIGO QUE ME CHAMOU ATENÇÃO, SOBRE SER FELIZ E VI QUE A FELICIDADE DEPENDE APENAS DE NÓS MESMOS. PODE-SE TER DEFEITOS, VIVER ANSIOSA(O) E FICAR IRRITADA(O), MAIS NÃO DEVEMOS ESQUECER QUE A NOSSA VIDA É A MAIOR EMPRESA DO MUNDO. E NÃO QUEREMOS QUE ELA VÁ FALÊNCIA, MUITAS PESSOAS ESTÃO PRECISANDO DE NÓS, ADMIRAM E TORCE POR NÓS. SER FELIZ NÃO É TER UM CÉU SEM TEMPESTADE, CAMINHAMOS SEM ACIDENTES, TRABALHOS SEM FADIGAS, RELACIONAMENTO SEM DESILUSÕES.
PARA SERMOS FELIZES, DEVEMOS ENCONTRAR ESPERANÇA NAS BATALHAS, SEGURANÇA NAS HORAS DE MEDO E REFLETIR SOBRE A TRISTEZA, VALORIZANDO O SORRISO. E APRENDER LIÇÕES NOS FRACASSOS, COMEMORANDO SEMPRE O SUCESSO. ENCONTRAR ALEGRIA NO ANONIMATO E NÃO SÓ NOS APLAUSOS. RECONHECER QUE VALE A PENA VIVER, APESAR DE TODOS OS DESAFIOS, INCOMPREENSÕES E PERIODOS DE CRISE.
TEMOS QUE DEIXAR DE SER VÍTIMA DOS PROBLEMAS E NOS TORNAMOS AUTORES DE NOSSA PROPRIA HISTÓRIA. AGRADECER A DEUS, A CADA MANHÃ PELO MILAGRE DA VIDA. NÃO TER MEDO DOS PRÓPRIOS SENTIMENTOS. TER CORAGEM DE OUVIR UM NÃO. RECEBER UMA CRITICA, MESMO QUE INJUSTA.
DEIXE DE VIVER A CRIANÇA LIVRE, ALEGRE E SIMPLES QUE MORA DENTRO DE VOCÊ. PARA PODER SER FELIZ. E DIGA EU ERREI SEMPRE QUE COMETER UM ERRO, EXPRESSE EU PRECISO DE VOCÊ E TENHA A CAPACIDADE DE DIZER EU TE AMO.
SER FELIZ É SEMPRE RECOMEÇAR TUDO EM SUA VIDA. DESCUBRA QUE NUNCA CONSEGUIRÁS UMA VIDA PERFEITA. USE AS LAGRIMAS PARA IRRIGAR A TOLERANCIA, AS PERDAS PARA REFINAR A PACIÊNCIA E AS FALAHAS PARA LAPIDAR O PRAZER. USE OS OBSTÁCULOS PARA ABRIR A JANELA DA INTELIGÊNCIA JAMAIS DESISTA DE SI MESMO. JAMAIS DESISTA DAS PESSOAS QUE VOCÊ AMA. SE ENCONTRARES PEDRAS NO SEU CAMINHO, GUARDE TODAS, UM DIA CONSTRUIRAS UM CASTELO, E SERÁS ETERNAMENTE FELIZ!
 
 
 

MESTRE CAINRELL

 

♦ O MESTRE CAINRELL FOI UM BRUXO IRLANDÊS QUE COM A AJUDA DOS DUENDES E FADAS DAS FLORESTAS CELTAS, PREPARAVAS POÇÕES PARA SE PROTEGER DE ENERGIAS RUINS. DE ACORDO COM A LENDA, QUANTO MAIS ANTIGA A GARRAFA, MAIS EFICIENTE SE TORNA A SIMPATIA.
♥ PARA PROTEGER SEU LAR DOS MAUS FLUIDOS, FAÇA O RITUAL DA GARRAFA MAGICA DO MESTRE CAINRELL. ESSE BRUXO IRLANDÊS PREPARAVA A SEGUINTE SIMPATIA: LAVE 1 GARRAFA DE VIDRO COM AGUA E SAL GROSSO. ENCHA-A APÓS COM PARTES IGUAIS DE SAL FINO, PIMENTA DO REINO EM PÓ E CRAVO DA INDIA EM PÓ. EM SEGUIDA TAMPE-O COM 1 ROLHA VERDE E LACRE COM A CERA DE 1 VELA VERMELHA ACESA. BEM LACRADA. DEIXE A GARRAFA GUARDADA NUM ARMARIO, POIS SEU PODER VAI AUMENTANDO COM O TEMPO.
 
 

PARA ACABAR COM DIFICULDADES FINANCEIRAS

 

♦ PARA ACABAR COM DIFICULDADES FINACEIRAS, DURANTE 3 DIAS SEGUIDOS, ACENDA 3 VELAS BRANCAS SOBRE 1 PRATO COM AÇUCAR E 3 GOTAS DE AGUA. AOS 3 ANJOS, GRABRIEL, RAFAEL E MIGUEL. FAÇA OS SEUS PEDIDOS E DEIXE EM LOCAL ALTO. SUAS PRECES SERÃO OUVIDAS E VOCÊ DEVE PUBLICAR EM JORNAL O SEGUINTE AGRADECIMENTO NO TERCEIRO DIA, APÓS TER FEITO A SIMPATIA: OBRIGADO AOS 3 ANJOS: GABRIEL, RAFAEL E MIGUEL PELA GRAÇA ALCANÇADA.
♠ AGUARDE OS ACONTECIMENTOS DO QUARTO DIA EM DIANTE
○ LAVE O PRATO EM AGUA CORRENTE E USE-O NORMALMENTE DEPOIS DE LIMPO.
 
 
 
 

QUEM TEM MEDO DO BICHO PAPÃO

 

 

 

♦ SEGUNDO O PSÍCOLOGO CLÍNICO MARCO COLMON ESPECIALISTA EM GESTALT TERAPIA, HIPNOSE E ACUMPUTURA, O MEDO É UMA REAÇÃO PROTETORA E SAUDÁVEL DE TODO SER HUMANO. SE ALGUMA COISA NÃO VAI BEM OU NOS AMEAÇA DE ALGUMA FORMA, É PERFEITAMENTE SAUDAVEL SENTIR MEDO. O ÚNICO PROBLEMA É QUANDO TUDO AQUILO QUE NOS ACONTECE, DETONA UMA ESPÉCIE DE ALARME SINTOMÁTICO, NA FORMA DE MEDO, PARALISANDO-NOS EM NOSSO DIA-A-DIA. O MEDO DA VIOLÊNCIA URBANA, DE CARROS CORRENDO, DOS CÃES BRAVOS, DAS DOENÇAS PERIGOSAS ENTRE OUTRAS COISAS EM UMA LISTA INFINITA, É ALGO ESPERADO E SADIO, QUE ACIONA UM GATILHO ATÁVICO, MAIS CONHECIDO COMO LUTA OU FUGA (FACILMENTE OBSERVADOS NOS ANIMAIS EM GERAL).

 

NA VERDADE, LUTAR PODE SER UMA REAÇÃO POSITIVA, NÃO QUERO DIZER COM ISSO QUE FUGIR SEJA UMA REAÇÃO RUIM, O QUE IMPORTA É DESCOBRIR OS NOSSOS PRÓPRIOS LIMITES. O NÃO É UMA REAÇÃO PATOLÓGICA, MAS UMA PROTEÇÃO E , SEM DÚVIDA ALGUMA NOS REMETE AO CONCEITO DE AUTOPRESENTAÇÃO.

 

CONSCIENTEMENTE, NADA DISSO PODE OCORRER NATURALMENTE, QUANDO ESTAMOS ACORRENTADOS PELO MEDO IRREAL E ELE SE TRANFORMA, POR CONTA DA NOSSA PRÓPRIA CONSCIÊNCIA, NO TEMIDO PÂNICO. DAÍ, O SUJEITO NÃO FOGE E NÃO ENFRENTA SEUS FANTASMAS, NA VERDADE, FICA HESITANTE E DESCONTROLADO.

 

JÁ O INCONCIÊNTE NÃO FAZ A MENOR DIFERENÇA ENTRE O QUE É FANTASIA DA REALIDADE. ACREDITE! A SUA MENTE NÃO SABE DISTINGUIR O QUE É PASSADO E PRESENTE OU QUE É REALIDADE DA FANTASIA. O PENSAMENTO QUE VOCÊ ESTÁ PRESENTIFICANDO, NESTE EXATO MOMENTO É PROVAVELMENTE O QUE A SUA MENTE IRÁ ACREDITAR COMO ALGO REAL NA SUA VIDA, APÓS ALGUMA REPETIÇÕES PADRÃO, DESTE MESMO PENSAMENTO POR UM PERIODO RELATIVAMENTE CURTO DE TEMPO.OS PERIGOS PRÓXIMOS E REAIS SÃO OS SEUS TEMORES, QUE PODEM SURGIR EM FUNÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES QUE VOCÊ OPEROU DURANTE A VIDA TODA. SE ALGUÉM SOFRE UM CHOQUE (ESTÍMULO) AO ABRIR A GELADEIRA, CONSEQUENTEMENTE, COMO RESPOSTA, SENTIRÁ O MEDO DE TOCAR NA MAÇANETA DA PORTA. É UMA ASSOCIAÇÃO BÁSICA QUE A MENTE HUMANA PRODUZ NATURALMENTE.

 

O INCONSCIENTE NÃO TEM PASSADO OU FUTURO. É COMO SE TUDO QUE VOCÊ ESTÁ VIVENDO, ESTIVESSE ACONTECENDO NO MOMENTO PRESENTE. O MEDO DE QUE VOCÊ NÃO VAI CONSEGUIR O QUE QUER, É ALGO TRIVIAL E AFETA DIRETAMENTE A SUA AUTO-ESTIMA, DETONANDO SUA AUTO CONFIANÇA.

 

LOGO, UM INDIVIDUO QUE NÃO SE COMPORTA DESTA FORMA, OU SEJA, COM O MEDO DE NÃO CONSEGUIR ALGO, OU SEJA, AO INVÉS DISTO, ACREDITA EM SUA CAPACIDADE, ACABA CONQUISTANDO UMA CHANCE MUITO MAIOR DE REVERTER TODO ESSE QUADRO DE FRACASSO NA SUA VIDA VACILANTE.

 

VEJO MUITAS PESSOAS DIZENDO QUE NÃO CONSEGUEM ISTO OU AQUILO, AMEAÇAM O TEMPO TODO QUE IRÃO CONSEGUIR. CERTAMENTE ESTAMOS FALANDO DE PESSOAS QUE ESTÃO COM SUA AUTO – ESTIMA EM BAIXA E QUE SE AMAM MUITO POUCO. BUSCAM SOLUÇÕES FÁCEIS DO TIPO. PILULAS MÁGICAS PARA OS SEUS SINTOMAS. DESEJAM ALGO INALCANÇÁVEL, COMO TER UM PAR DE ASAS, ASSIM TUDO FICA BEM MAIS FÁCIL NA HORA DE JUSTIFICAR PARA SI MESMO, DIZENDO QUE A CULPA DOS SEUS FRACASSOS FOI A DO MEDO. PURA PROJEÇÃO!

 

DESCOBRIR QUE O MEDO SIGNIFICA PARA VOCÊ E O QUE ELE REPRESENTA EM NÍVEL DE SÍMBOLOS JÁ É UMA BOA TAREFA PARA MUDAR ESTE QUADRO CAÓTICO. IMAGINA AGORA, O MEDO QUE VOCÊ SENTE, DESCUBRA O QUE HÁ ALÉM DELE. CHEGOU A HORA DA SUA VERDADE E . ENCARAR O BICHO PAPÃO DE FRENTE!

 

OU VOCÊ DESTRÓI O MEDO OU O MEDO DESTRUIRÁ VOCÊ… QUAL É SUA DECISÃO?
 
 
 
 

OS PODERES DA ARTEMISIA

 

♥ AS LENDAS DAS BRUXAS DIZEM QUE A ARTEMISIA É UMA PLANTA PODEROSA PARA AJUDAR NA PROTEÇÃO CONTRA OS ESPÍRITOS MAUS. SEU NOME VEM DE ARTEMIS, DEUSA DA CAÇA E DA JUSTIÇA. PARA TER PROTEÇÃO QUEIME ARTEMIASIA SECA EM 1 BRASEIRO, OU USE-O COMO AMULETO, DENTRO DE 1 SAQUINHO DE PANO BRANCO. A ARTEMISIA PODE AINDA SER MISTURADA À ESSÊNCIA DE VERBENA E PÉTALAS DE ROSAS BRANCAS EM 2 LITROS DE AGUA FERVENTE. DEIXANDO-SE AMORNAR E COANDO PARA FAZER BANHO DE CHEIRO DO PESCOÇO AOS PÉS.
 
 

PARA PASSAR NA PROVA

 

 

♦ PARA PASSAR NAS PROVAS NO DIA DA PROVA, 1 HORA ANTES, PEGUE 1 CADERNO OU 1 LIVRO QUE TENHA USADO NOS ESTUDOS, COLOQUE DENTRO DA SUA BLUSA OU CAMISA, JUNTO AO PEITO E REZE:MEU SÃO TOMÁS DE AQUINO, FAZEI COM QUE EU ME SINTA CALMA(O), TRANQUILA(O) SERENA(O), DIANTE DAS BANCAS EXAMINADORAS E QUE NÃO ME ESQUEÇA DAQUILO QUE ESTUDEI, NÃO PERMITAIS QUE EU SEJA DOMINADA PELO NERVOSISMO. PEÇO-VOS QUE MANTENHAIS NO MEU CÉREBRO TUDO AQUILO QUE MEUS OLHOS LERAM NOS LIVROS, QUE MEUS OUVIDOS OUVIRAM DAS BOCAS DO PROFESSORES. FAZEI COM QUE EU POSSA RESPONDER COM PRECISÃO TUDO AQUILO QUE ME FOR PERGUNTADO.ASSIM SEJA! ASSIM SE FAÇA! AMÉM!

 

♠ GUARDE O CADERNO OU LIVRO E SAIA PARA FAZER SUA PROVA.
 
 
 
 

PARA EVITAR TRAIÇÃO

 

♦ PARA EVITAR TRAIÇÃO, NA ULTIMA 6º FEIRA DO MÊS, QUANDO O SEU PARCEIRO CHEGAR DO TRABALHO PEGUE A CUECA QUE ELE ESTIVER USANDO, LAVE COM SABÃO E DEIXE DE MOLHO EM UMA BACIA COM AGUA E AÇUCAR E 1 GOTA DE BAUNILHA LIQUIDA, DURANTE TODA NOITE. NO DIA SEGUINTE, LAVE DE NOITE A CUECA COM SABÃO. DEIXER SECAR NO SOL. NA ETIQUETA BEM DISFARÇADO, COLOQUE AS INICIAIS DE SEU NOME COMPLETO (BEM PEQUENO), E EM CADA LETRA DIGA: QUE AS TRAIÇÕES E AS RIVAIS FIQUEM BEM LONGE, DESTE HOMEM QUE É MEU E A QUEM ENTREGUEI MEU CORAÇÃO. VIVEREMOS DE HOJE EM DIANTE, EM PERFEITA HARMONIA. GRAÇAS A DEUS. COLOQUE A CUECA NA GAVETA DELE PARA QUE SEU PAR USE NORMALMENENTE.
 

SORTE NO JOGO

 
♦ COMPRE 1 TREVO DE 4 FOLHAS (EM LOJA ESOTÉRICA). COLOQUE-O NUM SAQUINHO DE PANO VERMELHO COSTURADO A MÃO E FECHANDO-O COM LINHA VERMELHA. DERRAME SOBRE O SAQUINHO, 7 GOTAS DE ESSÊNCIA DE BEIJOIM E DEIXE-O DESCANÇAR EM 1 LITRO DE ÁGUA FERVIDA. ENQUANTO A AGUA AMORNA, ESCREVA OS 6 PRIMEIROS NUMEROS QUE LHE VIREM À CABEÇA. APÓS SEU BANHO, RETIRE O SAQUINHO E DESPEJE A AGUA MORNA COM BEIJOIM EM SUAS MÃO E SEUS PÉS. ENTERRE O SAQUINHO EM UM VASO COM PLANTA SEM ESPINHO (UM VASO FLORIDO) E QUE ESSE VASO FIQUE DENTRO DE CASA E SAIA PARA FAZER UM JOGO, NO MESMO DIA USANDO OS SEIS NÚMEROS QUE ANOTOU.

 

 

ORAÇÃO PARA O ANJO DE GUARDA

 

♥ MEU ANJO DA GUARDA, MEU AMIGO, MEU IRMÃO, MEU VERDADEIRO E ÚNICO ALIADO, EM TODAS AS HORAS.
Ó! MEU GUADIÃO, RADIANTE DE LUZ, TU QUE CAMINHAS DESDE SEMPRE À MINHA DIREITA, E À MINHA ESQUERDA, QUE VAI À MINHA FRENTE E GUARDA AS MINHAS COSTAS`.
Ó! ANJO GLORIOSO, QUE ESTAIS DENTRO E FORA DE MIM ACIMA E ABAIXO. EU TE RECONHEÇO AQUI E AGORA. MUITO OBRIGADO POR SUA EXISTÊNCIA, PELA NOSSA PARCERIA.
MUITO OBRIGADO POR TUDO, E POR CADA COISA. MUITO OBRIGADO, PELA SUA PROTEÇÃO, PELA LUZ E PELA ORIENTAÇÃO SÁBIA E PRECISA. MUITO OBRIGADO!
DEDICO E LEGO A TI, TODAS AS MINHAS CONQUISTAS E VITÓRIAS E COLOCO EM TUAS MÃOS, AS MINHAS AFLIÇÕES E MEDOS, E TODAS AS MINHAS PREOCUPAÇÕES.
QUE A TUA LUZ, ESTEJA SEMPRE COMIGO, E O MEU AMOR E GRATIDÃO, ESTEJAM SEMPRE CONTIGO.
QUE ASSIM SEJA! ASSIM SE FAÇA! AMÉM!
 
 
 

LENDA DE EROS E PSIQUE

 
♥ Psique era a mais nova de três filhas de um rei de Mileto e era extremamente bela. Sua beleza era tanta que pessoas de várias regiões iam admirá-la, assombrados, rendendo-lhe homenagens que só eram devidas à própria Afrodite.
Profundamente ofendida e enciumada, Afrodite enviou seu filho, Eros, para fazê-la apaixonar-se pelo homem mais feio e vil de toda a terra. Porém, ao ver sua beleza, Eros apaixonou-se profundamente.O pai de Psique, suspeitando que, inadvertidamente, havia ofendido os deuses, resolveu consultar o oráculo de Apolo, pois suas outras filhas encontraram maridos e, no entanto, Psique permanecia sozinha. Através desse oráculo, o próprio Eros ordenou ao rei que enviasse sua filha ao topo de uma solitária montanha, onde seria desposada por uma terrível serpente. A jovem aterrorizada foi levada ao pé do monte e abandonada por seu pesarosos parentes e amigos. Conformada com seu destino, Psique foi tomada por um profundo sono, sendo, então, conduzida pela brisa gentil de Zéfiro a um lindo vale.Quando acordou, caminhou por entre as flores, até chegar a um castelo magnífico. Notou que lá deveria ser a morada de um deus, tal a perfeição que podia ver em cada um dos seus detalhes. Tomando coragem, entrou no deslumbrante palácio, onde todos os seus desejos foram satisfeitos por ajudantes invisíveis, dos quais só podia ouvir a voz.
Chegando a escuridão, foi conduzida pelos criados a um quarto de dormir. Certa de ali encontraria finalmente o seu terrível esposo, começou a tremer quando sentiu que alguém entrara no quarto. No entanto, uma voz maravilhosa a acalmou. Logo em seguida, sentiu mãos humanas acariciarem seu corpo. A esse amante misterioso, ela se entregou.. Quando acordou, já havia chegado o dia e seu amante havia desaparecido. Porém essa mesma cena se repetiu por diversas noites.
Enquanto isso, suas irmãs continuavam a sua procura, mas seu esposo misterioso a alertou para não responder aos seus chamados. Psique sentindo-se solitária em seu castelo-prisão, implorava ao seu amante para deixá-la ver suas irmãs. Finalmente, ele aceitou, mas impôs a condição que, não importando o que suas irmãs dissessem, ela nunca tentaria conhecer sua verdadeira identidade. Quando suas irmãs entraram no castelo e viram aquela abundância de beleza e maravilhas, foram tomadas de inveja. Notando que o esposo de Psique nunca aparecia, perguntaram maliciosamente sobre sua identidade. Embora advertida por seu esposo, Psique viu a dúvida e a curiosidade tomarem conta de seu ser, aguçadas pelos comentários de suas irmãs.
Seu esposo alertou-a que suas irmãs estavam tentando fazer com que ela olhasse seu rosto, mas se assim ela fizesse, ela nunca mais o veria novamente. Além disso, ele contou-lhe que ela estava grávida e se ela conseguisse manter o segredo ele seria divino, porém se ela falhasse, ele seria mortal.
Ao receber novamente suas irmãs, Psique contou-lhes que estava grávida, e que sua criança seria de origem divina. Suas irmãs ficaram ainda mais enciumadas com sua situação, pois além de todas aquelas riquezas, ela era a esposa de um lindo deus. Assim, trataram de convencer a jovem a olhar a identidade do esposo, pois se ele estava escondendo seu rosto era porque havia algo de errado com ele. Ele realmente deveria ser uma horrível serpente e não um deus maravilhoso.Assustada com o que suas irmãs disseram, escondeu uma faca e uma lâmpada próximo a sua cama, decidida a conhecer a identidade de seu marido, e se ele fosse realmente um monstro terrível, matá-lo. Ela havia esquecido dos avisos de seu amante, de não dar ouvidos a suas irmãs.
A noite, quando Eros descansava ao seu lado, Psique tomou coragem e aproximou a lâmpada do rosto de seu marido, esperando ver uma horrenda criatura. Para sua surpresa, o que viu porém deixou-a maravilhada. Um jovem de extrema beleza estava repousando com tamanha quietude e doçura que ela pensou em tirar a própria vida por haver dele duvidado.Enfeitiçada por sua beleza, demorou-se admirando o deus alado. Não percebeu que havia inclinado de tal maneira a lâmpada que uma gota de óleo quente caiu sobre o ombro direito de Eros, acordando-o.
Eros olhou-a assustado, e voou pela janela do quarto, dizendo:- “Tola Psique! É assim que retribuis meu amor? Depois de haver desobedecido as ordens de minha mãe e te tornado minha esposa, tu me julgavas um monstro e estavas disposta a cortar minha cabeça? Vai. Volta para junto de tuas irmãs, cujos conselhos pareces preferir aos meus. Não lhe imponho outro castigo, além de deixar-te para sempre. O amor não pode conviver com a suspeita.”
Quando se recompôs, notou que o lindo castelo a sua volta desaparecera, e que se encontrava bem próxima da casa de seus pais. Psique ficou inconsolável. Tentou suicidar-se atirando-se em um rio próximo, mas suas águas a trouxeram gentilmente para sua margem. Foi então alertada por Pan para esquecer o que se passou e procurar novamente ganhar o amor de Eros.Por sua vez, quando suas irmãs souberam do acontecido, fingiram pesar, mas partiram então para o topo da montanha, pensando em conquistar o amor de Eros. Lá chegando, chamaram o vento Zéfiro, para que as sustentasse no ar e as levasse até Eros. Mas, Zéfiro desta vez não as ergueram no céu, e elas caíram no despenhadeiro, morrendo.
Psique, resolvida a reconquistar a confiança de Eros, saiu a sua procura por todos os lugares da terra, dia e noite, até que chegou a um templo no alto de uma montanha. Com esperança de lá encontrar o amado, entrou no templo e viu uma grande bagunça de grãos de trigo e cevada, ancinhos e foices espalhados por todo o recinto. Convencida que não devia negligenciar o culto a nenhuma divindade, pôs-se a arrumar aquela desordem, colocando cada coisa em seu lugar. Deméter, para quem aquele templo era destinado, ficou profundamente grata e disse-lhe:- “Ó Psique, embora não possa livrá-la da ira de Afrodite, posso ensiná-la a fazê-lo com suas próprias forças: vá ao seu templo e renda a ela as homenagens que ela, como deusa, merece.”Afrodite, ao recebê-la em seu templo, não esconde sua raiva. Afinal, por aquela reles mortal seu filho havia desobedecido suas ordens e agora ele se encontrava em um leito, recuperando-se da ferida por ela causada. Como condição para o seu perdão, a deusa impôs uma série de tarefas que deveria realizar, tarefas tão difíceis que poderiam causar sua morte.
Primeiramente, deveria, antes do anoitecer, separar uma grande quantidade de grãos misturados de trigo, aveia, cevada, feijões e lentilhas. Psique ficou assustada diante de tanto trabalho, porém uma formiga que estava próxima, ficou comovida com a tristeza da jovem e convocou seu exército a isolar cada uma das qualidades de grão.Como 2ª tarefa, Afrodite ordenou que fosse até as margens de um rio onde ovelhas de lã dourada pastavam e trouxesse um pouco da lã de cada carneiro. Psique estava disposta a cruzar o rio quando ouviu um junco dizer que não atravessasse as águas do rio até que os carneiros se pusessem a descansar sob o sol quente, quando ela poderia aproveitar e cortar sua lã. De outro modo, seria atacada e morta pelos carneiros. Assim feito, Psique esperou até o sol ficar bem alto no horizonte, atravessou o rio e levou a Afrodite uma grande quantidade de lã dourada.Sua 3ª tarefa seria subir ao topo de uma alta montanha e trazer para Afrodite uma jarra cheia com um pouco da água escura que jorrava de seu cume. Dentre os perigos que Psique enfrentou, estava um dragão que guardava a fonte. Ela foi ajudada nessa tarefa por uma grande águia, que voou baixo próximo a fonte e encheu a jarra com a negra água.
Irada com o sucesso da jovem, Afrodite planejou uma última, porém fatal, tarefa. Psique deveria descer ao mundo inferior e pedir a Perséfone, que lhe desse um pouco de sua própria beleza, que deveria guardar em uma caixa. Desesperada, subiu ao topo de uma elevada torre e quis atirar-se, para assim poder alcançar o mundo subterrâneo. A torre porém murmurou instruções de como entrar em uma particular caverna para alcançar o reino de Hades. Ensinou-lhe ainda como driblar os diversos perigos da jornada, como passar pelo cão Cérbero e deu-lhe uma moeda para pagar a Caronte pela travessia do rio Estige, advertindo-a:- “Quando Perséfone lhe der a caixa com sua beleza, toma o cuidado, maior que todas as outras coisas, de não olhar dentro da caixa, pois a beleza dos deuses não cabe a olhos mortais.”
Seguindo essas palavras, conseguiu chegar até Perséfone, que estava sentada imponente em seu trono e recebeu dela a caixa com o precioso tesouro. Tomada porém pela curiosidade em seu retorno, abriu a caixa para espiar. Ao invés de beleza havia apenas um sono terrível que dela se apossou.Eros, curado de sua ferida, voou ao socorro de Psique e conseguiu colocar o sono novamente na caixa, salvando-a.Lembrou-lhe novamente que sua curiosidade havia novamente sido sua grande falta, mas que agora podia apresentar-se à Afrodite e cumprir a tarefa.
Enquanto isso, Eros foi ao encontro de Zeus e implorou a ele que apaziguasse a ira de Afrodite e ratificasse o seu casamento com Psique. Atendendo seu pedido, o grande deus do Olimpo ordenou que Hermes conduzisse a jovem à assembléia dos deuses e a ela foi oferecida uma taça de ambrosia. Então com toda a cerimônia, Eros casou-se com Psique, e no devido tempo nasceu seu filho, chamado Voluptas (Prazer).
 
 

PARA SUPERAR A DOR DE UMA PERDA AMOROSA

 

 

♦ PARA UMA PERDA AMOROSA, MISTURE BEM 3 PITADAS DE PÓ DE CAFÉ, 3 GALHOS DE ALECRIM PICADOS, 1 PITADA DE CRAVO DA INDIA EM PÓ E 3 COLHERES DE COENTRO PICADOS EM 1 PRATO DESCARTAVEL. ESCREVA UMA CARTA CONTANDO A BRUXA MORGANA O QUE ESTÁ SENTINDO E QUE QUERES SUPERAR ESSA DOR DO ABANDONO COM UM NOVO AMOR. DOBRE NO MEIO O PAPEL E COLOQUE NO CENTRO DO PRATO. DERRAME SOBRE O PAPEL 1 COLHER (CHÁ) DE AÇUCAR E PINGUE AGUA EM CIMA.

 

♦ VÁ A UM LUGAR ALTO (MONTANHA, PRAIA ETC…) LONGE DE CASA, DEIXE O PRATO E SAIA SEM OLHAR PARA TRÁS, DIZENDO: DEIXO NO PASSADO A MINHA DOR E O MEU SOFRIMENTO. VENHA FALANDO ISSO ATÉ CHEGAR EM CASA (NÃO COLOQUE SEU NOME NA CARTA A BRUXA MORGANA).
 
 

PROSPERIDADE

 

 

♦ NUM PIRES BRANCO COLOQUE 14 MOEDAS DE QUALQUER VALOR, COM O VALOR NUMÉRICO PARA CIMA. COLOQUE UMA IMAGEM DE BUDA SOBRE ESSAS MOEDAS.
♠ PEGUE A PARTE 3 MOEDAS E DEIXE NO SERENO POR 3 NOITES SEGUIDAS DE LUA CRESCENTE DO LADO DO PIRES COM O BUDA EM CIMA DAS 14 MOEDAS. NO 4º DIA, DÊ AS 3 MOEDAS A UMA PESSOA NECESSITADA E COLOQUE O PIRES COM O BUDA, SOBRE 1 MOVEL EM SUA SALA, COM AS COSTAS VIRADAS PARA PORTA DE ENTRADA DE SUA CASA. REZE 1 PAI – NOSSO E PEÇA A BUDA QUE TRAGA RIQUEZA,
FARTURA, ABUNDÂNCIA E PROSPERIDADE.
◘ DEIXE-O SEMPRE ASSIM.
 
 

PARA CONSAGRAR SUA CASA A DEUS

 

♦ FAÇA TODOS OS DIAS, OU SE QUE AO MENOS, UMA VEZ POR SEMANA. EM QUALQUER HORÁRIO, DIA OU LUA. TRARÁ ALEGRIA, PAZ UNIÃO, SAÚDE, PROSPERIDADE À VOCÊ E À TODOS QUE RESIDEM NA CASA, SE SENTIRÃO BEM E SAIRÃO COM ENERGIA POSITIVE E FELIZES.
SENTE-SE CONFORTAVELMENTE, EM QUALQUER CÔMODO DE SUA CASA, SOZINHA(O). PENSE PROFUNDAMENTE EM DEUS E DIGA
 
CONSAGRAÇÃO:
♥ HÁ SÓ UMA PRESENÇA QUI: É A DA HARMONIA, QUE FAZ VIBRAR TODOS OS CORAÇÕES DE FELICIDADE E ALEGRIA. QUEM AQUI ENTRAR, SENTIRÁ AS VIBRAÇÕES DA DIVINA HARMONIA.
HÁ SÓ UMA PRESENÇA AQUI: É A DO NOSSO AMOR, QUE ENVOLVE TODOS OS SERES, NUM SÓ SENTIMENTO DE UNIDADE. ESTA CASA ESTÁ CHEIA DA PRESENÇA DO AMOR. QUEM AQUI ENTRAR, SENTIRÁ A PURA E SANTA PRESENÇA DO AMOR.
HÁ SÓ UMA PRESENÇA AQUI: É A DA VERDADE. TUDO QUE AQUI EXISTE, TUDO O QUE SE FALA, TUDO O QUE SE PENSA, É A EXPRESSÃO DA VERDADE. QUEM AQUI ENTRAR, SENTIRÁ A PRESENÇA DA VERDADE.
HÁ SÓ UMA PRESENÇA AQUI: É A DA JUSTIÇA. A JUSTIÇA REINA NESTA CASA. TODOS ATOS, AQUI PRATICADOS, SÃO REGIDOS E INSPIRADOS PELA JUSTIÇA. QUEM AQUI ENTRAR, SENTIRÁ A PRESENÇA DA JUSTIÇA.
HÁ SÓ UMA PRESENÇA AQUI: É A DE DEUS, O BEM. NENHUM MAL, AQUI ENTRA. NÃO HÁ MAL COM DEUS E DEUS O BEM RESIDE AQUI. QUEM AQUI ENTRAR, SENTIRÁ A PRESENÇA DIVINA DO BEM.
HÁ SÓ UMA PRESENÇA AQUI: É A DE DEUS, A VIDA. DEUS É A VIDA ESSNCIAL DE TODOS OS SERES, É A SAÚDE DO CORPO E DA MENTE. QUEM AQUI ENTRAR, SENTIRÁ A PRESENÇA DA VIDA E DA SAÚDE.
HÁ SÓ UMA PRESENÇA AQUI: É A DE DEUS, A PROSPERIDADE, POIS DEUS FAZ TUDO CRESCER E PROSPERAR. DEUS SE EXPRESSA NA PROSPERIDADE E DE TUDO QUE É COMPREENDIDO EM SEU NOME. QUEM AQUI ENTRAR, SENTIRÁ A DIVINA PRESENÇA DA PROSPERIDADE E ABUNDÂNCIA.
PELO SIMBOLO ESOTÉRICO ESOTÉRICO DAS ASAS DIVINAS, ESTOU EM VIBRAÇÃO HARMONIOSA COM AS CORRENTES UNIVESAIS DA SABEDORIA, DO PODER E DA ALEGRIA. A PRESENÇA DA DIVINA SABEDORIA, MANIFESTA-SE AQUI, NOS ATOS E EXPRESSÕES DE TODOS AQUELES QUE AQUI ENTRAREM.
A PRESENÇA DO PODER DIVINO MANIFESTA-SE AQUI. A PRESENÇA DA ALEGRIA DIVINA É PROFUNDAMENTE SENTIDA, POR TODOS QUE AQUI ENTRAREM.
NA MAIS PERFEITA COMUNHÃO ENTRE MEU EU INFERIOR E MEU EU SUPERIOR, QUE É DEUS EM MIM, CONSAGRO ESTA CASA E TODOS SEUS CÔMODOS, À PERFEITA EXPRESSÃO DE QUALIDADES DIVINAS, QUE HÁ EM MIM EM TODOS OS SERES.
AS VIBRAÇÕES DO MEU PENSAMENTO SÃO FORÇAS DE DEUS EM MIM, QUE AQUI FICAM ARMAZENADAS E AQUI SE IRRADIAM PARA TODOS OS SERES, CONSTITUINDO-SE ESTA CASA, NUM CENTRO DE EMISSÃO E RECEPÇÃO DE TUDO QUANTO É BOM, ALEGRE E PRÓSPERO.
AGRADEÇO-TE, Ó DEUS, PORQUE ESTA CASA E TODOS SEUS CÔMODOS, ESTÃO REPLETOS DE TUA PRESEÇA. AGRADEÇO – TE, PORQUE VIVO E MOVO EM TI . AGRADEÇO-TE, PORQUE VIVO EM TUA VIDA, VERDADE, SAÚDE, PROSPERIDADE, PAZ, SABEDORIA, ALEGRIA E AMOR. AGRADEÇO-TE, PORQUE ESTOU EM HARMONIA, AMOR, VERDADE E JUSTIÇA, COM TODOS OS SERES.
AMÉM!
 
 
 
 

PARA SEDUZIR SEU AMOR

 

♥ PARA SEDUZIR SEU AMOR, APÓS SEU BANHO VISTA UMA ROUPA INTIMA NA COR VERMELHA. FIQUE EM FRENTE A 1 ESPELHO E DIGA:
♠ AOS OLHOS DO MEU AMOR, EU ESTAREI IRRESISTÍVEL. AOS OLHOS DO MEU AMOR, EU ESTAREI SENSUAL. AOS OLHOS DO MEU AMOR, TUDO SERÁ POSSÍVEL. PORQUE AOS OLHOS DO MEU AMOR, EU SOU E SEREI ESPECIAL. SAIA PARA SEU ENCONTRO, COM A CERTEZA DE QUE FARÁ SUCESSO. FAÇA SEMPRE ESSE RITUAL, QUANDO FOR SE ENCONTRAR COM SEUA AMOR COMPRE ROUPAS ÍNTIMAS BEM SENSUAIS, TAMBÉM EM ROSA, AZUL E PRETO.
 
 
 

PARA SEAPAIXONAR NOVAMENTE

 

♥ PARA SE APAIXONAR NOVAMENTE, SEPARE 2 PÁPEIS E EM UM DELES ESCREVA TODOS OS DEFEITOS QUE NÃO GOSTARIA DE ENCONTRAR EM UM NOVO AMOR E NO OUTRO RELATE, AS FALHAS QUE COMETEU NOS ÚLTIMOS RELACIONAMENTOS E SEUS PRINCIPAIS DEFEITOS. QUEIME ESSES PAPÉIS E JOGUE AS CINZAS AO VENTO. EM SEGUIDA, SEPARE MAIS 2 PAPÉIS E, EM UM DELES, DESCREVA TODAS AS VIRTUDES QUE PROCURA EM UM(A) COMPANHEIRO(A) E NO OUTRO, FAÇA UMA RELAÇÃO DO QUE CONSIDERA SUAS QUALIDADES. DOBRE E COLOQUE EM SEU ALTAR. TODA 6º FEIRA LEIA O QUE ESCREVEU NOS 2 PAPÉIS E PEÇA À HECATE E BRUXINHA MORGANA QUE ABRA SEU CORAÇÃO E APROXIME DE VOCÊ, AGUÉML ESPECIAL.
 
 

SIGNIFICADO DAS ESSENCIAS

 

 

♦Alecrim – Anti-depressivo e anti-reumático; combate ansiedade, fadiga mental, estafa, ressacas; purifica o astral do corpo; aguça a memória; fortificante e refrescante.

 

♦Alfazema – Calmante, estimulante para o cérebro; levanta o astral e proporciona o relaxamento. Favorece a fertilidade e faz brotar as vocações interiores.

 

♦Camomila – Anti-depressivo e calmante. Combate alergias, enxaqueca, histeria, insônia, melancolia e nervosismo.

 

♦Canela – Anti-séptico, estimulante cardíaco, pulmonar e sexual. Combate espasmos, gripe e impotência. Proporciona jovialidade, simpatia e espírito alegre dando segurança, paciência e determinação.

 

♦Citronela – Possui ação repelente para mosquitos

 

♦Cravo – Analgésico e anti-séptico. Estimula o sono, apetite, memória e sistema respiratório. Facilita a digestão; proporciona vida e saúde à todos os seres; dá vigor físico e coragem, combatendo a exaustão

 

♦Erva Doce – Contra câimbras, cólicas, gases, impotência. Essência da longevidade.

 

♦Flor de Laranjeira – Favorece amor, atração, beleza e humor. Combate ansiedade, insônia e nervosismo. Tem ação ultra relaxante.

 

♦Jasmim – Afeta a depressão; afrodisíaco; calmante emocional. Nos leva a mundos da fantasia, sensualidade e rituais do amor. Concede bons negócios.

 

♦Lavanda – Estimulante do cérebro, ajudando na concentração; anti-depressivo; diminui a energia quando há agitação, hiperexcitação ou esgotamento. Contra insônia; refrescante e relaxante. Combate a tristeza e dá alegria

 

♦Limão – Desintoxicante; estimula o sistema nervoso central; purificante e refrescante.

 

♦Maçã Verde – Alegria; abre o apetite; facilita a digestão; fortalece o coração; sedativo.

 

♦Morango – Simpatia; amor. Abre o apetite, fortalece os nervos e facilita a digestão.

 

♦Pêssego – Afasta a tristeza. Calmante geral. Utilizada para abrir o apetite.

 

♦Rosa – Anti-depressivo. Fonte de beleza, tendo o poder de unir amor físico e espiritual. Acalma a discórdia doméstica. Refrescante; sedativo. Atua na impotência psicológica.

 

♦Sândalo – Afrodisíaco; indicado para auto-controle, meditação e trabalhos psíquicos; relaxante; sedativo; atua na impotência psicológica, dotando a pessoa de intuição e otimismo.

 

♦Verbena – Calmante; relaxante; estimula a digestão; melhora a concentração. Usada em rituais de concentração.
 
 
 
 

LINHAÇA

♠ EXISTEM 2 TIPOS DE LINHAÇA: A DOURADA E A MARROM

 

♦ A DOURADA É CULTIVADA EM PAISES FRIOS COMO O CANADÁ E NORTE DOS ESTADOS UNIDOS.

 

♦ A MARROM É CULTIVADA EM PAÍSES DE CLIMA QUENTE E ÚMIDO COMO O BRASIL

 

 

 

• COMPOSIÇÃO DA LINHAÇA: FIBRAS – GORDURAS INSATURADAS (OMEGA 3 E 6) – FITOESTROGENOS – (LIGNANAS) – PROTEINA – VITAMINAS (A, E, B1 E B6) – POTÁSSIO – MAGNÉSIO – FÓSFORO – CALCIO – FERRO – COBRE – ZINCO – MANGANÊS E SELÊNIO

 

É UM ALIMENTO FUNCIONAL ALÉM DE SEUS NUTRIENTES BASICAMENTE (CARBOIDRATOS, PROTEÍNAS GORDURAS E FIBRAS)

 

POSSUI ELEMENTOS QUE REDUZEM O RITMO DO ENVELHECIMENTO CELULAR, FORTALECE O SISTEMA IMUNOLOGICO E DIMINUI O RISCO DE ALGUMAS DOENÇAS.

 

FONTE DE ÔMEGA 3 E 6, POSSUI PROPRIEDADES ANTI – INFLAMATÓRIAS, ANTIOXIDANTE. ATUA NO COMBATE A AÇÃO DOS RADICAIS LIVRES. AUXILIA NA REDUÇÃO DAS TAXAS DE COLESTEROL RUIM. AUXILI NA PRESSÃO ARTERIAL, IMPEDE A FORMAÇÃO DE PLACAS DE ATEROM, PREVININDO CONTRA DOENÇAS CARDIOVASCULARES. USADA NO TRATAMENTO DE DESORDENS COMO ARTRITE REUMATÓIDE, PSIORÍASE, ESCLEROSE MULTIPLA E LUPUS.

 

RICA EM FIBRA SOLÚVEIS E INSOLÚVEIS, AJUDA NA DIGESTÃO E BOM FUNCIONAMENTO DOS INTESTINOS. ATUAM NA PREVENÇÃO DO CONTROLE DA DIABETES. SÃO COAJUVANTES NO EMAGRECIMENTO

 

POSSUI UM FLAVANÓIDE CHAMADO LIGNANA QUE APRESENTA ESTRUTURA QUÍMICA SIMILAR AO ESTROGENIO, DESEMPENHANDO IMPORTANTE PAPEL NO EQUILÍBRIO HORMONAL, ALIVIANDO OS SINTOMAS DA MENOPAUSA E AINDA ATUA NA PREVENÇÃO DO CANCER.

 

AUXILIA NO TRATAMENTO, DA DEPRESSÃO. MELHORA AS FUNÇÕES MENTAIS DOS IDOSOS E DE PESSOAS COM PROBLEMAS DE CONDUTA (ESQUIZOFRENIA)

 

AUXILIA NA DIMINUIÇÃO DE LÍQUIDOS. SEU CONSUMO REGULAR AUXILIA OS RINS A EXCRETAR ÁGUA E SÓDIO.

 

INDICADA PARA PELES SECAS, MANCHAS, ACNES, PSORÍASE E ECZEMAS. É UTIL NO TRATAMENTO DE CASPA E É EXCELENTE PARA COMBATER A CALVICE

 

SEU ÓLEO ATUA COMO AUXILIAR NO TRATAMENTO DE RESSECAMENTO REGULAR.

 

AS SEMENTES PODEM SER ACRESCENTADAS EM FRUTAS, EM IORGUTES, SALADAS, SUCOS, VITAMINAS, SOPAS E INCLUIDA EM PREPARO DE BOLOS, TORTAS E MASSAS DE PÃES.

 

TAMBÉM PODE SUBSTITUIR O OLEO OU GORDURA UTILIZADA EM UMA RECEITA (1/3 XÍCARA DE ÓLEO E EQUIVALENTE A 1 COLHER DE SOPA) DE SEMENTE DE LINHAÇA MOIDA (EM PÓ)

 

TRÊS COLHERES DE SOPA DE LINHAÇA EM PÓ, FAZ O MESMO EFEITO DE 1 OVO PARA DAR LIGA OU CONSISTÊNCIA.

 

A SEMENTE INTEIRA POSSUI UMA CASCA DURA E É MAIS DIFICIL DE DIGERIR.

 

OS BENIFICIOS DA LINHAÇA SE POTENCIALIZAM QUANDO A SEMENTE É MOIDA OU TRITURADA

 

PASSE A LINHAÇA NO LIQUIDIFICADOR NA TECLA PULSAR PARA QUE NÃO VIRE UM PÓ. GUARDE NO REFRIGERADOR, FORA DA LUZ

 

 

 

RECEITAS COM LINHAÇA

 

 

 

♦ SUCO DESINTOXICANTE: 1 COPO DE SUCO DE LARANJA. 1 FOLHA DE COUVE. 1 COLHER DE SOPA DE SEMENTE DE LINHAÇA. 1/2 MAÇA. RASPA DE LIMÃO. BATA NO LIQUIDIFICADOR. COE DE QUIZER

 

 

 

♦ MOLHO PARA SALADA VERDE: 1 COLHER DE SOPA DE LINHAÇA. 1 DENTE DE ALHO AMASSADO. SUCO DE 1 LIMÃO. 1 TOMATE. 1/2 XICARA DE AGUA. SAL MARINHO À GOSTO (LJ NATURAL). BATA NO LIQUIDIFICADOR E USE COMO TEMERO DE SALADA.
 
 

PARA ESQUENTAR SUA RELAÇÃO

 

♥ PARA SUA RELAÇÃO FICAR MAIS QUENTE COM SEU AMOR, QUANDO FOR ENCONTRAR COM ELE, FERVA 1 LITRO DE AGUA COM 1 PUNHADO DE ERVA-DOCE E 10 PÉTALAS DE ROSAS VERMELHAS. ADCIONE GOTAS DE ESSÊNCIA DE ROSA. AGUADE 15 MINUTOS A AGUA AMORNAR. DEPOIS DE SEU BANHO NORMAL, DESPEJE A PORÇÃO SOBRE SEU CORPO DE PESCOÇO AOS PÉS, MENTALIZANDO OS PRAZERES DE UMA NOITE DE AMOR. O BAGAÇO DO BANHO DEIXE EM LUGAR DE MATO LIMPO, DEBAIXO DE UMA ARVORE FRONDOSA.
 
 

PARA ACALMAR O PAI

 

♦ PARA DEIXAR O PAI MAIS CALMO, EMBRULHE NUM LENÇO DELE, PÉTALAS DE 1 ROSA BRANCA SEM ELE VER, COLOQUE O LENÇO COM AS PÉTALAS DEBAIXO DO COLCHÃO QUE ELE DORME COM SUA MÃE, NO LADO QUE ELE DEITA E DEIXE POR 7 DIAS. APÓS 7 DIAS, TIRE O LENÇO DEBAIXO DO COLCHÃO, RETIRE AS PÉTALAS DA ROSA, COLOQUE EM 1/2 LITRO DE AGUA, JUNTE 13 FOLHAS DE HORTELÃ, 13 GOTAS DE PERFUME LAVANDA. PONHA PARA FERVER. APÓS FERVER APAGUE O FOGO E DEIXE AMORNAR. COE APÓS A LIMPEZA PASSE ESSA AGUA DE CHEIRO COM UM PANO DE CHÃO EMBEBIDO NELA. NO CHÃO DO QUARTO DE SEU PAI. FAÇA ESSE RITUAL DE 15 EM 15 DIAS. AS PÉTALAS DA ROSA E AS FOLHAS DE HOTELÃ DEIXE EM MATO LIMPO.
 
 

PARA FELICIDADE DA MÃE

 

♥ HOJE, ACENDA 1 VELA DE 7 DIAS BRANCA OU AZUL-CLARA (OU COMUM) À SANTA SARA (PADROEIRA DOS CIGANOS) DIZENDO: SANTA SARA, QUE A SENHORA ALEGRE E PROTEJA A SENHORA DA MINHA VIDA, MINHA MÃE. RETIRE AS PÉTALAS DE 1 ROSA BRANCA E COLOQUE NO PIRES EM VOLTA DA VELA, AFASTADO DELA, PARA NÃO QUEIMÁ-LAS. QUANDO A VELA APAGAR EMBRULHE AS PÉTALAS DA ROSA EM PAPEL BRANCO E DEIXE DEBAIXO DO COLCHÃO DE SUA MÃE, DO LADO QUE ELA DORME, NA ALTURA ONDE ELA COLOCA O TRAVESSEIRO. DEIXE POR 21 DIAS E APÓS PONHA DEBAIXO DE 1 ARVORE FRONDOSA EM LUGAR DE MATO LIMPO.
 
 

PARA FICAR MAIS SENSUAL

 

♥ PARA FICAR MAIS SENSUAL, COLOQUE 2 LITROS DE AGUA PARA FERVER COM 3 FLORES DA DAMA DA NOITE, 1 PUNHADO DA ERVA MELISSA, 1 COLHER (SOPA) DE AÇUCAR E 1 COLHER (SOPA DE BAUNILHA LIQUIDA (A DE DOCES). DEPOIS DE 10 MINUTOS, DESLIGUE O FOGO. ESPERE AMORNAR, COE E DESPEJE APÓS SEU BANHO NORMAL, ESSA AGUA MORNA DO PESCOÇO PARA BAIXO, PEDINDO A BRUXA MORGANA QUE A SENSUALIDADE QUE EXISTE DENTRO DE VOCÊ SE LIBERTE E VENHA A FLORA, FAZENDO TODOS OS HOMENS, SENTIREM ISSO. ESPERE O BANHO SECAR NATURALMENTE.
♦ FAÇA ESSE BANHO TODA 6º FEIRA. VISTA ROUPAS SENSUAIS E BONITAS, NA COR VERMELHA, ROSA OU PRETA, DEIXE O BANHO DEBAIXO DE UMA ARVORE FRONDOSA, NUM PAPEL BRANCO, QUE TENHA MATO LIMPO.
 
 
 

ORAÇÃO DA GRANDE LUZ

 

♥ ESTA ORAÇÃO É HUMANIDADE, QUE TANTO ESTÁ PRECISANDO DE SOCORRO MATERIAL E ESPIRITUAL.
 
♦ EU TE ROGO, Ó GRANDE LUZ QUE IRRADIA EM TODA PARTE, DONA E CONSTRUTORA DE TUDO QUE EXISTE EM TODOS OS MUNDOS. NESTE MOMENTO TE IMPLORO A PAZ E HARMONIA, PELA GRANDE FAMÍLIA HUMANA, PRINCIPALMENTE A NOSSA PÁTRIA. QUE TUDO SEJA HARMONIOSO, COMO HARMONIOSO SÃO OS TEUS FEITOS, QUE É ESTA NATUREZA INFINITA, INDEFINIDA PELOS HOMENS.
DAI-NOS A TUA PAZ OU MESMO SUAVISAR PARA QUE NÃO SEJA LAVADO ESTA TERRA COM SANGUE DE MEUS IRMÃOS. BASTA O SANGUE DE TEU INOCENTE FILHO JESUS QUE DERRAMOU PARA NOS ENSINAR A TE AMAR. LOUVADO SEJA O TEU GRANDE REINO! LOUVADA A TUA SABEDORIA!! LOUVADO SEJA O TEU SANTO NOME
AMÉM!
 
 
 
 
 
 

PARA TIRAR QUEBRANTO

 

♦ PARA TIRAR QUEBRANTO DO SEU FILHO(A), LAVE AS MÃO PASSE UM PERFUME DE SUA PREFERENCIA PELO SEU CORPO. EM SEGUIDA ESFREGUE 3 GOTAS DE AZEITE DE OLIVA EM SUAS MÃOS, COLOQUE A MÃO DIREITA SOBRE O CORAÇÃO DA CRIANÇA E DIGA:
♥ NOSSO SENHO JESUS CRISTO, AJUDEME ONDE PONHO A MÃO, CRISTO, VIVE, REINA E IMPERA POR TODOS OS SÉCULOS DOS SÉCULOS. AMÉM. PELO PODER DIVINO QUE TEM NOSSO SENHOR JESUS CRISTO CRISTO ESTE QUEBRANTO, VAI SAIR PELOS LADOS, PELAS COSTAS, POR CIMA, POR TRÁS E PELA FRENTE. PELA FÉ EM NOSSO SENHOR, ASSIM SE FARÁ, SAINDO PELA FRENTE, POR CIMA, POR TRÁS, POR BAIXO. AMÉM!
♠ LAVE APÓS SUAS MÃOS. {FAÇA ESTA ORAÇÃO SEMPRE COM O MESMO RITUAL}
 
 

PARA SE SEMPRE BEM RECEBIDA

 

♥ PARA ENTRAR EM QUALQUER LUGAR E SER ATENDIDA(O) NO QUE PEDIR, ENTRE COM O PÉ DIREITO. AO AVISTAR A CASA QUE VAI ENCONTRAR A PESSOA, A QUEM FARÁ O PEDIDO, REZE:
 
♠ DEUS VOS SALVE ESTA CASA E TODOS QUE AÍ ESTÃO. QUE EU SEJA SEMPRE ATENDIDA(O), COMO CRISTO A SANSÃO. PARA QUE TUDO QUE EU PEDIR, ALCANÇAR E OBTER. E NINGUÉM TER FORÇA PARA ME DIZER: NÃO! JESUS É POR MIM, NADA SERÁ CONTRA MIM! JESUS É POR MIM, NADA SERÁ CONTRA MIM! JESUS É POR MIM, NADA SERÁ CONTRA MIM!
 
♦ REZE BATENDO NO PEITO COM A MÃO DIREITA FECHADA. AO TÉRMINO ENTRE NA CASA, LOJA ETC…, COM O PÉ DIREITO.
 
 
 

RITUAL CELTA DA BELEZA

 

♦ OS CELTAS ERAM UM POVO QUE VIVIA NA EUROPA, MAIS ESPECIFICAMENTE NA IRLANDA E ESCÓCIA. PARA ELES, A NATUREZA ERA DIVINA E POSSUIA, PODERES ESPECIAIS. ELES LOUVAVAM EM ESPECIAL, AS ARVORES, POIS ACREDITAVAM QUE ERAM UMA PONTE MÍSTICA, ENTRE O MUNDO DOS DEUSES E O DOS HOMENS. POR ISSO, O RITUAL CELTA DA BELEZA É TÃO CONHECIDO:
♥ NUMA 6º FEIRA DE LUA CHEIA CRESCENTE OU NOVA, LEVANTE-SE LOGO QUE SURGIREM OS PRIMEIROS RAIOS DE SOL E PASSE NO SEU ROSTO O ORVALHO DE UMA ARVORE QUE VOCÊ SINTA QUE TEM BOAS ENERGIAS. PARA SABER ISSO, FIQUE PERTO DA PLANTA POR ALGUNS INSTANTES E PERCEBA SE ELA LHE TRANMITE SENSAÇÕES POSITIVAS.
 
 

AYURVEDA

 

Ayurveda é o nome dado à ciência médica desenvolvida na Índia há mais de 5 mil anos, sendo o mais antigo sistema médico holístico da humanidade. Os seus princípios foram a base para o posterior desenvolvimento da medicina chinesa, árabe, romana e grega. Ayurveda significa em sânscrito Ayur (Vida) + Veda (Conhecimento), devendo ser entendida como a Ciência da Vida. Além de promover uma alimentação adequada, recomendar o uso de plantas medicinais, rotinas diárias, meditação, yoga e outras técnicas, a Ayurveda reconhece a massagem com óleos específicos como uma das suas principais terapias que actua a nível do diagnóstico, prevenção, tratamento e manutenção.
 
 

GREGÓRIO O MAGO

 

♦ GREGÓRIO ERA UM MAGO PODEROSO. POSSUÍA DOMÍNIO PRÓPRIO E FRIEZA O QUE LHE ASSEGURAVA A OBEDIÊNCIA DOS CHAMADOS ELEMENTAIS E FASCÍNIO DOS HUMANOS, CAMINHAVA EM SEUS SONHOS CONSCIENTE E JÁ DESPERTAVA MUITOS DONS INERTE INERENTES À NATUREZA HUMANA. E ASSIM FALAVA:
COM MINHA MENTE ROMPIREI AS BARREIRAS DO ESPÍRITO E CONSTRUIREI MEUS ALICERCES, MAS SINTO QUE PRECISO DESENVOLVER ALGO MAIS.
E ASSIM PASSAVAM OS DIAS E NOITES. MAS COMO NADA DESSE MUNDO PASSA DESPERCEBIDO PELAS ESFERAS SUPERIORES, ALGO ACONTECEU COM GREGÓRIO. AS DORMIR, O MAGO SENTIU UMA PRESENÇA QUE NÃO SOUBE IDENTIFICAR, ATÉ QUE CONSCIENTE, COMO ERA NAS REGIÕES ASTRAL, PERCEBEU QUE HAVIA UM HOMEM COM UM MANTO AZUL CELESTE E CAPUZ AMARELO SE APROXIMANDO. E O HOMEM LOGO FALOU:
GREGÓRIO, ESTIVE OBSERVANDO-O E VENHO FAZER-LHE UM CONVITE.
QUE CONVITE? QUEM É VOCÊ? RESPONDEU O MAGO. PELA PRIMEIRA VEZ EM SUA VIDA GREGÓRIO PARECIA PERTUBADO, NUNCA HAVIA SENTIDO TAL VIBRAÇÃO EM UM SER.
EU SOU UM MESTRE E PERCEBO EM VOCÊ UM GRANDE POTENCIAL. DEVE SE TORNAR TAMBÉM UM MESTRE, MAS PARA ISSO, DEVE AINDA DESENVOLVER ALGUNS ATRIBUTOS QUE LHE PROPORCIONARÃO A POSSIBILIDADE DE INGRESSAR NESTE CAMINHO SEM SE CORROMPER. SE DESEJAR SEGUIRÁ COMIGO. VOLTAREI DENTRO DE TRÊS PRIMAVERAS. PREPARE-SE POIS DEVERÁ ME RECONHECER NO MOMENTO PROPRICIO.
GREGÓRIO ACEITA E IMEDIATAMENTE COMEÇA A BUSCA PELO SEU APERFEIÇOAMENTO. PASSA HORAS ESTUDANDO. CONSEGUE DESVENDAR DIVERSOS VÉUS OCULTOS AO HOMEM MUNDANO.
CERTO DIA, ELE HOUVE MUITO BARULHO, VINDO DA CASA VISINHA, QUE ATÉ ENTÃO ESTAVA VAZIA. LOGO DESCOBRE QUE UM NOVO MORADOR ESTÁ CHEGANDO. ERA UM INDIGENA, BAIXO, GORDO, NATURALMENTE ALGUEM DESPREZÍVEL. O NOVO VIZINHO CUMPRIMENTA O MAGO E ESTE DÁ DE OMBRO PARA ELE.
O ÍNDIO, NA REALIDADE, ERA UM ESPECIALISTA EM ERVAS E MEDICINA NATURAL. LOGO PASSA A ATENDER OS NECESSITADOS EM SEU LAR. TAL FATO IRRITA GREGÓRIO, QUE ACHA ESTÁ SENDO ATRAPALHADO PELO VIZINHO. ELE NÃO SE CONTEM E SE EXPRESSA DA SEGUINTE FORMA:
CHARLATÃO, ENGANA ESSES INFELIZES, IGNORANTES! BEM FAZEM POR MERECER SEREM EXPLORADOS; SÃO TOLOS, NUNCA IRÃO SOBREPUJAR SEUS CARMAS, PASSARÃO A VIDA NECESSITANDO DE UMA TÁBUA DE SALVAÇÃO, SERÃO VÍTIMAS ETERNAS DA PRÓPRIA INCONSCIÊNCIA, ENRIQUECENDO ESSE EXPLORADOR.
O POBRE HOMEME HOUVE A TUDO CALADO, ESBOÇANDO APENAS UM SORRISO, POIS NUNCA COBROU NADA DE NINGUÉM, APENAS DESEJANDO AJUDAR O PRÓXIMO.
LOGO PARTIREI COM O MESTRE E NÃO MAIS VEREI ESSES IGNORANTES.
E ASSIM PASSA O TEMPO. GREGÓRIO, SEM SE PREOCUPAR COM NADA MAIS, PENSA NOS SEUS DONS IGNORANDO COMPLETAMENTE SEUS SEMELHANTES. ASSIM ERA GREGÓRIO, DURO E INFLEXÍVEL NOS SENTIMENTOS: CADA UM QUE CUIDE DE SI.
FINALMENTE CHEGA O DIA ESPERADO. O MAGO SE PREPARA PARA PARTIR E LOGO TEM UMA VISÃO DO MESTRE, QUE O ORIENTA.
VÁ PARA MONTANHA, POIS LÁ RECEBERÁ O RESULTADO DE SUA PROVA. GREGÓRIO PARTE PARA O LOCAL E LÁ ENCONTRA O SEU ORIENTADOR QUE LHE FALA:
HOMEME, VOCÊ TEVE A MAIO DAS OPORTUNIDADES QUE UM SER HUMANO PODE TER. DESENVOLVEU A MENTE E DOMINOU SEGREDOS DA NATUREZA. PORÉM, ISTO NÃO O HABILITOU PARA A ESCOLA DO MESTRADO. IGNOROU O SEU CORAÇÃO E DO SEU PRÓXIMO. NÃO POSSUI A CARIDADE QUE SALVA O HOMEM DA FRIEZA DA MENTE E PERMITE QUE EVOLUA. SE EU LEVAR, CORRERÁ SERIO RISCO DE CAIR NAS MALHAS DAS ARTES NEGRAS, CORROMPENDO-SE AINDA MAIS. SE O DEIXAR NESTE ESTÁGIO, PERMANECERÁ SEGUINDO ERRADAMENTE NO MUNDO, SEMEANDO A SEMENTE DO ÁRIDO, QUE TANTO MAL FAZ À HUMANIDADE. VEJA-ME, MEU FILHO!
FALANDO ISSO O MESTRE TIRA O CAPUZ, REVELANDO-SE AO DISCÍPOLO. PASMO, GREGÓRIO VÊ O VELHO INDÍGENA QUE TANTAS VEZES OFENDEU. ELE ENTÃO DEIXA ESSE PLANO.
 
 

PROSPERIDADE EM SEU COMERCIO

 

 

 

♦ QUANDO NOTAR QUE SUA LOJA, BARRAQUINHA ETC… ESTÁ PRECISANDO DE UMA FORCINHA POIS OS CLIENTES ANDAM SUMIDOS, ESCREVA O SEU DESEJO EM UM PAPEL VERDE, PEDINDO AOS CIGANOS DE LUZ SUA AJUDA. GUARDE ESSE PAPEL JUNTO COM 1 TREVO DE 4 FOLHAS (LOJAS ESOTÉRICAS) DENTRO DE 1 ENVELOPE TAMBÉM VERDE. LEVE PARA SEU TRABALHO. DURANTE 15 DIAS PEGUE O ENVELOPE, TODOS OS DIAS ANTES DE ABRIR O COMERCIO E PASSE-O BEM ENTRE SUAS MÃOS, ENQUANTO FAZ SEUS PEDIDOS AOS CIGANOS. DEPOIS DESSE PERIODO, CARREGUE SEMPRE ESTE ENVELOPE EM SUA BOLSA, OU CARTEIRA.

 

♠ FAÇA QUALQUER DIA, HORÁRIO OU LUA.
 
 
 

PARA TER PROPERIDADE

 

♦ PARA NÃO FALTAR DINHEITO PARA VOCÊ PEGUE 1 MOEDA DE 25 CENTAVOS DOURADA, UM PEDAÇO DE PANO VERMELHO E DE 1 FITA FININHA BEM AMRELA. NUMA MANHÃ DE SOL DE LUA CRESCENTEOU CHEIA, EMBRULHE A MOEDA NO PANO VERMELHO E AMARRE COM A FITA AMARELA. VÁ A UM LUGAR AONDE POSSA FICAR AO SOL E ONDE NINGÉM POSSA VÊ-LA. ERGA O PACOTINHO COM A MOEDA NA MÃO DIREITA, EM DIREÇÃO AO SOL E DIGA: MEU TALISMÃ, PODEROSO QUE RECEBE ENERGIA QUE VEM DO SOL E QUE ME TRARÁ, POR TODA VIDA, MUITO DINHEIRO EM NEGÓCIOS E EM JOGOS. MATENHA SEMPRE O TALISMÃ EM SUA BOLSA.
 
♠ FAÇA NUMA 6º FEIRA.
 
 

DICAS PARA LEMBRA SEUS SONHOS

 

♦ ANTES DE DEITAR, FAÇA UMA ANÁLISE DE TUDO QUE ACONTECEU DURANTE O SEU DIA. EVITE PENSAR EM PROBLEMAS E ACONTECIMENTOS RUINS. MENTALIZE SOMENTE COISAS BOAS
♦ DEIXE SEMPRE LAPÍS E PAPEL AO LADO DE SUA CAMA
♦ ANOTE TODOS OS ELEMENTOS DE QUE SE LEMBRAR AO ACORDAR, MESMO QUE DESPERTE DURANTE A NOITE
♦ DIFICILMENTE AS PESSOAS SONHAM COM NÚMEROS PRONTOS PARA APOSTAR. GERALMENTE ELES APARECEM EM NÚMEROS DE CASAS, DE TELEFONE E PREÇOS DE PRODUTOS. MARQUE ESSES NÚMEROS E FAÇA SUAS APOSTAS A PARTIR DELES
♦ DE ACORDO COM A SUPERTIÇÃO POPULAR, AO ACORDAR, NÃO PASSE AS MÃOS NA CABEÇA, POIS ISSO FAZ VOCÊ SE ESQUECER DOS SEUS SONHOS.
 
 
 

PARA FAZER BONS NEGÓCIOS

 

 
♦ PARA CONSEGUIR BONS NEGÓCIOS, COMPRE 1 IMÃ PEQUENO. BANHE O IMÃ EM ESSÊNCIA DE BERGAMOTA DIZENDO: POVO DO OURO, NESTE IMÃ, QUE IRÁ ATRAIR SEMPRE ÓTIMOS NEGÓCIOS PARA MIM, E QUE IRÁ REPELIR QUALQUER MAL, EU PONHO FÉ: FEITO ISSO, COLOQUE O IMÃ EM SUA BOLSA OU CARTEIRA. (ESSE IMÃ DEVERÁ ACOMPANHÁ-LA POR TODA VIDA). FAÇA NUM SABADO, ANTES DAS 18 HORAS. MENOS NA LUA MINGUANTE.

 

 

A PSICOLOGIA E A ESPÍRITUALIDADE

 

♦ A INTEGRAÇÃO PSICOLÓGICA E A REALIZAÇÃO ESPÍRITUAL NÃO SÃO PROCESSOS SEPARADOS. SEM A ESPIRITUALIDADE, A PSICOLOGIA NÃO NOS LIBERTA, NEM NOS CONDUZ ÀS MAIS PROFUNDAS VERDADES QUE EXISTEM SOBRE NÓS. SEM A PSICOLOGIA, A ESPIRITUALIDADE PODE REPRESENTAR UMA ILUSÃO E UMA TENTATIVA DE FUGA DA REALIDADE. ESTE TEXTO FOI EXTRÍDO DO LIVRO (A SABEDORIA DO ENEAGRAMA DE DON RICHARD RISO E RUSS HUDSON).
QUANTOS EM MOMENTOS DE DIFICULDADE, NÃO BUSCAM A RELIGIÃO E A DEUS COMO UMA SAÍDA DE EMERGÊNCIA DE UMA REALIDADE INCENDIADA, PROBLEMÁTICA E CONTURBADA? ACHAM QUE A IGREJA (INSTITUIÇÃO RELIGIOSA) É UM ESCONDERIJO, UM LUGAR SEGURO ONDE OS PROBLEMAS QUE OS ABORRECEM, QUE NÃO DESEJAM OU QUE NÃO SABEM COMO RESOLVÊ-LOS, JAMAIS OS ALCANÇARÃO.
MUITOS, QUANDO ESTÃO NUMA INSTITUIÇÃO RELIGIOSA, FALAM DE ANJOS, ARCANJOS, DO MUNDO ESPÍRITUAL E DE TODA BELEZA. MAS ABORDAM ESSES ASSUNTOS SOMENTE NUM PRIMEIRO INSTANTE, NÃO LANÇAM UM OLHAR PARA DENTRO DE SI, PARA FAZER CONTATO COM O EU SUPERIOR. BUSCAM AS RESPOSTAS FORA, NO EXTERIOR, NOS LIVROS DE ESÍRITUALIDADE.
♠ E POR QUE FAZEM ISSO?
PORQUE PARA TODOS NÓS, É MUITO MAIS AGRADÁVEL ENTRAR EM CONTATO COM A BELEZA DOS LIVROS E DO CONHECIMENTO MÍSTICO E TRANCENDENTE, DO QUE DEPARAR COM TODAS AS NOSSAS CARÊNCIAS, MAZELAS E SENTIMENTOS DE MEDO E ABANDONO. NOSSA SENSAÇÕES DE SERMO MAL-AMADOS E MAL-ENTENDIDOS. NÃO É AGRADAVEL ENTRAR EM CONTATO COM SITUAÇÕES DESAGRADÁVEIS, MUITAS CRIADAS POR NÓS MESMOS.
AO INVÉS DE DEPARARMO-NOS COM TODOS OS NOSSOS TRAUMAS DE INFÂNCIA, PROBLEMAS FAMILIARES, PROFISSIONAIS E PESSOAIS, E RESOLVÊ-LOS VAMOS A DEUS. RELIGIÃO NÃO É BENGALA. NÃO ADIANTA FUGIR DA REALIDADE. TEMOS QUE ENTRAR EM CONTATO COM NÓS MESMOS
 

 

 

AS CORES E VOCÊ

 

 

 

♦ AZUL – EM TODAS AS TONALIDADES MAIS CLARAS, REPRESENTA PAZ, AFETO E TRANQUILIDADE, TRAZENDO CALMA E CONFORTO PARA AS PESSOAS. SEU USO É RECOMENDADE, PARA ALIVIAR DORES E INFLAMAÇÕES. MAS, UTILIZÁ-LA CONTANTEMENTE PODE CAUSAR CANSAÇO E INDIGESTÃO. UMA LUZ OU CORTINA AZUL NO QUARTO, ACALMA CRIANÇAS AGITADAS E FACILITA OS SONHOS, AFASTANDO OS PESADELOS. JÁ O AZUL-ESCURO, AUMENTA A COMPREENSÃO, PORQUE ATIVA SEU LADO RACIONAL E AINDA ESTIMULA O RELAXAMENTO. DEVE SER EVITADO POR PESSOAS MUITO RACIONAIS E TAMBÉM PODE CAUSAR ISOLAMENTO E INIBIÇÃO. ACENDER UMA VELA DESSA COR AJUADA A ENCONTRAR UMA SOLUÇÃO PARA ALGUM PROBLEMA. ROUPAS AZUIS SÃO INDICADAS POR QUEM BUSCA ESTABILIDADE EMOCIONAL.

 

 

 

♦ BRANCO – COMO É A SOMA DE TODAS AS CORES, ESTÁ RELACIONADO A INTEGRAÇÃO, À PAZ E Á PERFEIÇÃO. ESTA É A COR DA PUREZA, POR ISSO, QUEM USA ROUPA BRANCA É VISTO COMO SINCERO. NOS AMBIENTE ILUMINA O LOCAL, POIS REFLETE AS OUTRAS CORES. EM ALGUNS CASOS, AS PESSOAS QUE USAM O BRANCO TÊM DIFICULDADE DE DEMONTRAR AFETO.

 

 

 

♦ PRETO – COMO REPRESENTA A AUSÊNCIA DE CORES, INDICA A ATRAÇÃO E O MAGNETISMO SOBRE TUDO QUE ESTÁ AO SEU REDOR, PESSOAS AUTORITÁRIAS E QUE TEM MEDO DE SER MAGOADAS PREFEREM O PRETO. TAMBÉM PODE REPRESENTAR CERTA DIFICULDADE DE EXPRESSAR O QUE SENTE. ROUPAS PRETAS SÃO RECOMENDADAS PARA QUEM NÃO QUER CHAMAR A ATENÇÃO. NÃO É BOM USÁ-LAO EM LUGARES COM ENERGIA CARREGADA, JÁ QUE PODE PUXAR ESSA VIBRAÇÃO NEGATIVA PARA VOCÊ

 

 

 

♦ ROSA – ESSA TONALIDADE TRANSMITE UMA SENSAÇÃO DE CALMA E BOM SENTIMENTOS E AJUDA NA SUPERAÇÃO DE OBSTÁCULOS, PORQUE ESTIMULA A CORAGEM E A RENOVAÇÃO. É A COR DO AMOR, POR ISSO, NO QUARTO DO CASAL, INCENTIVA O ROMANTISMO. ULTILIZAR LUZES DESSA COR NOS AMBIENTES EM QUE VOCÊ COSTUMA FICAR TEMPO SOZINHA, ESTIMULA EMOÇÕES POSITIVAS, COMO A AUTO-ESTIMA E O PERDÃO A QUEM LHE FEZ ALGO RUIM. PESSOAS AMOROSAS, GERALMENTE ABUSAM DE ROUPAS ROSAS. NO ENTANTO, ELA PODE TRAZER FRAGILIDADE PROVOCANDO A TRISTEZA. POR ISTO USE-A COM BOM SENSO.

 

 

 

♦ VERDE – DEVE SER USADO SEM MEDO, PORQUE É UMA COR QUE TRABALHA O EQUILÍBRIO, A SEGURANÇA E REPRESENTA A PROSPERIDADE. É A ENERGIA DA JUVENTUDE, INDICANDO QUE AS PESSOAS VIVEM BEM EM COMUNIDADE E MANTÉM VIVA A ESPERANÇA DA VIDA NOVA. O USO DESSA COR É FAVORAVEL EM PERIODOS DE PROBLEMAS EMOCIONAIS E DOENÇAS. SE ESTIVER PROCURANDO UM EMPREGO, O VERDE TAMBÉM É RECOMENDADO PORQUE ATRAI OPORTUNIDADES E ESTABILIDADE. LÂMPADAS DESSA TONALIDADE, PODEM SER USADAS EM QUALQUER AMBIENTE, PRINCIPALMENTE EM CONSULTÓRIOS. ESPALHAR PLANTAS PELA CASA, AJUDA A HARMONIZAR AS ENERGIAS DO LOCAL.

 

 

 

♦ VIOLETA – INSPIRAÇÃO, COMPREENSÃO E REFLEXÃO SÃO OS EFEITOS IMEDIATOS DO USO DESSA COR. O VIOLETA AJUDA ELIMINAR SENTIMENTOS DE ANGÚSTIA E MEDO. PESSOAS QUE O USAM BUSCAM UMA TRANSFORMAÇÃO PESSOAL, QUEREM SER RECONHECIDAS E SÃO EM GERAL, MUITO SENSUAIS E EMOTIVAS. NÃO É RECOMENDADA PARA QUEM SOFRE DE DEPRESSÃO OBJETOS DESSA TONALIDADE, COMO VELAS E PEDRAS, TRAZEM ENERGIA POSITIVA PARA O LOCAL. UM VASO DE VIOLETA EM SEU LAR TAMBÉM ATRAI BOAS VIBRAÇÕES. JÁ A LUZ VIOLETA É INDICADA PARA AMBIENTE DE MEDITAÇÃO DE ESPIRITUALIDADE E QUE NECESSITAM SER PURIFICADAS.

 

 

 

♦ AMARELO – AO REPRESENTAR O SOL ESSA COR TRAZ BRILHO E JOVIALIDADE PARA SUA VIDA. O AMARELO TEM ASSOCIAÇÃO COM AS DIVINDADES, JÁ QUE SIMBOLIZA A SABEDORIA COMO ESTIMULA O INTELECTO PODE SER UTILIZADA PARA ILUMINAR UMA SALA DE ESTUDOS. UM AMBIENTE QUE PRECISA DE TRANQUILIDADE, COMO UMA COZINHA, OU EM UM ESCRITÓRIO, TAMBÉM É RECOMENDADO. CASO VOÊ GOSTE DE ROUPA DESSA TONALIDADE, SAIBA QUE ELA TRANMITE MUITA ALEGRIA E ATRAI A ATENÇÃO. SUA UTILIZAÇÃO TORNA AS PESSOAS MAIS GENEROSAS, OTIMISTAS E IDEALISTAS, AUXILIANDO EM SEU CRESCIMENTO. COMO SE APROXIMA DA COR OURO, PODE TRAZER SORTE EM QUESTÕES MATERIAIS. TEM UM PAPEL FUNDAMENTAL NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL, ATIVANDO-O. TENHA CUIDADO COM SEU USO EXCESSIVO PORQUE PODE GERAR INTOLERÂNCIA, IMPACIÊNCIA E DESCONTROLE EMOCIONAL.

 

 

 

♦ DOURADO – EMBORA NÃO SEJA EXATAMENTE UMA COR, O DOURADO ESTA LIGADO A ENERGIA DO SOL, AUMENTANDO O BRILHO DE QUEM OUTILIZA. AO USAR ESSA TONALIDADE, VOCÊ SERÁ NOTADA EM QUAKLQUER LUGAR ONDE ESTIVER. COMO TEM O TOM DO OURO, PODE ATRAIR RIQUEZA, PROSPERIDADE, SORTE E PROGRESSO… TAMBÉM TRAZ ÂNIMO, CARISMA, ALEGRIA E VITALIDADE, ALÉM DE REPRESENTAR GRANDE EVOLUÇÃO ESPIRITUAL. SE EXAGERAR NO USO DO DOURADO, OS EFEITOS PODEM SER O EGOISMO, A VITALIDADE E A FUTILIDADE. A ESCOLHA DESSE TOM EXIGE SABEDORIA E CONSCIÊNCIA.

 

 

 

♦ LARANJA – COMO DESPERTAR SEU PODER INTERIOR E SUA AUTO-ESTIMA, ESSA COR ATUA CONTRA AS ENERGIAS NEGATIVAS QUE ATRAVESSAM O SEU CAMINHO. O LARANJA, AINDA ESTIMULA A CRIATIVIDADE E A INTUIÇÃO, PORTANTO ABUSE DESSE TOM EM ATIVIDADES QUE EXIJAM IMAGINAÇÃO E ORIGINALIDADE. ALÉM DISSO, SEU USO É RECOMENDADO EM SITUAÇÕES ESTRESSANTES PORQUE INSPIRA CORAGEM E ALEGRIA PARA ENFRENTAR AS DIFICULDADES, ASSIM COMO MELHORA SEU PODER COMUNICATIVO. COMO TAMBÉM REPRESENTA A VITALIDADE, ESSA COR DEIXA OS AMBIENTES MAIS FESTIVOS, POR ISSO, É RECOMENDADA PARA AS ÁREAS DE LAZER DE SUA CASA, OU LUGARES AO AR LIVRE. ROUPAS ALARANJADAS FORTALECEM OS MÚSCULOS, OS OSSOS E MELHORAM A APARÊNCIA DA PELE. USANDO O LARANJA VAI SE SENTIR COM MAIS ENERGIA FÍSICA E COM O ASTRAL EM CIMA. ESTARÁ MAIS DESCONTRAIDA NA FASE DA PAQUERA SE ESTIVER VESTINDO ESSA TONALIDADE. DEVE SER EVITADO POR PESSOAS QUE SE IRRITAM FACILMENTE. E COMO ABRE O APETITE, EVITE-A SE JÁ ESTIVER UM POUCO ACIMA DO PESO.

 

 

 

♦ VERMELHO – ESSA É A COR MAIS QUENTE, , GARNATINDO MAIS ENERGIA E ÂNIMO PARA QUEM UTILIZA. O VERMELHO AJUDA A ESPANTAR A TRISTEZA E OS DESAFIOS IMPOSTO PALA VIDA. COMO É A COR DA PAIXÃO, UMA ILUMINÁRIA VERMELHA NO QUARTO DO CASAL, PODE ESTIMULAR A SEXUALIDADE. JÁ EM OBJETOS DECORATIVOS, TORNA O AMBIENTE MAIS ACONCHEGANTE. ROUPAS DESSA COR PODEM SER USADAS EM EVENTOS ESPORTIVOS, POIS INCENTIVAM A COMPETIVIDADE. SE VOCÊ QUE SE DESTACAR EM ALGUM AMBIENTE PODE ABUSAR DO VERMELHO. NO ENTANTO SEU USO EM EXCESSO PODE CAUSAR IRRITAÇÃO, AGRESSIVIDADE E IMPACIÊNCIA. SE ESTIVER SE SENTINDO UM POUCO MAIS NERVOSA, DO QUE O NORMAL, É BOM EVITAR O USO DO VERMELHO, PESSOAS QUE TEM POUCA VITALIDADE, DEVEM UTILIZAR O VERMELHO.
 
 

MAGIA DO ARCO IRIS

 

 

 

♦ ASSIM COMO EXISTE A CRENÇA QUE O FIM DO ARCO-IRIS GUARDA UM POTE DE OURO, A PROSPERIDADE PODE SER ATRAIDA COM SUAS CORES:

 

♥ PEGUE 7 CARRETÉIS DE LINHAS NAS CORES DO ARCO-IRIS (VERMELHO, LARANJA, AMARELO, VERDE, AZUL CLARO, AZUL ANIL E LILÁS) E PRENDA SUAS PONTAS, TODAS JUNTAS EM ALGUM LUGAR DE UM JARDIM. DESENROLE TODAS AS LINHAS POR TODO JARDIM, ESCOLHA O LUGAR ONDE ELAS VÃO TERMINAR E ENTERRE 3 MOEDAS DOURADAS DE 10 OU 25 CENTAVOS.

 

♠ NA MANHÃ SEGUINTE, DESENTERRE-AS, COLOQUE-AS NUM SAQUINHO FEITO A MÃO COM TECIDO E LINHA AMARELA E USE COMO AMULETO EM SUA BOLSA. AS LINHAS DEIXE NO JARDIM.• FAÇA EM LUA CHEIA, APÓS AS 18 HORAS, MENOS NUMA 2º FEIRA.
 
 

A MAGIA DO GIRASSOL

 

○ O GIRASSOL É UMA FLOR QUE GIRA SEU CAULE VOLTANDO SUA FACE SEMPRE EM DIREÇÃO AO SOL. POR ISSO E POR TER A COR DE SUAS PÉTALAS AMARELAS E O SEU MIOLO DOURADO, SE TORNOU O SIMBOLO DO OURO E DA RIQUEZA
.♠ NUMA MANHÃ DE DOMINGO PLANTE 11 (ONZE) SEMENTES DE GIRASSOL, NUM VASO, OU NUM JARDIM. MENTALIZE AS FLORES DESCENDO E VOCÊ ESCALANDO SEUS GALHOS, SUBINDO EM DIREÇÃO AO SOL. IMAGINE QUE ESTÁ SENTINDO O SEU CALOR E A SUA ENERGIA CONTAGIANDO O SEU CORPO, A SUA MENTE E O SEU ESPÍRITO. COM MUITA FÉ, PENSE QUANDO VOCÊ CHEGAR AO CENTRO DA FLOR, OS SEUS DESEJOS SERÃO REALIZADOS.

 

 

HISTÓRIA DA AROMATERAPIA ATRAVÉS DAS LENDAS

 

♦ CECILIA GÓPFERT, CONTADORA DE HISTÓRIA E DINAMIZADORA, EXPLICIO A LENDA DOS AROMAS EM UM JORNAL ESOTÉRICO QUE REPASSO NO BLOG E QUE ACHEI BEM INTERESSANTE:
♥ ELA ESCREVEU QUE O HOMEM DESCOBRIU O FOGO E PASSOU A UTILIZAR EM SEUS RITUAIS A QUEIMA DE RAIZES, CAULES, FOLHAS, FLORES E FRUTOS AOS DEUSES, E PERCEBEU QUE O AROMA QUE SE DESPRENDIA, DESSAS ERVAS, EXERCIA SOBRE ELES, EFEITOS ORA CALMANTES, ORA EXCITANTES. DESDE ENTÃO, EXISTEM REGISTROS DA UTILIZAÇÃO DE AROMAS QUER EM SEU ASPECTO MEDICINAL, EM ASPECTO TERAPÊUTICO OU MESMO COMO SIBOLO DE SEDUÇÃO.
DESDE O INICIO DOS TEMPOS, FOSSE TALHANDO SINAIS EM PEDRAS, FOSSE DEIXANDO MARCAS, POR ONDE PASSASSEM OS HOMENS DE UMA FORMA OU OUTRA REGISTRARAM SEMPRE SUA HISTÓRIA. POR ISSO CONTAR E OUVIR HISTÓRIAS TÊM EFEITO TERAPÊUTICO E RENOVADOR, POIS RESGATAM VALORES ANCESTRAIS. É ATRAVÉS DAS HISTÓRIAS QUE DESENVOLVEMOS NOSSA MEMÓRIA, AGUÇAMOS NOSSA PERCEPÇÃO, ENXERGAMOS MELHOR NOSSAS POSSIBILIDADES E SENTIMOS MELHOR NOSSAS POSSIBILIDADES E SENTIMOS PLENAMENTE NOSSAS EMOÇÕES.
PORTANTO TRAÇAR UM PARALELO ENTRE ESSAS DUAS ATIVIDADES SÓ FAZ POTENCIALIZAR SUAS POSSIBILIDADES.
OS AROMAS, ATRAVÉS DAS HISTÓRIAS, FACILITA A MEMORIZAÇÃO DE SUAS PROPRIEDADES. QUEM ESQUECERÁ AS PROPRIEDADES AFRODISIACAS DO OLEO ESSENCIAL DE ROSAS, DEPOIS DE OUVIR A LENDA DE CLEOPATRA, BANHANDO-SE COM ESSE AROMA PARA CONQUISTAR MARCO ANTONIO. CLEÓPATRA, IA AO ENCONTRO DO AMANTE EM SEU BARCO IMPREGNADO DE NUVENS DE INCENSO, VELAS AROMÁTICAS, E ELA MESMA UNTADA EM ÓLEOS PERFUMADOS. ALÉM DO AROMA DE ROSAS USAVA O AÇAFRÃO E VIOLETAS..
OUTRO PERSONAGEM DA HISTÓRIA, ADEPTO AOS AROMAS, FOI NAPOLEÃO, QUE DESPEJAVA TODAS AS MANHÃS EM SUA CABEÇA, UM FRASCO INTEIRO DE AGUA DE COLONIA, FEITAS COM ESSÊNCIA NATURAIS DA ITALIA: NEROLI, BERGAMOTA, LAVANDA E ALECRIM, DILUIDA EM ALCCOL NEUTRO.
AO ESTUDARMOS OS MITOS GREGOS, ROMANOS, CELTAS OU QULQUER OUTRA ORIGEM, SEMPRE VAMOS ENCONTRAR CITAÇÕES DE ÓLEOS ESSÊNCIAS EM RITUAIS DE INICIAÇÃO, RITOS DE PASSAGEM, EM MUMIFICAÇÃO, ETC… SE FORMOS ESTUDAR CONTOS AFRICANOS CERTAMENTE, VAMOS ENCONTRAR O USO DA FUMAÇA PERFUMADA, DOS UNGUENTOS COM CHEIROS ESPECIFICOS, DAS VELAS AROMÁTICAS, ETC…
E O QUE DIZER DE SE RESSALTAR O AROMA DE UMA HISTÓRIA. CONTAR UM CONTO DE FADAS, EM QUE SE FALA DAS BELAS PRINCESAS QUE PASSEAVAM PELOS CAMPOS DE LAVANDA, O QUE DEIXAVAM IMPRESSIONATE CALMAS, PROSTAS PARA ENFRENTAR O ENCONTRO COM OS PRINCIPES ENCANTADOS. ATÉ OS OUVINTES SE APODERAM DO AROMA DA HISTÓRIA.
NA LENDA SOBRE O RIO LETES, A DEUSA IRIS SENTE-SE INEBRIADA COM AROMA DAS PAPOULAS QUE CRESCEM A ENTRADA DO REINO DO DEUS SOMNO, O DEUS DO SONO, E TEME ADORMECER SOB O EFEITO DAQUELE AROMA.
HERMANN HESSE, EM SEU CONTO, AS TRÊS TÍLIAS, QUE TRATA A SAGA DE TRÊS IRMÃOS ENVOLVIDO NUM ASSASSINATO, REGISTRA A PRESENÇA DESSA ARVORE, CONSIDERADA SAGRADA PELAS ANTIGAS CIVILIZAÇÕES GERMÂNICAS, DOTADA DE UMA LONGETIVIDADE POUCO VULGAR.
A TÍLIA, COMO O CARVALHO É UMA ARVORE HISTÓRICA E LENDÁRIA. A TÍLIA PRODUZ UM EFEITO CALMANTE EM CASOS DE ESTRESSE, INSÔNIAS OU DE NERVOSISMO, PRODUZIDO POR HIPERTENSÃO.
♦ POR TUDO ISSO É QUE LERÁS, SEGUIDORES DO BLOG, A HITÓRIA DOS AROMAS, ENQUANTO ASPIRA OS AROMAS DE SUA HISTÓRIA, COMO EU DISSE, MUITO INTERESSANTE. SINTA O EFEITO CALMANTE, RENOVADOR, QUE ESTA PARTE DO BLOG TRARÁ, À VOCÊS.
 

PEDIDO DE PROTEÇÃO

 
 
 
♦ PAI, VÓS QUE PERMITIS SEJA EU INSTRUMENTO DA VOSSA FÉ, AJUDAI-ME PARA QUE EU POSSA CUMPRIR FIEL E RELIGIOSAMENTE COM OS SAGRADOS DESIGNOS QUE ME FOREM CONFIADOS.
AJUDAI-ME A VENCER AS TENTAÇÕES DA MATÉRIA E SEMPRE QUE NECESSÁRIA SEJA A CARIDADE. USAI DE MIM QUE FORTALECIDA(O) PELOS VOSSOS FLUIDOS, ESTAREI PRONTA(O) PELOS FLUIDOS, ESTAREI PRONTA(O) PARA EM VOSSO NOME DISTRIBUIR A CARIDADE AQUELE QUE DELA NECESSITE
EM VOSSO NOME SEMEAREI O BEM, DANDO O CONFORTO ESPIRITUAL, FRUTO DE VOSSO AMOR PELOS HOMENS.
PAI, PERMITA QUE EU SEMPRE TENHA FORÇAS PARA DIFUNDIR A TRILOGIA QUE VIVE EM VÓS
VERDADE, JUSTIÇA E AMOR
AMPARAI A TODOS QUE SE ABRIGAM SOBRE ESTE PÁLIO SAGRADO, ESPARGINDO POR TODA HUMANIDADE, CENTELHAS DE COMPREENSÃO, PARA QUE UM DIA TAMBÉM, FAÇAM PARTE DESTE GRUPO QUE EM VOSSO NOME DISTRIBUI A CARIDADE E FALA AS VERDADES CONTIDAS EM SUAS ORAÇÕES.
SOMOS TODOS IRMÃOS, FAZEI-NOS POIS, CADA VEZ MAIS, INSTRUMENTO DA VOSSA FÉ!
ASSIM SEJA! ASSIM SE FAÇA! AMÉM!
 
 
 
 
 

PARA TRAZER FELICIDADE EM SEU LAR

 

 

♦ PARA TRAZER A FELICIDADE EM SEU LAR A SEMANA TODA, ASSIM QUE ACORDAR NO DOMINGO, DÊ UM NÓ NA PONTA DE UM PANO DE PRATO E DIGA:

 

♥ SEMANA QUE ENTRA, FELICIDADE TAMBÉM. SEMANA QUE ENTRA DE AMOR, PAZ E BEM. EM SEGUIDA COLOQUE O PANO EM UMA JANELA DA SUA CASA E DEIXE LÁ POR 5 MINUTOS. NÃO DEIXE QUE NINGUÉM RETIRE DA JANELA, PARA QUE AS ENERGIAS VINDAS DA NATUREZA SE PRENDAM AO TECIDO. APÓS TIRE-O DA JANELA, DESATE O NÓ E USE O PANO, DURANTE TODO O DIA. NA 2º FEIRA, LAVE-O E APÓS SECO, USE-O. SUA CASA VAI RECEBER EXCELENTES ENERGIAS DURANTE A SEMANA TODA. TODO DOMINGO. FAÇA O MESMO RITUAL.
 
 

PROTEÇÃO DOS MIRROS CIGANOS

 

♦ EM UM DOMINGO QUALQUER PREPARE UM DOCE DE SUA PREFERÊNCIA. ENQUANTO FAZ ISSO, ACENDA 1 VELA BRANCA E DIGA EM VOZ ALTA: MEUS MIRROS CIGANOS VOCÊS QUE PROTEGEM TUDO QUE ESTÁ COMEÇANDO, OLHEM MEUS PASSOS POIS DE HOJE EM DIANTE, COMEÇAREI UMA NOVA VIDA, CHEIA DE SORTE E PROSPERIDADE. O DOCE QUE FAÇO, SERÁ DADO PARA CRIANÇAS, SERES QUE TANTO AMAIS, PARA QUE EU SEJA QUERIDA AOS SEUS OLHOS. QUANDO O DOCE FICAR PRONTO E A VELA ACABAR, DIVIDA O DOCE ENTRE ALGUMAS CRIANÇAS CARENTES.
 
 

PARA O AMOR

 

 

♦ PARA APROXIMAR-SE DA PESSOA QUE AMA, COMPRE 1 MEIA-ALIANÇA COM PEDRAS DE ZICÔRNIO, EMBRULHE EM 1 PEDAÇO DE SEDA VERMELHO E COLOQUE NA SUA BOLSA OU CARTEIRA. DEIXE POR 7 DIAS. NO 8º DIA, PEGUE 1 FIO DE SEU CABELO E 1 PEDACINHO DE PAPEL COM O NOME DA PESSOA QUE VOCÊ AMA COMPLETO E EMBRULHE JUSTO COM A MEI ALIANÇA NO PEDAÇO DE SEDA VERMELHA. AMARRE COM UMA FITA FINA VERMELHA, FAZENDO UM SAQUINHO E DEIXE NOVAMENTE EM SUA BOLSA OU CARTEIRA POR 3 DIAS. NO 4º PASSE A USAR A MEIA ALIANÇA NO DEDO ANULAR DE SUA MÃO DIREITA. O SAQUINHO COM O SEU CABELO E O NOME DO SEU AMOR, FECHE NOVAMENTE COM A FITINHA E USE EM SUA BOLSA OU CARTEIRA.

 

♦ QUALQUER DIA, HORA OU LUA.
 
 
 
 
 

PARA ABERTURA DE CAMINHOS

 

 

♦ PARA ABRIR SEUS CAMINHOS PARA O AMOR, SORTE ETC…, LAVE TODOS SÁBADOS, SEUS PÉS EM 1 PREPARADO, FEITO COM 10 GOTAS DE ÓLEO DE AMENDOAS, 1 PUNHADO DE MANJERICÃO, 1 POUCO DE LEITE DE ROSAS E 2 LITROS DE AGUA. FERVA TUDO, DURANTE 13 MINUTOS E COLOQUE NUMA BACIA. ASSIM QUE AMORNAR, TIRE O MANJERICÃO E DEIXE A CHAVE DA PORTA DE ENTRADA DE SUA CASA, DE MOLHO NESSA AGUA POR 5 MINUTOS. APÓS RECOLOQUE NA PORTA E DESPEJE O PREPARADO SOBRE SEUS PÉS. TODA VEZ QUE FOR SAIR DE CASA, SEGURE A CHAVE COM A MÃO DIREITA E DIGA: GRANDE AMIGA, ABRE AS PORTAS DA MINHA FELICIDADE.

 

♠ USE SEMPRE A MESMA BACIA PARA FAZER O RITUAL. O MANJERICÃO DEIXE NUM JARDIM.
 
 

PARA TER FELICIDADE E PROTEÇÃO

 

♦ DISTRIBUA UM PUNHADO DE BALAS AS CRIANÇAS POBRES E, QUANDO CHEGAR EM CASA, DESEMBRULHE E ENTERRE NA TERRA DE UM VASO COM FLORES SEM ESPINHOS QUE FIQUE DENTRO DE SUA CASA (PODE TAMBÉM SER EM UM JARDIM PROXIMO À SUA CASA). ENQUANTO ESTIVER ENTERRANDO DIGA: GNOMOS E DUENDES, ELEMENTAIS DA TERRA, TRAGAM FELICIDADE E PROTEÇÃO, PARA TODAS AS CRIANÇAS DO MUNDO, EM ESPECIAL PARA MINHA FAMILIA. QUE NUNCA FALTE O PÃO DE CADA DIA, A ROUPA PARA VESTIR E O AMOR PARA PROTEGER. ASSIM, PROMETO REPETIR ESSA SIMPATIA TODA SEMANA.
♠ NÃO SE ESQUEÇA DE CUMPRIR A PROMESSA. FAÇA QUALQUER DIA, LUA OU HORA.
 
 
 

MANTRAS ETERNIDADE, FELICIDADE, IDENTIDADE E PUREZA

 

 

 

♦ recite,quantas vezes quizer o mantra da transformação e da felicidade: NAM- MIORRÔ- RENGUÊ- KIÔ.

 

♠ significa:ETERNIDADE-FELICIDADE-VERDADEIRA, IDENTIDADE E PUREZA, que representam uma condição de  felicidade indestrutível- AS VIRTUDES INERENTES AO ESTADO DE BUDA= “ETERNIDADE” significa q a natureza de Buda é eterna pelas tres existencias do passado, presente e futuro:FELICIDADE significa a ausencia d sofrimento e a presença de alegria e paz de espírito; a “VERDADEIRA IDENTIDADE” indica um estado de vida de ilimitada liberdade q nada consegue destruir e a “PUREZA” é estar totalmente limpo.
 
 

ORAÇÃO PARA SAÚDE

 

 

 

♦ FAÇA DE MANHÃ E A NOITE, TODOS OS DIAS OU, PELO MENOS, SEMPRE QUE SEJA POSSÍVEL A SEGUINTE ORAÇÃO

 

♠ ABRO MINHA NATUREZA A TI, ESPÍRITO UNIVERSAL, A FIM DE QUE POSSA RECEBER TUA DIVINA INFLUÊNCIA. MINHA ALMA DESEJA ARDENTEMENTE HARMONIZA-SE COM O TODO. POSSAM TODAS AS CÉLULAS DO MEU CORPO VITALIZA-SE COM PENSAMENTOS PUROS E SÃOS. POSSAM TODAS AS MOLÉSTIAS E FALTA DE REPOUSO POSSA DESAPARECER NATURALMENTE E SER SUBSTITUIDO PELA PAZ. POSSA EU SER SEMPRE JUSTA(O) CONSIDERAR O MEU PRÓXIMO HONESTO COMO EU MESMA(O) E ESTAR LIVRE DE CRITICA, MALÍCIA, INVEJA, ÓDIO OU CIÚME

 

POSSA EU RESPIRAR LIVRE E PROFUNDAMENTE A FIM DE ESTIMULAR A CIRCULAÇÃO DE MEU SANGUE QUE É ESSENCIAL PARA VIDA.

 

POSSA EU TER UMA VISÃO CLARA E BRILHANTE DE MODO QUE VEJA SOMENTE O BEM. POSSAM MEUS OUVIDOS SEREM PERFEITO DE MODA QUE EU POSSA OUVIR A VOZ DE DEUS E TUDO QUE É BOM E BEM E FECHÁ-LOS À MÁS SUGESTÕES.

 

POSSA MEUS SENTIMENTOS SER LUMINOSOS E SENTIR PELO PRÓXIMO A TERNA E AMOROSA SIMPATIA.

 

POSSA O MEU SENTIDO DO OLFATO SER UMA PRONTA SENTINELA A ASSISTIR À DA REGENERAÇÃO.

 

POSSA A PARTE ANIMAL DE MINHA NATUREZA: O TIGRE, A HIENA, O PORCO, A SERPENTE, SER POSTA DENTRO DA ÁREA DO DOMÍNIO PRÓPRIO, DE MANEIRA QUE O ESPÍRITO DE CRISTO, VENHA SER O FATOR PRINCIPAL DA MINHA VIDA.

 

TUDO ISSO EU PEÇO COM FÉ E HUMILDEMENTE.

 

ASSIM SEJA! ASSIM SE FAÇA! AMÉM!
 
 

PARA ESQUECER AMOR NÃO CORRESPONDIDO

 

♦ PARA ESQUECER UM AMOR NÃO CORRESPONDIDO, ESCREVA NA SOLA DE SEUS PÉS E NA PALMA DE SUA MÃO ESQUERDA O NOME COMPLETO DA PESSOA QUE QUER ESQUECER COM CANETA VERMELHA. COLOQUE 2 LITROS DE AGUA PARA FERVER E QUANDO AMORNAR COLOQUE-A NUMA VASILHA 13 COLHERES DE SAL GROSSO E VÁ ATÉ O BANHEIRO E SENTE-SE NUM BANQUINHO E COM UMA ESPONJA, ESFREGUE A AGUA COM SAL NA MÃO E NA SOLA DOS PÉS, APAGANDO O NOME DA PESSOA QUE QUER ESQUECER. REZE 7 PAI – NOSSOS E PEÇA AOS CIGANOS ANDARILHOS DE LUZ LHE AJUDAREM A TIRAR ESSA PESSOA DE SUA CABEÇA E CORAÇÃO.
♠ FAÇA O MESMO RITUAL 3 DIAS SEGUIDOS, COMEÇANDO NUMA 3º FEIRA EM QUALQUER LUA OU HORÁRIO.
 
 

DEUSA THURD – A REGENTE DO TEMPO

 

♦ Thrud – “A Regente do Tempo”Filha de Sif e Thor, Thrud era conhecida tanto como deusa quanto como Valquíria. Famosa por sua extraordinária beleza, foi admirada e desejada por muito homens; mortais, heróis, deuses e até mesmo gnomos, dos quais um, Alvis, foi petrificado por Thor para que se afastasse de sua filha. O nome Thrud significava “semente” e ela era considerada uma deusa regente do tempo cuja raiva trazia as nuvens escuras de chuva e as tempestades, e o bom humor deixava o céu da cor de seus olhos azuis.
Thrud também era considerada uma padroeira dos curadores, pelo fato de ter sido, ela mesmo, uma curadora, que, em seu aspecto de Valquíria, aliviava o sofrimento dos feridos nos campos de batalha.
 

PROTEÇÃO DE SUA LOJA

 
♦ PARA PROTEGER SUA LOJA, PLANTE UMA MUDA DE ARRUDA MACHO E OUTRA DE ARRUDA FÊMEA EM UM VASO, E DURANTE 7 DIAS SEGUIDOS REZE BEM PERTO DELA, OLHANDO PARA ELA UM PAI NOSSO. APÓS 7 DIAS LEVE O VASO PARA DENTRO DE SUA LOJA E DIGA: ASSIM COMO LHE ALIMENTEI, LHE AMPAREI E TE CUIDEI, COM AS FORÇAS DO PAI – NOSSO, EM NOME DE DEUS TODO PODEROSO, PEÇO QUE FAÇA O MESMO COM MINHA LOJA. (OLHANDO BEM PARA AS MUDAS DE ARRUDA). CUIDE SEMPRE DA PLANTA E DEIXE-A PERTO DA PERTO DA POTA DE ENTRADA DE SUA LOJA.

 

 

 

DEUSA AURORA

 

Aurora – Deusa dos Sonhos e da Alvorada. Protetora dos Espíritos, das Mulheres e das Crianças.Símbolo: Sol
Arma: Lança ou Arco
Aurora pôde assistir a criação do Primórdio ao lado de Mercius e foi capaz de dar o seu toque especial: Ela o ajudou a criar o sol, que iluminou, aqueceu e deu condições de vida a todas as criaturas que habitam este mundo.Foi aurora quem propiciou as nuvens, capazes de trazer água às plantas e outros seres vivos que dela necessitam. Por causa disso, ela é uma deusa muito querida por aqueles que amam a natureza.Mas não é somente por isso que ela é bem vista: Ela é a deusa dos sonhos, e dos pesadelos também. Dizem que quando uma pessoa tem algum tipo de pesadelo, significa que fez algo que não agradou Aurora. Isto pode ser visto como um sinal de que esta pessoa precisa mudar. De maneira inversa, as pessoas têm mais um motivo para se alegrar ao despertar de um bom sonho: Para elas, isto quer dizer que estão agradando a deusa.Por mais estranho que possa parecer, Aurora é uma deusa guerreira. O nascer e pôr do Sol, assim como os eclipses são vistos como um sinal da eterna batalha da deusa Aurora contra as forças das trevas. Não pensem que ela é contra a morte, ela acredita que tudo tem seu devido tempo, assim como o tempo de nascer e também o tempo de morrer. Como Mandhros, ela também é veementemente contra a existência de mortos-vivos, contra a ressuscitação e até mesmo contra curar doenças de causas naturais. Por causa disso, ela é vista por alguns como impiedosa, mesmo entre aqueles que a veneram. Outros preferem considerá-la apenas indiferente a estes pedidos, e compreendem que ela não pode ir contra a teia primordial somente para atender a um ou outro mero capricho de um de seus servos. Ela também é considerada a protetora das mulheres e das crianças (algumas pessoas generalizam, dizendo que ela é a protetora de todos os desamparados). À Aurora também é indicado o título de protetora dos espíritos. Dizem que ela é responsável por guiar os espíritos ao plano dos mortos. Seus clérigos podem não ressuscitar, mas eles morrem em paz, pois sabem que suas almas estarão protegidas pela sua amada deusa. Eles costumam chamá-la de “Portadora da Alvorada”.Quando Aurora decide visitar o Primórdio, assume a forma de uma ave branca (como uma garça) ou assume a forma de uma mulher.
Venerando Aurora
Venerar Aurora significa ir contra o plano das trevas. Os clérigos de Aurora não podem usar magias de tendência maligna, também não podem curar doenças de causas naturais e nem ressuscitar os mortos.
Dons: Dom do Espírito, Dom da Premonição (apenas através de sonhos) e Dom da Luz.
Dom da Luz: Suas magias de cura e proteção são mais eficientes.  
 
 
 
 
 
 
 
 
 

SANTO GRAAL

 

♦ Segundo a lenda, José de Arimatéia teria recolhido no ‘Cálice usado na Última Ceia (o Cálice Sagrado), o sangue que jorrou de Cristo quando ele recebeu o golpe de misericórdia, dado pelo soldado romano Longinus, usando uma lança, depois da crucificação.
Em outra versão da lenda, teria sido a própria Maria Madalena, segundo a Bíblia a única mulher além de Maria (a mãe de Jesus) presente na crucificação de Jesus, que teria ficado com a guarda do cálice e o teria levado para a França, onde passou o resto de sua vida.
A lenda tornou-se popular na Europa nos séculos XII e XIII por meio dos romances de Chrétien de Troyes, particularmente através do livro “Le Conte du Graal” publicado por volta de 1190, e que conta a busca de Perceval pelo cálice.
Mais tarde, o poeta francês Robert de Boron publicou Roman de L’Estoire du Graal, escrito entre 1200 e 1210, e que tornou-se a versão mais popular da história, e já tem todos os elementos da lenda como a conhecemos hoje.
Na literatura medieval, a procura do Graal representava a tentativa por parte do cavaleiro de alcançar a perfeição. Em torno dele criou-se um complexo conjunto de histórias relacionadas com o reinado de Artur na Inglaterra, e da busca que os cavaleiros da Távola Redonda fizeram para obtê-lo e devolver a paz ao reino. Nas histórias misturam-se elementos cristãos e pagãos relacionados com a cultura Celta.
A presença do Graal na Inglaterra é justificada por ter sido José de Arimatéia o fundador da Igreja inglesa, para onde foi ao sair da Palestina.
Segundo algumas histórias, o Santo Graal teria ficado sob a tutela da Ordem do Templo, também conhecida como Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão, instituição militar-religiosa criada para defender as conquistas nas Cruzadas e os peregrinos na Terra Santa. Alguns associam aos templários a irmandade que Wolfram cita em “Parzifal”.
Segundo uma das versões da lenda, os Templários teriam levado o cálice para a aldeia francesa de Rennes-Le-Château. Em outra versão, o cálice teria sido levado de Constantinopla para Troyes, na França, onde ele desapareceu durante a Revolução francesa.
Em um país de maioria católica como o Brasil, a figura do Graal é tida, comumente, como a da taça que serviu Jesus durante a Última Ceia e na qual José de Arimatéia teria recolhido o sangue do Salvador crucificado proveniente da ferida no flanco provocada pela lança do centurião romano Longino (“Ao chegarem a Jesus, vendo-O já morto, não Lhe quebraram as pernas, mas um dos soldados perfurou-Lhe o lado com uma lança e logo saiu sangue e água” – João19:33-34).
A Igreja Católica não dá ao cálice mais do que um valor simbólico e acredita que o Graal não passa de literatura medieval, apesar de reconhecer que alguns personagens possam realmente haver existido. É provável que as origens pagãs do cálice tenham causado descontentamento à Igreja. Em “Os mistérios do Rei Artur”, Elizabeth Jenkins ressalta que “no mundo do romance, a história era acrescida de vida e de significado emocional, mas a Igreja, apesar do encorajamento que dava às outras histórias de milagres, a esta não deu nenhum apoio, embora esta lenda seja a mais surpreendente do ponto de vista pictórico. Nas representações de José de Arimatéia em vitrais de igrejas, ele aparece segurando não um cálice, mas dois frascos ou galheteiros”. Alguns tomam o cálice de ágata que está na igreja de Valência, na Espanha, como aquele que teria servido Cristo mas, aparentemente, a peça data do século XIV.
Independentemente da veneração popular, esta referência é fundamental para o entendimento do simbolismo do Santo Graal já que, como explica a própria Igreja em relação à ferida causada por Longino, “do peito de Cristo adormecido na cruz, sai a água viva do batismo e o sangue vivo da Eucaristia; deste modo, Ele é o cordeiro Pascal imolado”.
 
♥ A etimologia do Santo Graal tem inúmeras procedências, dentre as quais compara-se a San Graal com SanG Real em referência ao imaculado sangue de Cristo coletado em um gradalis – cálice em Latim. Com o brilho resplandecente das pedras sobrenaturais, o Graal, na literatura, às vezes aparece nas mãos de um anjo, às vezes aparece sozinho, movimentando-se por conta própria; porém a experiência de vê-lo só poderia ser conseguida por cavaleiros que se mantivessem castos.
Transportado para a história do Rei Arthur, onde nasce o mito da taça sagrada, encontramos o rei agonizante vendo o declínio do seu reino. Em uma visão, Arthur acredita que só o Graal pode curá-lo e tirar a Bretanha das trevas. Manda então seus cavaleiros em busca do cálice, fato que geraria todas as histórias em torno da Busca do Graal. É interessante notar que a água é uma constante na história de Arthur. É na água que a vida começa, tanto a física como a espiritual. Arthur teria sido concebido ao som das marés, em Tintagel, que fica sob o castelo do Duque da Cornualha; tirou a Bretanha das mãos bárbaras em doze batalhas, cinco das quais às margens de um rio; entregou sua espada, Excalibur, ao espírito das águas e, ao final de sua saga, foi carregado pelas águas para nunca mais morrer. Certo de que sua hora havia chegado, Arthur pede a Bedivere que o leve à praia, onde três fadas (elemento ar) o aguardam em uma barca. “Consola-te e faz quanto possas porque em mim já não existe confiança para confiar. Devo ir ao vale de Avalon para curar a minha grave ferida”, diz o rei.
Avalon é a mítica ilha das macieiras onde vivem os heróis e deuses celtas e onde teria sido forjada a primeira espada de Arthur – Caliburnius. Na Cornualha, o nome Avalon – que em galês refere-se à maçã – é relacionado com a festa das maçãs, celebrada durante o equinócio de outono. Acreditam alguns que Avalon é Glastonbury, onde tanto Arthur quanto Guinevere teriam sido enterrados. A abadia de Glastonbury, onde repousaria o casal, é tida também como o lugar de conservação do Graal.

Conhecendo Elementais & seus rituais – 02Conhecendo Elementais & seus rituais – 02 quinta-feira, jan 5 2012 


Oferendas para as fadas

 

As fadas são os seres feéricos que podem fazer com que tua vida flua ou que seja uma luta absoluta. Fazer-lhes oferendas é uma maneira de ajudar para que a energia em tua vida flua e se unifique.


As fadas gostam de caramelos, frutas, pastéis, sucos e outros presentes da Terra. É uma boa idéia deixar-lhes uma pequena porção de qualquer de teus pratos do Sabbath. Em Cornualles, o costume era não repreender nunca uma criança que derramasse leite, porque o leite derramado se considerava um presente para as fadas, e uma reprimenda faria com que parecesse que estavas dando com má vontade.


Na Inglaterra, tradicionalmente, as pessoas deixavam oferendas de leite açucarado e pão em suas cozinhas para favorecer a presença e a proteção desses seres mágicos. Outros alimentos que gostam esses seres são o gengibre moído, a cevada, os doces, a manteiga, o leite e o mel. Se quiseres podes colocar tuas oferendas feéricas em frente ao pentagrama ou em uma taça consagrada que podes deixar no jardim ou no pátio.


Confira agora uma lista de alimentos e bebidas que poderás utilizar como oferendas para as Fadas:


CERVEJA:
 Esta é uma das bebidas preferidas pelos seres feéricos. A fabricação da cerveja é um processo que requer a bênção dos seres feéricos, especialmente se queres que tenha um bom sabor. Entretanto, eles são um pouco exigentes, gostam de cerveja alemã ou belga. Talvez porque não tenham experimentado a brasileira!


PASTÉIS E DOCES: Como as crianças, as fadas têm necessidade de açúcar que pode ser saciada com pastéis e doces.


PRODUTOS LÁCTEOS:
 Devido à sua associação com animais de fazendas e com o primeiro ordenho de Imbolc, os seres feéricos apreciam as oferendas de leite, manteiga, queijo, etc. Talvez porque o leite está associado à Mãe, é um dos produtos favoritos desses seres. Se o leite derrama, não se aborreça, pois é considerado uma oferenda para os seres feéricos.


FRUTA: Tradicionalmente, a primeira e a última fruta de uma árvore frutífera se deixa como oferenda para a energia feérica. Os seres feéricos gostam de todos os tipos de frutas, como maçãs, pêras, pêssegos, ameixas, etc.


MEL: O gosto pelo doce é plenamente satisfeito com o mel, mas prefira oferecer-lhes o mel silvestre.


SUCOS: Os sucos preferidos pelas fadas são os doces como o de maçã, uva e cereja.


ESPECIARIAS: Os seres feéricos sentem verdadeira atração por especiarias aromáticas como o gengibre, o louro, o tomilho, a canela, a alfavaca-cheirosa, alecrim.


CHÁS: Os seres feéricos gostam de chás, especialmente aqueles que são feitos de camomila, sassafrás, pêssego, maçã, baunilha.


VEGETAIS: De modo igual que ocorre com as frutas, a primeira e a última parte de uma colheita, como o último talo do milho, se deixa como oferenda às fadas. Além do milho, há outros vegetais dos quais esses seres disfrutam especialmente, incluídos as cenouras, os tomates, os pepinos, os feijões e os cereais em geral. Quando picares verduras, deixe o último pedaço e enterre-o na terra como oferenda para as fadas. Elas lhe serão muito gratas!


ÁGUA: Por ser um Elemento básico, as fadas preferem a água pura e natural, sem elementos químicos. Para oferenda tente sempre coletar água da chuva, do orvalho ou de fontes naturais. Pode-se usar a água mineral sem gás.


VINHOS E LICORES: Certos seres feéricos das casas têm como tarefa à proteção da adega, o armazenamento de cervejas, vinhos e licores. A tarefa de elaboração do vinho, assim como da cerveja, é um processo ao qual os seres feéricos podem ajudar ou dificultar. Eles sempre apreciam uma oferenda de vinhos e licores que podem ser usados em suas celebrações.

Texto pesquisado e desenvolvido por Rosane Volpatto


 

QUEM É SUA FADA?


ÁRIES:
O nome dela é Bukura. É muito poderosa e seu nome quer dizer “beleza da terra”. É o símbolo da felicidade.


Ritual para atrair sua fada: escreva uma poesia num papel azul, e coloque suas emoções. Enquanto vai escrevendo, peça a ela sorte e amor. Depois guarde o papel na gaveta de roupas íntimas.


TOURO:
O nome dela é Carlin. Ela é considerada rainha do outono, pois só aparece nesta fase do ano. E é o momento de vê-la.


Ritual para atrair sua fada: escolha um local calmo e coloque música instrumental. Dance prestando atenção ao ritmo da canção, e deixe-se levar. Quando estiver relaxado(a), peça ajuda de Carlin para realizar seus objetivos.


GÊMEOS:
O nome dela é Taitin. Ela desperta a alma das pessoas, deixando-as mais sensíveis. É um pedaço da alma da natureza.


Ritual para atrair sua fada: acenda uma vela marrom, e chame-a pelo nome em voz alta. Escreva seu desejo a lápis em um papel branco, e queime na chama da vela, seguro por uma pinça, e deposite no caldeirão para terminar de queimar. Jogue as cinzas num jardim florido.


CÂNCER:
O nome dela é Titânia. É considerada a rainha de todas as fadas, vive nos bosques, e seu nome significa “mãe terra”.


Ritual para atrair sua fada: repita a frase, “Fada Titânia, rainha dos duendes e gnomos, traga (ou conserve) o amor que para mim foi destinado”. Depois acenda uma vela cor de rosa e deixe queimar até o final. Jogue os restos da vela no lixo.


LEÃO:
O nome dela é Paradis. Ela ajuda Leão a superar seus desafios e ter mais coragem e força de vontade.


Ritual para atrair sua fada: a fruta preferida dela é o morango. Assim, na primeira chance de ver seu amor, ofereça-lhe essa fruta. Sempre que der, celebre esses encontros com morangos em vários estilos, para garantir a presença de Paradis.


VIRGEM:
O nome dela é Benfind. Ela costuma aparecer para crianças recém nascidas de virgem e revela a elas as maravilhas da natureza.


Ritual para atrair sua fada: quando estiver na entrada da primeira Lua Cheia de setembro, deixe sobre a mesa da cozinha um pedaço de pão, um pouco de mel e três castanhas. Faça seus pedidos e ofereça os alimentos a Benfind. Depois, enterre tudo ao pé de uma linda árvore.


LIBRA:
O nome dela é Holda. É a fada que rege os ventos e as tempestades de neve. Se insultada, ela fica brava com facilidade.


Ritual para atrair sua fada: amarre um sininho de metal no alto da sua porta de entrada com uma fita azul. Quando receber uma má notícia, toque o sininho três vezes e peça a ajuda de Holda. Depois limpe-o com óleo de frutas em agradecimento.


ESCORPIÃO:
O nome dela é Asrai. É uma fada delicada que vive nas águas e pisa em terra firme apenas à noite. Ela transforma sonhos em realidade.


Ritual para atrair sua fada:
 coloque uma pedra qualquer em uma bacia branca. Espere chover e mantenha a bacia com a pedra por um dia e uma noite ao relento. Na manhã seguinte, seque a pedra e guarde-a como um talismã. Jogue a água da bacia num vaso de plantas.


SAGITÁRIO:
O nome dela é Glasting. É uma fada bela e sensual, responsável por encher os sagitarianos de idéias e mistérios aos olhos dos demais.


Ritual para atrair sua fada: num domingo descasque um caqui, coma-o e plante as sementes em um vaso, junto com três moedas e um pequeno cristal. Depois, deixe o vaso ao ar livre, aguarde o crescimento da planta e as mudanças ocorrerão em sua vida.


CAPRICÓRNIO:
O nome dela é Dríade. Ela habita numa árvore, em um bosque, e tem o dom de curar os doentes, proteger as flores, os campos e os animais.


Ritual para atrair sua fada: plante uma semente num jardim ou vaso, mas não conte a ninguém. Quando começar a brotar e crescer, Dríade lhe fará companhia. Assim, cuide da planta regularmente para ter mais afinidade com sua fada.


AQUÁRIO:
O nome dela é Fylgiar. Ela é uma fada do ar que ajuda seus protegidos em momentos decisivos, como casamentos, formaturas, etc…


Ritual para atrair sua fada: acenda um incenso de alfazema, um de acácia, um de sândalo e um de erva-cidreira num local calmo de sua casa, pense nos seus desejos e peça pela ajuda de Fylgiar. Espalhe as cinzas dos incensos ao vento.


PEIXES:
O nome dela é Selkie. Ela vive nas profundezas marinhas, usa roupas escuras para se proteger e adora caminhar pelas praias.


Ritual para atrair sua fada: quando tiver uma chance, vá à praia, jogue uma pétala de flor branca no mar e peça a Selkie que mande boas vibrações para você no amor e que também renove suas energias.


Signos e elementais

 

O nome Elemental significa “Espírito Divino”. El=senhor; mental=vibração mental superior. Estes são os espíritos da natureza.

Deus, por interferência amorosa de Seres de Luz, concedeu a três Reinos, paralelamente, a oportunidade de evolução. Estes três Reinos são: Elemental, Angélical e Humano.

A história nos conta sobre os seres elementais, desde a mais remota antiguidade. E, os antepassados de toda a humanidade legaram inúmeros relatos a respeito dos mesmos.

No início da humanidade na Terra, os seres da natureza, encarregados de cada elemento, cuidaram para que tudo fosse feito com exatidão e ordem:

 

1)- A Terra ainda numa massa de gases de matéria incandescente radioativa, coube aos elementais do fogo executarem seu trabalho;

2)- Na época dos grandes ventos, os elementais do ar, zelaram pela evolução desses gases de modo a tornar o ambiente apto a receber formas de vida:

3)- Quando esses gases se precipitaram sobre a água, os elementais da águamodificaram o aspecto denso desse líquido;

4)- Então, iniciou-se a solidificação, surgindo aos poucos os continentes que foram fertilizados pelos elementais da terra.

 

A criação representa um todo inseparável, uma corrente cujos elos não podem ser rompidos.

Os Elementais são os dinamizadores das energias das formas e integram-se aos Elementos da Natureza:

 

Elemento Terra:

Esse elemento e seus dinamizadores trabalham para que a humanidade tenha corpos perfeitos, e possam desenvolver suas atividades espirituais a nível cósmico.

A ação qualificadora destes seres é representada por vulcões e terremotos.

No nosso corpo, este elemento é representado pelos sais minerais.

Livres da ganância nos aproximamos dos Seres da Terra.

Trabalhando com a terra temos: Gnomo, Duende, Fada, Dríade, Elfo, Pã, Flor do Campo (c. florz.), Curupira, Saci.

Dirigentes do Elemento Terra: Pelleur e Virgo.

 

Elemento Água:

Este elemento e os seres que fazem parte dele, estão relacionados ao nossocorpo Emocional, tendo a função de depurá-lo. No plano físico, são grandes agentes de purificação da atmosfera e principalmente na agricultura.

Sua ação qualificadora é demonstrada em enchentes, maremotos etc.

No corpo humano, o elemento líquido representa 70% do seu volume.

Livres das fraquezas, através da firmeza, nos aproximamos dos Seres da Água.

Trabalhando com a água temos: Ondina, Nereida, Sereia, Naiade (grécia), Uiara, Mãe D’água.

Dirigentes do Elemento Água: Netuno e Lunara.

 

Elemento Fogo:

Esse elemento, e todos os seres que habitam o mesmo, representam a maior força possível, uma vez que são a expressão do próprio Fogo Sagrado de onde provém as várias chamas atuantes nos universos.

A ação qualificadora deste elemento provém das atividades vulcânicas e grandes queimadas.

No corpo humano, esse elemento funciona através da temperatura,expressões emotivas e psíquicas.

Dominando as paixões, o ser humano aproxima-se desses seres.

Trabalhando com o fogo temos: Salamandra, Njami (Sibéria), Ucha (Índia) Boitatá.

Dirigentes do Elemento Fogo: Hélios e Vesta. (Força Criadora).

 

Elemento Ar:

Esse elemento e seus dinamizadores, são de extrema importância para a manutenção da vida no plano físico. Sem o Ar, o ser humano não pode sobreviver.

A atividade benéfica dos Seres do Ar é sentida na brisa, no impulso dos barcos, navios e aviões.

Sua atividade qualificadora está nos furacões, ciclones, tempestades.

No corpo do homem o ar está na respiração, no alento divino.

Com a constância, o homem aproxima-se dos seres do ar.

Trabalhando com o ar temos: Silfo, Silfide, Íris (Grécia), Indra (Índia), Bórea (Grécia).

Dirigentes do Elemento Ar: Thor e Áries.

 

EVOLUÇÃO

 

A escalada da evolução, parte dos pequenos elementais da terra seguindo até os dirigentes de grandes extensões e compreensão, chamados Devas e Elohim.

 

Elohim:

São os dirigentes do Reino, ponto alto da Hierarquia Elemental. Trabalham junto aos Mestres Ascensionados e Arcanjos. São doadores do modelo divino para formação dos espaços materiais.

 

Deva:

Palavra sânscrita que significa “Ser Brilhante”. São encarregados da dinamização de grandes áreas como: mares, florestas, cadeias de montanhas, grandes árvores, tendo a seu encargo a instrução de seres menores no trabalho da natureza.

 

Veladores Silenciosos:

Estes seres cuidam da proteção energética de Planetas, Sistemas, Universos, Galáxias. São encarregados também da recepção dos apelos dos seres humanos, energizando-os e elevando-os ao Pai, recolocando-os qualificados e atendidos diretamente ao alcance da humanidade.

 

A INVISIBILIDADES DESSES SERES

 

Os materialistas, não acreditam na existência dos Seres da Natureza alegando não serem visíveis.

A invisibilidade desses seres é explicada pelo fato de serem formas etéricas, habitantes de planos energéticos com múltiplas graduações, não perceptíveis aos olhos humanos.

Muitas observações mostram que os Elementais usam duas formas distintas:

 

Ø O Corpo Astral Permanente.

Ø Um veículo etérico materializado Temporariamente.

 

As ações resultantes do seu trabalho, sim, são visíveis.

Como exemplo, podemos citar a Comunidade de Findhorn (Escócia). Num local totalmente impróprio para a agricultura, fizeram surgir, com sua orientação, flores, verduras, árvores frutíferas etc.

Na ocasião (1962), este fato chamou atenção das autoridades governamentais do país, que mandaram examinar o local.

Nos exames foi constatada ausência de qualquer ingrediente químico e que a terra havia sido enriquecida de forma natural e inteligente.

Participemos junto aos Elementais na evolução do Planeta Terra. Assim teremos efetuado nosso papel como co-criadores universais.

 

FAMÍLIA CÓSMICA

 

Temos uma família cósmica que nos acompanha na caminhada da Evolução.

Vamos hoje, fazer uma aliança de intenções para que nos ajudem a manter a saúde em nossos corpos, para nos manter saudáveis e conectados com nossa divindade interna.

 

Sintonizando o Reino dos Elementais

 

Condições ideais para contatar os Elementais:

 

1) Com base nas condições climáticas, podemos ser ajudados no contato:

 

Terra / Água = Junho, Julho, Agosto (Inverno).

Água / Ar = Março, Abril, Maio (Outono).

Ar / Fogo = Dezembro, Janeiro, Fevereiro (Verão).

Fogo / Terra = Setembro, Outubro, Novembro (Primavera).

 

2) Tendo como base o signo e o nome:

 

Elemento Vogal Signo Elemental
Fogo I Áries / Leão / Sagitário Salamandra
Terra U Touro / Capricórnio / Virgem Gnomo
Ar E Gêmeos / Libra / Aquário Silfo
Água O Câncer / Escorpião / Peixes Ondina
Éter A O éter é a substância de onde emanam todos os elementos da criação, elementais e signos

 

FILHOS DA TERRA

 

Estes terão de encarar o desafio de enfrentar os estímulos energéticos do mundo ao redor.

É importante revigorar a conexão com a energia do gnomo pessoal andando descalço no barro ou grama. Passar algum tempo junto a plantas e árvores.

São ligados ao Arcanjo Uriel. O Rei do Elemento é Ghob. O Elohim é Tranquilitas (O Guerreiro que marcha). 6º Raio – Rubi / Devoção-Paz.

 

FILHOS DA ÁGUA

 

Nestes predomina o intenso envolvimento emocional.

Necessitam da proximidade com a água. A imersão total é o ideal, pois fortalece a ondina pessoal, uma vez que a água é sua força equilibradora.

São ligados ao Arcanjo Gabriel. O Rei do Elemento é Niksa. O Elohim é Claire (A Harmonia x Conflito = crescimento). 4º Raio – Branco / Ascensão-Pureza.

 

FILHOS DO AR

 

Nestes predomina a ordem mental e o envolvimento social.

Para recarregar o elemento primordial e fortalecer o silfo pessoal, precisam de ar puro e eletricamente carregado.

Topos de montanha, locais afastados da humidade, onde o ar é seco e vivificante, é muito bom para reconectá-los.

São ligados ao Arcanjo Rafael. O Rei do Elemento é Paralda. O Elohim é Vista (O que protege o segredo). 5º Raio – Verde / Verdade-Cura.

 

FILHOS DO FOGO

 

As pessoas do fogo necessitam de muito sol e actividades vigorosas para re-alimentar seus veículos.

Necessitam passar bastante tempo ao ar livre. Os lugares onde o sol brilha com força e intensidade são essenciais a sua saúde e ligação com a salamandra pessoal, bem como com os demais elementos.

São ligados ao Arcanjo Miguel. O Rei do Elemento é Djinn. O Elohim é Hércules (O que abre portas). 1º Raio – Azul / Vontade-Poder.

 

Invocação dos Elementais

 

A primeira regra a seguir para se obter sucesso na invocação dos elementais, é respeitar a natureza.


Faça o pedido sempre acompanhado com o elemento correspondente ao elemental invocado:


Elemento terra: Gnomos – com os pés descalços, tocando a terra (neste elemento encontra-se os duendes, seres encantados que vivem na superfície da terra, diferenciando dos gnomos, que habitam as profundezas).


Elemento água: Ondinas – com os pés descalços, tendo junto a você um recipiente com água cristalina.


Elemento fogo: Salamandras – com uma chama acesa, podendo ser a chama de uma vela.


Elemento ar: Silfos – inspire profundamente antes de fazer o pedido e escolha um lugar sem nenhum tipo de poluição sonora ou visual.


Invoque-os com respeito e concentração, para ocorrer a transmutação dos seus pedidos. Você só poderá invocá-los quando realmente sentir necessidade. Pronuncie a invocatória em voz alta e vibrante.

 

Gnomos – Elemento Terra


Invocá-los se possível no final da tarde. É importante estar com os pés descalços, pisando a terra.


Este pedido favorece a aquisição de riquezas e bens materiais. Peça estas riquezas também aos que necessitam e aos mais próximos. Não peça somente para você, pois poderá ocorrer exatamente o contrário, ou seja, atrair pobreza ao invés da riqueza.


Invocação aos Gnomos:


Eu vos saúdo, Gnomos,
Que constituís a representação do elemento terra.
Vós que constituís a base e fortaleza da terra,
Ajudai-me a transformar,
A construir todas as estruturas materiais,
Assim como uma raiz fortifica a árvore frondosa.
Gnomos,
Possuidores dos segredos ocultos,
Fazei-me perfeito e nobre, digno do vosso auxílio.
Mestres da terra,
Eu vos saúdo fraternalmente.
Amém.

 

Ondinas – Elemento Água


Invocá-las orientado para o norte, num local próximo de água corrente. Caso isto não seja possível, coloque próximo a você um recipiente com água fresca e cristalina.


Fique descalço. Esta invocação ajuda a obter amor, intuição e tudo de favorável que a água pode oferecer.


Invocação às Ondinas


Eu vos saúdo, Ondinas,
Que constituís a representação do elemento água.
Conservai a pureza da minha alma,
Como o elemento mais precioso, da minha vida e do meu organismo.
Fazei-me pleno de sua criação fecunda,
E dai-me sempre intuição de forma nobre e correta.
Mestres da água,
Eu vos saúdo fraternalmente,
Amém.

Salamandras – Elemento Fogo


Invocar nas primeiras luzes do sol. Caso isto não seja possível, é necessário que o elemento “fogo” esteja presente. O mais indicado é o uso de velas(sempre com o cuidado necessário para não provocar algum tipo de acidente).


Este pedido é feito para se ter mais criatividade, força de vontade, coragem, vigor, entusiasmo, favorecendo a comunicação.


Invocação às Salamandras:


Eu vos saúdo, Salamandras,
Que constituís a representação do elemento fogo,
Peço que, com vosso trabalho,
Fornecei a mim poder para resolver tudo,
De acordo com vossa vontade,
Alimentando meu fogo interno,
Aumentando minha chama trina do coração,
E assim formar um novo universo.
Mestres do fogo,
Eu vos saúdo fraternalmente.
Amém.

Silfos – Elemento Ar


Invocar se possível pela manhã, de preferência caminhando.


Esta invocação, atua na condução de pensamentos para uma determinada pessoa, em resoluções de negócios ou de uma situação preocupante.


Invocação aos Silfos:


Eu vos saúdo, Silfos,
Que constituís a representação do ar e dos ventos,
Portadores das mensagens para toda a terra,
Eu deposito em vós
A minha imensa confiança,
Pois meus pensamentos, são sempre positivos,
Voltados para o amor de todas as coisas existentes.
Fazei de mim a imagem do esplendor da luz.
Fazei deste pensamento, meu milagre!
Mestres do ar,
Eu vos saúdo, fraternalmente.
Amém.

 

Magia das Fadas para prosperidade

 

Magia das Fadas



A canela sempre foi usada para magias de prosperidade e pode ter seu resultado potencializado se utilizada de acordo com esta receita originária de uma antiga irmandade mística conhecida como “A Senda das Fadas“:

 

1 - Acenda num jardim um incenso de canela;

2 - Escolha uma flor e, segurando sempre o incenso, faça com que as cinzas caiam formando um círculo em volta da flor escolhida.

3 - Peça então que a fada dessa flor oriente seus caminhos rumo ao sucesso.


Há milénios as fadas atendem esse código tão singular.

 

FADAS

RITUAL DAS FADAS DE INVERNO

 

 Sobre as Fadas:

O nome Fada em inglês significa “Faeries” ou “Fairyes”, provavelmente é uma combinação de “fae” vinda da palavra “friend” (“amigo”) e “eire”, vinda de “Green” (verde), significando, amigo verde (green friend).

As primeiras histórias de fadas mostram que elas eram de início as personagens que levavam presentes aos recém-nascidos.

O Reino das fadas é comandado pela Rainha Titânia e seu consorte o Príncipe Oberon.

O folclore Celta gaélico, irlandês, e escocês dão muita importância às fadas.Houve um famoso incidente em que 3 mortais, Thomas the Rymer, Tam Lim e o padre Robert Kirk autor do livro “O segredo dos elfos, faunos e fadas”, foram levados à Terra das fadas.

 

 Existem várias hipóteses sobre a origem das fadas:

* De que elas tenham sido formadoras da raça, de estatura menor que a dos humanos e que moravam abaixo da superfície.

* Alguns dizem que elas são Anjos caídos, que foram expulsas do céu após se negarem a cumprir ordens.

* As fadas também são vistas como espíritos ancestrais. São consideradas também Deuses antigos que diminuíram de estatura por não aceitarem a igreja católica.

As fadas são um ser etéreo da natureza que adoram dançar, cantar e tocar harpas, violinos, cítaras e banjos. Moram embaixo da Terra, sobre as àguas ou até mesmo no ar (nos galhos das àrvores). Elas não gostam de serem vistas pelas pessoas, principalmente quando se trata de uma pessoa que não respeita a natureza. Podem desaparecer num piscar de olhos, mudam de forma quando há necessidade e deixam felicidade e sorte por onde passam.

 

Ritual das fadas de Inverno

Durante os meses de inverno, normalmente os espíritos da natureza descançam, enquanto suas plantas e àrvores repousam também.

Entretanto se convidar os que vivem em sua àrea para sua casa, eles podem passar os meses de inverno com você, verificando e corrigindo as suas energias se necessário. Eles são maravilhosos tanto para os humanos quanto para os animais. Gostam em particular de crianças pequenas.

 

  INGREDIENTES PARA O RITUAL:

- Gengibre em pó;

- 1 pequena colher;

- Velas para os quadrantes;

- Cristais ou pedras.

 

  RITUAL:

Neste ritual você não precisará abrir o círculo.

Coloque as velas nas direções certas (consulte uma bússola, para saber as direções certas).

Ao lado de cada vela coloque um cristal ou uma pedra.

Em pé no centro do espaço, envie seus pensamentos para dar boas vindas aos pequenos e entoe:

“Oh espíritos das plantas e da Terra e das àrvores!

Oh pequenos de todas as formas, 

Eu peço para que apresentem a mim.

De mim não partirá nenhuma agressão.

Junten-se à mim em amizade e amor.

Trazendo prazer na Antiga magia,

Pois para sempre com os Antigos Deuses.

Podemos recriar todas as coisas em ouro.

Espíritos Guardiães, nossas vidas se unem!

Tudo nós compartilhamos!

Volte-se para o leste, polvilhe um pouco de gengibre na vela e diga:

” Todos vocês, espíritos e fadas, 

Ouçam meu chamado.

Entrem neste círculo mágico.

Bem vindos todos!!!

 

Volte-se para o sul polvilhe o gengibre e diga:

“Todos vocês, duendes das àguas.

Ouçam meu chamado!

Entrem neste círculo mágico!

Bem vindos Todos!”


Volte-se para o norte polvilhe o gengibre e diga:

“Todos vocês dos raios de Luar,

Ouçam meu chamado!

Entrem neste círculo mágico!

Bem vindos Todos!”

Sente-se em silêncio por algun tempo, mentalizando os pequenos seres. Esteja atento ao toque deles em seu corpo, como se fossem roçando. Ouçam vozes musicais em sua mente. Fale com eles se desejar.

Ao encerrar sua comunicação, fique em pé no centro da sala. Erga seus braços para o alto dizendo:

“Minhas gratidões e bençãos!

Aqueles do Ar, da Terra, do Céu e do Mar!”

RITUAL:

Tesouro dos Gnomos



Outra magia de prosperidade pode ser feita com o auxílio dos gnomos e é muito utilizada pelas bruxas escocesas

Seu efeito é surpreendente rápido.


1 - Faça uma caixinha com uma casca de noz;

- Coloque ali 3 trevos de 3 folhas (as bruxas autênticas sabem que na verdadeira magia está no número 3, portanto esse é o trevo poderoso);

- Coloque 3 grãos de milho e um cristal.

4 - Enterre o tesouro e ofereça-o aos gnomos da terra.

 

Eles ficarão tão contentes com o presente, que retribuirão generosamente com a energia da prosperidade.

 

ALIMENTO PARA AS FADAS

Todas as fadas adoram gengibre, mel, leite, bolos, balas, biscoitos e sucos. Para atraí-las coloque a guloseima sobre uma pedra de pirita, prata, cristal, quartzo ou lunária. Apreciam também essências fortes como canela e pinho. Mas você deve dar de comer a elas sempre realizando um trato. Antes de conceder-lhes o alimento, diga:

 

“O QUE É MEU É SEU,

O QUE É SEU É MEU.”

Peça então para que elas tornem sua casa um lugar alegre e diga que sempre serão bem-vindas.


As fadas amam jardins bem cuidados e você pode transformar o seu em um altar para elas. Plante nele muitas flores azuis, lírio-do-vale, dedaleira, gesta e rosas. Crie também um pequeno lago escavando a terra e colocando pedras em sua borda, para atrair as fadas da água. Mas há também fadas que gostam de lugares selvagens, portanto deixe uma pequena parcela da área sem cultivo. Suas oferendas serão muito bem aceitas quando colocadas em uma cesta e depositadas neste jardim.

Se chamá-las para participar de um ritual, mantenha-o leve e alegre. Elas gostam de muita música e dança.

Banho para as Fadas

 

BANHO DE PÉTALAS DE ROSAS


A essência de rosas é um forte atrativo de fadas, um banho com rosas lhe irá facilitar o contato com elas. Para a preparação do banho coloque 21 pétalas de rosa cor-de-rosa em uma chaleira de cobre contendo água e uma tampa. Depois deve aguardar o espaçamento de uma Lua Cheia à outra Lua Cheia, só então poderá usar o seu conteúdo para banhar o corpo e os cabelos. Tome este banho antes de cada ritual mágico dedicado às Fadas.

 

Lendas

Ondinas

O LAGO CARUCEDO

 

O lago de Carucedo, na província de Léon (Espanha), com 30 metros de profundidade e quatro quilômetros de perímetro, o qual encerra várias lendas. Um de seus mistérios refere-se à sua origem. Dizem que se formou pela abundância das lágrimas vertidas pela ondina Carissia, que apaixonada pelo general romano Tito Carissio, que dominou o Bierzo no ano 19 a.C. e tomou Castro Bérgidum ou Castro Ventosa, que encontra-se perto de Cacabelos (declarado monumento nacional em 1931) e ali estabeleceu suas tropas de romanos para vigiar a exploração aurífera de Las Médulas.


Carissia, segundo as lendas, vivia na mítica cidade de Lucerna e quando se apaixonou pelo general romano, esse mentiu para ela e a depreciou ao descobrir que tratava-se de uma ninfa, que naquela época era um povo inimigo. A ondina chorou tanto e durante anos que alagou a cidade de Lucerna e formou o lago.


Todos os anos, ao amanhecer do dia de São João, se vislumbra no fundo do lago Carucedo o reflexo de Lucerna e nessa noite é quando sai nossa ondina a buscar um belo moço que peça seu amor.

 

 

Lendas

Ondinas

AGRILLA E A FONTE ENCANTADA

 

Conta uma lenda que há muito tempo, quando todavia os árabes ocupavam o reino de Granada, perto das areias do rio Darro, se escondia em uma gruta uma fonte de águas cristalinas. Essa fonte era conhecida por todos da região, que só a bebiam quando a sede era insuportável, temerosos pelos estranhos poderes que tinha a água. Contam que em alguns dias a água era doce como um torrão de açúcar e quem a bebia se sentia o mais afortunado da terra, porém em outros a água era tão amarga que despertava o ódio e a raiva de quem bebia. Inclusive diziam que foi culpada de muitas brigas entre os habitantes do povoado. Tantas foram as vezes que falavam do poder dessas águas, que o administrador da justiça de Granada, cansado de tantas disputas, ordenou aos soldados que fossem até lá para descobrir o que ocorria com ela. Passados alguns meses, não conseguiram descobrir nada, pois a cada noite, quando chegava as doze horas, esquisito sono os abatia e não conseguiam despertar até que chegasse o primeiro raio de sol.


Cansados dessa situação, os soldados tentaram achar uma solução para o problema. Um deles ficaria, à noite, fora da gruta escondido atrás de uma árvore, sem tocar na fonte e dali ficaria espionando para descobrir seu mistério. Chegou a noite todos caíram adormecidos às doze horas, menos um, o valente que guardava a árvore. Pouco depois, uma linda jovem saía da água e se sentava na borda da fonte a cantar, enquanto penteava seus cabelos e os raios da lua a iluminavam. O jovem soldado se aproximou:


-”Que fazes aqui…”


-”Queria descobrir o mistério dessas águas.


-”Não te aproximes, pois não quero causar-te mal. Meu nome é Agrilla e sou a fada dessa fonte. Vivo aqui desde muito tempo, antes que tu nasceste, por isso as vezes me sinto só e minhas lágrimas amargam essa água. Amanhã quando amanhecer desperte teus companheiros, diz que já sabes a verdade e tratem de partir, para nunca mais voltar. Se cumprires meus desejos, prometo não lhe causar dano nunca, nem a ti, nem aos teus.”


O soldado, cujo único encargo era descobrir o milagre dessas águas, que faria como ela lhe havia pedido. Acordou seus companheiros e todos se foram. Durante muitos anos as águas seguiam tal como o soldado as deixou, doce quando a fada sorria e amarga quando chorava. Um dia, ante a surpresa dos mouros, os cristãos tomaram Granada. Contam, que desde então, ninguém voltou a ver a fada, que abandonou a fonte. E contam também, que para sempre suas águas se tornaram agridoces: doce pela ternura do espírito que habitou suas águas e amarga pelas lágrimas que derramou quando teve que abandonar Granada.

 

 

 

ORAÇÃO DAS FADAS

Espírito de sabedoria, cujo sopro dá e retorna a forma de todas as coisas; tu, diante de quem a vida dos seres é uma sombra que muda e um vapor que passa; tu que sobes às nuvens e que caminhas nas asas dos ventos; tu que expiras, e os espaços sem fim são povoados; tu, que aspiras, e tudo o que de ti vem a ti volta: movimento sem fim na estabilidade eterna, sê eternamente bendito.

Nós te louvamos e te bendizemos no império móvel da luz criada, das sombras, dos reflexos e das imagens, e aspiramos incessantemente à tua imutável e imperecível claridade. Deixa penetrar até nós o raio da tua inteligência e o calor do teu amor: então o que é móvel ficará fixo, a sombra será um corpo, o espírito do ar será uma alma, o sonho será um pensamento. E nós não seremos mais arrastados pela tempestade, porém seguraremos as rédeas dos cavalos alados da manhã e dirigiremos o curso dos ventos da tarde, para voarmos diante de ti. Oh espírito dos espíritos, Oh alma eterna das almas, Oh sopro imperecível de vida, Oh suspiro criador, Oh boca que aspiras e expiras a existência de todos os entes, no fluxo e refluxo da tua eterna palavra, que é o oceano divino do movimento da verdade.

 

Oração a Rainha das Fadas

 

Ave, Rainha das Fadas!

Tu que colocas mais frescor nas manhãs, sedução nas tardes, mistérios nas noites e doçura nas madrugadas, derrama um pouco de tudo isso sobre mim para que eu possa encantar, seduzir, alegrar, apaixonar, ser e fazer feliz.

Ó, Fada Rainha! Ouve a prece minha.

Rainha da Alvorada, Musa dos Namorados, dos Poetas, dos Magos, dos Cantores, dos Escritores, enche minha alma de sonhos, de música, de poesia e cobre meu corpo de encantos, de carícias e de flores, porque assim poderei dar todas as delícias e receber todos os amores!

Senhora de todas as Primaveras, das mais lindas quimeras, de todas as Eras!

Dá-me todos os alimentos e todos os encantamentos de Afrodite, seus licores, seus perfumes, seus sabores, para que eu seja cada vez mais suave, mais ardente, mágica, atraente… uma Lua Ensolarada, Enluarada, uma Deusa Concreta, Completa!

Para que eu seja uma… uma… uma Perfeita Fada e ame sempre e sempre seja amada.

Ave! Ave! Ave Rainha das Flores, dos Amores, das Alvoradas…

Ave, Rainha das Fadas!

“Todos os sons, todas as luzes, todos os Dons para mim”.

Obrigada. Ave, Rainha das Fadas!

Canção para Chamar as Fadas

 

Venham fadas para a sua morada!

Venham para a sua hora dourada!

Venham até nós por favor!

Fadas dancem com louvor!

Espíritos do Ar!

Formosas criaturas do lar!

Venham fadas, venham me abraçar!

Estou aqui para te contemplar!

Venham para a minha canção!

Me ajude com a sua varinha de condão!

Venham enfeitar a natureza!

E seduzir todos com sua mágica pureza!   

GNOMOS – ELEMENTAIS DA TERRA

ORAÇÃO AOS GNOMOS.

“Rei invisível, que tomaste a terra para apoio e que cavaste os seus abismos para enchê-los com a vossa onipotência;

Vós, cujo nome faz tremer as abóbadas do mundo,

Vós que fazeis correr os sete metais nas veias das pedras, monarca das sete luzes, remunerador dos operários subterrâneos,

Levai-nos ao ar desejável e ao reino da claridade.

Velamos e trabalhamos sem descanso, procuramos e esperamos, pelas doze pedras da cidade santa, pelos talismãs que estão escondidos, pelo cravo de imã que atravessa o centro do mundo.

Senhor, Senhor, Senhor, tende piedade dos que sofrem, desabafai nossos peitos, desembaraçai e elevai nossas cabeças, engrandecei-nos.

Ó estabilidade e movimento, ó dia envolto na noite, ó obscuridade coberta de luz!

Ó senhor, que nunca retendes convosco o salário dos vossos trabalhadores!

Ó brancura argentina, ó esplendor dourado! Ó coroa de diamantes vivos e melodiosos!

Vós que levais o céu no vosso dedo, como um anel de safira,

Vós que escondeis em baixo da terra, no reino das pedrarias, a semente maravilhosa das estrelas,

Vivei, reinai e sede eterno dispensador das riquezas de que nos fizestes guardas. Amém.”

 

ONDINAS – ELEMENTAIS DA AGUA

ORAÇÃO ÀS ONDINAS.

“Rei terrível do mar, vós que tendes as chaves das cataratas do céu e que encerrais as águas subterrâneas nas cavernas da terra;

Rei do dilúvio e das chuvas da primavera,

A vós que abris as nascentes dos rios e das fontes,

A vós que ordenais à umidade, que é como o sangue da terra, de tornar-se seiva das plantas, nós vos adoramos e vos invocamos.

A nós, vossas móveis e variáveis criaturas, falai-nos nas grandes comoções do mar e tremeremos diante de vós;

Falai-nos também no murmúrio das límpidas águas, e desejaremos o vosso amor.

Ó imensidade na qual vão perder-se todos os rios do ser, que sempre renascem em vós!

Ó oceano das perfeições infinitas!

Altura que vos mirais na profundidade; profundidade que exalais na altura, levai-nos à verdadeira vida pela inteligência e pelo amor!

Levai-nos à imortalidade pelo sacrifício, a fim de que sejamos considerados dignos de vos oferecer, um dia, a água, o sangue e as lágrimas, para remissão dos erros. Amém.”

SALAMANDRAS – ELEMENTAIS DO FOGO

ORAÇÃO ÀS SALAMANDRAS

“Ó imortal, eterno, inefável e incriado pai de todas as coisas, que és levado no carro sem cessar rodante dos mundos que giram sempre;

Dominador das imensidades etéreas, onde está ereto o trono do teu poder, de cima do qual teus olhos formidáveis descobrem tudo, e teus belos e santos ouvidos escutam tudo,

Atende aos teus filhos, que amaste desde o nascimento dos séculos;

Porque a tua dourada, grande e eterna majestade resplandece acima do mundo e do céu das estrelas;

Estás elevado acima delas, ó fogo faiscante; aí, tu te acendes e te conservas a ti mesmo pelo teu próprio Esplendor, e saem da tua essência regatos inesgotáveis de luz, que nutrem teu espírito infinito.

Este espírito infinito alimenta todas as coisas e faz tesouro inesgotável de substância pronta à geração que elabora e que se apropria das formas de que a impregnaste desde o princípio.

Deste espírito tiram também sua origem estes reis mui santos que estão ao redor do teu trono e que compõem a tua corte,

Ó pai universal! ó único! ó pai dos felizes mortais e imortais.

Criaste, em particular, potências que são maravilhosamente semelhantes ao teu eterno pensamento e à tua essência adorável;

Tu as estabeleceste superiores aos anjos, que anunciam ao mundo as tuas vontades;

Enfim, nos criaste na terceira ordem no nosso império elementar.

Aqui, o nosso contínuo exercício é louvar e adorar os teu desejos;

Aqui, ardemos incessantemente aspirando a possuir-te.

Ó pai! ó mãe! ó mais terna das mães! ó arquétipo admirável da maternidade e do puro amor! ó filho, flor dos filhos! ó forma de todas as formas, alma, espírito, harmonia e número de todas as coisas! Amém.”

 

 

SILFOS – ELEMENTAIS DO AR

ORAÇÃO AOS SILFOS

“Espírito de sabedoria, cujo sopro dá e retoma a forma de todas as coisas;

tu, diante de quem a vida dos seres é uma sombra que muda e um vapor que passa;

tu, que sobes às nuvens e que caminhas nas asas dos ventos;

tu, que expiras, e os espaços sem fim são povoados;

tu, que aspiras, e tudo o que de ti vem a ti volta: movimento sem fim da estabilidade eterna,

sê eternamente bendito. Nós te louvamos e te bendizemos no império móvel da luz criada, das sombras, dos reflexos e das imagens, e aspiramos incessantemente à tua imutável e imperecível claridade.

Deixa penetrar até nós o raio da tua inteligência e calor do teu amor:

então o que é móvel ficará fixo, a sombra será um corpo, o espírito do ar será uma alma, o sonho será um pensamento.

E nós não seremos mais arrastados pela tempestade, porém seguraremos as rédeas dos cavalos alados da manhã e dirigiremos o curso dos ventos da tarde, para voarmos diante de ti.

Ó espírito dos espíritos, ó alma eterna das almas,

ó sopro imperecível de vida, ó suspiro criador,

ó boca que aspiras e expiras a existência de todos os entes, no fluxo e refluxo da tua eterna palavra, que é o oceano divino do movimento e da verdade. Amém.”

 

 

Invocações

INVOCAÇÃO DOS ELEMENTAIS

 

É preciso lembrar que, antes de mais nada, nós precisamos respeitar a energia da natureza. Faça uso somente para pedidos e obras grandes com dignidade, coração puro e sem sentimentos negativos como o egoísmo.

 

Salamandras: Invoque as salamandras com uma vela acesa, qualquer coisa que tenha chama. Invocar durante a luz do dia, de preferência às luzes do sol. Invocação às Salamandras traz mais força de vontade, vigor, entusiasmo e coragem.

Gnomos: Invoque os gnomos estando com os pés descalços. É importante estar descalço para entrar em contato com a terra. Invocação aos gnomos ajuda na aquisição de riquezas e bens materiais. Lembre-se não só de pedir essas riquezas para você mas para o mundo, para o próximo também senão eles podem vir completamente ao contrário para você.

Silfos: Antes de fazer o pedido, se inspire profundamente naquilo que você deseja e de preferência escolha um lugar calmo, sem nenhum tipo de interrupção. Invocação aos Silfos atua na condução de pensamentos em uma determinada pessoa, negócios e situação preocupantes.

Ondinas: Invoque as ondinas estando com os pés descalços e tenha junto com você uma vasilha com água cristalina. Invocação às Ondinas ajuda no amor e na intuição. É importante estar virado para o norte quando fizer sua invocação.


Quando for invocar os elementais da natureza, se concentre e invoque com muito respeito. Ao fazer a invocação, direcione ao pai dos elementais da natureza, Metatron. Enquanto faz a invocação, pronuncie em voz alta e vibrante.


- Invocação aos GNOMOS:

“Eu vos saúdo, Gnomos, que constituís a representação do elemento Terra, vós que constituís a base e fortaleza da terra, ajudai-me a transformar, a construir todas as estruturas materiais, assim como uma raiz fortifica a árvore frondosa.

Gnomos, possuidores dos segredos ocultos, fazei-me perfeito e nobre, digno do vosso auxílio.

Mestres da Terra, eu vos saúdo fraternalmente. Amém!”


- Invocação às ONDINAS:

“Eu vos saúdo, Ondinas, que consituís a representação do elemento água, conservai a pureza da minha alma, como o elemento mais precioso, da minha vida e do meu organismo. Fazei-me pleno de sua criação fecunda, e dai-me sempre intuição de forma nobre e correta.

Mestres da água, eu vos saúdo fraternalmente. Amém!”


- Invocação aos SILFOS:

“Eu vos saúdo, Silfos, que constituís a representação do ar e dos ventos, portadores das mensagens para toda a terra, eu deposito em vós a minha imensa confiança, pois meus pensamentos são sempre positivos, voltados para o amor de todas as coisas existentes. Fazei de mim a imagem do esplendor da luz. Fazei deste pensamento meu milagre!

Mestres do ar, eu vos saúdo, fraternalmente. Amém!”


- Invocação às SALAMANDRAS:

“Eu vos saúdo, Salamandras, que constituís a representação do elemento fogo, peço que, com vosso trabalho, fornecei a mim poder para resolver tudo, de acordo com vossa vontade, alimentando meu fogo interno, aumentando minha chama trina do coração, e assim formar um novo universo.

Mestres do fogo, eu vos saúdo, fraternalmente. Amém!”

 


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

As receitas mágicas ou receitas encantadas são uma forma de gastronomia em que se fazem uso das energias e propriedades contidas nos mais diversos ingredientes e alimentos, com a finalidade de as aplicar a um fim determinado.

A cozinha é pois um lugar mágico. A cozinha reúne os diversos elementos, nomeadamente o fogo, que é o elemento mágico dos mais fortes.

A culinária pode fazer uso dos mais diversos ingredientes, que podem ser utilizados em proveito próprio, com as mais diversas finalidades.

A gastronómica mágica ou culinária mágica, são parte integrante das práticas de Magia Wicca, assim como de magia Xamânica e magia natural.

 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Bebidas mágicas, 1: aperitivo de figo, bebida de iogurte, bebida mágica de Mabon, vinho do Porto quente, vinho quente, ponche quente com especiarias, licor de rosas, irish coffee, chá verde com maçã, chocolate quente especial, chocolate quente, chocolate quente com amêndoa, leite quente com wisky:

 

APERITIVO DE FIGO

(Receita para Sabbats – Mabon)

Ingredientes:

1 Litro de vinho Rosé;

8 Figos secos;

2 Amêndoas;

1 Cálice de aguardente;

1 Pau de baunilha;

200g. de açúcar;

2 Copos de água;

 

Preparação: 

Deixe os figos a macerar no vinho Rosé durante 10 dias. Passados  esses dias, filtre a mistura.

Em lume brando derreta o açúcar na água, acrescente a preparação filtrada e deixe cozer durante 10 minutos.

Misturem bem e junte a aguardente, a baunilha e as amêndoas. Deixe descansar durante um mês.

Filtrem de novo para engarrafar e deixam envelhecer alguns tempos às escuras antes de provar com moderação…

 

BEBIDA DE IOGURTE

Essa bebida é uma espécie de milk-shake exótico e muito mais saudável.

Os povos do Oriente, particularmente a Índia, utilizam iogurte em muitas de suas receitas.

 

Ingredientes:

Serve seis porções.

1- Litro de iogurte integral de baixa caloria

6- Cubos de gelo

6- Colheres (sopa) de mel ou açúcar mascavo light

2- Colheres (sopa) de água de rosas

 

Preparação:

Coloque o iogurte, a água de rosas e o mel num liquidificador e bata.

Acrescente os cubos de gelo e misture até que o iogurte esteja batido. Sirva em copos altos.

BEBIDA MÁGICA DE MABON

(Receitas para Sabbats – Mabon)

 

A bebida mágica de Mabon consiste de:

- Sidra de maçã quente;
- Canela;
- Pequenas rodelas de maçã.

 

Essa bebida sagrada tem um significado profundo. A maçã rege o coração, a sidra representa o “eu”, por si só já é uma poção de amor.

Mas quando misturada com canela, que é governada pelo Sol, representa a essência solar e, ao ingerirmos esta bebida, é como se estivéssemos ingerindo a própria luz do Sol.

 

Vinho do Porto Quente

(Bebidas para Yule)

 

Ingredientes:

0,5 l de vinho do Porto de boa qualidade
½ cálice de aguardente velha
1 colher de sopa de mel
1 chávena de café de passas
1 chávena de café de corintos
1 pau de canela


Preparação:

Deite o vinho do Porto num tacho. Em seguida, leve-o ao lume e vá adicionando os ingredientes pela ordem acima referidos. Mexa muito bem até levantar fervura e sirva

 

Vinho Quente

(Bebidas para Yule)

 

Ingredientes:

6 Ovos

1 l de água
250 g de açúcar
2,5 dl de vinho verde tinto
2,5 dl de vinho Madeira tinto ou Moscatel
2,5 dl de vinho do Porto (tinto doce)
pão duro
sal

 

Preparação:

Batem-se as gemas com açúcar até se obter uma boa gemada.
Entretanto, leva-se ao lume 1 l de água a que se juntam umas pedrinhas de sal. Deixa-se levantar fervura. Retira-se do calor, juntam-se os vinhos verdes e Madeira (ou moscatel) e leva-se novamente ao lume para levantar fervura.
Depois, adiciona-se o líquido, a pouco e pouco, à gemada. Volta a ir ao lume apenas para ferver. Os ovos ficaram assim cozidos.

Fora do calor, adiciona-se o vinho do Porto que já não vai ao lume. Mexe-se e, se for necessário, junta-se um pouco mais de açúcar.
Na altura de servir, aquece-se o vinho em banho-maria e serve-se em chávenas com bocadinhos de pão fazendo sopas.

 

Ponche Quente com Especiarias

(Bebidas para Yule)

 

Ingredientes

3 colheres de sopa Cravos inteiros: 
Duas pequenas Laranjas 
2 l. Sumo de maçã 
2 paus Canela 
1 ½ Chávena Rum

 

Preparação

Pé-aqueça o forno a 175 ºC.
Espete os cravos inteiros nas laranjas por todos os lados e coloque num recipiente de ir ao forno.
Leve ao forno durante 45 minutos.
Aqueça o sumo de maçã com os paus de canela numa panela grande.
Pique as laranjas quentes com um garfo.
Coloque as laranjas numa saladeira ou recipiente próprio para ponche; deite o sumo de maçã quente sobre elas e junte o rum.
Sirva quente.

 

LICOR de ROSAS

(Bebidas para Yule)

 

Ingredientes
1 l de aguardente 
0,5 kg de açúcar branco 
pétalas de 5 ou 6 rosas 
1 pau de baunilha

 

Preparação
Põe-se num frasco um grande punhado de pétalas de rosas vermelhas ou cor-de-rosa, enche-se de aguardente e deixa-se ficar 2 ou 3 dias.
Depois passa-se por um passador de rede fina e deita-se a aguardente por cima). Como o açúcar deve ficar bem derretido, se for necessário passa-se várias vezes pelo passador de rede.
Finalmente junta-se um pau de baunilha.

 

Irish Coffee

 (Bebidas para Yule)

 

Ingredientes:

2 colheres de açúcar
40 ml de irish 
whisky
café quente
creme de leite

 

Preparação:
Misture o café, o açúcar e o whisky. Coloque em copo especial para grog. Acrescente o creme de leite levemente batido, escorrendo-o pela borda do copo sem misturá-lo.

 

 

Chá verde com maçã0

 (Bebidas para Yule)

 

Ingredientes:
6 Colheres (sopa) de ervas de chá verde 
1 maçã verde média 
3 colheres (sopa) de mel 
maçã verde para decorar

Preparação:

Coloque 1.200 ml de água numa panela e leve ao lume 9 minutos, ou até ferver. Retire do fogo, incorpore as ervas, tape a panela e deixe em infusão por 5 minutos. Em seguida, coe o chá, usando uma peneira sobre um recipiente com tampa. Tape e leve ao frigorífico por 2 horas. Passado esse tempo, lave a maçã, parta ao meio, elimine o pedúnculo e as sementes com o miolo. Pique e coloque no liquidificador. Acrescente o chá gelado e o mel e bata 1 minuto. Distribua o chá nos copos e decore com maçã verde.

 

 

Chocolate quente especial

  (Bebidas para Yule)

 

Ingredientes:

1 Litro de leite desnatado

1 Lata de leite condensado

4 Colheres de sopa de chocolate em pó

2 Colheres de sopa de amido de milho

Canela em pó para polvilhar

 

Preparação:

Bater todos os ingredientes no liquidificador (menos a canela).
Levar ao fogo em temperatura média até o líquido ferver engrossar.
Servir em chávenas, polvilhar com canela.
Para um sabor especial pode se colocar chantily sobre a chávena de chocolate.

 

 

Chocolate Quente II

  (Bebidas para Yule)

 

Ingredientes:

4 dl de leite 
250 g. De Chocolate para Culinária 
Açúcar q.b.

Preparação:

Derrete-se o Chocolate para Culinária, partido em bocadinhos, com 2 dl de leite em banho-maria.
Assim que esteja como um creme liso, deita-se o restante leite a ferver e leve o preparado a lume brando, só para levantar fervura, não parando de mexer com uma colher de pau. Adoça-se a gosto, bate-se um pouco com as varas para fazer espuma e serve-se quente.

 

Chocolate Quente com Amêndoa

(Bebidas para Yule)

Ingredientes:

 100 g de chocolate de leite
5 colheres de sopa de amêndoas picadas grosseiramente
1 chávena de chá de leite
5 colheres de sopa de leite condensado
4 colheres de sopa de Amaretto

 

Preparação:

Pique o chocolate em pedaços pequenos e reserve.
Bata no liquidificador as amêndoas, o leite, o leite condensado e o Amaretto por 2 minutos, ou até obter um creme homogéneo. Despeje numa panela e leve ao lume por 4 minutos, ou até ferver. Junte o chocolate, misture e retire do lume.
Despeje a bebida em 2 canecas ou copos. Se preferir, decore com bocados de amêndoas.

 

Leite quente com whisky

(Bebidas para Yule)

 

Ingredientes:

2 Chávenas (chá) de leite

3 Colheres (sopa) de whisky

2 Colheres (sopa) de mel

Preparação:

Coloque o leite numa panela e leve ao lume para ferver.
Fique atento para não deixar vir por fora.
Desligue o lume e junte o whisky e o mel e misture bem.
Coloque em chávenas ou canecas e sirva bem quente.

 

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Bebidas mágicas, 2: Bloody Mary, chocolate quente com especiarias para Mabon, coktail das Bruxas, fermentado de urze, hidromel, hidromel de uva, hidromel suave, hidromel com chá, hidromel rápido, hidromel russo, cocktail gaulês, kir gaulês, grog gaulês.

 

 Bloody Mary

Receitas para Samhaim

Um bom cocktail para o Halloween!

Ingredientes:

- 1 lata de sumo de tomate
- três gotas de limão
- 2 gotas de molho inglês
- sal e pimenta
- 1 chávena de café de vodka
- Tabasco q.b.

 

Preparação:

Coloquem todos os ingredientes num shaker juntamente com gelo picado. Misturem tudo muito bem e sirvam num copo alto.

 CHOCOLATE QUENTE COM ESPECIARIAS PARA MABON

Bebida para Sabbath
Ingredientes:
- 250g de chocolate meio amargo, picado
- 1litro de leite
- 6 dentinhos de cravos
- 1 colher (chá) de canela em pó
- Um pouco de essência de amêndoa (comestível)
- Açúcar a gosto.

Preparação:

Aqueça levemente o chocolate com o leite, os cravos, a canela, a essência de amêndoa e o açúcar.

Mexa constantemente até que o chocolate derreta.
Se quiser bata no liquidificador até formar uma espuma tipo frapê.

Sirva.

 COKTAIL DAS BRUXAS

Sobre a Receita: Para despertar a feminilidade

 

Ingredientes:

- 1 litro de suco de uva

- 1 litro de suco de maçã

- Suco de 2 limões espremidos

- Folhas de hortelã

- Cerejas

- Pétalas de rosa

- Gelo

 

Preparo:

Misture os sucos, coloque as cerejas, o gelo e decore com as pétalas de rosa e as folhas de hortelã.

 FERMENTADO DE URZE

Extraído do livro: O Deus dos Magos, de Janet e Stewart Farrar

 

Ingredientes:

4,5 litros de urze em flor

30 gramas de gengibre moído

4 ou 5 cravos da índia

2 punhados de flores secas de lúpulo

450 gramas de melado

450 gramas de malte

30 gramas de fermento

 

Preparo:

Ponha o urze numa panela, acrescente um pouco de água e deixe ferver durante uma hora. Escorra o líquido e complete-o com água pura até obter 9 litros. Acrescente o gengibre, os cravos e as flores de lúpulo. Adicione o melaço e o malte. Ferva durante 20 minutos; depois passe por uma peneira, recebendo o líquido em um recipiente de 10 litros.

Quando a temperatura estiver na faixa de 37ºC retire um pouco do líquido e misture nele o fermento.

Quando a fermentação começar ponha a mistura no líquido que já está no recipiente de 10 litros. Tampe a boca amarrando nela um pedaço de tecido. Deixe o recipiente durante dois dias em um lugar que não seja frio. Depois passe o líquido para garrafas menores e arrolhe-as (sem apertar muitas as rolhas), deixando-as assim durante um dia; em seguida aperte as rolas e amarre-as com arame para impedir que estourem. Em três semanas a bebida está pronta para ser consumido.

 HIDROMEL

Receitas para Litha

Ingredientes

- 1 litro de chá mate
- 1 limão grande
- 1/2 copo de mel

 

Modo de fazer

Enquanto o chá estiver quente, adicionar algumas lascas de limão. Deixar esfriar e coar. Adicionar o mel e o suco de limão. Colocar gelo à vontade. É saudável e mata a sede.

HIDROMEL DE UVA


Ingredientes:
Uma garrafa de suco de uva de um litro e meio.
Anis estrelado.
Canela em pau.
Cravo.

 

Modo de Fazer:

Misture tudo e tampe. Este hidromel tem a força de um vinho, sendo excelente quando as pessoas do ritual não podem consumir álcool. Ele atrai a prosperidade e fartura.

HIDROMEL SUAVE


- 1 litro de água, de preferência mineral (não deve ser da torneira)
- 1 chávena de mel
- 1 limão cortado
- 1/2 colher de chá de noz-moscada

Ferva todos os ingredientes. Enquanto ferve,
retire a “nata” com uma colher de pau. Quando não estiver mais a soltar”nata”
acrescente:

- Uma pitada de sal
- Sumo de meio limão

Coe e deixe ficar frio.

 

Hidromel

 

Ingredientes:
- 2kg de mel novo
- 50l de água
- 1 punhado de alecrim
- 1 punhado de tomilho
- 1 punhado de louro
- 1 punhado de roseira brava
- 2 ou 3 punhados de malte moído 
- tostadas com levedura
- 45g de cravos
- 45g de noz-moscada
- 45g de macis

 

Procedimento:
Ferva o mel novo na água. Coe bem. Acrescente os punhados de alecrim, tomilho, louro e roseira brava. Ferva a mistura por uma hora, pondo-a em seguida num tonel com o malte moído. Mexa até estar tépido e coe num pano passado para outro tonel.

Espalhe um pouco de tostadas com levedura e despeje o líquido. Quando o hidromel estiver coberto de levedura, despeje em uma pipa. Amarre os cravos, os macis e a noz-moscada num saco e pendure na pipa. Feche a pipa por seis meses e engarrafe. Certifique-se de que todos os recipientes foram esterelizados antes do uso.

 

Hidromel com chá

 

Ingredientes:

- 1 litro de chá mate

- 1 limão grande

- 1/2 copo de mel

Modo de fazer:

    Enquanto o chá estiver quente, adicionar algumas lascas de limão.

    Deixar amornar e coar.

    Adicionar o mel e o sumo de limão.

    Colocar gelo à vontade.

 

Hidrómel rápido

 

Para 2 Litros

  -1.2 kg de mel; 
-2.5 l de agua mineral; 
-2 c. de café de levedura de cerveja ou de padeiro; ou 
-1/2 c de café de gengibre em pó;
-1/2 c de café de pimenta;
-1/2 c de café de cardamomo em pó; 
-4 cravos-da-índia moídos;


No recipiente ferva o mel até ficar liquido e escoe-o.

Acrescente a água quente, dilui-lo bem e ferver outra vez até ele reduzir um quarto. 
Quando estiver verta o todo para um jarro até ele ficar morno e acrescente a levedura tendo o cuidado de misturar bem. Meta todas as especiarias dentro de um saquinho de linho bem atado e largue-o dentro do jarro e cubra-o com um pano.

Meta em cima do radiador mesmo na cozinha mas tenha o cuidado de por de baixo do jarro um prato fundo para o caso de vir por fora. Ao fim de 2, 3 dias engarrafar e deixar em local fresco e escuro. Lembre-se que quanto mais tempo mais ele fica apurado.

 

  Hidromel Russo

 

 Ingredientes para 15 Litros de água:

 6 kg de mel,

3 c de levedura de cerveja,

15 g de canela,

15 g de cardamomo em pó,

25 g de gengibre.

 

Preparação:

Num recipiente bastante grande ferva o mel e escoe-o. Depois acrescente a agua as especiarias e deixe ferver até que o líquido tenha reduzido mais ou menos um quarto. Retire então o recipiente do lume e espere que amorne para acrescentar a levedura diluída em um pouco de água.

Deixe repousar uma noite ou um dia inteiro.

Depois escoe de novo e mude-o para um barril bem lacrado e deixe repousar desta vez por 15 dias num sítio fresco.

Passado 15 dias engarrafe o hidromel e guarde-o deitado num lugar fresco e espere 2 meses antes de o saborear.

 

Cocktail Gaulês:

 

Directamente no copo deite:

  – metade de cerveja preta

  - metade de hidromel


 

KIR Gaulês:

 

Directamente no copo deite:

Um terço de licor de groselha preta

Dois terços de hidromel

 

Grog Gaulês:


Ingredientes: 
2/3 de agua
1/3 de hidromel 
1 raspa de limão 
1 c. de café de mel 

Preparação: Ferva a agua e deite na caneca sobre o hidromel. Acrescente a raspa de limão e o mel.

 

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Bebidas mágicas, 3: licor nacarado, milk shake da Bruxa, poção do amor dos bruxos e ciganos, ponche de ervas, ponche das fadas, ponche de ostara, sangria de Mabon

 

LICOR NACARADO


Ingredientes
1 garrafa de aguardente.
200g de açúcar.
1,6 litros de leite.
Canela.
Cravo.
Erva doce.
Noz moscada.
Casca de limão.

 

Modo de Fazer:

Ferva o açúcar com água (600 ml) e todos os outros ingredientes, fazendo uma calda grossa. Depois ponha a aguardente e por último o leite na calda. Coe e filtre no mesmo dia. Esse licor acalma e desperta os poderes da Lua, dando charme e beleza, encanto e sedução. Também proporciona limpeza de miasmas causados por inveja.

 MILK SHAKE DA BRUXA

Sobre a Receita: Para Sexualidade

 

Ingredientes:

1 Litro de iogurte integral (Vênus)

6 cubos de gelo (água)

6 colheres de sopa de mel (lua)

2 colheres de sopa de água de rosas (Vênus)

 

Modo de Preparo:

Coloque o iogurte, a água de rosas e o mel em um liquidificador e bata. Acrescente os cubos de gelo e misture até que o iogurte esteja batido. Sirva em copos altos com pétalas de rosas. Acenda um incenso de rosas. Consagre essa bebida a Deusa Vênus.

Autor: Tânia Gori

 Poção do Amor dos Bruxos e Ciganos

 

- 1 colher (de sopa) de manjericão seco e triturado
- 1 colher (de sopa) de funcho seco
- 1 colher (de sopa) de vervena européia seca
- 3 pitadas de noz moscada rasteira
- 1/4 de xícara de vinho tinto

Coloque todos os ingredientes num caldeirão. Misture bem e leve o caldeirão ao fogo. Acenda uma vela cor-de-rosa que tenha sido untada com óleo de rosa e diga:

 

LUZ DA VELA, MORNA E BRILHANTE, ACENDA AS CHAMAS DO AMOR ESTA NOITE. QUE O AMOR DA MINHA ALMA COMPANHEIRA QUEIME FORTE POR MIM. ESTA É A MINHA VONTADE, QUE ASSIM SEJA!


Após a poção ter fervido por três minutos, retire o caldeirão do fogo e deixe esfriar. Coe o líquido numa gaze limpa e coloque numa xícara. Adicione um pouco de mel para adoçar a poção e beba.


Se você deseja o amor de determinado homem ou mulher, concentre-se sobre ele ou ela enquanto prepara a bebida. Beba metade da poção e dê a outra metade para o ser amado a fim de que ele a beba logo que possível. Se ele ou ela for carmicamente perfeito para você, a centelha do amor será instantaneamente acesa. Naturalmente, o resto ficará por sua conta.


As melhores épocas para preparar a Poção do Amor dos Bruxos e Ciganos, como todas as poções e encantamentos de amor, são as sextas-feiras (regidas por Vénus), a Véspera de Santa Agnes (a noite de 20 de Janeiro), o dia de São Valentim (14 de Fevereiro), qualquer noite de lua crescente e sempre que a lua estiver nos signos regidos por Vênus, Touro ou Libra.

 Ponche de Ervas

 

Essa é uma boa bebida não alcoólica para ser servida em encontros pagãos ou para qualquer reunião. Agrada até mesmo às crianças.

 

Ingredientes:
1- Punhado de erva cidreira             

2- Punhados de borragem
1- Punhado de menta       

1- Xícara de suco de abacaxi ou de outra fruta
Sumo de 6 limões                 

Sumo de 2 laranjas
900ml- de chá forte         

2,7l- de gengibirra
Xarope feito de 1 xícara de açúcar, fervido com ½ de água

 

Preparação:

Despeje 1,3 litros de água fervente sobre a erva cidreira e deixe em infusão por 20 minutos. Coe o líquido sobre a borragem e a menta. Acrescente os sucos de frutas, o chá e o xarope. Resfrie por pelo menos 8 horas. Coe sobre uma vasilha para ponche. Acrescente gelo, um pouco mais de menta e gengibirra.

 PONCHE DAS FADAS

RECEITA PARA ATRAIR UM NOVO AMOR OU INCREMENTAR O RELACIONAMENTO

 

Ingredientes:

 

- Maçãs com casca picadas

- Pêras picadas

- Abacaxi cortado em cubinhos

- Gomos de laranja picados

- Cerejas

- Suco de maçã

- Guaraná

- Soda limonada

- Champanhe

 

Preparo:

Misture todas as frutas picadas com o suco, os refrigerantes e o champanhe bem gelados.

 PONCHE DE OSTARA

(Bebida para Sabbath)


Ingredientes:

- 2 litros de guaraná
- Folhas de hortelã fresca
- 1 xícara de suco de laranja
- 1 xícara de suco de abacaxi
- ½ xícara de suco de limão
- raspas da casca de um limão
- 2 maças picadas em cubinhos sem casca e sementes
- 1 abacaxi picado em cubinhos
- Açúcar à gosto


Preparação:

Junte numa panela: o guaraná os sucos de fruta e as raspas de limão com o açúcar. Deixe ferver rapidamente e retire do fogo. Junte aos pedacinhos de fruta e um punhadinho de folhas de hortelã fresca inteira. Deixe tampado para depuração dos sabores. Antes de servir coe as folhas de hortelã e acrescente bastante gelo. Sirva bem gelado.

 Sangria de Mabon

(Receitas para Mabon)

 

É preferível preparar esta receita algumas horas antes de ser servida para intensificar o sabor.

 

Ingredientes:

- 2 Garrafas de vinho tinto;
- 1Litro de sumo de mirtilos concentrado, (sirop de frutos silvestres também serve);
- 2 Colheres de sopa de sumo de limão;
- 3/4 de taça de licor de laranja;
- 2 Colheres de sopa de mel;
- 1 Laranja lavada e cortada em pequenos cubos;
- 1 Lima lavada e cortada em pequenos cubos;
- 1 Limão lavado e cortado em pequenos cubos;
- 1 Pêra lavada e cortada em pequenos cubos;
- 1 Maçã lavada e cortada em pequenos cubos;
- 1 Garrafa de limonada fresca;
- Cubos de gelo;

 

Preparação:

Misture os ingredientes todos dentro de uma saladeira grande, menos a limonada e os cubos de gelo. Mexa bem todos os ingredientes e cubra para deixar repousar algumas horas. Antes de servir acrescente os cubos de gelo e a limonada bem fresca.

 

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Bebidas mágicas, 4: Sharbatte gulab, suco da felicidade, suco da felicidade eterna, suco de maçã com morango, suco para restauração das formas, tigela de Maio, vinho de amora, vinho quente com ervas, vinho de beltane

 Sharbatte Gulab

 

Essa bebida é originária da Índia e a primavera é um bom período para servi-la, pois as rosas estarão em sua época de florescência.

 

Serve de seis a oito porções.
5- Rosas abertas e perfumadas grandes

2- Litros de água fria

1/3- de xícara de açúcar                                                 

¼- de xícara de suco de limão
3- Xícaras de abacaxis, frescos ou em conserva, amassados            

Gelo moído
Pétalas extras de rosas para decorar.

 

Preparação:

Selecione apenas rosas não-pulverizadas com pesticidas (as rosas do seu jardim pessoal são excelentes!). Lave-as e retire o excesso de água. Retire cuidadosamente as pétalas e as deposite numa vasilha grande. Derrame a água fria sobre as pétalas e deixe-as num local escuro, mas não refrigerado, por cerca de quatro horas. Coe as pétalas, guardando a água. Dissolva o açúcar no suco de limão e acrescente à água de rosas. Misture o abacaxi. Pouco antes de servir, derrame sobre o gelo moído e decore com uma pétala de rosa por cima de cada copo.

SUCO DA FELICIDADE:

 

Ingredientes:

½ xícara de suco de maçã

½ xícara de suco de cereja

½ xícara de suco de damasco( ou néctar)

4 ou 5 framboesas frescas.

 

Modo de Preparo:

Misture juntos todos os ingredientes por alguns segundos. Despeje em um copo, coloque as suas mãos em ambos os lados do copo e visualize as energias estimulantes que residem dentro das frutas.

Obs.: Todas as vezes que você se sentir baixo astral tome este suco e receba muita energia.

Autor: Receita extraída do livro “Wicca na Cozinha”

 Suco da Felicidade Eterna

 

Para quando tudo deu certo. O namoro começa e você torce para que se fortifique.

 

 Ingredientes (1 porção)

- ½ xícara de suco de maçã
- ½ xícara de suco de morango
½ xícara de suco de pêssego
5 framboesas frescas ou congeladas
4 gotas do floral Baby Blue Eyes

Modo de fazer

Bata os sucos e a framboesa no liquidificador. Gele e na hora de servir, pingue o floral.

 SUCO DE MAÇÃ COM MORANGO:

Sobre a Receita: Para atrair Sensualidade

 

Ingredientes:

03 Maçãs de sua preferência (que sejam bem doces)

08 morangos.

 

Modo de Preparo:

Corte a Maçã em pedaços pequenos e bata tudo no liquidificador. Rende um copo de 250 ml. Este suco tem uma cor magnífica e seu sabor da água na boca.

Autor: Tânia Gori

SUCO PARA RESTAURAÇÃO DAS FORMAS

 

Ingredientes:

2 Beterrabas (Júpiter)

1 Maracujá (Júpiter)

4 Colheres de sopa de açúcar mascavo (Lua)

1 litro de água (Lua).

 

Modo de Preparo:

Bater no liquidificador a beterraba, a polpa do maracujá e o açúcar, por mais ou menos 2 minutos. Servir bem gelado. Acenda um incenso de jasmim e consagre esse suco a Júpiter.

Autor: Tânia Gori

 TIGELA DE MAIO

 

Ingredientes:

15 gramas de folhas de aspérula

1 limão com casca cortado em rodelas

4,5 litros de vinho branco

 

Preparo:

Adicione as folhas de aspérula e as rodelas de limão ao vinho e deixe macerar de 4 a 6 horas. Passe o líquido por uma peneira e deixe-o gelar

Extraído do livro: O Deus dos Magos, de Janet e Stewart Farrar

 Vinho de Amora

Receita Celta

 

Ingredientes:

1,5 kg de amoras
açúcar
brandi

 

Preparação:

Coloque as amoras no pote e acrescente 3 colheres de sobremesa (6 g). Feche o jarro e mexa uma vez por dia por 3 semanas. Coe todo o conteúdo e, para cada pint (600 ml) de “suco” acrescente 1 libra (450 g) de açúcar. Mexa bem e coloque novamente no pote (que deve ser devidamente esterilizado). Para cada pote acrescente uma colher de sobremesa (2 g) de brandi. Feche e deixe descansar por algumas semanas no escuro antes de tomar.

 

Dicas:

O brandi pode ser trocado por qualquer bebida destilada, como Rum ou Pinga, pois o que a bebida faz é causar a fermentação.

A quantidade de açúcar pode ser um pouco menor ou maior do que o da receita, o que fará o vinho ficar mais ou menos doce.

Durante a primeira parte do processo, o suco virará vinagre (o cheiro será peculiar), é normal. Da mesma maneira o vinho não ficará transparente como um vinho comprado, pois algo da borra continuará nele.

 Vinho quente com ervas

 

Ingredientes:
- 1 xícara de água fervente
- 1 xícara de suco de uva
- 1/8 de colher de chá de folhas de alecrim amassadas
- 1 pau de canela
- de 4 a 5 cravos inteiros
- 1 xícara de xerex seco
- 1/4 de colher de chá de flocos de menta moídos

 

Procedimento:
Despeje a água fervente sobre o alecrim e a menta; deixe curtir por 15 minutos. Acrescente os cravos e deixe curtir por mais 15 minutos. Coe, misture esse líquido ao suco de uva e ao xerez numa panela. Aqueça em fogo baixo até esquentar. Coe, adicione a canela e sirva ainda quente.

 Vinho de Beltane


Ingredientes:
1 garrafa de vinho branco
1/2 copo de morangos picados
5 folhas de asperulas picadas e frescas

 

Preparo:
Coloque o vinho numa jarra. Adicione o morango e asperula, deixa descansar por uma hora. Sirva gelado.


 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Pães mágicos, 1: pão do amor, pão da felicidade, pão de passas, pão de Mabon, pão de milho de Mabon, pão de batata para Mabon

 

 Pão do Amor

Esta receita mágica, é um ritual para o amor, e deve ser feita especialmente para quem se ama.

Ingredientes:

 - 500g de farinha de trigo; 
- 30g de fermento biológico; 
- 1 colher de sobremesa (rasa) de açúcar; 
- sal q.b.;
- 1/2 chávena  (de chá) de azeite; 
- gengibre; 
- alcaparra; 
- tomate seco; 
- ervas (manjerona, tomilho, orégão, manjericão).

 

Preparação:

Misture o fermento e o açúcar, até dissolver bem.

Junte então o sal, o azeite, a farinha e amasse bem, pensando o tempo todo no seu amor.

Junte à massa o gengibre ralado, as alcaparras e tomates secos picados e as ervas.

Deixe a massa descansar por 30min.

Enrole o pão em forma de meia lua ou de coração, pincele com ovo batido e coza no forno pré-aquecido.

Faça este feitiço às sextas feiras, de preferência na Lua Crescente ou Cheia, e consagre-o a Vênus.

 Pão da Felicidade

Esta receita mágica, é um ritual para encontrar a alegria e felicidade.

Ingredientes:

 - 1 chávena de chá de manteiga; 
- 1/2 chávena de chá, de leite adoçado; 
- 1/2 chávena de chá de mel; 
- 1 colher de sobremesa de fermento em pó; 
- 1/2 chávena de chá de germen de trigo; 
- 2 chávenas de chá de farinha de trigo integral; 
- 1/2 colher de chá de sal; 
- 1 chávena de chá de passas.

Preparação:

Misture muito bem todos os ingredientes e mexa com uma colher de pau. Coloque numa forma de pão previamente untada e coza em forno quente por 1 hora.

Consagre  o feitiço a Júpiter.

 Pão de Passas

Esta receita mágica, é um ritual consagrado a Marte, indicado para alturas em que se precisa de iniciativa e criatividade para cumprir objectivos.

Ingredientes:

 - 2 colheres (de sopa) rasas de água morna;

- 15g de fermento biológico;

- 1 chávena (de chá) de leite morno;

- 1 colher (de sopa) margarina;

- 1/4 chávena (de chá) de mel;

- 1 colher (de chá) de sal;

- 3 chávenas (de chá) de farinha de trigo;

- 1 punhado de uva passa.

 

Preparação:

Misture o fermento, a água, o sal e o mel e deixe descansar durante 15min. Em seguida, acrescente leite morno, farinha e margarina, mexendo até formar uma massa que desgrude das mãos (se necessário, acrescente mais farinha).

Junte as passas, coloque em forma de pão untada e deixe crescer até dobrar de tamanho.

Coza em forno pré-aquecido.

Sirva com suco de beterraba (1/2 copo de suco de laranja, 1/4 copo de água gelada, 1 colher (sopa) açúcar, 1 pedaço pequeno de beterraba crua. Bata tudo no liquidificador e coe.

Consagre o feitiço a Marte. 

 Pão de Mabon

Receitas para Sabbat – Mabon

 

Ingredientes:
- 3/4 Chávena de água;
- 1/2 Chávena de mel;
- 1/2 Chávena de limão finamente cortado;
- 1/2 Chávena de açúcar;
- 2 c. sopa de sementes de anis;
- 2-1/3 Chávenas de farinha;
- 1-1/2 c. café de fermento;
- 1 c. café de noz-moscada;
- 1 c. café de canela;
- 1/4 c. café de pimenta da Jamaica;
- 1 Pitada de sal;

 

Preparação:

Ferva a água num tacho. Acrescente o mel, o limão, o açúcar e as sementes de anis. Mexa até o açúcar estar completamente dissolvido e retire do lume. Acrescente a farinha, o fermento, o sal e a pimenta à mistura. Bata a massa para obter um pão com cerca de 20cm de comprimento, 12cm de largo e 7-8cm de espessura. Ponha no forno quente a 350º graus durante uma hora. Quando retirar do forno coloco numa grelha para ele arrefecer. Pode-se guardá-lo um dia e pode-se servido em Lughnasadh e Mabon ou qualquer outra reunião pagã.

 

Pão de milho de Mabon

Receitas para Sabbat – Mabon

 

Ingredientes:
- 250ml (1 chávena) de farinha de milho;
- 125ml (1/2 chávena) de farinha de trigo;
- 10ml (2 c. de chá) de fermento em pó;
- 5ml (1 c. de chá) de sal;
- 60ml (1/4 chávena) de manteiga;
- 2 Ovos;
- 250ml (1 chávena) de leite;

 

Preparação:

Aqueça o forno a 200ºc, unte a forma (que tenha pelo menos cerca de 20cm de largura). Numa terrina misture as farinhas, o açúcar, o fermento o sal e a manteiga, previamente derretida, e misture tudo. Num outro recipiente bata os ovos com o leite. Com a ajuda de uma colher de pau, incorpore a mistura dos ovos e do leite às farinhas e mexa ate obter uma massa homogénea. Meta a massa na forma e coloque-a no forno deixando cozer cerca de 25 minutos. Vá observando a cosedura com um palito, quando este sair seco é porque o pão está cozido.

 

PÃO DE BATATA PARA MABON

 Os alimentos desse sabbat são, raízes (cenouras , batatas), pães, vegetais, maçãs, sidra e romã (para abençoar o retorno de Perséfone ao submundo)

 

Ingredientes:

½ xic. de leite morno para dissolver o fermento.    

50g de fermento para pão

1 colher de sobremesa de sal e outra de açúcar     

2 ovos inteiros   

1 xic. de óleo

1 ou 2 batatas grandes cozidas e bem amassadas    

farinha de trigo para dar o ponto.

 

Preparo:

Vá colocando nos ingredientes líquidos a batata e depois a farinha. Amasse bem forme os pães médios para que fique bem macio. Pincele 1 ovo batido. Asse por 20 minutos.

 

 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Pães mágicos, 2: pão de ervas, pão de abóbora, pão para sabbat, bisnagas de groselhas com ervas nevadas.

 

 Pão de Ervas


Ingredientes:
- 1 xícara (chá) de óleo
- 2 colheres (sopa ) rasas de açúcar 
- 1 xícara de leite fervendo 
- 3 ovos
- 1 colher ( sopa ) de sal 
- 3 cebolas médias 
- 3 tabletes ou 45 gramas de fermento biológico ( pão)
- farinha de trigo – cerca de 1 quilo 
- ervas aromáticas e temperos, como cheiro-verde (cerca de meio maço de salsinha e cebolinha)

- 2 colheres de orégano,

- 1 galho de manjericão,

- 3 dentes de alho, ou outros conforme o gosto.

Preparo:
Bater no liquidificador o leite fervendo com a cebola. 
 Acrescentar o óleo, o açúcar, as ervas, os ovos, o sal e o fermento por último.

Despejar em uma vasilha e ir acrescentando a farinha de trigo, aos poucos, mexendo sempre com uma colher de pau. Quando ficar difícil de mexer, continuar acrescentando farinha de trigo, sovando a massa até não grudar mais nas mãos, mas com cuidado para não colocar farinha demais, pois poderá deixar a massa dura. 
 Transferir a massa para uma mesa e continuar sovando no sentido das laterais para o centro, até que fique homogênea.

 Fazer uma bola com toda a massa e deixar crescer até dobrar de volume, coberta por um pano.

 Fazer os pães no formato desejado.

 Deixar os pães crescendo nas assadeiras, cobertos com pano de prato, até que, quando pressionados com o dedo, a massa permaneça afundada, não retornando ao ponto original.

Pincelar com gema.

Assar com o forno em temperatura baixa e aumentar para a média somente pouco antes de começar a dourar.

 Pão de abóbora

Receita para Samhaim

 

Ingredientes:


2 xícaras de açúcar
3 1/2 xícaras de farinha
2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
2 xícaras de abóbora amassada
1 colher de chá de canela
4 ovos
1 xícara de óleo
2/3 de xícara de água
1 xícara de passas
1 colher de chá de noz-moscada

 

Preparação:

Misture todos os ingredientes numa tigela grande. Unte duas formas grandes ou três pequenas para pão, e encha com a mistura. Asse a 150ºC por uma hora. Resfrie as formas num suporte. Embale para manter o frescor.

Pão para Sabbat

Ingredientes:

2 xícaras (chá) de farinha de trigo
½ xícara (chá) de leite
1 ovo inteiro
2 colheres (sopa) de margarina derretida
1 colher (sopa) de fermento para bolo
sal a gosto

 

Preparação:
Amasse bem todos os ingredientes e forme pequenos pães. Se desejar, recheie com as ervas ou grãos do Sabbat que está comemorando e enrole como rocambole.

 

 Bisnagas de Groselha com Ervas Nevadas

 

Muito semelhantes aos Pãezinhos de Passas Hot Cross, muito mais velhos do que a tradição cristã que os popularizou.

 

Ingredientes:
Rende seis dúzias.

1- Colher (sopa) de suco de limão         

6- Colheres (sopa) de açúcar
½- Xícara de groselhas ou passas          

1- Ovo bem batido
¾- de xícara de açúcar de confeiteiro    

½- Colher (chá) de semente de anis
1- Pacote de mistura para pão, ou uma medida de massa caseira pronta de pão simples.

 

Preparação:

Prepare a massa de pão de acordo com as instruções da embalagem, ou conforme sua receita, adicionando o açúcar, as groselhas (ou passas) e o ovo batido. Cubra com um pano de prato e deixe crescer em local morno até ficar leve e com o dobro do tamanho, por cerca de 30-45 minutos.
Amasse a massa até ficar com cerca de 1,5 cm de espessura numa superfície polvilhada com farinha. Corte com um cortador de biscoitos untado ou com a borda de um copo grande. Coloque as bisnagas numa forma bem untada, cubra novamente com o pano de prato e deixe crescer mais uma vez até atingir o dobro do tamanho.
Asse a 155′C por 20 a 30 minutos. Misture o açúcar de confeiteiro, as sementes de anis e o suco de limão. Bata até afinar. Espalhe sobre as bisnagas.
Guarde em um recipiente tampado ou em sacos para pães.

 

 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Pães mágicos, 3: pão de mel dos silfos, pão de fuba com grãos de milho dourados, pão de Eostre, pão de Ceres, pão agrada marido, torradas magicas de ervas, tortinhas de milho com azeitinas para lammas.

 

 Pão de Mel dos Silfos

 

 Ingredientes:

500 grs. de Margarina para bolo                 

500 grs. de açúcar Mascavo
05 Ovos inteiros                                               

01 litro de Mel
01 quilo de Farinha                                          

20 grs. de Fermento químico
500 grs. de Leite comum                              

20 grs. de Canela em pó
20 grs. de Noz moscada ralada

 

Preparação:

Fazer um creme com a Margarina Bolo e açúcar mascavo. Adicionar os ovos aos poucos Colocar o mel, a farinha, o fermento e os demais ingredientes juntamente com o leite. Fazer uma massa bem homogênea em seguida pingar e modelar a massa em formato de bico liso.

 Pão de fubá com grãos de milhos dourados 
(para sabat de Lammas )

Ingredientes:

400 gr de grãos de milho em lata ou de espiga debulhados
1 ½ xícara de fubá ( 240 g )
1 1/3 de farinha de trigo ( 160 g )
1 colher de chá de sal
3 colheres de sopa de açúcar
7 colheres de óleo
2 ovos
2 xícaras de leite ( 480 ml )
3 colheres de fermento em pó
6 colheres de manteiga
½ cebola ralada

Preparação:

Refogue os grãos de milho em 3 colheres de manteiga com a cebola até dourar. Deixe escorrer sobre uma peneira e reserve.
Misture o fubá, a farinha, o sal, o açúcar e o óleo. Junte os ovos com o leite, mexa e adicione a mistura anterior, mexendo sempre. A massa ficará quase líquida. Unte uma assadeira com manteiga e povilhe fubá. Acrescente o fermento e os grãos de milho a massa. Coloque a massa na forma e asse em forno quente pré-aquecido, por 35 minutos ou até que enfiando um palito saia limpo. Retire o pão do forno pincele com manteiga e deixe esfriar na forma.

 PÃO DE EOSTRE:

Sobre a Receita: Para atrair a fartura e a felicidade.

 

Ingredientes:

1 Ovo 4

Tabletes de fermento para pão

½ Xícara de leite

Farinha até dar o ponto

1 Barra de chocolate

 

Modo de Preparo:

Amasse o pão até dar o ponto, recheie o pão com pedaços de chocolate. Coloque uma bolinha da massa em um copo com água. No momento que a bolinha de massa subir é hora de colocar o pão no forno quente. Deixe assar até dourar. Enfeite o pão com chocolate raspado.

Autor: Tânia Gori

 PÃO DE CERES:

Sobre a Receita: Para renovação das energias

 

Ingredientes:

4 tabletes de fermento para pão

1 kg. de farinha de trigo

1 colher de café de sal

1 xícara de leite morno

 

Modo de Preparo:

Dissolva o fermento no leite morno. Misture 3 colheres de sopa de farinha de trigo e deixe descansar por 20 minutos. Adicione o sal e o restante da farinha de trigo até dar o ponto. Faça pequenas bolinhas e deixe crescer por 30 minutos ou coloque em uma forma de pão de forma. Asse em forma untada até dourar.

Autor: Tânia Gori

 Pão AGRADA MARIDO.

 

Ingredientes:

Massa:
- 1 xícara de creme de leite fresco (nata).

- 1 ovo. 
- 1 colher, de sobremesa, de açúcar.
- 1 pitada de sal. 
- 1 colher, de sopa (rasa), de fermento químico. 
- farinha de trigo para dar ponto.

Recheio:
- 150 g de presunto fatiado cortado em 4 partes.
- 150 g de mussarela fatiada cortada em 4 partes.
Para empanar:
- 1 clara, batida em neve.
- queijo ralado grosso. 

Preparo:

Misture bem todos os ingredientes da massa até que ela fique no ponto de esticar com o rolo. Corte em quadrados de mais ou menos 10 cm. Coloque um pedaço de presunto e mussarela, enrole apertando bem as laterais, passe na clara em neve e no queijo ralado. Coloque-os em uma assadeira – não é necessário untá-la – deixando um espaço entre um e outro enroladinho. Leve ao forno até dourar.

 Torrada mágica de Ervas

 Uso Mágico: Proteção

 

INGREDIENTES:

8 pães franceses, fatiados em pedaços de quase 1cm 
½ xícara de manteiga derretida
1 colher de chá de cebolinhas frescas, cortadas
1 colher de chá de salsa fresca, picada
½ colher de chá de manjericão, picado
1 dente de alho, em fatias bem finas

 

PREPARAÇÃO:
Misture a manteiga junto com as cebolinhas, salsa, o manjericão e o alho até que ele forme uma pasta lisa que possa ser untada. Espalhe este creme nas fatias do pão francês. Torre até que fique com uma cor marrom-clara, dourada.

Estamos rodeados por energias, algumas positivas, outras negativas. A proteção das energias negativas através da dieta, será tanto espiritual, quanto física.

As ervas e os temperos de proteção podem ser adicionados em quase qualquer alimento, mesmo que o prato não seja direcionado para esse fim.

Uma boa dica é espalhar as ervas numa superfície lisa ou num papel quadriculado ou papel manteiga.

Com o seu dedo indicador, trace um símbolo de proteção (o pentagrama, por exemplo). Visualize a proteção enquanto você desenha.

Outros temperos e Ervas que também trazem proteção:

Alecrim, cravo, erva-doce, louro, mostarda, pimenta de caiena, pimenta-do-reino e pimentão doce.

 

 Tortinhas de milho com azeitonas para Lammas

 

Ingredientes:
6 ovos
2 ¼ de xícaras de leite misturada com 2 colheres de sopa de suco de limão
¾ de xícara de manteiga derretida ( 150 g )
2 colheres de chá de sal
3 xícaras de de fubá ( 480 g )
1 ½ de farinha de trigo ( 180 g )
2 colheres de chá de fermento em pó
½ xícara de azeitonas pretas bem picadas

Misture os ovos com o leite. Acrescente o fermento e o sal. Junte o fubá e a farinha e as azeitonas. Misture tudo muito bem. Unte formas de empada com manteiga e coloque a massa até a metade das formas. Leve para assar em forno moderado, preaquecido, até dourar. Tire do forno pincele manteiga e deixe esfriar.

Fazendo o Pão de Lammas 
O preparo desse Pão começa quatro dias antes da cerimônia. 
Ponha dentro do seu Cálice grãos de cevada (representando a cor branca), 
trigo (representando a cor vermelha) e centeio (representando a cor negra) 
em tigelas pequenas sobre o Altar junto com o seu Cálice. 
Faça uma lista de boas coisas que você recebeu no ano que passou 
e agradeça pedindo pela multiplicação no próximo ano. 
Pegue uma pitada de cada um dos três grãos e ofereça à Virgem, 
à Mãe a à Anciã, agradecendo-lhes e declare sua vontade de ver 
as bênçãos multiplicadas no próximo ano. 
Durante três dias, verta água sobre as sementes, escoando dia e noite e 
esperá-las brotar. 
Um dia antes de Lammas, coloque seu Cálice ao Sol, assim os brotos começarão a germinar. 
Eles serão utilizados na preparação do pão de Lammas. 
Então comece a fazer o pão no dia da celebração de Lammas. 
Numa tigela coloque: 
*Meia xícara de chá de aveia; 
*Meia xícara de chá de milho cozido; 
*Duas xícaras de chá de água fria; 
*Uma colher de sopa de sal. 
Cozinhe por cinco minutos até formar um mingau. 
Adicione duas colheres de sopa de manteiga e mei xícara de chá de melado 
(para afazer um pão escuro) ou mel (para fazer um pão claro). 
Deixe esfriar à parte. 
Dissolva uma colher de sopa de açúcar em meia xícara de chá de água. 
Borrife uma colher de levedura seca na água. Deixe descansar por 10 minutos. 
Quando a levedura estiver como uma cobertura fofa sobre a água, 
mexa rapidamente com um garfo para misturar. 
Adicione o mingua e mexa em duas xícaras e meia de chá de farinha de trigo.
Bata vigorosamente durante cinco minutos. 
Misturando dessa forma, você irá formar o glúten que dá ao pão uma textura elástica. 
Adicione os brotos. 
Adicione mais duas xícaras e meia de chá de farinha de trigo. 
Vire a massa sobre uma superfície polvilhada com farinha. 
Adicione outra xícara de chá de farinha se a massa estiver pegajosa. 
Cante cânticos apropriados ou algo alegre, enquanto vai amassando e 
medite agradecendo pela colheita do ano. 
Amolde a massa formando uma bola lisa e coloque em uma tigela untada com manteiga. 
Cubra a tigela com uma toalha úmida. Deixe a massa subir e dobrar de volume; 
isso leva de uma hora e meia a duas horas. 
Divida a massa em cinco partes iguais. 
Transforme cada parte em um redondo pão plano e pincele com manteiga derretida. 
Se desejar, você pode traçar símbolos mágicos na massa dos pães com uma faca afiada. 
Deixe-os crescer debaixo da toalha úmida durante mais 45 minutos. 
Asse a 350 graus durante 25 a 30 minutos. 
Enquanto você come o pão no seu ritual, medite nos presentes que você recebeu.

 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas de sopas mágicas, 1: canja de galinha para yule, creme de abóbora para o samhain, sopa de Pã, sopa com pão torrado, sopa de milho gratinada, sopa do sucesso

 

 Canja de galinha para Yule

 

Ingredientes:
1 peito de franco ficado ou filé de frango
3 dentes de alho amassados
1 cebola picada
1 tomate picado
2 tabletes de caldo de galinha
1 xícara (das de chá) de arroz cru, lavado e escorrido
1 cenoura ralada
2 colheres (das de sopa) de azeite de oliva
Cheiro verde a gosto
Queijo parmesão ralado

 

Preparação:
Coloque o azeite em uma panela e doure o alho, quando ele estiver amarelinho adicione o frango e deixe fritar. Acrescente a cebola, o tomate, as tabletes de caldo de galinha e refogue até formar um molho um pouco seco. Coloque então o arroz e a cenoura, adicionando água fervente até cobrir tudo. Tampe a panela e deixe engrossar. Sirva quando todos os ingredientes estiverem macios (colocando, se necessário, mais água fervente no cozimento).

 CREME DE ABOBORA PARA O SAMHAIN

Prato para a celebração do Samhain (31/10)

Ingredientes:
1 kg de abóbora 
1 litro de água
½ litro de leite
2 latas de creme de leite com o soro
2 cebolas raladas
1 colher de sopa de manteiga
1 molho de cheiro verde
Sal
½ xícara de castanha do Pará triturada
Mais ou menos 2 colheres de sopa rasa de farinha de trigo

Preparação:

Limpe a abóbora e corte em pedaços.
Cozinhe a abóbora no leite, com a água, a cebola, o sal, a castanha e meio amarrado de cheiro verde por aproximadamente 1 hora.

Depois de cozida retire o amarrado de cheiro verde e bata a mistura no processador. Coloque novamente na panela e engrosse com a farinha dissolvida em água. Depois de fervida acrescente o creme de leite e prove o sal. Se quiser acrescente uma pitada de noz-moscada e pimenta do reino. Depois de pronta sirva quente salpicada com cheiro verde bem picadinho.

 Sopa de Pã

Esta receita mágica, é um ritual para afastar a melancolia.

Ingredientes:

 - 1/2 chávena de chá de uva passa; 
- 3 chávenas de chá de iogurte natural; 
- 1/2 chávena de chá de creme de leite fresco; 
- 1 ovo cozido picado; 
- 6 cubos de gelo; 
- 1 pepino picado; 
- 1/4 de chávena de chá de cebolinha picada; 
- sal e pimenta do reino q.b.; 
- 1 colher (sopa) de salsa picada; 
- 1 colher (chá) de dill;

Preparação:

Deixe as uvas passas de molho em água fria durante 5min. Coloque o iogurte numa tigela grande e adicione o creme de leite, o ovo, os cubos de gelo, o pepino, a cebolinha, o sal e a pimenta do reino.

Escorra a uva passa e acrescente à mistura.

Junte a essa mistura 1 chávena de água fria e misture bem. Leve ao frio durante 2 ou 3 horas.

Sirva enfeitada com salsa e dill picados.

Consagre o feitiço a Pã.

 

 Sopa com pão torrado

Receita para Samhaim

Esta sopa é deliciosa e boa para levar num termos para uma celebração ao ar livre (com pão torrado nas brasas de uma fogueira).

 

Ingredientes:

700 g cogumelo(s)
1 cenoura(s)
1 cebola(s)
1 talo aipo
1 ramo salsa
2 tomate(s) maduro(s)
2 dentes alho
1 dl vinho branco
30g manteiga
azeite q.b.
Pimenta q.b.
4 fatias pão
queijo parmesão ralado q.b.
1 Lt caldo de cubo de galinha

 

Preparação:

Retirem os pés e lavem cuidadosamente os cogumelos. Enxuguem-nos e cortem em fatias finas. Levem ao lume um tacho suficiente para a sopa, com manteiga e um pouco de azeite. Deixem aquecer bem e juntem a cebola, o aipo, a salsa e a cenoura finamente picados. Deixem reduzir um pouco e depois acrescentem a polpa dos tomates. Passados 10 minutos, acrescentem os cogumelos, mexam bem e deixem cozer mais outros tantos minutos, antes de temperar com um pouco de sal e vinho branco. Depois enxuguem, juntem o caldo de frango a ferver, tapem e continuem a cozedura por cerca de ½ hora. Alourem no forno as fatias de pão, esfreguem-nas com o dente de alho e disponham-nas no fundo das tigelinhas de sopa, deitando então a sopa por cima. Polvilhem com queijo parmesão ralado e sirvam imediatamente.

 

 Sopa de milho gratinada

Receitas para Samhaim

 

Ingredientes:
2 latas de milho em conserva
1 colher de sopa de manteiga
1 litro de água fervente
1 gema
1 colher de sopa de maisena
1 lata de creme de leite
2 tabletes de caldo de carne
200 gr de queijo minas

 

Preparação:

Bata o milho no liquidificador. Deixar a água de uma só lata. Bata junto a manteiga e ½ litro da água fervente. Junte a gema, a maisena, o creme de leite e bata novamente até ficar homogéneo. Leve a mistura ao fogo e acrescente ou outro ½ litro de água fervente com os tabletes de caldo de carne dissolvidos. Deixe ferver e cozinhe por mais 10 minutos em fogo baixíssimo. Depois de pronto, coloque a sopa num refractário e salpique o queijo minas ralado por cima. Leve ao forno para derreter o queijo e gratinar.

 

 SOPA DO SUCESSO (Para ficar esbelta)

 

Ingredientes:

Nabo, agrião, espinafre, couve, cenoura, chuchu, salsinha e cebolinha.

Para melhorar o paladar, algumas vezes acrescentar vinagre balsâmico, ou vinagre de maçã e/ou abóbora cozida.

 

Modo de preparar:

Para uma pessoa, durante uma semana: um molho de agrião, o mesmo de couve e de espinafre, dois nabos, uma cenoura e um chuchu. Cozinhar tudo e quando esfriar, bater no liquidificador, acrescentando a salsinha e a cebolinha quando estiver quase pronta. Tomar sempre quente. Os acréscimos para melhorar o gosto devem ser feitos na ocasião de tomar a sopa.

Durante este período, tomar leite e iogurte desnatado; comer gelatina diet, maçã, cenoura crua, salsão, bolacha de água…

 


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas de saladas mágicas, 1: salada da prosperidade, salada de Ostara, salada de Freya, salada Taormina, salada de erva doce e maçã

 

 Salada da Prosperidade


Ingredientes:

1/2 Kg de grão de bico
1 lata de milho verde
1 tomate cortado em cubinhos
1 cebola cortada em cubinhos
1 pimentão verde cortado em cubinhos salsa e cebolinha
3 pitadas de noz moscada
1 colher (de sobremesa) de orégano
1 colher (de chá) de manjericão
Azeite
Vinagre balsâmico ou vinagre comum

 

Preparação:

Cozinhar o grão de bico com sal a gosto. Escorrer a água e misturar o azeite, o milho, noz moscada, orégano e manjericão. Quando estiver frio acrescentar os outros ingredientes. Servir em uma travessa azul, de preferência.

Enquanto prepara e enquanto degusta, fazer os pedidos relacionados a dinheiro, imaginando-se na situação desejada, já tendo conseguido o que pretende. Separar um prato desta salada, colocá-lo num jardim bonito, cercado de dez moedas de quaisquer valores, oferecendo aos Deuses da Fortuna.

(Fonte: Cláudia Hauy)

 Salada de Ostara


Ingredientes:

Brotos de feijão 
- Brotos de alfafa 
- Brotos de trevos 
- Mini rúcula 
- Tomates cereja 
- Sementes de girassol descascadas 
- Sementes de abóbora descascadas e assadas 
- Gergelim 
- Azeite de oliva 
- Limão 
- Sal 
- Calêndulas para enfeitar

Modo de preparo:

Misture as folhas e os brotos. Acrescente os tomates partidos ao meio. Mexa. Junte as sementes e misture novamente. Tempere, enfeite com as flores e sirva imediatamente.

 Salada de Freya

Para quando você quer ter uma noite especial de sexo e fantasia ou extrapolar no prazer. Antes de começar o feitiço tome um banho de flor de laranjeira e mel.

 

Ingredientes (1 porção)

- 450 g de lagosta com casca
- 250 ml de caldo de legumes
- 1 estrela de anis
- 6 batatas pequenas
- 150 ml de caldo de frango
- 8 fatias finas de trufas pretas
- azeite
- vinagre de vinho
- sal
- pimenta branca moída na hora
- sal grosso
- ramos de salsinha


Modo de fazer

Descasque as batatas e cozinhe no caldo de frango até ficarem macias. Escorra o caldo e tempere com azeite, vinagre e sal até cobrir as batatas. Deixe marinar por uma noite.

No dia seguinte, ferva o caldo de legumes. Acrescente a lagosta e tire do fogo. Deixe a lagosta no líquido por 30 minutos. Escorra bem.

Fatie as batatas e as arrume, forrando o fundo de um prato raso. Tire a casca da lagosta, corte a carne em 8 fatias e as arrume sobre as batatas.

Coloque as fatias de trufas em cima das fatias de lagosta. Tempere com azeite e vinagre. Jogue um pouquinho de sal grosso por cima de tudo.

Enfeite com a salsinha.

Salada Taormina

Esse ritual é ideal para quando você sente que as coisas começaram a cair na rotina. Durante o ritual pense somente em você.

 

Ingredientes (2 a 3 porções)

- 2 laranjas pêra (ou laranja vermelha)
- 1 cebola pequena
- 150 g de azeitona verde recheada com alho
- azeite de oliva
- sal
- pimenta branca moída na hora
- 5 g de calêndula

Modo de fazer

Corte a cebola em rodelas finas e escalde em água e vinagre. Descasque as laranjas, separe os gomos e corte pela metade, lembrando de tirar os caroços. Misture as laranjas, a cebola e as azeitonas. Tempere e depois coloque as flores.

 Salada de Erva Doce e Maçã
Ingredientes:

- 2 bulbos médios de erva-doce (funcho), aparados, cortados em lâminas (Trabalha a alegria e o amor);
- 2 maçãs vermelhas, em lâminas finas. (Trabalha o amor e a prosperidade).

 

Molho:

- 2/3 chávena de creme de leite (Trabalha na ativação da sua busca espiritual e afetiva);

- 1 colher (chá) de vinagre de maçã (Trabalha limpeza e purificação);
- casca ralada de 1/2 laranja (Alegria);

- 1 colher (sopa) de sumo de laranja (Alegria);

- uma pitada de açúcar (Trabalha ativação);

- sal e pimenta do reino (Trabalha limpeza e amor)

 

Para guarnecer:

- 2 colheres (sopa) de uvas passas (Trabalha sonhos, mente consciente, fertilidade e dinheiro.)

 

Modo de preparo:

Coloque a erva doce e as maçãs numa tigela. Misture.
Para preparar o molho:

Numa tigelinha, misture todos os ingredientes. Espalhe o molho sobre a erva doce e maçãs. Envolva imediatamente para evitar que as maçãs escureçam. Guarneça com as passas.

Nunca esqueça de colocar sua intenção quando está preparando seus alimentos e lembrar do que cada ingrediente representa. Sucesso, amor e alegria para vocês!

 


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas de saladas mágicas, 2: salada dos tesouros, salada das feiticeiras, salada na casca de tartaruga, salada de Bast, salada dos Deuses

 

 SALADA DOS TESOUROS

 

Ingredientes:

(Para Moedas de Ouro: Ver Esta Receita)

(Para Moedas de Prata: Ver Esta Receita)

Tomate vermelho

gengibre

2 colheres de chá de gergelim dourado

maçã

uvas passas

sal marinho

óleo de oliva

suco de laranja e limão ou vinagre de maçã

salsinha fresca

crotons

 

Preparação:

Prepare a primeira parte das moedas de ouro, ou seja, corte as espigas em rodelas e cozinhe as cenouras com um pouco de sal. Prepare a primeira parte das moedas de prata, ou seja, corte em rodelas o pepino e o rabanete. Os 4 ingredientes em uma saladeira.

Pique um tomate vermelho em cubos pequenos e junte com as moedas.

Descasque o gengibre e pique em pedaços muito pequenos. Não exagere, tenha em mente que é para eles darem apenas um toque especial. Junte com as moedas e com os tomates. Junte, também, o gergelim dourado.

Corte as maçãs em cubos pequenos e delicados e coloque sobre os demais ingredientes que já estão na saladeira, juntamente com as passas. Mexa tudo com delicadeza.

Em um mixer, ou liqüidificador ou mesmo com as mãos, num recipiente que não seja de metal, junte o suco de laranja de ½ laranja e o suco de ½ limão, ou o vinagre, se você o preferiu, e o azeite. Bata, até obter um tipo de creme que deverá ser jogado imediatamente sobre a salada e que deverá ser enfeitada com a salsinha e com os crotons (pequenos pedaços de pão torrado partidos em quadradinhos)

 

 SALADA DAS FEITICEIRAS:

Sobre a Receita: Para limpeza Espiritual

 

Ingredientes:

1 Couve-Flor pequena

½ xicara de gergelin

Suco de limão

¼ de colher de chá de mangericão

1 colher de mostarda em pó

1 colher de chá de salsa picada

1 colher de chá de coentro picado

½ xícara de azeitonas verdes picadas

½ lata de milho verde

½ xícara de tomate cereja

½ xícara de beringela cozida

Azeite e sal a gosto.

 

Modo de Preparo:

Misture todos os ingredientes e tempere a salada a seu gosto. Sirva com torrada e coma sempre na hora do almoço. Tome suco de abacaxi com hortelã.

Autor: Tânia Gori

 

 SALADA NA CASCA DE TARTARUGA:

Sobre a Receita: Esse prato traz energia e aumenta a força interior.

 

Ingredientes:

Alface

Agrião

Tomates picados

Azeitonas picadas

Palmitos cortados em rodelas

Cebolas cortadas em rodelas

 1 pão italiano

Molho:

Salsinha e cebolinha

Sal

Orégano

Manjericão

Pimenta do reino ou calabresa

Óleo

Suco de 1 limão

 

Modo de Preparo:

Misture as folhas e vegetais picados. Junte os ingredientes do molho. Retire a tampa de um pão italiano e um pouco do miolo. Recheie com a salada e cubra com o molho.

Autor: Tânia Gori

 

 SALADA DE BAST

Sobre a Receita: Para os egípcios a romã é símbolo de prosperidade e vida longa. Essa salada trará mais calma, tranqüilidade, positivismo e alegria de viver.

 

Ingredientes:

4 romãs pequenas

Rúcula

Alface lisa e crespa

Molho

Azeite

Vinagre

Mostarda

Sal à gosto

 

Modo de Preparo:

Forre uma travessa com as folhas picadas, coloque as sementes de romã e cubra com o molho.

Obs.: Pode ser feita tanto para a ceia de Natal como de Ano Novo

Autor: Tânia Gori

 

 SALADA DOS DEUSES:

Sobre a Receita: Para trazer prosperidade.

 

Ingredientes:

Laranja em gomos

Alface romana picada

Rabanetes cortados em rodelas

Sementes de romã

Molho:

Suco de limão

Suco de laranja

1 pitada de açúcar

1 pitada de sal

Canela em pó à gosto

 

Modo de Preparo:

Sobre uma travessa espalhe a alface picada, os gomos de laranja, as fatias de rabanete e as sementes de romã. Cubra com o molho.

Autor: Tânia Gori

 


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas de saladas magicas, 3 : salada de Apolo, salada dos desejos, ovos recheados de Ostara, quiche da colheita, moedas de ouro, moedas de prata

 

 SALADA DE APOLO:

Sobre a Receita: Essa salada ajuda a atrair sucesso e concretizar objetivos

 

Ingredientes:

Agrião

Rúcula

Alface roxa e lisa

Manga grelhada

Gergelim

 

Molho:

Azeite

Vinagre

Maionese

Polpa de maracujá

Sal a gosto

 

Modo de Preparo:

Pique e arrume as folhas em uma tigela grande. Coloque fatias de manga grelhada sobre as folhas e cubra com o molho, resultado da mistura de todos os ingredientes.

Autor: Tânia Gori

 

 Salada dos Desejos


Ingredientes:

1/2 cabeça de repolho roxo;
1 alface média;
3 tomates;
15 azeitonas pretas do tipo calabresa;
1/2 cebola roxa;
1 beringela;
Azeite de oliva;
1 dente de alho.

 

Preparação:

Corte sua berinjela diagonalmente em várias fatias.
Coloque o azeite na panela em fogo médio.
Quando o azeite estiver bem quente, junte o alho esmagado e as fatias de beringela. Doure um pouco a beringela. Seque o azeite da beringela com papel absorvente.
Tenha certeza de que lavou sua alface.
Pique o repolho roxo na tábua de cortar, sempre em pedaços finos. Faça o mesmo com a alface. Corte os tomates em fatias verticais. Corte as azeitonas e a cebola do modo que mais lhe agrada.
Decore o fundo do prato com a beringela. Coloque então a alface e o repolho no prato, agora decorando com as rodelas de cebola e azeitonas. Distribua as rodelas de tomates em volta do prato.

 

 OVOS RECHEADOS DE OSTARA

Comer ovos no Equinócio Primaveral é o equivalente a estar ingerindo a energia PURA de OSTARA!

 

Ingredientes:

- 8 ovos cozidos;
- 2 xícaras de maionese;
- 1 colher (sobremesa) rasa de açúcar branco;
- 1/2 xícara de vinagre de maçã;
- Tomilho fresco ou manjericão (à vontade);
- Agrião (à vontade).

 

Preparação:

Coloque os ovos para serem cozidos em água fervente por mais ou menos 25 minutos. Descasque os ovos e corte longitudinalmente. Escave as gemas dos ovos e triture-as ou misture-as em um liquidificador com a maionese, o açúcar e o vinagre. Bata até ficar bem cremoso. Encha as claras cozidas (de onde escavou as gemas) com a massa, usando uma bolsa de confeiteiro ou cuidadosamente colocando com uma colher de chá. Enfeite os ovos com o tomilho ou manjericão e decore o prato com as folhas de agrião.

 

 Quiche da Colheita (maçã e canela)

Receitas para Sabbats – Mabon

 

Ingredientes:
Rende seis porções 
2 maçãs, descascadas e fatiadas; 
2 tabletes de manteiga; 
Queijo cheddar ralado a gosto; 

 

Massa para tortas (pode ser das industrializadas se não souber fazer); 
1 colher (sobremesa) de açúcar branco; 
1 colher (chá) de canela; 
4 ovos grandes inteiros; 
1 1/2 xícaras de creme de leite.

 

Preparação:

Deixe a maçã fritar na manteiga durante cinco minutos. 
Salpique açúcar e canela em cima das maçãs. 
Recheie a massa de torta com as maçãs. 
Salpique o queijo sobre a torta (já fechada). 
Bata os ovos junto com o creme de leite. 
Espalhe em cima da torta. 
Asse até que doure, por mais ou menos 35 minutos.

 

 MOEDAS DE OURO

 

Ingredientes:

1 lata de espigas de milho em conservas

cenouras

Pimenta do reino

Ramos de salsinha fresca

Suco de ½ laranja

Suco de ½ limão

3 colheres de azeite de oliva

sal marinho

 

Preparação:

Corte as espiguinhas em rodelas finas e reserve. Raspe a casca das cenouras e corte todas em rodelas finas. Feito isto, coloque-as para cozinhar em água com sal a gosto. Eu, particularmente, gosto de cozinhá-las no vapor para que não percam suas propriedades e mantenham a cor viva. Mas se preferir cozinhar diretamente na água, a dica que eu dou para que volte a cor vibrante delas é que assim que você apagou o fogo e as escorreu, coloque-as todas dentro de uma bacia de gelo para um choque térmico. Voltam a parecer vivas.

Em uma saladeira, misture o milho com as cenouras. Sobre os dois, junte o azeite o suco da laranja, o suco do limão e mexa com cuidado para que não vire um purê. Sobre a salada junte a salsinha fresca e a pimenta do reino para enfeitar e enriquecer o prato.

 

 MOEDAS DE PRATA

 

 Ingredientes:

2 pepinos

rabanetes

Pimenta do reino

Ramos de salsinha fresca

Suco de ½ laranja

Suco de ½ limão

3 colheres de azeite de oliva

sal marinho

Preparação:

Fatie os pepinos e rabanetes em rodelas finas. Coloque-os em uma saladeira e sobre eles junte o suco de laranja, de limão, sal marinho a gosto e o azeite. Misture tudo com cuidado e enfeite com a pimenta e com a salsinha.

 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas de acompanhamentos & salgados mágicos, 1: abobora gratinada, arroz a moda dos gnomos, arroz de Afrodite, arroz da esperanca, arroz onirico, arroz viva a fortuna

 

 Abóbora Gratinada

(Receita para Samhain)

 

Ingredientes
* 2 colher(es) (sopa) de manteiga
* 1 unidade(s) de cebola picada(s)ver vídeo
* 1 dente(s) de alho amassado(s)
* 1 kg de abóbora japonesa em cubos médios
* 200 gr de champignon em conserva fatiado(s)
* quanto baste de sal
* quanto baste de pimenta-do-reino branca
* 1 lata(s) de creme de leite
* 1/2 xícara(s) (chá) de ricota
* quanto baste de noz-moscada
* 1 colher(es) (sopa) de salsinha picada(s)
* 2 colher(es) (sopa) de queijo ralado

Modo de preparo
Em uma panela, derreta a manteiga e refogue a cebola e o alho. Junte a abóbora e deixe refogar até que fique cozida, porém, firme. Se necessário, pingue água durante o cozimento. Acrescente o champignon e cozinhe mais um pouco. Corrija o sal, mexa e reserve.
Bata no liquidificador o creme de leite, a ricota e o sal. Tempere com a noz-moscada e a salsinha e reserve.
Pegue um refratário e coloque camadas de abóbora refogada e do creme de ricota, terminando com o creme. Polvilhe o queijo ralado e leve ao forno até que esteja gratinado.

BOM APETITE!
DICA: Você pode servir essa receita no banquete de Samhain

 

 Arroz à moda dos Gnomos

 

Este arroz é muito forte, porque os Gnomos são trabalhadores ativos, dinâmicos e precisam comer bem e gostam de comer muito. Porque são os Guardiães da Terra e da terra, o arroz é um dos alimentos de sua preferência por simbolizar a prosperidade, a singeleza e a cordialidade.

Ingredientes:

- 4 xícaras de arroz cozido;

-1/2 kg de lingüiça calabresa ou de lombo de porco;

- 200g de bacon picadinho;

- 250g de presunto cortado em dadinhos;

- 1 lata de milho verde;

- 1 xícara cheia de cenoura cozida ao dente (cubinhos);

- 1 xícara cheia de pimentões picados;

- 1 xícara cheia de salsa, cebolinha verde e manjericão;

- 100g de uvas-passas sem sementes;

- 200g de ameixas sem caroços e picadas;

- 100g de azeitonas pretas;

- 100g de azeitonas verdes picadas;

- 1 cebola grande;

- 4 dentes de alho socados;

- 1 xícara de tomate picadinho sem peles e sementes;

- 4 a 6 bananas cortadas em rodelas e fritas em manteiga;

- 150g de manteiga;

- 1/2 xícara de azeite extra-virgem;

- 4 a 6 ovos cozidos e picados;

- 1 xícara de queijo parmesão ralado;

- farinha de mesa (mandioca) torrada;

- sal.

 

Modo de fazer:

1) Retire a pele da lingüiça, desmanche a carne e reserve.

Leve uma panela ao fogo com o azeite e o bacon. Deixe fritar até o bacon dourar e virar torresmo. Com uma escumadeira, retire os torresmos e reserve.

Na gordura que ficou na panela, adicione as cebolas e o alho. Frite e junte a lingüiça, o tomate, o pimentão, o milho e as azeitonas. Refogue bem e adicione aos poucos a metade da manteiga, as passas, o presunto e o arroz.

2) Ao refogado de arroz, acrescente a ameixa e a banana.

Sempre mexendo, adicione farinha de mesa suficiente para formar uma espécie de farofão, que deve ficar solto, mas úmido.

Depois, junte os cheiros-verdes, o restante da manteiga, o arroz e o queijo.

Misture rapidamente e sirva em seguida, simples ou com carnes. Enfeite a gosto.

Obs. Comer ao som de músicas alegres e acender incensos de ervas.

(Fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

 

 ARROZ DE AFRODITE

 

Ingredientes:

1 ½ xícara de arroz

1 ramo de brócolos, contado em pequenos galhos

¼ de xícara de azeite de oliva

1 xícara de cebolinha picada

1 pimentão vermelho cortado em cubinhos

1/12 colher de chá de sal

½ colher de chá de pimenta do reino

1 colher sopa de curry

3 colheres de sopa de vinagre de vinho branco

1 ½ colher de chá de açúcar

 

Preparação:

Receita para suave encantamento de amor. Coloque 3 xícaras de água para ferver. Quando estiver fervendo, jogue o arroz e o brócolis e deixe ferver por 20 minutos. Escorra-o e reserve-o . Numa frigideira, coloque o azeite para esquentar acrescente o pimentão, a cebolinha, o sal e a pimenta do reino. Refogue por 2 minutos e, ao final, coloque o curry, deixando-o cozinhar junto por mais 1 minuto. Tire do fogo e acrescente o vinagre e o açúcar. Despeje esta mistura sobre o arroz e o brócolis, misture bem. Você pode servir esta salada, morna ou fria. Consagre este prato a Afrodite.

 

 ARROZ DA ESPERANÇA

 

Ingredientes:

2 xícaras de arroz cozido

½ xícara de manteiga derretida

½ xícara de cebola picada

½ xícara de queijo suíço picado

2 ovos batidos

2 xícaras de leite

1 ramo de espinafre cozido e picado

1 ramo de brócolis cortado em pequenos galhos e cozido

1 colher de sal com alho

 

Preparação:

Consagre esta receita a Pã. Indicado para restaurar a esperança. Misture todos os ingredientes e asse por cerca de 20 minutos. Sirva com salada verde de sua preferência.

 

ARROZ ONÍRICO

 

Ingredientes:

1 colher de chá de óleo de gergelim

1 cebola picada

4 cravos

½ colhe de chá de curry

1 pauzinho de canela

2 dentes de alho espremidos

Sal a gosto

4 folhas de louro

1 mão cheia de passas sem sementes

1 mão cheia de amêndoas

4 xícaras de água

2 xícaras de arroz integral

1 xícara de ervilhas frescas

1 xícara de milho verde

1 xícara de vagens em pedacinhos

1 xícara de cenoura ou pedacinhos.

 

Preparação:

Para obter êxito no que almeja. Refogue o arroz com os temperos. Acrescente as cenouras e deixe cozinhar um pouco. Quando o arroz e a cenoura estiverem quase cozidos, acrescente o milho, ervilha e as vagens. Quando o arroz estiver cozido, junte as passas e as amêndoas. Sirva em uma travessa de barro. Consagre esta receita às forças do Sol.

 

 ARROZ VIVA A FORTUNA

Alimento para atrair prosperidade e fortuna em nossas vidas.

Ingredientes:

500 gr de arroz de cozido e refogado em água, sal, uma pitada de canela em pó e uma pitada de gengibre fresco ralado
4 cebolas grandes cortadas em rodelas finas
300 gr de lentilha cozida e escorrida 
50 gr de bacon defumado
3 folhas de louro
50 gr de amêndoas moídas grosseiramente
1 colher de sopa se semente de papoula
2 laranjas cortadas em rodelas finas sem casca e semente
2 colheres de açúcar
óleo suficiente

 

Preparação:
 Numa tigela misture o arroz cozido com a lentilha cozida no bacon e no louro. Numa frigideira coloque óleo e frite as rodelas de cebola até ficarem bem douradas. Misture a cebola no arroz. Acrescente também as amêndoas moídas. Grelhe as fatias de laranja na frigideira com óleo e açúcar até ficarem bem douradas.

Sirva o arroz numa travessa, disponha as rodelas de laranja por cima e salpique com as sementes de papoula.


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas magicas de acompanhamentos & salgados, 2: batatas encantadas, batatas da felicidade, batatas douradas com louro, batatas doces com maçã, batatas coradas com alecrim de Ostara

 

 Batatas encantadas

Essa receita é muito divertida se feita para servir um grande grupo. Aproveite e escolha uma data mágica, como os Esbats e Sabats.

 

Ingredientes:

- 1 moeda ou amuleto;

- 5 batatas grandes, descascadas e cortadas em cubos;

- 1 colher de chá de sal;

- Água para cobrir as batatas;

- 1/2 xícara de manteiga derretida;

- 1/3 xícara de leite morno;

- 1 colher de sopa de sal;

- 1/4 colher de chá de pimenta.

 

Preparação:

Ferva o amuleto.

Deixe esfriar, e se desejar, enrole-o em papel manteiga.

Ferva as batatas na água salgada até ficarem macias. Coe. Aqueça levemente o leite numa panela.

Numa tigela grande, amasse as batatas até que fiquem macias e livres de bolotas, adicionando lentamente a manteiga e o leite. Adicione o sal e a pimenta para temperar.

Arrume as batatas num prato adequado.

Secretamente insira o amuleto nalgum lugar entre as batatas.

A pessoa que receber o amuleto terá bastante sorte no mês seguinte.

 

 BATATAS DA FELICIDADE

 

Ingredientes:

6 batatas grandes

¼ de xícara de manteiga

200 gramas de iogurte

1 colher de chá de alecrim

2 colheres de chá de salsa

1/8 de colher de chá de sálvia

1 pitada de sal

1 pitada de pimenta do reino

1 colher de sopa de manteiga derretida

1 xícara de salsa picada para enfeitar

 

Preparação:

Receita dedicada para quebrar a tristeza. Cozinhe as batatas até ficarem macias. Descasque-as e faça um buraco em cada uma delas. Pegue o que tirou da batata e amasse bem. Adicione a massa ¼ de manteiga, e mexa. Adicione o iogurte, alecrim, salsa, sálvia, sal e pimenta e bata tudo até que obtenha uma mistura cremosa e fofa. Recheie as batatas, pincele-as com a manteiga derretida. Arrume-as numa assadeira de cerâmica e asse-as em forno quente por 15 minutos. Salpique com a salsa.

 

 Batatas Douradas com Louro

(Este prato representa a prosperidade pela qual se agradece, e aquela que ainda se vai obter).

 

Pegue batatas sem casca e cortadas ao meio e leve ao forno em assadeira untada. 
Polvilhe-as com um pouquinho de gengibre em pó e noz moscada, sal a gosto, e espalhe folhas de louro em cima. Deixe no forno até dourar.

 BATATAS DOCES COM MAÇÃ

 

Ingredientes:

3 batatas doces – Vênus

4 maçãs – Vênus

castanhas – Vênus

1 xícara de passas – Júpiter

2 colheres de sopa de mel – Vênus

1 xícara de suco de laranja – Sol

canela – Sol

Modo de fazer o feitiço:

Como você pode ver, esta receita contém a união de três planetas muito especiais. A combinação de Júpiter e Vénus é ideal para a procriação. Portanto, trata-se de um feitiço muito especial. Ele é destinado àqueles que desejam filhos.

Queime folhas secas de macieira junto com pétalas de rosas. Mentalize uma grande lua num céu muito estrelado. Sinta o cheiro da noite penetrar profundamente em você. Procure atrair a lua que brilha no céu para o interior de seu ventre. Respire suavemente. Sua respiração aos poucos sairá como se fossem raios da luz. Procure no céu uma estrela com muita luz e pegue-a delicadamente. A lua estará outra vez no céu brilhando e você guardará sua estrela numa pequena caixa de prata. Agradeça a Vénus o presente recebido. Comece o feitiço.

 

Corte as batatas em fatias finas e coloque-as numa forma untada, alternando com fatias de maçã. Espalhe as passas e castanhas. Misture num recipiente de cerâmica branca o mel com o suco de laranja. Cubra as batatas e maçãs com o suco e polvilhe com canela. Cubra com papel alumínio (uma assadeira com tampa é muito boa também) e asse por uma hora em fogo brando. 

 

Enquanto o feitiço assa, prepare seu banho.

Despeje suavemente água de rosas em todo seu corpo. Esta água deverá ser preparada com um dia de antecedência e feita com 1 litro de água fresca e pétalas de rosas (de preferência cor de rosa). Deixe a água com as pétalas captar a energia da lua cheia, colocando-a em contacto com a noite. Após tomar seu banho, coloque gotas de óleo de almíscar atrás da nuca, joelhos, ventre e seios. Prepare-se com uma roupa verde água ou rosa claro. Ponha uma toalha rosa na mesa e salpique-a com óleo de almíscar. Acenda velas rosas e espalhe pétalas de rosas na toalha. Sirva o feitiço consagrando-o a Vénus.

 

 Batatas coradas com alecrim de Ostara


Ingredientes:

1/2 kg de batatinhas 
Azeite de oliva 
Ramos de alecrim fresco 
Sal marinho
 

Modo de preparo:

Lave bem as batatas e seque-as.

Em uma assadeira média, despeje 1/2 xícara de azeite. Junte as batatinhas (sem descascar), salpique com alecrim e sal. Ponha para assar em forno médio até que estejam macias.


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de acompanhamentos & salgados, 3: beringelas da lua, beter-bruxi, cozido dos druidas, esparguete de Eros, farofa das bruxas, feijão da bruxa

 

 BERINGELAS DA LUA

 

Ingredientes

1berinjela grande

2 colheres de manteiga

1 cebola grande picada

2 centímetros de gengibre picado fino

2 tomates grandes picados

1 colher de chá de cominho moído

1 colher de chá de sal

1 pitada de pimenta do reino

 

Preparação

Ferva a beringela numa panela de cerâmica, até ficar macia. Deixe esfriar com a panela tampada. Descasque-a e transforme-a em purê. Numa outra panela, refogue a cebola e o gengibre. Adicione os tomates, o cominho, o sal e a pimenta. Continue cozinhando, mexendo suavemente. Quando os tomates estiverem desmanchados, adicione a beringela e deixe cozinhar por mais alguns minutos, mexendo de vez em quando.

Segundo a autora, esta receita deve ser realizada para um dia em que esteja necessitando de ajuda financeira.

 

 BETER-BRÚXI

Ingredientes:

- 3 colheres de sopa de açúcar, mais um copo de açúcar,

- um copo de vinagre, duas beterrabas grandes e duas cebolas médias.

Modo de preparar:

Cozinhe as beterrabas com casca em água e com as 3 colheres de açúcar. Deixe esfriar e coloque em uma travessa: uma camada de beterraba – que terá sido cortada em fatias regulares, ou em rodelas igualmente regulares – uma camada de cebola, e assim vá alternando. Por último, acrescente a calda que foi feita com os copos de açúcar e de vinagre. Coloque na geladeira e sirva no dia seguinte com um frango, uma carne ou simplesmente com arroz incrementado e outra salada.

 

Saiba que esta Beterbrúxi pode durar até dez dias na geladeira e é super energética. Ao preparar ou ao comer, peça a força da beterraba, a doçura do açúcar, e a franqueza e a determinação do vinagre, que deve ser tinto. Da cebola, peça que lhe sejam afastadas as malignidades.

 

 COZIDO DOS DRUIDAS:

Sobre a Receita: Tradicional prato de lentilhas para ser servido na Ceia de Ano Novo.

O objetivo do cozido é trazer prosperidade.

 

Ingredientes:

½ quilo de lentilhas

1 folha de louro

1 tablete de caldo de carne

2 dentes de alho amassados

1 cebola picada

½ xícara de vinho branco

Azeite

Manjerona

Salsinha picada

Sal

Pimenta

 

Modo de Preparo:

Cozinhe as lentilhas com água, louro e o caldo de carne. Quando estiverem macias, escorra e tempere com o alho, cebola, vinho, azeite, manjerona, salsinha, sal e pimenta.

Autor: Tânia Gori

 

 Esparguete de Eros

Este é um poderoso condutor da sexualidade e possui grande poder de sedução

 

Ingredientes:

- 300g esparguete 
- 1/4 xícara (chá) queijo parmesão ralado 
- 1/4 xícara (chá) queijo ementhal ralado 
- 1/4 xícara (chá) queijo cheddar ralado 
- 1/4 xícara (chá) queijo gouda ralado 
- 1/2 xícara (chá) creme de leite fresco 
- 1 colher (sobremesa) manteiga 
- sal 
- pimenta do reino 
- 1 colher (sobremesa) manjericão

 

Preparação:

Cozinhe a massa e escorra bem. Misture os queijos, o creme de leite e a manteiga numa panela de cerâmica e leve ao fogo baixo até ferver, mexendo sempre com uma colher de pau. Adicione o sal e a pimenta a gosto e o manjericão. Jogue a massa suavemente na mistura e mexa. Consagre o feitiço a Vénus e Eros.

 

 FAROFA DAS BRUXAS

(Esta farofa deve ser servida fria. As Bruxas são práticas e alegres. É a farofa da prosperidade e deve ser comida especialmente às sextas-feiras, ou na Lua Cheia, ou em cada dia 13, acendendo uma vela marrom, espalhando muitas rosas vermelhas.)

Ingredientes:

- 2 copos de farinha de milho amarelo em flocos;

 - meio copo de água mineral sem gás;

 - 2 cenouras raladas no ralo grosso;

 - 1 pimentão vermelho cortado em tiras;

 - 1 pimentão verde cortado em tiras;

 - 1 cebola grande cortada em tiras;

 - 1 lata de milho verde escorrido;

 - 2 tomates maduros, sem sementes, cortados em tiras;

 - 1 xícara de chá de uvas-passas sem sementes;

 - 1 xícara de chá de salsinha e cebolinha picadas;

 - suco de limão;

 - sal a gosto;

 - 1 colher de sopa de azeite de oliva;

 - 1/2 xícara de chá de azeitonas pretas sem caroços.

Modo de Fazer

Hidrate a farinha de milho com a água, mexa bem e reserve. Em uma tigela grande, junte os pimentões, a cebola, as cenouras, o milho, as uvas-passas e os tomates. Depois de misturar bem, acrescente a salsinha, tempere com suco de limão, sal e junte a farinha de milho já hidratada.

Acomode a farofa em um pirex fundo, regue com azeite de oliva e enfeite com as azeitonas pretas. Sirva com carne branca grelhada, uma salada de sua preferência e bananas fritas (opcional)

 

 FEIJÃO DA BRUXA

 

Ingredientes:

2 xícaras de feijão (para proteção contra energias malignas)

1 cebola pequena ralada

3 folhas de louro (para visões e boa sorte)

½ colher de café de noz-moscada ralada (atrai prosperidade)

pétalas de rosa fresca (para o amor)

4 colheres de azeite de oliva (energia)

1 colher de chá de gengibre ralado (para proteção)

2 dentes de alho cortado em pequenas fatias

1 pequeno pau de canela (estimulante sexual, traz dinheiro e felicidade)

sal a gosto

Salsinha

Água mineral para cozinhar


Preparação:

Lave o feijão e preferencialmente no caldeirão de ferro coloque a água, o feijão, o sal e deixe cozinhar. Quando o feijão estiver pronto, reserve-o. Em uma frigideira, junte o óleo, o alho a cebola e os demais ingredientes e de uma leve fritada mexendo tudo com cuidado, se utilizando de uma colher de pau. Quando os ingredientes estiverem prontos, despeje tudo dentro do feijão e mexa tudo em sentido horário, mentalizando e solicitando aos Deuses que te dêem poderes que você julga precisar.


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de acompanhamentos & salgados, 4: lasanha de primavera, lanche da prosperidade, massa do pstror, miscelania de vegetais, molho de amendoim dourado, pate do solsticio de verão

 

 Lasanha de Primavera

Receitas para Sabbats – Ostara

Bom para bruxos vegetarianos, e muito muito bom em geral!

 

Ingredientes para 4 pessoas:

400g de Lasanha; 
500g de espinafres; 
2 dentes de alho; 
Sal q.b.; 
Pimenta preta em grão q.b.; 
250g de Requeijão; 
1 Xícara de chá de queijo Mozzarella ralado; 
1/2 Xícara de queijo Parmesão ralado; 
250g de nata.

 

Preparação:

Lavem e escorram bem os espinafres. Ponham-nos numa panela sem água. Tapem e deixe cozinhar durante 3 a 5 minutos, ou até os espinafres estarem tenros. 
Escorram e piquem bem os espinafres. Misturem os alhos picados, os espinafres, sal e pimenta acabada de moer. 
Numa taça, misturem o requeijão, mozzarella, parmesão e a nata. 
Numa assadeira untada com manteiga, disponham uma camada de Lasanha no fundo. 
Cubram com uma camada de espinafres, depois com uma camada da mistura de queijos, a seguir novamente com Lasanha e assim sucessivamente. Devendo a última ser da mistura de queijos. 
Levem ao forno a 180ºC durante 20 ou 25 minutos. Sirvam de imediato

 LANCHE DA PROSPERIDADE:

 

Ingredientes:

1 Baguete

200gr de queijo prato

salame

2 Tomates

1 Xicara de chá de azeitonas pretas

1 Pepino

1 Cenoura

1 Beterraba

Batata Palha

1 pé de alface

1 colher de sopa de orégano

1 copo de maionese

Molho de pimenta a gosto

Sal a gosto

1 colher de sopa de azeite

 

Modo de Preparo: Montar a seu gosto

Autor: Tânia Gori

 

 Massa do Pastor

(Receita para Imbolc)

 

Ingredientes:

15 gramas de Manteiga
2 colheres de sopa de Azeite
1/2 Cebola, em rodelas
1 dente de Alho, esmagado
125 gramas de Cogumelos, cortados em quartos
50-75 gramas de folhas de Mangericão, rasgadas
500 gramas de Tagliatelle
2 colheres de sopa de Parmesão ralado
2 x 400g de Tomate picado (duas latas)
200 ml de Créme Fraiche
300 g de Brie, descascado e cortado aos pedaços
50 g de queijo Dolcellate, cortado aos pedaços
Sal e Pimenta q. b.

 

Preparação:

Derreta a manteiga com uma colher de sopa de azeite numa frigideira, adicione o alho e a cebola e frite até ficar dourado. Adicione os cogumelos e cozinhe por 2 minutos. Junte quase todo o manjericão. Tempere com sal e pimenta, e retirem do lume. Reserve.

Coza a massa até estar al dente. Escorra, volte a pôr na panela, tempere e junte um pouco de azeite.

Escorra o sumo do tomate para dentro de uma tigela. Misture o tomate com os cogumelos, e misture o creme fraiche com o sumo de tomate.

Em seguida, misture os dois preparados com a massa, misturando bem. Junte mais um pouco de manjericão, e ponha a mistura num pirex untado com manteiga (o pirex deve ter a capacidade de cerca de 2 litros). Distribua os pedaços de Brie e de Dolcellate por cima da massa, e polvilhe com o Parmesão e o resto das folhas de manjericão.

Leve ao forno pré-aquecido a 180º, durante 40 minutos.

Serve 6 pessoas.

 

MISCELÂNEA DE VEGETAIS:

Sobre a Receita: Para saborear este prato acenda um incenso de morango.

 

Ingredientes:

1 abobrinha média cortada em pedaços

1 abóbora media cortada em pedaços

1 pimentão vermelho médio cortado em pedaços

1 pimentão amarelo médio cortado em pedaços

500 gramas de espargos frescos cortados em pedaços

1 cebola roxa cortada em pedaços

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de chá de sal

½ colher de chá de pimenta-do-reino moída na hora.

 

Modo de Preparo:

Aqueça o forno a 250 graus. Em uma assadeira grande misture a abobrinha, a abóbora, os pimentões vermelho e amarelo, o espargo e a cebola. Acrescente o azeite, o sal, e a pimenta. Misture bem. Espalhe em uma só camada. Asse por 30 minutos, mexendo de vez em quando, até os vegetais estarem levemente dourados e macios.

Autor: Receita extraída do livro ” dieta de South Beach”

 

 Molho de amendoim dourado

Receita para Yule

 

Ingredientes:
1/2 xícara (das de chá) de cebola picada
3 xícaras (das de chá) de água
1 xícara (das de chá) de manteiga de amendoim
1 colher (das de sopa) de margarina
1 colher (das de sopa) de suco de limão
2 colheres (das de chá) de curry
1/2 colher (das de chá) de pimentas vermelhas secas e picadas

 

Preparação:

Em uma panela, aqueça a margarina e doure a cebola até ela ficar translúcida. Acrescente a água e a manteiga de amendoim, mexendo até ficar com uma textura fina. Adicione os demais ingredientes e sirva quente. Este molho acompanha frango cozido ou assado, carne bovina e de porco. Sirva-o com arroz temperado com ervas frescas.

 

 PATÊ DO SOLSTÍCIO DE VERÃO:

Sobre a Receita: Para atrair Prosperidade

 

Ingredientes:

200g de Manteiga (que é regida pelo sol, atraindo assim prosperidade) ,

3 cenouras pequenas raladas (a cenoura traz a regência de Marte, atraindo assim a força)

Salsa (Regência de Saturno, para a consciência das responsabilidade pessoais e eliminar os problemas)

cebolina ,

uma pitada de pimenta calabresa ,

alho e cebola (todos com regência em Marte) ,

orégano (regência Mercúrio, que atrai a comunicação e também a harmonização com o novo ano) ,

uma pitada de gengibre (regência sol)

e uma pitada de sal .

 

Modo de Preparo:

Bater 200g de Manteiga (que é regida pelo sol , atraindo assim prosperidade) , com 3 cenouras pequenas raladas (a cenoura traz a regência de Marte, atraindo assim a força) , acrescentar Salsa (Regência de Saturno , para a consciência das responsabilidade pessoais e eliminar os problemas) cebolina , uma pitada de pimenta calabresa , alho e cebola (todos com regencia em Marte) , orégano (regência Mercúrio, que atrai a comunicação e também a harmonização com o novo ano) , uma pitada de gengibre (regência sol) e por ultimo abençoar o prato com uma pitada de sal .

Obs.: Servir com torradas e segue abaixo sugestão de Sucos : Cenoura e Tomate Abacaxi e Mamão Maracujá e abacaxi Ou ainda com um chá gelado de Capim limão ou Hortelã (Ótimos para comunicação, visto que pertence a Mercúrio e também aumentar sua capacidade psíquica) .


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de acompanhamentos & salgados, 5: quibe de abobora para samhain, quiche da colheita, risoto de açafrão com petalas de rosa, sementes de abobora torradas, up

 

 QUIBE DE ABÓBORA PARA SAMHAIN

 

A função dos banquetes após as comemorações é dispersar as energias concentradas no círculo, ligando as energias da terra novamente. Os alimentos deste sabá são maçãs, tortas de abóboras, milho, cerejas, chás de ervas sidra.

 

Ingredientes:

1 xic. de trigo para quibe lavado e levemente cozido em pouca água, alho moído, orégano e sal.

½ abóbora japonesa picada e cozida no microondas por 7 min. (ou assada)

3 colheres de sopa de farinha de trigo.  

Temperos: alho, sal, cebola picada, salsinha, hortelã.

Queijo branco picado ou ricota esfarelada.  

 1 ovo inteiro.

 

Preparo:

Amasse a abóbora ainda quente, formando um purê, adicione trigo, temperos, e farinha de trigo, para dar o ponto. Coloque metade da massa em forma untada com óleo, recheie com o queijo e espalhe o ovo batido por cima, cubra com restante da massa. Leve para assar em temperatura média alta por 20 minutos.

 

 Quiche da Colheita (maçã e canela)

Receita para Mabon

 

Ingredientes:

Rende seis porções
- 2 maçãs, descascadas e fatiadas;
- 2 tabletes de manteiga;
- Queijo cheddar ralado a gosto;
- Massa para tortas (pode ser das industrializadas se não souber fazer);
- 1 colher (sobremesa) de açúcar branco;
- 1 colher (chá) de canela;
- 4 ovos grandes inteiros;
- 1 1/2 xícaras de creme de leite.

 

Preparação:

Deixe a maçã fritar na manteiga durante cinco minutos.

Salpique açúcar e canela em cima das maçãs.

Recheie a massa de torta com as maçãs.

Salpique o queijo sobre a torta (já fechada).

Bata os ovos junto com o creme de leite.

Espalhe em cima da torta.

Asse até que doure, por mais ou menos 35 minutos.

 

 RISOTO DE AÇAFRÃO COM PÉTALAS DE ROSAS

Ingredientes:

¼ de cebola, picada

2 colheres (sopa) de manteiga

250 g / 1 ¼ xícara (chá) de arroz arbóreo

½ xícara (chá) de vinho branco, seco

800 ml de caldo de galinha

6 a 8 pistilos de açafrão

3 colheres (sopa) de queijo, parmesão

2 colheres (sopa) de manteiga, para a finalização

Procedimento Modo de preparo:

Coloque o caldo de galinha numa leiteira e leve ao fogo alto. Quando ferver, reduza o fogo.

Acrescente o açafrão no caldo, fazendo uma infusão.

Numa panela, coloque a manteiga e leve ao fogo. Junte a cebola picada, mexendo bem para não queimar.

Assim que ficar transparente, acrescente o arroz e cozinhe por uns 2 minutos, mexendo sempre. Acrescente o vinho e mexa até evaporar.

Coloque 1/3 do caldo de galinha com o açafrão (que deve estar bem quente), e mexa bem. Não é necessário mexer continuamente. Quando o caldo começar a secar, acrescente mais 1/3 de caldo.

Quando estiver novamente secando, acrescente a última parte de caldo e mexa bem.

Tempere com sal e pimenta do reino. Quando estiver bem cremoso, desligue o fogo e acrescente a manteiga e o queijo ralado.

Misture bem e sirva a seguir.

 

 Sementes de abóbora torradas

Receita para Sabbat – Samhain

 

Ingredientes: 
1 1/2 xícara de água 
225g de sementes de abóbora cruas e descascadas 
1 colher de chá de pimenta suave em pó 
1 colher de chá de sal 
vários dentes de alho, bem picados

 

Preparação:

Ferva a água e despeje sobre as sementes. Deixe de molho por uma noite em temperatura ambiente. Escoe a água e espalhe uniformemente numa forma grande. Espalhe a pimenta em pó, o sal e o alho. Asse a 150ºC de 25 a 30 minutos ou até que as sementes estejam estufadas e secas. À medida que torram, elas estalarão e pularão. Mexa de vez em quando enquanto esfriam. Talvez você deseje fazer mais de uma fornada, pois acaba muito rápido. Além disso, você pode experimentar outros temperos além do alho. Alguns temperos gostosos são o cominho, a pimenta forte, molho de soja. as sementes também ficam muito boas com apenas um pouco de sal.

 

 UP

 

Ingredientes:
1 xícara de cenoura picada em cubinhos
1 xícara de ervilhas frescas
½ xícara de pimentão vermelho
½ xícara de pimentão amarelo
1 xícara de abóbora japonesa cortada em cubos
1 colher de café de alecrim
3 batatas cortadas em cubo
½ colher de paprica picante
1 pitada de cominho
1 pitada de canela
3 a 4 cravos da índia
1 dente de alho
½ cebola pequena ralada
2 colheres de óleo de gergelim
sal a gosto
Água mineral
Salsinha

 

Preparação:

Junte em uma panela (ou caldeirão) o óleo para aquecer, junte a cebola, o alho, os cravos e o alecrim e dê uma leve fritada, quando a cebola e o alho estiver douradinho, junte a cenoura, a batata para fritar, mexa para não grudar.

Depois de levemente fritas, junte um pouco de água para que cozinhe. Antes de estarem completamente cozidas, junte a abóbora e deixe cozinhar um pouco mais. Quando notar que a abóbora já está meio cozida, junte as ervilhas, os pimentões a páprica e mexendo de vez em quando, com suavidade no sentido horário. Observe os alimentos. Cuidado para não amassá-los. Notando que já estão cozidos, retire do fogo e junte o sal, mexa. Coloque o UP em uma tigela e enfeite com a salsinha. Sirva com arroz branco ou integral. vá acrescentando a água na medida em que vai acrescentando os ingredientes.


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de peixes, 1: bacalhau de marte, risoto de mexilhão, salmão assado, truta com bacon

 

BACALHAU DE MARTE

Sobre a receita: Para aumentar o dinamismo e a iniciativa.

 

Ingredientes:

- 1 Kg de bacalhau;

- 1 cebola;

- 2 dentes de alho;

- azeite;

- 2 pimentas dedo de moça;

- 3 pimentões vermelhos;

- sal a gosto;

- manjericão;

- bananas;

- manteiga para fritar rum.

 

Preparação:

Deixe de molho o bacalhau de um dia para o outro, trocando de água pelo menos duas vezes.

No dia seguinte, escorra e seque bem.

Limpe o bacalhau e desfie.

Nume frigideira, derreta um pouco de manteiga com azeite, junte o bacalhau e refogue até que fique desmanchando.

Limpe as pimentas e pimentões, retire as sementes, corte em pedacinhos e adicione ao bacalhau.

Cozinhe por mais alguns minutinhos, regue com o rum, pedindo para que a força do planeta Marte traga mais força, dinamismo e iniciativa nesse momento.

Prove o sal. Enquanto o bacalhau estiver no fogo, descasque as bananas, corte em rodelas e frite na manteiga.

Sirva o bacalhau rodeado com bananas e manjericão.


 

 Risoto de Mexilhão

Fazer às sextas de lua cheia

Ingredientes:

- ½ kg de mexilhões limpos

- 2 xícaras de arroz

- 1 lata de creme de leite

- 200 ml de leite de coco

- azeite e sal a gosto

- alcaparras

- tomilho

- curry

- açafrão

- alho, cebola e salsa desidratados

- canela em pau para decorar o prato

Preparação:

Cozinhar o arroz no dobro de água com o alho, cebola e salsa, tomilho, azeite e sal a gosto, curry e açafrão.

Refogar o mexilhão por 5 mn com azeite, sal e alho, cebola e salsa.

Noutra panela, misture o creme de leite com o leite de coco e as alcaparras, acrescentado mais um pouco de sal.

Misturar o arroz com o creme e 2/3 do mexilhão.

Colocar numa travessa redonda e usar o restante do mexilhão por cima para decorar, junto com os paus de canela.

Os mexilhões representam o feminino e os paus de canela, o masculino.

Decorar a mesa com uma vela rosa e outra vela laranja (cores associadas ao amor e á sexualidade), oferecendo-as ás Deusas do amor.

Esse prato altamente afrodisíaco, deve ser degustado com um bom vinho branco em uma única taça, para que você e seu consorte compartilhem seus segredos e reforcem a união e a paixão.

Caso esteja solitária, mentalize a vinda de um parceiro ideal.

 

 Salmão Assado

Receitas para Sabbats – Mabon

(O salmão é o animal símbolo da sabedoria ancestral celta e é ligado à mitologia de Mabon e Modron).

 

Asse postas de salmão, salgando-as a gosto e cobrindo-as com bastante suco de limão e ramos de alecrim fresco.

 

 Truta com Bacon (Brithyll â Chig Moch)

Receitas Celtas

 

Ingredientes:

- Uma ou mais trutas limpas e desossadas (em filés)
- Bacon fatiado (o bastante para envolver as trutas)
- Sal e Pimenta
- Salsa

 

Preparação:

Cubra o fundo de uma travessa (que vá ao forno) com bacon fatiado. Coloque os filés de truta sobre o bacon. Tempere com sal e pimenta então coloque mais uma camada de bacon fatiado. Espalhe a salsa por cima de tudo e ponha para assar num forno já quente (temperatura de 250o C) por de 25 a 30 minutos.


 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de carne, 1: banque-bruxi, caril de porco com maçãs e natas, cordeiro de Ostara, frango da prosperidade, frangus bruxis, galinhada das bruxas

 

 BANQUE-BRÚXI

 Esta receita fortalece o corpo e a alma, pois um corpo saudável faz uma alma alegre e vice-versa.

Ingredientes:

- 2kg de lagarto sem gordura,

- 2 garrafas pequenas de cerveja

branca,

- 1 garrafa de Malzibier,

- uma colher de sopa de sal.

Molho:

Um copo de vinagre balsâmico (só serve ele), um copo de óleo canola, três cebolas cortadas em tiras bem finas, um pimentão vermelho cortado em tiras, sal a gosto.

Modo de fazer:

Coloque os ingredientes numa panela de pressão por quinze minutos. Vire a carne e deixe por mais quinze minutos. Depois disso, acenda o fogo e quando a panela começar a chiar, deixe somente cinco minutos. Baixe o fogo (médio) e deixe cozinhar por mais cinqüenta minutos. Deixe esfriar e coloque num pirex de tampa e, em seguida, ponha na geladeira. Faça o molho com os ingredientes citados, mexendo por quinze minutos. Deixe esfriar e coloque na geladeira. Quatro ou cinco horas depois, retire tudo, corte a carne em fatias finas, mas não tanto e arrume num pirez, colocando uma camada de molho e uma de fatias de carne, fazendo assim até acabar. Ponha novamente na geladeira, fechando o pirex e sirva no dia seguinte.

Esta receita dura de três a quatro dias. Quando estiver arrumando a carne, diga:

“Malefícios saiam de mim! Energias venham para mim e para quantos comerem este alimento!”.

Quando a carne estiver cozinhando, mentalize:

“Carne das feiticeiras, que a paz, a esperança, a sedução, a alegria… sejam minhas companheiras!”.

(Mantra: Brun, Brun, Brun! Zu, Zu, Zu!)

 

 Caril de porco com maçãs e natas

Receita para Samhaim

 

Este é um óptimo jantar de Samhain, com maçãs da época e cor laranja!

 

Ingredientes:

575 g carne de porco picada
2 c. sopa óleo
2 cebolas picadas
2 dentes de alho picados
2 talos aipos picados
2 dl sumo de maçã
2 c. chá caril em pó
1 c. chá sal
gengibre moído c. chá
1 c. chá cominhos em pó
1 maçã-reineta cortada em cubos
40 g passas
2 dl natas com limão

 

Preparação:

Levem uma frigideira grande a lume médio com o óleo e deixem aquecer. De seguida, juntem as cebolas, o alho e o aipo e deixem alourar. Aumentem o lume, juntem a carne de porco e fritem-na, mexendo sempre até esta perder a cor rosada. Deitem o sumo de maçã, o caril, o sal, o gengibre, os cominhos, a maçã e as passas. Misturem tudo muito bem, reduzam o lume e deixem ferver durante 5-8 minutos para evaporar o sumo de maçã mas sem deixar o preparado muito seco. Retirem a frigideira do lume, juntem as natas e mexam muito bem. Levem novamente ao lume mas desta vez só para aquecer. Não deixem ferver para não correr o risco de talhar. Servir com arroz ou naans.

 

 Cordeiro de Ostara 


Ingredientes:
- 4 costeletas de cordeiro sem gordura 
- Azeite de oliva 
- Vinho tinto seco 
- 2 dentes de alho amassados 
- Mostarda de Dijon 
- Mel 
- Hortelã e salsinha frescas picadas finas 
- Pimenta-do-reino moída na hora 
- Sal a gosto
 

Modo de preparo:

Na noite anterior, coloque 1/4 de xícara de azeite em uma assadeira grande. Despeje cerca de dois dedos de vinho. Misture o alho, a mostarda e o sal, e esfregue sobre as costeletas. Jogue bastante mel sobre cada costeleta e salpique com as ervas finas e a pimenta. Coloque as costeletas na assadeira e deixe marinar durante a noite na geladeira. 

No dia seguinte, tire da geladeira e deixe a temperatura ambiente. Pré-aqueça o forno a cerca de 250 ° C. Antes de assar, escorra a marinada. Arrume as costeletas com o lado mais carnudo para cima. Asse por 25 minutos. Sirva com as batatas coradas com alecrim.

 

FRANGO PARA PEDIR PROSPERIDADE

(MAGIA CIGANA)

Ingredientes:

- 3 colheres de sopa de farinha de milho;

- a mesma quantidade de farinha de mandioca, de farinha de trigo e de farinha de rosca;

- um frango médio.

Modo de fazer:

Lavar bem o frango, partir em pedaços pequenos, temperar com sal, alho e pimenta-do-reino, se quiser. Reservar.

Misturar as farinhas com as mãos em um recipiente grande; em seguida, passar os pedacinhos na mistura, um a um, para que fiquem bem passados, colocá-los em um tabuleiro forrado com papel aluminizado, untando antes com óleo ou margarina para o frango não grudar.

Colocar em forno alto por uma hora e meia. Quando estiver dourado, retirar e servir com arroz colorido, salada verde e lentilha, opcional.

 

Preparação: para fazer esta receita que deve ser feita principalmente na Lua Crescente:

Acender velas coloridas e chamar por Santa Sara, pelo cigano Ramon e por todo povo cigano.

Pedir paz, prosperidade material e espiritual para você, para os seus familiares e para os seus amigos.

Se tiver convidados, coloque uma moeda do maior valor corrente ao lado direito de cada prato, e seus convidados terão que lhe dar outra de igual valor, porque os ciganos trocam, retribuem e desejam ensinar a cordialidade, a fraternidade. Vestir roupas coloridas, após o banho de chuveiro, tomar um banho com pétalas de rosa vermelha, folhas da fortuna, dinheiro em penca, essência de sândalo ou de patchouly.

A mistura das farinhas deve ser feita com as mãos para que todas as suas energias se unam às energias dos cereais e se multipliquem.

Quando colocar o trigo, dizer:

“Prosperidade, coragem, força cada vez mais!”

A farinha de milho: coragem, força, prosperidade, sempre mais!

A farinha de mandioca: coragem, prosperidade, força muito mais! Sempre mais!

A farinha de rosca:

“Que venham a fartura, a harmonia, a alegria! Sempre! Sempre! Salve, os ciganos, sua rainha e seu rei! Prosperidade! Prosperidade! Prosperidade! Salve, minha estrela guia!”

 

Observação:

Lavar as mãos com água e vinagre e pedir que sejam afastadas todas as impurezas para que seu prato seja útil e agradável.

 (Fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

 

 FRANGUS BRÚXIS

 

Ingredientes:

- um frango cortado em 6 pedaços,

- uma colher de sopa de alcaparras,

- 4 colheres de sopa de passas sem sementes,

- um copo de suco de laranja,

- uma colherinha de chá de canela em pó,

- a mesma medida de cravo-da-Índia em pó,

- igual quantidade de sal,

- meia colher de chá de pimenta-do-reino,

- 4 colherinhas de chá de óleo,

- 2 a 3 dentes de alho socado,

- duas cebolas grandes.

 

Modo de preparar:

Lave bem o frango e as alcaparras; refogue o alho e a cebola no óleo e depois doure o frango dos dois lados. Coloque para cozinhar, acrescentando o suco, as alcaparras e as passas, tendo temperado antes com a canela, o cravo e a pimenta. Cozinhe até ficar bem macio e sirva com arroz branco, uma salada verde e uma omeleta de queijo, ou com batata frita ou palha. O suco deve ser feito da fruta.

 

 GALINHADA DAS BRUXAS

Você pode comer este prato de preferência nas luas nova e cheia. Antes este prato se chamava “Cordialidade das Bruxas”, por ser simples, prático, trazer alegria, intimidade, humildade.

 

Ingredientes:

- Um frango inteiro cortado em pedaços (se quiser fazer com a carne branca, use o peito, mas pode usar as cochas, desde que forme o volume de um frango),

- 4 tabletes de caldo de galinha,

- suco de meio limão,

- duas colheres de sopa de azeite,

- uma cebola grande ralada,

- duas xícaras de chá de arroz lavado e escorrido,

-  duas colheres de sopa de extrato de tomate,

- um pimentão verde cortado em cubinhos

- e duas colheres de sopa de salsa picada.

 

Modo de preparar:

Lave o frango e tempere-o com o suco do meio limão e com os dois tabletes do caldo de galinha que devem ser amassados (esmigalhados) com as mãos. Passe bem os pedaços neste tempero e deixe de um dia para o outro na geladeira, bem cobertos. Dia seguinte, em uma panela grande, esquente bem o azeite e ponha o frango para fritar, tirando antes os pedacinhos do caldo esmigalhados. Quando estiver dourado, coloque a cebola e refogue ligeiramente. Coloque o arroz, mexa bem, ponha o extracto de tomate, o pimentão e os outros dois tabletes do caldo, 4 xícaras e meia de água e mexa mais para dissolver o caldo. Ponha para ferver e assim que começar, baixe o fogo, deixando cozinhar por 20 minutos até o arroz ficar cremoso e húmido. Se for necessário, pingue mais um pouco de água quente. Retire do fogo, coloque em uma travessa, polvilhando com a salsa picada. Se gostar, pode colocar um pouquinho de queijo ralado.

Ponha na mesa uma toalha alegre, enfeite a casa com flores coloridas e se vista com uma roupa vermelha ou de cor viva, rosa choque, por exemplo. Se tiver amigos com você, distribua cristais pequenos, ou conchas, ou folhas de louro, patchouly…

Rá! Rá! Rá!!! Arrenk! Arrenk! Arrenk!!!


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de carne, 2: lombinho com mostarda para yule, lombo de porco com frutos secos, pato com sesamo e tangerina, pernil de porco da sorte, viradão das bruxas

 

 Lombinho com mostarda para Yule

 

Ingredientes:

Lombinho de porco
Mostarda de Dijon ou a comum (usei da graind’or dijon com pimenta verde)
Alho
Pimenta do reino
Azeite
Louro
Alecrim
Sal

 

Preparação:

Numa tigela misturar muito bem o alho muito picadinho, a mostarda, as folhas, o sal, pimenta e o azeite. Pincelar o lombinho com este tempero, guardando ao menos 30 minutos para pegar bem o tempero.

Levar ao forno coberto com papel laminado, cerca de 1 a 3 horas, depende de quanto pesa seu pedaço de lombinho.

 

 LOMBO DE PORCO COM FRUTOS SECOS

(Receitas de Yule)

 

Ingredientes:

- 6 ameixas secas;

- 8 alperches secos;

- Vinho branco;

- 750 g de lombo de porco ;

- 50 gr. de bacon em fatias;

- 100 gr. de margarina ;

- 0,5 dl de água ;

- sal; pimenta ;

cravinho.

 

Preparação:

Ponha numa tigelinha as ameixas e os alpenses. Cubra com vinho branco e deixe ficar assim durante a noite. Tome o lombo de porco num só bocado e dê-lhe um golpe a todo o comprimento de modo a obter uma bolsa. Polvilhe o interior com pimenta e a ponta de uma faca de cravinho. Revista a parte interior da carne com as fatias de bacon. Escorra os frutos, enxugue-os com papel absorvente e reserve o vinho onde estiveram de molho. Parta os frutos em bocados. Recheie com eles a carne e cosa a abertura. Tempere a carne com um pouco de sal (atenção, o bacon já tem sal). Aqueça bem a margarina e doure a carne em fogo forte de todos os lados.

Reduza o calor e deixe cozer em fogo moderado cerca de 1 hora e 30 minutos. Misture os 0,5 dl de água com 0,5, dl do liquido de debulhar os frutos regue a carne com esta mistura, a pouco e pouco, durante a cozedura.

 

 Pato com Sésamo e Tangerina

(Receitas para Imbolc)

 

Ingredientes:

- 4 Peitos de Pato
- 2 colheres de sopa de shoyu (molho de soja japonês)
- 4 colheres de sopa de mel
- 1 colher de sopa de sementes de sésamo
- 4 tangerinas
- 1 colher de chá de maisena
- Sal, pimenta rosa e negra a gosto.

 

Preparação:

Pre-aqueçam o forno a 180º.

Espetem os peitos de pato na diagonal e façam alguns sulcos. Coloquem os pedaços de pato numa grade que vá ao forno sobre uma assadeira e levem ao forno durante uma hora. Misturem uma colher de sopa de shoyu com 2 de sopa de mel e pincelem sobre os pedaços de pato. Espalhem as sementes de sésamo por cima. Assem 15 a 20 minutos ou até ficar dourado. Raspem a casca de uma tangerina e espremam o sumo de uma também. Misturem com maisena e acrescentem o restante shoyu e mel. Aqueçam até engrossar, mexendo sempre. Temperem com o sal e as pimentas.

Descasquem as tangerinas restantes e dividam-nas em gomos. Sirvam o pato com o o molho de tangerina decorado com os gomos por cima.

Servir com uma salada simples ou um stir-fry.

 

 PERNIL DE PORCO DA SORTE

(para ter sorte o ano todo)

 

Para ter sorte o ano todo, basta deliciar-se com este pernil de porco no primeiro dia do ano. Deve ser preparado necessariamente a quatro mãos, de preferência por um casal e não pode faltar nenhum dos ingredientes, pois o segredo se encontra na harmonia dos seus ingredientes.

 

Ingredientes:

1 pernil de 4 a 5 kg
½ garrafa de vinho branco
1 cálice de conhaque
1 cálice de rum
2 cebolas cortadas
3 dentes de alho
2 limões
2 colheres de sopa de sal
1 pimenta vermelha
1 galhinho de manjericão

 

 Modo de fazer:

Faça vários furos no pernil, depois mergulhe o galhinho de manjericão no rum e pincele a carne toda. Deixe descansar por dez minutos. Acenda uma vela branca na cozinha. Acrescente todos os temperos e os líquidos e deixe o pernil curtindo, enquanto a vela queima. Cobrir com um pano branco e esperar duas horas.

Após esse tempo, colocar para assar coberto com papel alumínio até amaciar. Retire o papel para dourar.

Para ter a sorte desejada deve-se comer um pedaço do pernil exactamente à meia noite, na passagem de ano.

 

 VIRADÃO DAS BRUXAS:

Sobre a Receita: Para conquista de um amor e mais sexualidade em sua vida

 

Ingredientes:

 ½ xicara de óleo (sol)

1 cebola picadinha (Marte)

250g. de carne moida (Cernudos)

7 tomates maduros picadinhos (Júpter)

1 lata de ervilha (Vênus)

Salsa picadinha (Saturno)

1 colher (sopa) de alho amassado (Marte)

1 colher de café de pimenta do reino à gosto (Marte)

7 azeitonas verdes picadas (Sol)

1 lata de milho verde (Sol)

1 ovo batido (Sol)

1 xícara de farinha de milho amarela (Sol)

 1 xícara de leite (Vênus)

200g. de mussarela fatiada (Vênus)

 

Modo de Preparo:

Misture todos os ingredientes, deixando por ultimno a farinha de milho e a mussarela, quando os demais ingredientes estiverem cozidos, misture a farinha fazendo com que aja a união de todos os ingredientes. Retire do fogo cubra com a mussarela e leve ao forno pré aquecido por 10 minutos aproximadamente.

Tempo de preparo: 40 minutos

 Rendimento: 2 pessoas

Congelar: sim,

Microondas: Não.

Obs.: Acompanhamento: Purê de batata (Lua) e salada de tomate (Júpiter)

Autor: Tânia Gori

 

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 1: apple crumble, bolo bretão, bolo de cenoura, bolo de yule, bolo das bruxas

 

 Apple Crumble:

Receita para Mabon

 

 Ingredientes:

(Receita para 5 pessoas)

3 ou 4 maçãs grandes (opte pelas mais farinhentas);

150g de farinha;

100g de açúcar de pó;

150g de manteiga;

 

Preparação:

Comece por preparar um pouco de caramelo num taxo.

Corte as maçãs em fatias muito finas. Disponha-as num prato e cobre-as com o caramelo.

Prepare a massa, misturando a farinha com o açúcar em pó e acrescente a manteiga cortada em pequenos cubos.

Misture tudo de modo a obter um resultado granulado.

Por último, cubra as maçãs com a mistura obtida e ponha a cozer a forno médio (termóstato 5/6) durante cerca de 50 minutos. Estas devem ficar douradas.

 

 BOLO BRETÃO:

Receita para Mabon

A característica deste bolo é que ele conserva-se vários meses…

 

Ingredientes:

(Receita para uma forma com cerca de 24cm de diâmetro)

7 Gemas de ovos, (entre as quais uma será para a decoração);

250g de manteiga com sal;

250g de açúcar;

450g de farinha;

1/2 Pacote de fermento;

1 Pitada de sal fino;

1 Pequeno cálice de Rum;

 

Preparação:

Ponha a farinha num recipiente grande, seguidamente acrescente o sal e o fermento, misture tudo e acrescente o açúcar.

Separe as claras das gemas e acrescente 6 gemas ao preparado. Misture e acrescente o cálice de Rum.

Corte a manteiga em pequenos cubos, (é importante que esta esteja ligeiramente amolecida!), junte-a ao preparado misturando bem, até ficar numa bola bem homogénea.

Colocar seguidamente a massa na forma e com uma colher de pau igualize-a para que fique toda ao mesmo nível.

Por último pincele a parte de cima com a gema do ovo que sobrou e com um garfo faça algumas decorações em ziguezague ou até mesmo umas decorações da época.

Coloque a placa, (não a grelha), no meio do forno e ponha o bolo a cozer a uma temperatura de 180º, (termóstato 5), durante 50min.

A cozedura deve ser muito precisa, pouco tempo o bolo ficará compactado, muito tempo o bolo ficará demasiado seco…

 

 Bolo de Cenoura:

Receita para Mabon

 

Ingredientes:

5 Ovos;

3 Cenouras grandes raladas;

2 Chávenas de farinha;

2 Chávenas de açúcar;

1 c. Chá de fermento;

1/2 Chávena de óleo;

1/2 Chávena de leite;

 

Preparação:

Comece por ralar as cenouras.

De seguida misture as gemas com o açúcar, o óleo, o leite e a cenoura ralada.

Bata tudo muito bem e depois acrescente as claras batidas em castelo, seguida da farinha com o fermento.

Depois de tudo muito bem batido vai ao forno a 180º, durante cerca de 45min.

 

 Bolo de Yule

 

Ingredientes:

1 xícara de mel
1 xícara de açúcar
1 xícara de manteiga
5 ovos
2 xícaras de farinha de trigo
3 colheres de sopa de iogurte
Casca de um limão ralado
1 pitada de manjericão
1 colher de sobremesa de fermento
2 maçãs cortadas em rodelas no sentido horizontal e com casca

 

Preparação:
Bata bem o mel, o açúcar e a manteiga, acrescentando posteriormente os ovos. Misture a farinha de trigo e os outros ingredientes da receita (exceto as maçãs). Unte com uma forma com manteiga e polvilhe-a com uma mistura de açúcar e canela em pó, colocando em cima dessa mistura as rodelas de maçã e, sobre elas, a massa do bolo. Leve ao forno pré-aquecido para assar.

 

 BOLO DAS BRUXAS Nº 4

Ingredientes:

- 7 colheres de sopa bem cheias de manteiga,

- 5 ovos,

- 2 colheres de sopa de óleo,

- 2 xícaras bem cheias de açúcar,

- 1 xícara bem cheia de queijo parmesão ralado ou minas curado e ralado,

- 2 xícaras cheias de fubá de milho,

- 1 xícara cheia de farinha de trigo,

- 1 copo de iogurte ou coalhada,

- 1/2 copo de leite,

- 1 xícara cheia de goiabada cortada em cubinhos levemente polvilhados com farinha,

- 1 colher de sopa cheia de fermento em pó,

- 1 colher de chá de casca ralada de limão (só a parte verde),

- 1 pitada de sal,

- canela em pó.

Modo de preparar:

Primeiro: Peneire juntos a farinha de trigo, o fubá, sal e o fermento e reserve. Bata em creme a manteiga com as gemas e o açúcar. Sempre batendo, junte o queijo, o iogurte e o leite.

Segundo: Sem parar de bater, adicione a mistura das farinhas peneiradas, a casca de limão e o óleo; estando a massa abrindo bolhas, junte, misturando cuidadosamente, os cubinhos de goiabada. Faça isto de maneira que a goiabada fique bem distribuída. Deite a massa em tabuleiro ou forma bem untado com manteiga ou óleo e polvilhado com farinha e canela em pó. Asse em forno pré-aquecido de 180 a 200 graus. Sirva enquanto morno.


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 2: bolo dos duendes, biscoitos encantados, bolinhos para sabbats, bolo de compromisso wiccano, biscoitos encantados de Venus

 

 BOLO DOS DUENDES

 

Ingredientes:
3 xícaras de farinha de trigo com fermento

ou
3 xícaras de farinha de trigo comum com uma colher de sopa rasa de fermento em pó
peneiradas

2 xícaras de chá de açúcar mascavo ou “douradinho”
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
2 colheres de chá de canela em pó
3 ovos inteiros ligeiramente batidos
2 maçãs vermelhas grandes descascadas e picadas em cubinhos pequenos
meia xícara de chá de óleo
meia xícara de chá de uvas passas
meia xícara de chá de nozes trituradas no liqüidificador
2 colheres de sopa de mel

 

Preparação:

Ligue o forno para ir aquecendo em temperatura alta enquanto você prepara a massa. Coloque todos os ingredientes JUNTOS numa vasilha funda e misture-os COM A MÃO. Pode ser feito também com uma colher de pau, que será mesmo necessária para dar a “liga” final na massa. Mas quando você mistura os ingredientes com a mão, passa para a massa a sua energia e os pensamentos das boas coisas que deseja para o Ano Novo (ou qualquer data especial a celebrar). Depois de fazer seus pedidos, termine de misturar bem a massa com a colher de pau. No começo parece que vai ficar um horror e não vai dar certo, mas depois de três minutos misturando você já vê a diferença… Coloque a massa numa forma redonda funda com buraco no meio (aquelas de pudim), previamente bem untada com óleo ou manteiga/margarina e polvilhada com farinha de trigo (vai facilitar para desenformar). Leve para assar pôr 40 (quarenta) minutos.

O SEGREDO: não abra o forno durante o cozimento em hipótese alguma!!! Este não é um bolo comum, não tem que ficar espetando palitinho para ver se já está pronto.
Após os 20 primeiros minutos, veja se é necessário diminuir a temperatura do forno (varia de fogão para fogão) olhando pelo visor. Não se espante se a parte visível do bolo estiver queimando, é assim mesmo! Depois você pode tirar essa “casquinha” quando desenformar.

Deixe os restantes 20 minutos nessa temperatura média, depois desligue o forno e ESQUEÇA! Só vai poder abrir depois de uma hora! O segredinho dos cubinhos de maçã ficarem suculentos dentro do bolo está neste tempo de descanso. Depois disso, desenforme, ofereça o primeiro pedaço aos duendes no seu jardim ou na janela da cozinha, e DELICIE-SE!

(Fonte:feiticosecia.blogspot.com)

 

BISCOITOS ENCANTADOS I

 

Ingredientes:
3 xícaras de farinha
2 ovo
1 xícara de açúcar
1 xícara de amêndoas moídas
½ xícara de nozes picadas
½ xícara de gergelim dourado
4 colheres de manteiga em temperatura ambiente
1 pitada de canela

 

Preparação:
Em uma tigela de vidro ou barro, misture todos os ingredientes e amasse tudo com as próprias mãos. Enquanto amassa, cante, recite, sinta-se totalmente feliz. A massa estará no ponto quando estiver totalmente misturado os ingredientes e estiver legal para modelar. Sentindo que ela está pronta, coloque sobre uma superfície devidamente limpa e com um pouquinho de farinha. Abra a massa com as mãos, dando a ela a espessura desejada. Se utilizando de uma faca ou moldes, corte o formato dos biscoitos.
Exemplo: estrelas, bonequinhos, bonequinhas, casinhas, crescente, use sua imaginação. Leve para assar até que fiquem levemente dourados.

Retire do forno, deixe esfriar completamente, guarde-os em um pote que tampe bem.

 

BISCOITOS ENCANTADOS II

 

Ingredientes:
½ xícara de manteiga
½ xícara de açúcar branco
½ xícara de açúcar mascavo
4 gemas
1 colher de chá de água
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento
½ colher de chá de bicarbonato de sódio
1 ½ xícara de chocolate meio amargo em pedacinhos
1 colher de essência de hortelã

 

Preparação:
Receita para sedução. Prepare na lua Nova onde a influência de Lilith é mais poderosa. Misture a manteiga, o açúcar, as gemas, a água e a essência. Misture muito bem até formar um creme. Adicione os demais ingredientes e faça uma massa bem. Modele os biscoitos e coloque-os para assar.

 

  BOLINHO PARA SABBAT

 

Ingredientes:

1 xícara de manteiga

1 xícara de mel

2 xícaras de farinha de trigo

1 xícara de açúcar

1 xícara de creme de leite fresco

1 colher de sobremesa de fermento em pó

½ colher de chá de sal

1 ovo

 

Preparação:

Misture todos os ingredientes, mexendo muito bem com uma colher de pau. Depois de bem misturada a massa, distribua em forminhas devidamente untadas e enfarinhadas. Asse em forno previamente aquecido por 15 a 20 minutos.

 

 BOLO DE COMPROMISSO WICCANO

 

Ingredientes:
1 xícara de manteiga
1 xícara de açúcar
½ xícara de mel
5 ovos
2 xícaras de farinha
2 colheres de sopa de casca de limão ralada
2 colheres de sopa de suco de limão
1 colher de chá de água de rosas
1 pitada de manjericão
6 folhas frescas de gerânio rosa


Preparação:

Numa tigela grande apropriada bata a manteiga e o açúcar até ficar leve e com bolhas. Adicione o mel e misture bem. Coloque os ovos um a um, batendo bem a cada um.
Adicione a farinha aos poucos, misturando bem com uma colher grande de madeira após cada porção. Bata as raspas de limão, o suco do limão, a água de rosas e a pitada de manjericão (a erva do amor). Forre uma fôrma untada para o pão com 22 cm (comprimento) x 12 cm (largura) x 7 cm (altura) com as folhas de gerânio rosa e
despeje a massa. Asse o bolo em forno pré-aquecido a 350C por uma hora e 15 minutos. Retire do forno quando estiver pronto e deixe-o descansar por 20 minutos antes de tirar da fôrma. cubra com glacê ou açúcar antes de servir.

 

 Biscoitos encantados de Vênus

Esta receita mágica, é um ritual para despertar a sua energia de sedução.

Ingredientes:

 - 1/2 chávena de chá de manteiga; 
- 1/2 chávena de chá de açúcar branco; 
- 1/2 chávena de chá de açúcar mascavado; 
- 4 gemas; 
- 1 colher de chá de água; 
- 2 chávenas de chá, de farinha de trigo; 
- 1 colher de chá de fermento em pó; 
- 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio; 
- 1 1/2 chávena (de chá) de chocolate meio amargo em pedacinhos; 
- 1 colher (de chá) de essência de hortelã.

 

Preparação:

Misture a manteiga, os açúcares, as gemas, a água e a essência de hortelã até formar um creme.

Adicione os outros ingredientes e faça uma massa bem homogênea.

Modele os biscoitos e coloque-os numa forma previamente untada para não colar.

Coza em forno quente por 25min.

Ofereça a quem você quer seduzir.

Faça este feitiço às sextas feiras, de preferência na Lua Crescente ou Cheia, e consagre-o a Vênus.


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 3: biscoitinhos assanhados, bolinhos de chuva dos anjos, bolo baby de chocolate, bolo da floresta infantil, bolo de laranja

 

 BISCOITINHOS ASSANHADOS

Faça sempre que precisar

Ingredientes:

- 2 pimentas vermelhas ( marte )

- 100 grama de margarina ( venus )

- 2 cebolas ( marte )

- sal ( lua )

- Salsa e cebolinha ( marte e saturno )

- 6 xicaras de farinha de trigo ( sol )

- 50 g. de queijo ralado ( vênus )

- 1 colher ( sopa ) de fermento em pó ( lua )

- ½ xícara de óleo ( sol )

- 1 xicara de leite ( vênus )

Preparo:

Bater todos os ingredientes no liquidificador, menos a farinha de trigo. Depois passe para uma tigela e vá acrescentando a farinha pouco a pouco. Faça rolinhos como se fosse nhoque e corte os pedacinhos. Asse em forno quente. Sirva para a pessoa amada e para os seus grandes amigos.

 

 BOLINHOS DE CHUVA DOS ANJOS

(Se fizer especialmente para uma festa de Anjos, ou para agradá-los, deve acender velas cor-de-rosa. Deve haver na casa música ambiente suave e incensos florais.)

 

Ingredientes:

- 1 xícara de leite;

- 1 xícara de maisena;

- 4 ovos;

- 2 xícaras de farinha de trigo;

- 8 colheres de sopa de açúcar;

- 1 colher de sopa de fermento;

- 1 colher de chá de baunilha;

- 2 maçãs grandes picadinhas;

- 1 porção generosa de passas.

 

Modo de Fazer:

Pôr numa vasilha o leite, os ovos, misturando bem para que os ovos se

desmanchem.

Mexendo sempre, acrescente o açúcar, a maizena, o trigo, o fermento, a baunilha, as maçãs picadinhas e as passas.

A mistura deve ficar com uma consistência de mingau que dê para ir fritando às colheradas.

O óleo, para a fritura, não deve estar muito quente para os bolinhos não ficarem escuros.

Depois de fritos, ponha os bolinhos numa travessa forrada com papel absorvente, para tirar o excesso de gordura e polvilhe-os com açúcar e canela.

Depois, cante para os Anjos, porque cantar é orar duas vezes.

(Fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

 

Bolo Baby de Chocolate

As bruxinhas-crianças enviam para as crianças, ditas normais, esta receita do bolo que elas adoram comer em suas festas de aniversário ou aos domingos, pois, para as bruxas, tudo é motivo de alegria.

 

Vamos aos significados do bolo:

O chocolate representa o amor, o calor humano (as mais diversas energias), a fraternidade; o trigo, o espírito em evolução; o açúcar, a ternura; fios-de-ovos, a vida sendo tecida… as cerejas, os encantos e os encantamentos; a flor, a delicadeza de sentimentos.

Aproveitem o bolo e sorriam sempre!

Ingredientes:

- 6 ovos inteiros em temperatura ambiente;

- 6 colheres de sopa cheias de açúcar;

- 6 colheres de sopa cheias de chocolate ou Nescau;

- 1 colher de sopa bem cheia de fermento em pó;

- 100g de coco ralado;

- 2 colh. de sopa de claybom ou manteiga em temperatura natural (100g);

- 1 pitada de sal;

- açúcar e canela para polvilhar a forma.

 

Ingredientes para a cobertura:

- 50g de manteiga ou claybom;

- 1 lata de leite condensado;

- 6 colheres de sopa cheias de chocolate ou Nescau.

 

Ingredientes para enfeitar:

- 100g de bolinhas de chocolate com licor;

 - cerejas ao marraschino, glaçadas ou frescas.

 

Preparação:

1ª Etapa: Bolo:

Coloque os ovos no liqüidificador ou processador, bata um pouco e depois adicione todos os demais ingredientes. Bata até obter massa fofa e uniforme. Ponha em fôrma redonda nº. 22 de canudo, bem untada com manteiga e polvilhada com açúcar e canela misturados. Asse em forno previamente aquecido a 180ºC, por vinte e cinco minutos. Quando o bolo estiver assado (prove com um palito), bem crescido e macio, retire do forno, desenforme e cubra totalmente, e imediatamente, com a cobertura que já deve ter sido previamente preparada pouco antes de o bolo sair do forno.

2ª Etapa: Cobertura:

Coloque todos os ingredientes numa panela pequena, misture bem e leve ao fogo brando.

Mexa sempre com colher de pau até obter uma espécie de brigadeiro mole, isto é, até começar a soltar da panela.

Retire do fogo e espalhe sobre o bolo todo, começando por cima, a fim de cobri-lo totalmente.

Enfeite a parte (superior) com bolinhas de chocolate, intercaladas com cerejas. Se gostar, enfeite ainda ao redor, junto ao prato da mesma maneira. Sirva simples ou com chantilly.

Sugestão:

Fica lindo preencher o centro vazio com fios de ovos, com uma linda flor ou com raminhos verdes, o que só deve ser feito depois que o bolo estiver frio.

(Fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

 

 BOLO FLORESTA INFANTIL

Não sei se sabem, mas magos e bruxos adoramos chocolate, porque ele traz energia, alegria, paixão, vontade de viver; portanto, juventude e outros encantos mais. Assim, bolamos bolos diversos para nós e para as infantis bruxinhas, para que elas sejam alegres e fortes.

Sempre que fizerem uma de nossas receitas, mentalizem coisas boas para vocês e para os outros, em especial para os que vierem às suas casas.

 

Explicações dos Ingredientes

- Sal: É um dos temperos da vida; afasta as energias negativas; vital para o organismo e para o espírito; cura.

- Ovo: A magia concentrada, geradora, forte.

Gema: seduz, harmoniza, pode tudo contra os males e tem mil e uma utilidades na bruxaria;

clara: une, cola, solidifica e, igualmente, mil utilidades possui.

- Açúcar: Vital para o corpo e para a alma; para a existência. É a ternura, o amor suave, a doçura, a amizade, a compaixão…

- Guaraná: Energia da infância, primitiva e, ao mesmo tempo, doce; precisamos dela até os últimos dias da vida. Guaraná, a magia das crianças e dos indígenas com todas as suas energias e poderes.

- Chantily: Charme!!! Magia de amor, encantamento que muito contribui para a harmonia familiar. Delicadeza.

- Arroz: Prosperidade, casamento, cordialidade, continuidade. O creme de arroz é tudo isso e mais a alegria, a modernidade, enfim, os novos tempos, assim como o chantily.

- Leite: A vida eterna, o paraíso, a magia inicial e final.

- Cerejas: Estas frutas são, ao mesmo tempo, afrodisíacas e esotéricas. Levam à sedução e à meditação, mas por si só, sabem conduzir aos que delas fazem uso.

- Óleo: Languidez, delicadeza, flexibilidade.

- Fermento: Crescimento material e espiritual. O Mestre já se referia muito ao fermento. Em tudo que colocamos o bom fermento, tudo cresce; e como o bolo é de festa, crescem a alegria, o amor, a harmonia…

- Emulcificante: ternura, delicadezas da modernidade.

- Chocolate: Paixão, desejo, entusiasmo. Energético poderoso capaz de equilibrar e aumentar todas as energias, desde as sexuais às espirituais. É como a Kundaline: indispensável.

 

Este bolo é feito para o lanche das bruxinhas, ou aos domingos, com velas coloridas acesas, flores, cristais e prendas escondidas pela casa, mesmo que objetos de pouco valor. Até os adultos entram na brincadeira.

 

Vamos fazer o bolo:

Ingredientes

- 4 gemas;

 - 1 copo (200 ml) de óleo de canola;

 - 2 copos (400 g) de açúcar;

 - 1 pitada de sal;

 - 2 copos (400 g) de creme de arroz;

 - 1 copo (200 g) de chocolate em pó;

 - 1 copo (200 ml) de leite morno;

 - 1 colher (chá) emulsificante;

 - 1 colher (sopa) de fermento em pó;

 - 4 claras em neve.

Calda

- para crianças, guarana;

- para adultos, a calda de marraschino das cerejas.

Recheio

- 1 litro de chantilly batido;

- 300 g de cerejas picadas.

Cobertura

- chantilly;

- 500 g de raspas de chocolate meio amargo.

 

Modo de preparo:

Massa

Na batedeira bata as gemas, o óleo, o açúcar, o sal, até ficar bem cremoso. Adicione o creme de arroz, o chocolate, alternando com o leite.

Junte o emulsificante, o fermento e por último as claras em neve, delicadamente. Coloque a massa numa assadeira redonda de 25 cm de diâmetro, untada e forrada com papel manteiga também untado. Leve ao forno médio(180ºC)para assar, por 30 minutos aproximadamente, faça o teste do palito.

Montagem

Corte o bolo ao meio, humedeça com guaraná ou a calda de marraschino,coloque o chantilly com as cerejas picadas, coloque a outra metade do bolo por cima, cubra com chantilly e as raspas de chocolate.

 (Fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

 

 Bolo de Laranja
Ingredientes:

- 4 ovos (trabalham a nossa essência);
- 1 copo (do tipo americano) de sumo de laranja (alegria);
- 2 chávena (chá) de açúcar (ativação da alegria);
- 2 chávenas (chá) de farinha de trigo (fixação dos desejos);
- 1 colher (sopa) de fermento em pó (crescimento do desejo);

Cobertura:

- 1 e 1/2 chávena (chá) de açúcar (ativação);
- 2 colheres (sopa) de sumo de limão (purificação);
- 2 colheres (sopa) de sumo de laranja (alegria);


Preparo:

Bater as claras em neve dura e reserve.

Em seguida bater o sumo de laranja com as gemas.

Depois o açúcar, a farinha, o fermento, e por último as claras em neve, em seguida leve para cozer por aproximadamente uns 30 minutos ou até que espetando um palito esteja saindo sem grudar a massa.


Preparo da Cobertura:

Bater todos os ingredientes da cobertura no liquidificador.

Em seguida jogue por cima do bolo já cozido.

Lembre-se que a sua intenção conta muito e quando estiver acrescentando cada ingrediente você pode também utilizar a visualização do seu desejo……

 

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 4: bolo de limão de Morgana, bolo de papoula de Ostara, bolo das revelações, bolo dos 7 pedidos, bolo de especiarias

 

 BOLO DE LIMÃO DE MORGANA

 
Ingredientes:

- 8 ovos

- 4 xícaras de açúcar mascavo

- 2 xícaras de farinha comum

- 2 xícaras de farinha integral

- 2 xícaras de leite

- 2 limões raspados

- 1 xícara de óleo de gergelim

- 1 colher de chá de fermento

- 1 pitada de cardamomo

- 1 xícara de passas

- ½ xícara de amêndoas

- 1 pitada de pétalas secas de rosas.
Preparação:

Bolo propício para a sedução, deve ser preparado na lua cheia. A autora dá a dica de queimar pétalas um incenso feito com pétalas de rosas, 4 dentes de cravo e 2 folhas e louro.

Depois do bolo estar pronto, a autora sugere que sirva o bolo numa mesa com toalha cor-de-rosa, clara, ornada com orquídeas e/ou rosas. Se preferir pode colocar sobre a mesa uma cesta com maçãs vermelhas.

Enquanto prepara a receita, concentre-se e dedique a Morgana. Bata o açúcar com o óleo. Junte os ovos. Depois de bater bem, acrescente as farinhas, o fermento e o leite. Continue batendo, junte os demais ingredientes e ponha para assar.

 

 Bolo de papoula de Ostara


Ingredientes:

300 g de semente de papoula 
300 g de manteiga 
300 g de açúcar 
10 ovos 
1 1/2 de chá de fermento químico 
2 colheres de sopa de conhaque 
1 pacote de açúcar vanille (pode substituir 10 gotas de essência natural de baunilha) 
600 g de chocolate meio amargo 
Manteiga e farinha de rosca para untar 

 

Modo de preparo:

Se possível, compre as sementes de papoula já moídas. Caso não encontre, faça o seguinte: vinte e quatro horas antes de preparar o bolo em si, ponha as semente de papoula para ferver durante 15 minutos. Coe em peneira fina. Espalhe numa assadeira e deixe secar ao ar livre. No dia seguinte, verifique se as sementes estão completamente secas. Moa em um liquidificador com uma colher de açúcar. Reserve. 

Rale grosso 300 g de chocolate. Reserve.

Bata as gemas com a manteiga e o açúcar. Acrescente à mistura de gemas as sementes de papoula moídas, o chocolate, o conhaque, o fermente e o açúcar vanille.

Por fim, misture as claras em neve. Em uma forma de torta untada com manteiga e farinha de rosca, asse o bolo em forno médio.

Depois de assado, tire-o do forno e reserve. Enquanto isso, derreta 300 g de chocolate em banho-maria. Ainda quente, espalhe sobre o bolo. Espere esfriar e sirva.

 

 Bolo das  Revelações

 

Ingredientes:

- 200 g de manteiga ou margarina;

 - 4 ovos;

 - 1 copo de leite de côco;

 - duas xícaras de açúcar;

 - três xícaras de farinha de trigo;

 - meia xícara de maisena;

 - uma colher de sopa cheia de fermento em pó;

 - uma pitada de sal;

 - uma colher de café de raspa de casca de limão;

 - canela em pó;

 - uma moeda/ uma aliança/ 1 dedal/ uma pérola.

 

Maneira de fazer

Primeira etapa: Bata em creme a manteiga com o açúcar, o sal e as gemas.

Sempre batendo, vá adicionando o leite de côco, a maisena, a raspa de limão e a farinha de trigo .

Por último, junte o fermento em pó, misturando com as claras batidas em neve. Misture muito bem .

Segunda etapa: Limpe e embrulhe bem as prendas, separadamente, em papel

celofane e papel alumínio.

Coloque-as na massa do bolo e misture tudo levemente. Despeje em forma untada com muita manteiga, polvilhada com farinha de trigo e um pouco de canela em pó.

Asse em forno moderado.

Depois de assado e frio, desenforme em um prato .

Cubra com suspiro bem consistente e polvilhe com côco ralado.

Enfeite com botões de rosas de várias cores.

A surpresa oferecida neste bolo consiste no interesse de ver para quem sairão as prendas que têm os seguintes significados:

Aliança – casamento ou união;

Pérola – você se tornará um místico, um iluminado;

Moeda – riqueza;

Dedal – trabalho e prosperidade .

(Fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

 

 BOLO DOS SETE PEDIDOS

OU BOLO DA BRUXA ESQUECIDA (Tia Clara)

Ingredientes:

- 150 gr de farinha de trigo,

- 200gr de fubá mimoso, de preferência,

- 7 ovos,

- 100gr de passas sem caroço,

- 350gr de manteiga ou de margarina, a mesma quantidade de açúcar,

- 200gr de frutas cristalizadas picadinhas,

- uma xícara de côco ralado.

Modo de preparar:

Bata bem o açúcar e a manteiga; quando estiver um creme homogéneo, coloque os ovos um a um, batendo sempre e vá alternando com colheradas da farinha de trigo e do fubá que deverão ser peneirados juntos. Bata bem. Ah! Coloque, por último, as passas, o côco ralado e as frutas picadas, que anteriormente deverão ser passadas na farinha de trigo para não afundarem na maça. A farinha em que polvilhar as frutas não deve ser a que vai usar para fazer o bolo. Quando for colocando os ovos, pode e deve fazer um pedido sempre para o bem.

Depois, coloque em uma forma untada e polvilhada. Antes, recorte papel laminado e coloque no fundo e nas laterais. O papel deverá estar untado. A forma deve ser aquela em que se faz bolo inglês, compridinha. Coloque em forno moderado e, a partir de meia hora, comece a fazer o teste do palito e feche o forno sem pressa, mas não tão lentamente. Desenforme apenas depois de frio.

Este bolo é mágico e poderoso. É também o Bolo da tia Clara, que é uma bruxa esquecida, quero dizer, esquece das coisas, mas no final tem mil dons e muita bondade. O que ela pede e faz sempre dá certo. É a tia da Samanta e a minha também. A da Samanta mora na cidade das bruxas do sul e a minha mora na cidade das bruxas do Norte.

(Fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

 

 BOLO DE ESPECIARIAS

UM BOLO ESPECIAL PARA SERVÍ-LO NO DIA DE HALLOWEEN

Ingredientes:

 

Massa:

1 lata de leite condensado

1/2 xícara de chá de mel

1 colher de sopa de café solúvel

2 ovos inteiros

2 1/2 xícaras de chá de farinha de trigo

1 xícara de chá de chocolate em pó

1 pitada de sal

1 colher de sopa de fermento químico em pó

1 colher de chá de canela em pó

1/2 colher de chá de cravo em pó

1/2 colher de chá de noz-moscada em pó

1/2 xícara de chá de amêndoas

1/2 xícara de uva passa branca

1/2 xícara de ameixa picada

 

Glacê:

2 xícaras de chá de açúcar de confeiteiro

2 claras em neve

1 colher de sopa de limão.

 

Modo de fazer:

Leve leite condensado, mel e café solúvel ao fogo brando e misture por cerca de 5 minutos.

Retire do fogo e mexa até ficar morno.

Bata os ovos e acrescente à mistura, sempre batendo. Aos poucos, coloque farinha, chocolate em pó, fermento, sal, canela, e noz-moscada, misturando até formar uma massa homogênea.

Acrescente as amêndoas, as passas e as ameixas, mexendo devagar com a colher de pau e pedindo prosperidade.

Coloque em uma assadeira untada e leve ao forno médio.

Depois de assado e ainda quente, enfeite-o com o glacê.


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 5: bolo em crescente para Esbas, barrinhas de mel de Diana, bolinho para sabbat, bolo samhain, bolo da Lammas, bolo de maçã com calda de vinho para Lammas

 

 BOLO EM CRESCENTE PARA ESBÁS:
Ingredientes:
1 xícara de amêndoas bem moídas
1 ¼ de xícara de farinha
½ xícara de açúcar de confeiteiro
2 gotas de extracto de amêndoas
½ xícara de manteiga derretida
1 gema de ovo.

 

Preparação:

Misture as amêndoas, a farinha, o açúcar e o extracto até que estejam completamente misturados. Com as mãos, passe na manteiga e na gema de ovo ate que esteja bem misturado. Resfrie a massa. Pré-aqueça o forno a 150.º C. Separe pedaços da massa do tamanho de uma noz e de forma de crescentes. Deposite em folhas amanteigadas e asse por cerca de 20 minutos. Podem ser servidas durante o banquete simples, especialmente nos Esbás.


Agora faça a consagração:

Erga ao céu uma taça de vinho ou outro líquido entre suas mãos e diga:

“Grandiosa Deusa da Abundância, Abençoes este vinho e imbua-o com Seu amor. Em seus nomes, Deusa Mãe e Deus Pai, Eu consagro estes bolos em crescente”.

 BARRINHAS DE MEL DE DIANA

 

Ingredientes:

1 ½ de mel

3 colheres de sopa de manteiga

2 xícaras de farinha integral

1 colher de chá de fermento

1 colher de sopa de casca ralada de laranja

2 a 3 colheres de chá de canela

4 cravos moídos

½ xícara de amêndoas

½ xícara de passas

1 pitada de cardamomo

1 pitada de noz moscada

 

Preparação:

A dica da autora é que as barrinhas sejam preparadas num dia de sol. Coloque o mel numa panela de barro e deixe cozinhar em fogo brando até transformar-se em líquido. Adicione a manteiga, a farinha e o fermento, e mexa até virar uma massa consistente. Adicione os outros ingredientes. Coloque a massa numa forma untada e asse por uns 20 minutos. Sirva as barrinhas com muita alegria.

 

 Bolo de Samhain

Receita de Samhain

 

Ingredientes:

300 g de frutas cristalizadas;
50 g de cerejas;
50 g de açúcar mascavo;
200 g de farinha de trigo;
1 colher (chá) de fermento para bolos;
250 ml de chá quente (de maçã);
1 ovo grande;
1 colher (sopa) grande de marmelada;
Várias surpresas de Samhain (pingentes, metais, etc.).Nada de plástico!

 

Preparação:

Misture as frutas e cerejas ao açúcar mascavo e cubra com o chá quente. Permita macerar pelo menos de meia a uma hora. Acrescente a farinha peneirada e o fermento, misturando bem.

Coloque o ovo (inteiro) e a marmelada e misture mais uma vez.

Por último, acrescente as surpresas de Samhain (surpresa) que deverão ser embrulhadas firmemente em papel laminado. Misture bem.

Unte a forma de bolos e despeje a massa.

Decore o topo com mais cerejas.

Leve ao forno quente por 45 minutos.

 

 BOLO DE LAMMAS

A base deste bolo é o bolo de iogurte

(2 copos de iogurte, 3 de farinha, 3 de açucar, 1 de margarina e 4 ovos).

A partir da base o objectivo é juntar todos os ingredientes que existam no frigorifico e dispensa (que sirvam num bolo doce). Os nossos extras foram doce de morango inglês e nozes.

Ficou muito bom e com uma textura quase de tarte.

Agora, ao longo da confecção, é preciso acordar o espírito do Lammas: a colheita dos cereais que amadureceram ao longo do verão, a prosperidade da terra que nós colhemos com alegria e respeito.
Quatro Bruxas numa cozinha, oito mãos que mexeram a massa, quatro cargas de energia e luz, memórias de sol e sabor, tudo misturado e selado com um feitiço de união:
“Este é o nosso esforço e trabalho,
Este é o nosso amor fermentado,
Este é o nosso desejo de prosperidade e fartura neste
Lammas que acolhemos com alegria.
Esta massa somos nós.
Que a energia que fluiu dos nossos corações seja saboreada com alegria a cada dentada.
Que assim Seja!”

Agora, saboreiem e distribuam o bolo por quem amam e cuidam e abençoem o próximo ano com prosperidade, alegria e magia.
Desejamos a todos uma colheita de amor e esperança neste Lammas 
(Fonte-http://wiccatts.blogspot.com/2009_08_01_archive.html)

 

 Bolo de maçã com calda de vinho para lammas

Ingredientes:

180 g de manteiga
¼ de xícara de leite
1 xícara de açúcar
3 ovos
2 xícaras de farinha de trigo
½ xícara de maizena
6 colheres de sopa de sementes de papoula
1 xícara de suco de maçã
1 colher de sopa de fermento em pó
1 xícara de maçãs picada em cubinhos regadas com suco de limão.

Misture as sementes de papoula com o leite e deixe descançar 20 minutos. Bata a manteiga com o açúcar até obter uma mistura fofa. Adicione os ovos um a um até obter um creme homogêneo. Junte a farinha, a maisena, o suco de maçã e a mistura de leite com papoula. Acrescente por último o fermento. Unte uma forma com manteiga e farinha. Asse o bolo em forno médio alto preaquecido por aproximadamente 35 minutos. Desenforme e banhe com a calda de maçã e vinho.

Para a calda
2 maçãs raladas no ralo grosso
½ xícara de vinho tinto seco
3 colheres de sopa de água
½ xícara de açúcar cristal

Misture o vinho e a água
Coloque na panela as maçãs raladas com ½ xícara do açúcar cristal. Deixe cozinhar até começar a dourar, cuidado para não queimar o açúcar. Acrescente o vinho com água e deixe reduzir até a calda engrossar um pouquinho. Despeje em cima do bolo quente.

 

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 6: bolo de maçã para Venus, bolo de milho gelado de Lugnasad, brownies, brownies com calda de chocolate e nozes, brownies das fadas da montanha

 

 BOLO DE MAÇA PARA VÊNUS

Um bolo para o amor

 

Ingredientes:

1 maçã descascada e picada

1/4 xícara de chá de nozes picadas

2 colheres de sopa rasa de suco de maçã

1/4 xícara de chá de açúcar

1/2 colher de sopa de canela em pó

50 g de manteiga

2 gemas

1/2 lata de leite condensado

1 xícara de chá de farinha de rosca

1/2 colher de sopa de fermento químico em pó

2 claras em neve

 

Cobertura:

1 xícara de chá de açúcar de confeiteiro

3 colheres de sopa de suco de limão

 

Modo de fazer:

Misture em uma tigela as porções de maçãs e nozes, o suco, o açúcar e a canela e deixe descansar. Bata a manteiga com as gemas até obter um creme claro, ao qual será acrescentado leito condensado.

Adicione, aos poucos, farinha de rosca e fermento, mexendo com uma colher de pau.

Acrescente as frutas e, por último, as claras em neve. A massa deve ser despejada em uma forma redonda untada e povilhada com farinha de rosca.

Asse em forno médio e, quando estiver pronto, coloque a cobertura.

 

 Bolo de Milho Gelado de Lugnasad

 

Ingredientes:

- 3 xícaras (chá) de milho verde (aproximadamente quatro espigas médias);
- 1 xícara (chá) de leite de vaca;
- 2 xícaras (chá) de açúcar;
- 5 ovos inteiros;
- 2 colheres (sopa) de (amido de milho);
- 4 colheres (sopa) de queijo ralado;
- 4 colheres (sopa) de margarina;
- 1 colher (sopa) de fermento em pó;
- 1 vidro pequeno de leite de coco;
- 5 colheres (sopa) de coco fresco ralado.

 

Preparação:

Escorra o milho e bata-o no liquidificador com o leite. Junte o açúcar à margarina e bata bem. Acrescente um ovo de cada vez e bata a cada adição. Misture leite de coco, queijo ralado e (amido de milho) e bata até ficar uma massa homogênea. Retire do liquidificador e misture o coco ralado e o fermento em pó peneirado. Despeje a massa em uma forma média, untada com manteiga e enfarinhada e asse em forno médio pré-aquecido. Deixe esfriar e leve à geladeira. Sirva gelado.

 

 BROWNIES

Aquele famoso bolo usado nos rituais Wiccanianos que tem fama de ser encantado e que os seres elementais adoram receber de presente como oferenda de algum pedido ou ritual…
Ingredientes:

Para o bolo:

- 2 copos (tipo americano) de açúcar (320 g)
- 200 g de manteiga
- 4 ovos
- 1 copo (tipo americano) de cacau em pó (100 g)
- 2 copos(tipo americano, até o colarinho) de farinha de trigo(150 g)
- 2 colheres (chá) de fermento em pó
- 1 copo (tipo americano) de nozes picadas (100 g)

Para o glacê:

- 2 copos (tipo americano-até o colarinho) de açúcar (300 g)
- 1 copo (tipo americano) de leite
- 2 colheres (sopa) de chocolate em pó
- 2 colheres (sopa) de manteiga 

Modo de preparo
Para o bolo:

Bata o açúcar com a manteiga.

Adicione os ovos um a um.

Junte o cacau peneirado com a farinha de trigo e o fermento.
Por último, coloque as nozes.

Despeje numa assadeira untada, forrada com papel-manteiga também untado.

Asse em forno pré-aquecido a 200ºC por mais ou menos 20 min.

Desenforme morno, corte em quadrados e cubra com o glacê de chocolate.


Para o glacê:

Ferva todos os ingredientes em ponto de fio forte.
Retire do fogo e bata até começar a engrossar.
Jogue sobre a massa já cortada.
Sirva os brownies depois de secarem.

 

 BROWNIE COM CALDA DE CHOCOLATE E NOZES

Receita para 30 brownies

 

Ingredientes:

12 kg de chocolate amargo;

12 kg de manteiga sem sal ;

12 kg de açúcar mascavo ou mel de preferência ;

300 g de nozes picadas

900 g de farinha de trigo;

9 ovos ;

5 colheres (chá) de fermento em pó

Modo de Fazer:

Unte as forminhas com manteiga e polvilhe-as com farinha. Derreta parte do chocolate amargo com a manteiga.

Coloque a mistura em recipiente e deixe esfriar. Logo depois, acrescente, na mesma vasilha, o açúcar branco, e o mascavo ou mel e o restante do chocolate.

Bata todos os ingredientes à mão.

Na sequência junte as nozes picadas, o fermento, a farinha de trigo e os ovos inteiros.

Bata até dar o ponto e então pingue 15 gotinhas de baunilha.

Coloque nas forminhas e asse no forno a 150C.

Depois que os brownies esfriarem, coloque-os na geladeira. Sirva-o como uma sobremesa.

 

 Brownies das Fadas da Montanha

 

Ingredientes:

2 tabletes de chocolate meio-amargo              

1 xícara de farinha de trigo, peneirada
1/2 colher (chá) de fermento                     

1/2 colher (chá) de sal
1 xícara de nozes picadas                       

1/2 xícara de manteiga (temperatura ambiente)
1/2 colher (chá) de essência de baunilha           

1 xícara de açúcar
2 ovos

 

Preparação:

Derreta o chocolate e reserve. Junte as nozes aos ingredientes secos e reserve. Bata a manteiga com a baunilha até obter um creme, adicione o açúcar torne a bater bem e, vá juntando os ovos um a um. Acrescente o chocolate e, por último, os ingredientes secos. Coloque numa forma untada e polvilhada com farinha. Asse em forno médio. Corte em quadradinhos enquanto está quente, e deixe esfriar na forma.

 

 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 7: calda mágica para saladas de frutas, carinho entre os anjos, creme de cravo de defunto para Beltane, crepe dos gnomos, crepes de ricota e ameixas pretas, cuca doce para Lammas

 

 CALDA MÁGICA PARA SALADAS DE FRUTAS:

Sobre a Receita: Para Sexualidade

 

Ingredientes:

7 colheres (sobremesa) de chocolate meio amargo

 ½ xícara (chá) de leite moça

3 colheres (sopa) de açúcar

½ colher de baunilha

 

Modo de Preparo:

Misturar Tudo e bater no liqudificador.

Obs.: Sugestão da salada: Laranja, maçã, cereja, abacaxi, banana, pêra.

Autor: Tânia Gori

 

 CARINHO ENTRE OS ANJOS:

Sobre a Receita: Para trazer amor e ternura.

 

Ingredientes:

1 lata de leite condensado

1 lata de creme de leite

5 maçãs

1 pacote de gelatina incolor

100 gramas de coco ralado

1 vidro de leite de coco

 

Modo de Preparo:

Descasque e corte as maçãs em pedaços pequenos. Dissolva a gelatina incolor em água morna. Bata no liqüidificador o leite condensado, o creme de leite, o leite de coco e a gelatina dissolvida. Junte à essa mistura as maçãs picadas e o coco ralado. Coloque em forma para pudim untada com água. Leve para gelar. Desenforme na hora de servir e decore com pétalas de rosa.

Autor: Tânia Gori

 

 CREME DE CRAVO DE DEFUNTO PARA BELTANE

 

Ingredientes:

2 xícaras de leite

1 xícara de pétalas de cravo de defunto

¼ de colher de chá de sal

3 colheres de sopa de açúcar

1 pedaço de baunilha com cerca de 3 a 4 cm

3 gemas de ovos, levemente batidas

1/8 de colher de chá de calicanto

1/8 de colher de chá de noz-moscada

½ colher de chá de água de rosas creme batido.

 

Preparação:

Usando um pilão ou colher moa as pétalas. Misture o sal, o açúcar e os temperos. Ferva o leite com as pétalas e com a baunilha. Remova a baunilha e acrescente as gemas levemente batidas e os ingredientes secos. Cozinhe em fogo baixo. Quando a mistura cobrir a colher acrescente a água de rosas e esfrie. Cubra com o creme batido, e enfeite com pétalas.

 

 CREPE DOS GNOMOS:

Sobre a Receita: Faça no Dia dos Pais o prato da alegria

 

Ingredientes:

Massa:

1 xic. de café de água

1 colher de café de alecrim

1 xic. de café de farinha de trigo

1 colher de sopa de salsa

1 colher de café de tomilho

1 ovo médio.

Recheio:

1 xic de chá de espinafre

1 colher de café de olho de girassol

1 pitada de sal.

 

Modo de Preparo:

bata os ingredientes da massa no liquidificador e depois frite no óleo. Refogue o espinafre com sal e uma pitada de óleo e recheie. Arrume em formato de trouxinhas e decore com alface italiana e flores.

Autor: Tânia Gori

 

Crepes de ricota e ameixas pretas

Receitas para Imbolc

 

Qualquer receita que simbolize ou tenha ligação com o Sol ou fertilidade é apropriada para este sabá, assim como comidas que levem leite. Seguem algumas dicas para quem quer se aventurar na cozinha e celebrar com toda a família!

 

Para a massa 
2 xícaras de leite 
1 ovo 
1 xícara de farinha de trigo

Bata tudo no liquidificador. Frite pequenas porções de massa na frigideira formando os crepes. Vire bem a massa para que os crepes saiam bem finos. Vá empilhando um a um. Recheie com o creme de ricota e passas e sirva com o molho quente.

 

Recheio 
500 g de ricota 
2 xícaras de ameixas picadas embebidas em vinho branco seco e açúcar 
açúcar à gosto 
1 colher de chá de baunilha 
½ xícara de creme de leite

Amasse bem a ricota com um garfo e misture o creme de leite, a baunilha e por último as ameixas escorridas, coloque açúcar à gosto e recheie os crepes. Caso queira pode bater a ricota com o creme de leite e a baunilha no processador, assim o creme ficará mais liso.

 

Molho 
1 xicara de mel 
½ xícara de vinho tinto seco

Coloque o mel e o vinho numa panela, misture e deixe ferver até reduzir e virar um molho encorpado. Regue os crepes com o molho e sirva acompanhado de creme de chantilly azedo ( opcional )

 

 Cuca doce para Lammas

Ingredientes:

125 g de açúcar
3 tabletes de fermento biológico (45 g)
100 g de manteiga sem sal
½ xícara de leite morno
2 ovos
fubá o quanto baste
farinha de trigo o quanto baste
suco de 1 limão
raspas de 2 limões

Bater todos os ingredientes no liquidificador (menos o fubá e a farinha de trigo divididas aproximadamente 50% cada uma). Colocar numa vasilha grande e acrescentar a farinha de trigo até dar o ponto de massa que não grude na mão. Em seguida, juntar as raspas do limão, dividir a massa em duas partes e coloca-las em duas formas untadas. Colocar a cobertura sobre as massas e deixa-las crescer até dobrar de volume.

Cobertura:
2 colheres de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de manteiga gelada
Canela a gosto
Misturar fazendo uma farofa e cobrir os pães. Deixar crescer até dobrar de volume. Levar ao forno médio (180° de temperatura) para assar até que solte dos lados da fôrma.

 

 

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 8: canudos falicos, cheese cake, cookies de aveia de Beltane, creme das Deusas

 

 CANUDOS FÁLICOS

Ingredientes para a massa:

- 150 gramas de amêndoas moída (ou amendoim torrado, ou pistache, ou avelã, ou castanha do Pará)

- 2 gemas de ovos

- 200 gramas farinha de trigo de boa qualidade

- 2 colheres de sopa de açúcar

- 3 colheres de manteiga derretida.

 

Preparação:

Em uma vasilha coloque 150 gramas (reserve 50 gramas) de farinha e a farinha da amêndoa (ou outro que você escolheu) misture os dois. Junte o açúcar e volte a misturar. Abra um centro nesta primeira mistura e junte as gemas de ovos previamente misturadas e as 3 colheres de manteiga derretida.

Com as mãos misture tudo delicadamente. O ponto da massa estará certo quando notar que a massa está leve e que pode ser modelada por suas mãos, se a massa tiver mole, acrescente aos poucos as 50 gramas de farinha remanescente até que chegue no ponto da massa desejado. Pegue pequenos pedaços da massa e comece a modelar na forma fálica. Deixando uma cavidade no centro para que possa ser recheado com creme.

DICA: para ficar fácil, você pode adquirir em lojas especializadas, canudos próprios em metal para fazer canudinhos. Neste caso você deverá modelar a massa por fora deles, não esquecendo de modelar a forma fálica.

Feito a modelagem de toda a massa, leve ao forno pré-aquecido e deixe assar até obter uma coloração dourada.

Assim que estiver prontos espere esfriar e reserve.

 
Ingredientes para o creme:

- ½ litro de leite

- 2 colheres de creme de leite

- 1 fava de baunilha

- 2 gemas de ovos

- 2 colheres de sopa de côco branco ou queimado

- açúcar ou mel a gosto

- maizena para engrossar

 

Preparação:

Misture ao leite, o creme de leite açúcar (ou mel), a baunilha, as 2 gemas misturadas, o côco. Com uma colher de pau, mexa sem parar até que a mistura comece a ferver. Neste ponto, retire a baunilha e acrescente a maizena que deverá estar dissolvida em um pouco de leite. Junte a maizena as poucos e não pare de mexer. Deixe com a consistência firme para que não escorra. Deixe ferver por mais alguns minutos, desligue o fogo e deixe esfriar.

Quando o creme estiver morno, quase frio, recheie os canudinhos.

Esta pronto para ser servido em rituais para o Deus.

 

 CHEESE CAKE

 

Ingredientes:

- 1 pote de iogurte desnatado 
- 1 xícara de leite condensado 
- 200g de cream cheese light 
- 2 ovos 
- 3 claras 
- 1 colher (sopa) cheia de maisena 
- 1 colher (café) de suco de limão 
- 1 colher (chá) de raspa de limão 
- 1 colher (café) de essência de baunilha 
- 12 envelopes de adoçante com aspartame 
- 1 pitada de sal

Para decorar: compota diet de frutas vermelhas ou outra de sua preferência.

 

Modo de preparar:

Bata as claras em neve. Reserve. Em liquidificador, bata os demais ingredientes até obter uma consistência cremosa e homogénea. Misture as claras. Pré-aqueça o forno, coloque a massa em forma de fundo removível e leve para assar em forno médio por cerca de 45 min. ou até que a massa esteja cozida. Deixe esfriar e decore com a compota de frutas vermelhas.

 

 Cookies de Aveia de Beltane

(Receitas de Beltane)

 
Ingredientes:

1 1/2 copo de farinha de aveia
1/2 copo de acucar mascavo (ou normal…)
3/4 copo de manteiga
1 ovo
1 copo de banana amassada
1 3/4 copo aveia (estilo daquelas que compramos para mingau)
1/2 colher fermento
1/4 colher canela

Preparo:

Aquecer o forno em temperatura media. Misture a farinha, fermento e açucar juntos – misture bem. Adicione manteiga, ovo e fruta. Coloque colheres bem cheias em uma forma grande e plana, deixe três dedos de espaço entre as massas. Deixa assar por 15 min.

 

 CREME DAS DEUSAS

Ingredientes para o creme ou mingau:

- 1 lata de leite condensado

- 2 vezes a mesma medida de leite de vaca

- 3 colheres de sopa de maisena

- 2 colheres de sopa de margarina

- 1 caixinha de morangos picadinhos

 

Para fazer a calda:

- 1 lata de creme de leite sem soro

- 2 colheres de sopa de margarina

- 5 colheres de chocolate em pó

 

Modo de preparar:

Faça o mingau ou creme, coloque em um pirex e, por cima, ponha os morangos picadinhos. Por último, cubra com a calda que deve ser feita com cuidado para não ferver para o creme de leite não talhar.

Quando estiver fazendo esta receita, peça ajuda a Oxum para conservar ou trazer seu amado, ou para Vênus, ou para as duas. Mentalize do começo ao fim e pense que cada ingrediente tem um significado e peça a cada um que cumpra seu papel, isto é, que a ajude, conforme pedem as Fadas, Magas ou Bruxas.

 

Significados:

- leite: força, vitalidade; 
- creme de leite: charme, dengo, sofisticação; 
- maisena: união, harmonia; 
- margarina: união sexual; 
- morangos: ternura, desejo, encantamento, amor; 
- chocolate: energia, sedução, paixão, sexo, charme…

 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 9: delicia da bruxa, docinho de amor, delicia das fadas, delicia dos magos, delicia enfeitiçada, dengos de fadas

 

 DELÍCIA DA BRUXA:

(Sobremesa para o Dia dos Namorados)

Sobre a Receita: Para proteção e eliminação dos obstáculos amorosos (inveja, desconfiança, discussões, etc).

 

Ingredientes:

1 caixa de morangos

1 pacote de gelatina sem sabor

2 copos de leite

1 lata de creme de leite

1 lata de leite condensado.

 

Modo de Preparo:

Coloque a gelatina sem sabor em um recipiente com 2 colheres de água morna e deixe descansar por quinze minutos, feito isso, misture a gelatina com ½ xícara de leite, leve ao fogo baixo e mexa por cinco minutos ou até levantar fervura. Reserve. No liquidificador misture os morangos, o leite, o creme de leite e o leite condensado. Por último a gelatina. Bata tudo e leve para a geladeira por 3 horas. Acompanhamento: Pessoa Amada. Acenda um incenso de Rosas e consagre a sobremesa a Deusa Fréia e a Lua Minguante, pedindo proteção e eliminação dos obstáculos amorosos (inveja, desconfiança, discussões, etc).

Autor: Tânia Gori

 

 DELÍCIA DAS BRUXAS OU DOCINHO DE AMOR

 

Em um pirex, colocar tantos suspiros quanto for possível. Partir ao meio morangos, colocar sobre eles e, por fim, chantily.

Levar à geladeira e servir depois de cinco horas.

 

Esta receita é especialmente para namorados, mas pode servir para amigos.

Se for para namorados, fazer na lua cheia ou crescente, antes acendendo duas velas rosas unidas, vestindo roupas claras, tendo tomado um banho de amor.

Quando a delícia estiver pronta, dizer:

 

“Que só por mim o meu amado viva suspirando!

Que só comigo meu amado viva sonhando

e que só comigo seja potente, ardente!”

 

Dizer isto três vezes e pedir a Oxum, ou aos anjos Anael e Haniel, para ajudá-la no amor!

 

Observação: Há quem diga a cada suspiro colocado: “Que só por mim meu amado viva suspirando!”

 (Fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

 

 DELÍCIA DAS FADAS Nº 7

 

Ingredientes:

- 1 coco médio ralado bem fino 
- 1/2kg de açúcar 
- 10 gemas 
- 3 claras 
- 2 colheres de sopa bem cheias de manteiga 
- manteiga para untar 
- açúcar para polvilhar

 

Ingredientes para decoração:

- 1 lata de goiabas em calda 
- ameixas pretas e uvas passas escuras sem sementes 
- folhas de hortelã

 

Modo de preparar:

Primeiro: Coloque em uma tigela grande o coco, o açúcar, as gemas batidas com as claras inteiras e, por último, a manteiga. Misture muito bem com colher de pau até que todos os ingredientes estejam totalmente ligados. Feito isto, coloque em uma forma alta e lisa, bem untada com manteiga e inteiramente polvilhada com bastante açúcar. Leve para assar em forno pré-aquecido a 180º e em banho-maria. Depois de assado e ainda morno, desenforme no centro de um prato grande de cristal ou vidro.

Segundo - Decoração:

Escorra a calda e separe as goiabas, escolha as mais bonitas e reserve. Na calda da goiaba, afervente rapidamente as ameixas e uvas passas. As goiabas maiores e imperfeitas corte em tiras e enfeite a superfície do quindão. Complete colocando ameixas no centro e, entre as tiras, espalhe algumas passas. Ao redor do quindão, disponha as metades das goiabas reservadas e coloque no centro uma ameixa. Complete a decoração com folhas de hortelã. Sirva simples ou com chantilly e a calda da goiaba.

 

 DELÍCIA DAS FADAS Nº 13

Meio pacote de bolacha de água, 100 gramas de queijo ralado – misture tudo e reserve.

Uma lata de creme de leite, um pacote de sopa de creme de cebola – faça uma pasta com esta mistura. Em seguida, passe sem temperar, apenas lavados muito bem, 6 filés de frango ou 6 pedaços de frango sem osso nesta mistura e coloque por cima os outros ingredientes.

Arrume tudo em um pirex ou tabuleiro forrado com papel aluminizado e levemente untado. Leve ao forno médio por 35 a 40 minutos.

 

Tudo que fizer, mentalize o amor, o bem… mesmo que as receitas não sejam esotéricas.

 

 DELÍCIA DAS FADAS Nº 15

Ingredientes:

- Duas xícaras de milho em conserva escorrido,

- uma xícara de leite desnatado,

- meia xícara de creme de leite igualmente desnatado,

- um pacote de gelatina sem cor e sem sabor,

- duas colheres de adoçante em pó

(Tal E Qual, de preferência), ou quatro colheres de açúcar magro.

 

PREPARAÇÃO:

Dissolver a gelatina conforme as instruções e reservar. Bater bastante no liquidificador o leite, o milho, o adoçante; quando ficar grosso, colocar a gelatina. Bater um pouco mais e colocar, por fim, o creme de leite e bater ligeiramente. Levar à geladeira por 4 horas e servir depois.

Penso que seria melhor se você já o colocasse em tigelinhas. Quando estiver fazendo, chame as fadas e peça tudo de bom para você e para os que forem comer. Quando servir, igualmente mentalize. Invoque as Fadas do Amor, da Ternura, da Fraternidade e…

 

 DELÍCIAS DOS MAGOS

Ingredientes:

Descasque e corte em pedaços médios as seguintes frutas:

- 1 manga,

- 1 pêssego,

- 1 maçã,

-1 pêra

- e 2 bananas.

 

Preparação:

Leve a uma forma refratária, acrescente um punhado de ameixas secas (sem caroço), um punhado de damascos secos, suco de 1 limão, canela em bastão e cravo a gosto. Uma leve pitada de sal ou 1 colher de café de missô aguçarão o sabor doce.

Cubra a forma com papel de alumínio e asse no forno por trinta minutos.

Guarde este doce num vidro, na geladeira, e coma para se refazer das tensões e da preguiça.

Doces como este ajudam a circular a energia, ao contrário dos doces cremosos, achocolatados e açucarados, que no dia-a-dia geram estagnação.

Cada vez que comer, mentalize coisas boas, faça seus pedidos, pois as frutas têm todo o encantamento e toda a magia da Natureza. Ter um cristal à mesa.

 

 Delícia enfeitiçada

 

Ingredientes:

175 gramas de damascos secos – Sol

125 gramas de passas – Júpiter

125 gramas de figos secos – Júpiter

50 gramas de pêssegos secos – Vênus

175 gramas de farinha – Sol

75 gramas de manteiga – Sol

50 gramas de açúcar mascavo – Lua

50 gramas de nozes picadas – Júpiter

 

Modo de fazer o feitiço:

Realize este feitiço numa hora de Vénus, de preferência num dia de Lua. Este feitiço é dedicado aos que querem se casar. Ele terá que ser comido numa hora da Lua. Queime incenso de dentes de cravo canela. Molhe sua nuca com água de rosas e deixe a água escorrer por suas costas. Coloque uma pedra de cristal em água de torneira, e deixe escorrer um filete sobre a pedra. Mantenha-a na água por uns dez minutos. Relaxe. Quando estiver bem relaxada e já tiverem passado os dez minutos, retire o cristal e coloque-o sobre um pano de seda branco perfumado com gotas de óleo de rosas. Olhe profundamente para dentro do cristal. Procure identificar formas dentro dele. Você verá que uma grande porta de cristal se abrirá. Entre sem medo. Do outro lado da porta estará uma linda borboleta cor-de-rosa. Ela pousará em seu ombro e você penetrará numa caverna. O interior dessa caverna é todo de cristal que reflecte as cores do arco-íris. A visão é tão encantadora que você deverá concentrá-la dentro de você o mais que puder. Retenha esta sensação em seu peito. Colha todas as cores e coloque-as dentro de você. Quando já tiver retido todo este cenário, você se verá num outro aposento da caverna. Dessa vez o interior é todo de esmeraldas, e pequeninas gotas d’água escorrem de suas paredes para se transformarem em delicadas pérolas que enfeitam o chão. A borboleta pousará numa pérola rosada. Pegue-a delicadamente e guarde-a dentro de uma noz. Agradeça o presente recebido.

 

Comece o feitiço. Coloque as frutas dentro de um recipiente de cristal junto com o suco de pêssego. Deixe as frutas descansarem por alguns minutos. Coloque-as então, junto com o suco, numa panela de cerâmica e cozinhe em fogo baixo por uns 15 minutos. Após fazer isso, derrame numa assadeira de barro untada e asse uns 10 minutos no forno. Retire do fogo e misture a manteiga e a farinha. Quando esta mistura estiver feita, acrescente o açúcar e as nozes por cima de tudo.

Volte a colocar no forno e asse por uns 30 minutos. Estenda na mesa uma toalha lilás bem clarinha. Acenda velas rosas e ponha ramos de violeta ladeando os pratos. Espalhe rosas e margaridas na mesa. Você deverá colocar alguns cristais e, se puder, uma esmeralda em torno do prato. Salpique gotas de óleo de almíscar pela toalha. Sirva suco de pêssego com uma pequena folha de hortelã.

Consagre este feitiço à Ísis.

 

DENGOS DE FADA

 

Ingredientes:

- Um quarto de xícara de água fria,

- uma colher de sopa de manteiga,

- meia xícara de açúcar,

- três gemas e mais um ovo inteiro,

- meia xícara de queijo curado, ou parmesão ralado.

Modo de preparar:

Faça uma caldinha com a água, a manteiga, o açúcar, e deixe esfriar.

Bata as gemas e o ovo inteiro e misture à calda, bem como o queijo.

Leve ao forno em forminhas untadas com manteiga.

Se quiser, pode acrescentar um pouquinho de açúcar aos ovos, mas eu não aconselharia.

 

.

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 10: doce sortilegio, flan de jasmim, gelatina das fadas, maçã verde dos gnomos, maná das bruxas, manjar da bondade, manjar florido dos deuses

 

 DOCE SORTILÉGIO

 

Ingredientes:

1 colher de sopa de azeite de oliva – Sol

4 abobrinhas cortadas em tiras finas – Lua

1 colher de chá de alho picado – Marte

1/2 colher de chá de sal – Lua

1/2 colher de chá de pimenta do reino fresca – Marte

1/2 xícara de azeitonas verdes picadas – Sol

1 colher de chá de suco de limão – Vênus

1/2 colher de chá de casca de limão ralado – Vênus

Modo de fazer o feitiço:

Realize este feitiço num dia de Vénus e hora de Lua. Ele é muito eficaz no caso de amores rompidos. Queime incenso de jasmim e pendure atrás das portas ramos de alecrim. Acenda velas azuis e salpique pela casa pétalas de Angélica. Na cozinha, queime o mesmo incenso e espalhe algumas ametistas pelos quatro cantos. Relaxe. Visualize uma floresta muito escura. Penetre-a lentamente, sem nenhum temor. Perceba que muitas folhas secas estão cobrindo o chão como um rústico tapete. Sinta o suave estalar que seus pés provocam quando passa sobre elas. Você notará que, embora secas, essas folhas estão incrivelmente vivas! No momento que você percebe isso, ocorrerá um movimento no solo. As folhas penetrarão na terra, surgindo então delicadas plantinhas. Uma criança muito bonita terá surgido perto de você. Ela lhe dará uma folha seca, uma semente e um punhado de terra. Agradeça o presente recebido. Comece o feitiço.

Coloque o azeite para esquentar numa panela. Quando estiver suficientemente quente adicione a abobrinha, mexendo sempre para não queimar. Quando a abobrinha estiver tenra, coloque o alho, o sal e a pimenta, cozinhando por mais 1 minuto.

Acrescente, ao final de tudo, as azeitonas, o suco de raspas de limão, deixando cozinhar um pouquinho mais.

Sirva com arroz integral, purê de batatas e salada de agrião.

Coloque na mesa uma toalha amarela salpicada de óleo de almíscar.

Espalhe flores do campo e algumas ametistas. No centro da mesa, coloque uma folha seca, uma semente e um punhado de terra. Rodeie o feitiço com velas azuis e queime incenso de jasmim.

Consagre este feitiço a Circe.

 

 Flan de Jasmim
Receita perfeita para a celebração da Primavera. É muito simples, uma variação perfumada do crème brullée, feita com chá de jasmim.

Ingredientes:
1 1/4 xícara de creme fresco
3 colheres, de sopa de leite
2 colheres, de sopa, de folhas de chá de jasmim (ou dois saquinhos)
1/2 xícara de açúcar
4 gemas de ovos grandes
1/3 de xícara de açúcar mascavo, peneirado

Preparo:
Misture o creme e leite em uma pequena panela e coloque no fogo até a fervura. Adicione o chá e remova do fogo. Cubra e deixe em infusão por 15 minutos.
Pré-aqueça o forno à temperatura baixa (150º C). Coloque 4 potes de sobremesa, reflatários, ou ramequins em uma assadeira. Reserve.
Bata o açúcar com as gemas até obter um creme espêsso amarelo-claro. Passe por uma peneira. Bata novamente, adicionando gradualmente o creme já perfumado pelo chá de jasmim. Coloque nos potes de sobremesa, enchendo-os até 3/4 de sua capacidade. Coloque a assadeira no forno e despeje água dentro dela, até a metade da altura dos potes. Asse por 40 a 45 minutos, até que os flans estejam firmes. Remova do forno e tire os potes da assadeira, deixando-os esfriar completamente.
Para servir, polvilhe açúcar mascavo sobre os flans e leve ao grill do forno por alguns minutos até que o açúcar derreta. Deixe esfriar por um minuto, decore com pequenas flores frescas e sirva.

Receita de Alain Ducasse.

 

 GELATINA DAS FADAS

Ingredientes:

- 2 copos de guaraná gelado 
- 1 lata de leite condensado sabor morango 
- 1 lata de creme de leite gelado 
- 2 caixinhas de gelatina em pó sabor morango 
- 1 lata de compota de pêssegos 
- 1 copo de água fervente 
- alguns morangos frescos grandes e perfeitos para decoração do prato

 

Modo de preparar:

Primeiro: Dissolva bem a gelatina com água fervente e junte o guaraná, o leite condensado e o creme de leite com soro. Misture bem e bata no liquidificador.

Segundo: Depois de bem batido, deite em uma forma previamente gelada e molhada (escorrida na hora), cubra com filme plástico e conserve na geladeira até o dia seguinte. À hora de servir, desenforme em um prato e guarneça com a compota de pêssegos e morangos frescos.

 

 Maçã Verde dos Gnomos

 

Ingredientes:

250 gr de farinha                     

150 gr de manteiga
1 ovo                                          

1/3 copo de água
sal                                            

75 gr de manteiga
150 gr de açúcar                       

10 maçãs verdes, sem casca, cortadas em 8 pedaços

 

Preparação:
Junte a farinha, o ovo, o sal e as 150gr de manteiga. Misture bem, com as mãos e vá adicionando, aos poucos, a água. Amasse bem até obter uma mistura homogênea. Abra num disco no diâmetro da forma a ser usada. Deixe descansar na geladeira. Unte uma forma de cobre com 50gr de manteiga e polvilhe com 100gr de açúcar. Disponha as maçãs e cubra com o restante do açúcar e a manteiga em pedacinhos. Coloque em fogo brando, até o açúcar começar a mudar de cor. Coloque a massa, ajustando as bordas para baixo e cobrindo todas as maçãs. Asse em forno médio, até que a massa fique levemente dourada. Vire a torta, sobre um prato, com todo o cuidado, tendo certeza que não ficou nada colado ao fundo. Sirva morna.

 

 MANÁ DAS BRUXAS

 

Ingredientes:

- 500g de panetone 
- 1/2 litro de sorvete de morango ou de outra fruta da sua preferência 
- 1/2 litro de sorvete de creme com baunilha 
- 2 xícaras cheias de salada de frutas variadas 
- 1 cálice de vinho do porto 
- 1 xícara de calda bem grossa de chocolate ou caramelo 
- creme chantilly fresco

 

Modo de preparar:

Primeiro: Corte todo panetone em pequenos pedaços e humedeça com o vinho do porto e a calda. Reserve na geladeira. Misture os dois sorvetes amassando um pouco e reserve no congelador. Coloque a salada de frutas para escorrer o excesso de caldo.

Segundo: Forre um refractário grande e fundo com o panetone. Espalhe por cima todo o sorvete e cubra com a salada de frutas. Envolva com papel filme e leve ao congelador por umas duas horas. Alguns minutos antes de servir, enfeite a sobremesa com o chantilly, de maneira que a salada de frutas apareça um pouco. Se tiver cerejas, amoras ou framboesas e folhinhas de hortelã, complete a decoração.

 

(Nota: O chantilly em spray, encontrado em quase todos os supermercados, facilita muito a decoração. Não só desta sobremesa, como de outras nas quais se deseje fazer alguns detalhes sobre as mesmas.)

 

 MANJAR DA BONDADE

Ingredientes:

Para o manjar: 
- 1 litro de leite 
- 1 vidro de leite de coco 
- 8 colheres de sopa cheias de açúcar 
- 4 colheres de sopa bem cheias de amido de milho

Para a calda de Ameixas: 
- 300g de ameixas pretas grandes e sem caroços 
- 2 xícaras de açúcar 
- 3 xícaras de água

Para o creme Amarelo: 
- 2 copos de leite 
- 4 gemas 
- 1 colher de sobremesa rasa de amido de milho 
- 2 colheres de sopa bem cheias de açúcar 
- 2 a 3 gotas de essência de baunilha ou de amêndoas

 

Modo de preparar:

Primeiro: Misture o leite, o amido de milho e o açúcar, passe pela peneira e leve ao fogo. Mexa sempre até engrossar. Feito isso, afaste um pouco a panela da chama e, sempre mexendo rapidamente, junte aos poucos o leite de coco. Torne a levar a panela ao fogo e mexa sempre até o creme ficar bem cozido. Deite em uma forma previamente molhada e untada, deixe esfriar, cubra com filme plástico e leve à geladeira.

Segundo: Faça uma boa calda com o açúcar levemente queimado e a água, junte as ameixas, diminua bem o fogo e deixe ferver até que as ameixas fiquem macias e a calda engrosse.

Terceiro - Creme de Gemas e Arrumação:

Misture o leite, as gemas e o amido de milho, passe em uma peneira, deite em uma panela, junte o açúcar (prove para ver se está a seu gosto), leve ao fogo brando e mexa sempre até obter um creme mais ou menos espesso. Adicione a baunilha. Feito isso, retire do fogo e deixe amornar. Quase à hora de servir, desenforme o manjar no centro de um prato grande com bordas, arrume ao redor o creme de gemas e sobre ele coloque as ameixas e um pouco de calda. Sirva à parte na molheira o restante das ameixas com calda.

 

 MANJAR FLORIDO DOS DEUSES

INGREDIENTES:

- 1 vidro de leite de coco da melhor qualidade

- 1 litro de leite de vaca

- 4 colheres de sopa bem cheias de amido de milho

- 8 a 10 colheres de sopa de açúcar

- compotas de laranja e ameixa preta

- 5 a 6 flores de capuchinha amarelas e vermelhas 
(próprias para uso culinário)

 

Modo de preparar:

Leve ao fogo três copos de leite de vaca, adoce a gosto e, assim que começar a ferver, vá mexendo com colher de pau.

Adicione aos poucos o amido de milho dissolvido no copo de leite restante. Sempre mexendo, deixe engrossar, afaste um pouco a panela da chama e acrescente devagar o leite de coco. Misture bem, torne a levar ao fogo e mexa por mais cinco ou seis minutos.

Deite em uma forma previamente molhada com água gelada e untada. Deixe esfriar, cubra com papel-filme e leve à geladeira. Só desenforme no dia seguinte, à hora de servir. Acompanhe com a compota da preferência – que pode ser de ameixa preta, goiaba, maçã, pêssego, abacaxi ou pêra, ou ainda com laranjas da terra em compota (pétalas) e sobre as mesmas, uma ameixa preta também em compota.

Complete o centro vazio com as capuchinhas, podendo ainda colocar raminhos de hortelã.


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 11: muffins de queijo, deliciosos muffins, ovos queimados, pasteizinhos de Freya, pudim da lua cheia, pudim de Imbolc

 

 Muffins de Queijo

Receitas para Imbolc

 

Ingredientes:

- 300 g de farinha 
- 1 colher de sobremesa de açúcar 
- 1 colher de sopa de fermento em pó 
- 1 colher de café de sal 
- 1 copo de iogurte natural 
- 1 ovo 
- 5 colheres de sopa de óleo 
- 200 g de mussarela ralada

 

Preparação:

Peneire a farinha de trigo com o fermento em pó, o açúcar e o sal. Reserve. Em outra tigela bata o ovo com o óleo, o iogurte e misture bem. Junte os ingredientes secos e misture bem. Junte a mussarela e coloque nas forminhas . Leve ao forno 180° por 20 minutos.

 

DELICIOSOS MUFFINS

Ingredientes

- 1 Xícara (chá) de açucar – Lua;

- ½ xicara (chá) de manteiga ou margarina – Sol;

- 1 xicara (chá) de leite – Vênus;

- 1 ovo – Sol;

- 1 colher de chá de noz moscada – Júpiter;

- 1 ½ xicara (chá) de farinha de trigo – Sol;

- ½ colher (chá) de sal – Lua;

- 2 colheres (chá) de fermento em pó – Lua;

- ½ colher (chá) de canela – Sol;

- ¾ xicara (chá) de germe de trigo ou aveia – Sol;

- 3 colheres (sopa) de melado ou glucose de milho – Lua;

- 1 colher (sopa) de castanha de caju picada (ou gergelim ou amendoim) – Júpiter;

- 3 colheres (sopa) de uvas passas sem sementes (ou ameixa ou frutas cristalizadas ou banana ou maçã) – Júpiter;

- 3 colheres (sopa) de nozes picadas (ou gergelim ou amendoim) – Júpiter;

Rendimento: 12 muffins.

 

Preparação:

Misture todos os ingredientes. Não precisa bater demais. Coloque em formas próprias untadas.

Leve a assar em forno quente por uns 25 minutos.

Comece a fazer a receita:

Coloque na mesa uma toalha azul profundo. Salpique gotas de óleo de patchuli, espalhe lírios, copo de leite, jasmins e algumas papoulas.

Coloque o feitiço no centro da mesa, cercado de jasmins. Queime incenso de rosas e espalhe ramos de camomila pela sala.

Consagre este feitiço a Hécate, Diana e Selene.

(Fonte: Marcia Frazão.)

 

OVOS QUEIMADOS

BRINCANDO COM SEU AMOR

 

Ingredientes:

- 2 xícaras rasas de açúcar 
- 8 ovos 
- canela em pó 
- 1 colher de sobremesa rasa de manteiga

 

Modo de preparar:

Faça uma calda queimada com açúcar, manteiga e uma xícara de água. Bata ligeiramente as gemas e quatro claras. Despeje sobre a calda fervente. Deixe cozinhar por algum tempo para que fiquem ligeiramente queimadas. Mexa de vez em quando com um garfo até a calda engrossar. Retire do fogo, coloque em compoteira e polvilhe com canela em pó.

 

PASTEIZINHOS DE FREYA:

Sobre a Receita: Para atrair amor e novas amizades.

 

Ingredientes:

4 ½ xícaras de chá farinha de trigo

2 colheres de chá de fermento em pó

½ colher de chá de sal

4 ovos

¾ xícara de chá de açúcar

4 colheres de água

Casca de limão ralada

Canela em pó

Recheio:

4 maçãs sem casca picadas

½ xícara de uvas passas

½ xícara de açúcar

Calda:

3 colheres de mel

2 colheres de chá de gengibre em pó

2 xícaras de açúcar

2 xícaras de água

Sementes de papoula

 

Modo de Preparo:

Misture todos os ingredientes da massa e abra com um rolo. Corte a massa em quadrados pequenos (3 a 5 cm). Misture os ingredientes do recheio e coloque nos quadrados. Feche as 4 pontas como um pastel e asse até dourar. Ferva a água com açúcar até engrossar. Junte o mel, o gengibre e as sementes de papoula. Sirva sobre os pastéis.

Autor: Tânia Gori

 

PUDIM DA LUA CHEIA

 

Ritual: Acender uma vela branca, pedindo por paz, alegria e abertura de caminhos para todas as pessoas de boa vontade no mundo. Pedir a presença das entidades de Luz (geralmente aparecem anjos e bruxas ancestrais) para realizar este feitiço. Fazer o pudim girando sempre em sentido horário, cantando o mantra Om Mani PadMe Hum, sempre com bons pensamentos. Ao terminar, encantar com o dedo ou com a varinha, girando sobre ele até formar uma névoa de energia, e empurrar essa névoa com a mão direita (dominante).

 

Ingredientes:

1 litro de leite.

1 lata de leite condensado.

Um pouco menos da lata de açúcar (menos dois dedos).
1 pitada de sal.
1 colher de manteiga.
100g de coco ralado.
4 ovos.
2 xícaras de tapioca.
1 garrafinha de leite de coco.
2 xícaras de açúcar (para a calda).

 

Modo de fazer:

Junte tudo numa panela, exceto os ovos e o açúcar da calda, e misture bem com uma colher de pau. Leve ao fogo e mexa até dar o ponto de mingau (desgrudar do fundo da panela e ficar meio duro). Desligue o fogo e bata rapidamente os ovos. Junte-os e misture bem com a colher de pau. Tampe a panela e faça a calda. Numa panela, coloque o açúcar e vá mexendo com uma colher de pau até virar uma calda dourada. Derrame numa fôrma com furo no meio. Despeje o mingau às colheradas e deixe esfriar. Quando estiver fria (porque os ovos continuam cozinhando enquanto isso), leve à geladeira. Desenforme e sirva gelado! Não tem quem não goste e fica todo mundo um doce, alegre e rindo à toa! Também abre caminhos e alivia tensão e preocupação.

(Fonte-http://wiccaonline.blogspot.com/2010/03/receitas-encantadas-para-rituais-pedro.html)

 

 Pudim de Imbolc

Receita de IMBOLC
Qualquer alimento que simbolize ou tenha ligação com o Sol ou fertilidade é apropriado para este Sabbath, assim como comidas que levem leite. Minha comida favorita de Imbolc é o pudim de arroz, por incorporar símbolos de fertilidade, do Sol, e muito leite. Aqui vai a receita que uso:

 

Ingredientes:

1 xícara de arroz, lavado, escorrido e cozido;
4 xícaras de leite — simbolizando o leite da Deusa;
1 xícara de açúcar branco — para a doçura da vida;
2 ovos batidos — simbolizando o sol e fertilidade;
1 xícara de mingau de maisena, consistente;
Baunilha a gosto, porque toda receita deveria ter baunilha;
Canela em pó a gosto.

 

Preparação:

Junte (sobre o fogo de Brigit – seu fogão mesmo serve) o arroz, o mingau, o leite, o açúcar, os ovos e a baunilha até que se tornem uma massa, apenas, cuidado para não encaroçar ou endurecer demais (por causa da maisena). Depois disso, tire do fogo e disponha em tigelas, polvilhando com a canela em pó na parte de cima. Leve ao refrigerador quando já estiver frio.

Sirva gelado!

(Se você é um praticante solitário, enquanto você mexe e carrega o pudim, deverá enfocar seus pensamentos e desejos nas coisas que você quer que cresçam em sua vida. Se você faz parte de um Coven ou uma Tradição Familiar, você deve cozinhar como manda sua tradição).


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 12: kleinur de yule, rabanichi, rosquinhas de Hollantide, scones irlandeses de ervas,  sobremesa sweet angel, sopa de morangos com suspiro

 

 Kleinur de Yule (biscoitos de raio de sol)
Receita de YULE

Ingredientes:

900 g de farinha de trigo;
240 g de açúcar branco;
60 g de margarina;
1 colher (chá) de essência de baunilha;
1/2 colher (chá) de soda (para alimentos);
5 colheres (chá) de fermento p/ bolos;
1/2 litro de leite;
1 ovo;

 

Preparação:

Bata a margarina e a farinha misturando aos outros ingredientes. Faça um monte na massa, cave um buraco no meio e misture o leite de forma que a massa fique homogénea. Misture bem até que fique uma massa lisa, sem caroços. Deixe a massa descansar por duas horas e estique-a com o rolo de macarrão. Corte em diamantes e faça um canal no meio dos biscoitos, bem de leve, só para decorar. Se quiser pincelar com gema de ovo, só para dar um tom dourado, ficará bem bonito. Unte a assadeira e leve ao forno até assar por completo.

 

RABANÍCHI

Esta é uma rabanada diferente, que as Fadas oferecem aos seus protegidos ou convidados.

 

Ingredientes:

-4 ovos,

- 4 gotas de baunilha,

- açúcar, canela,

- um pão de forma sem casca,

-300 mililitros de leite,

- um vidro de geléia de maçã, de pêssego ou de laranja. (Mas a preferência é pela geléia de maçã)

 

Modo de preparar:

Bata bem os ovos com o batedor ou com o garfo. Amorne o leite; misture o açúcar à canela, bem misturados; corte o pão com um copo ou com um cortador de biscoitos, em rodelas não muito grandes; passe bastante geléia nas fatias; faça sanduíches; passe no leite e depois nos ovos. O procedimento agora é igual ao das rabanadas. Depois de ter passado no leite e nos ovos, frite e sirva quente ou gelada. A Baunilha é colocada no leite e não se usa açúcar a não ser para polvilhar. Quando colocar a geléia, faça-o de modo que não fique escorrendo. Deixe uma sobrinha dos lados. As sobras do pão que cortar aproveite em torradas ou em sopas.

Quando fizer algo que seja ensinamento, ou do agrado das Fadas, peça iluminação para elas e peça para você tudo que desejar. Quando estiver cortando o pão, peça alimentos sempre para seu lar, solidariedade e fraternidade.

As geléias de maçã, de laranja e de pêssego significam amor, paixão, desejos… a de laranja, harmonia, saúde também.

O açúcar e a baunilha, ternura, paz…

A canela, prosperidade, sexualidade, energia.

Que as Fadas nos abençoem.

“Chungrichan!”

 

Rosquinhas de Hollantide

Receitas Celtas

 

Para a massa:

75 g de manteiga
2 colheres de sopa de melaço
50 g açúcar mascavo
50 g farinha de trigo
½ colher de chá de bicarbonato de sódio
½ colher de chá de pimentas em pó
1 colher de chá de gengibre ralado

Para o glacê:

2 colheres de sopa de açúcar (em ½ copo d’água)
2 limões (casca ralada)
1 xícara de café de uvas-passas

 

Preparação:

Coloque a manteiga, o melaço e o açúcar numa panela, mexa tudo em fogo baixo até misturar então retire do fogo. Junte a farinha, as pimentas e o gengibre numa tigela e depois junte na panela. Dissolva o bicarbonato de sódio em água (somente o suficiente para dissolver completamente) e misture na panela. Quando a mistura engrossar (ponto de massa), transfira para a tigela e deixe descansar pouco mais de uma hora.

Pegue a massa aos poucos e role com a palma da mão contra a pia (devidamente polvilhada de farinha) fazendo um cordão fino. Corte os cordões e faça rosquinhas.

Glaceie as rosquinhas com um xarope de água com açúcar, casca de limão ralada e uva passa picada. Ponha no forno rapidamente para secar o glacê.

 

 Scones Irlandeses de ervas:

Receita para Mabon 

 

Ingredientes:

250g de batatas velhas;

4 Colheres de sopa de farinha;

1 Pitada de sal;

4 Colheres de sopa de azeite;

2 Colheres de sopa de salsa picada;

Meia colher de café de aneto seco;

1/4 de colher de café de Manjerona;

1/4 de colher de café de Segurelha;

1/4 de colher de café de sálvia em pó;

 

Preparação:

Coza as batatas, depois de cozidas rale-as e junte a farinha, o sal, o azeite e as ervas. Enfarinhe uma tábua de cozinha ou a mesa e coloque a mistura em cima, esta deve ter cerca de 5mm de espessura. Corte em forma de triângulos de 7 ou 10cm de largura e depois frite-os dos dois lados até estarem convenientemente aloirados.

 

 SOBREMESA SWEET ANGEL

Ingredientes:

- 4 xícaras de água,

- 700gr de açúcar,

- 10 gemas,

- 4 claras,

 - 200gr de manteiga ou de margarina derretida,

- 1 xícara de leite,

- 5 colheres de sopa de queijo minas ralado,

- 200gr de farinha de trigo.

 

Modo de preparar:

Ferva a água e o açúcar fazendo uma calda em ponto de fio fino e reserve.

Bata bastante, até triplicar, as claras com as gemas e ficar bem clarinhas.

Junte aos poucos a manteiga derretida, que deverá estar fria (temperatura ambiente), o leite, o queijo ralado, a farinha.

Misture até ficar uma mistura bem homogênea.

Em seguida, acrescentar a calda que deverá estar morna.

Mexer bem com a colher de pau, mas procure mexer lentamente, mais envolvendo do que propriamente mexendo redondo.

Coloque em uma forma de buraco número 22 (a forma não pode ser grande porque o pudim não cresce quase).

Leve ao forno e faça o teste do palito. Só pode  desenformar quando estiver frio. A forma deverá estar untada com manteiga.

Esta receita serve para fazer pedidos aos anjos, acendendo se quiser, velas rosas, brancas, verdes, azuis, e pode oferecer cristais das mesmas cores.

Antes poderá oferecer barquetes com recheio de camarão e se tiver crianças, fazer brincadeiras infantis, como a do anelzinho, falando que, ao passar o anel, a pessoa deverá dizer uma frase bonita e curta para as outras presentes.

(Fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

 

 Sopa de morangos com suspiro de perfume de laranja

Ingredientes para a sopa:

4 xícaras de morangos maduros,

14 xícara de suco de laranja,

12 xícara (chá) de açúcar,

1 colher (sopa) de licor de sabor laranja.

 

Modo de preparar:

Bata tudo no liquidificador pouco antes de servir e distribua em pratos de sopa.

 

Ingredientes para o suspiro:

1 clara em temperatura ambiente,

1 pitada de sal,

2 colheres (sopa) de açúcar,

1 colher (café) de raspa de laranja.

 

Modo de preparar:

Bata a clara com a pitada de sal em neve. Junte o açúcar e bata até o ponto de suspiro firme, acrescentando a raspa de laranja no final.

 

Para decorar:

Tirinhas de casca de laranja, Morangos inteiros com cabinhos, lavados e secos, Folhas de hortelã

 

Finalização:

Com 2 colheres de sopa disponha bolas de suspiro sobre a sopa de morangos. Salpique com um pouco de tirinhas de casca de laranja. Sirva imediatamente.

 

Rendimento: 6 porções.


 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 13:  sorvete de ethelin, strudel de maçã, salada de frutas para o espirito, salame de chocolate, sorvete da deusa Ostara

 

 Sorvete de Ethelin

Outro nome para “nada deu certo”. Quando você perceber que não adianta insistir numa relação que não vai te levar a lugar algum, é chegada a hora de se libertar. Márcia sugere que esse recomeço

 

Ingredientes (8 porções)

Açúcar para caramelizar uma forma de pudim
4 colheres de Nescau
5 colheres de água
1 lata de leite condensado
2 latas de leite comum (a medida é a lata de leite condensado)
4 claras em neve
6 colheres de açúcar
1 lata de creme de leite

Modo de fazer

Caramelize uma forma de pudim. Dissolva o Nescau na água. Passe a mistura por cima do caramelo. Ponha no congelador para endurecer. Enquanto isso, leve o leite condensado, o leite comum e as gemas ao fogo. Faça um mingau ralo sem deixar talhar. Bata as claras em neve e junte o açúcar. Desligue a batedeira e junte o creme de leite.

Quando o mingau estiver frio, reúna as duas misturas e jogue na forma sobre o caramelo congelado. Deixe no congelador até virar sorvete. Para tirar da forma, esquente uma faca no fogo e passe pelas bordas internas. O que sobrar do caramelo, use como calda.

 

 Strudel de Maçã

 

Massa:
- 220g de farinha de trigo;
- 2 Ovos;
- 1/2 c. sopa de manteiga;
- 1 Pitada de sal;
- 4 c. sopa de água;

Recheio:
- 1kg de maçãs;
- 4 c. sopa de açúcar;
- 3 c. sopa de amêndoas raladas;
- 1/2 Chávena de passas de uva;
- 1 c. sopa de manteiga;

 

Preparação:

Comece por fazer a massa, numa terrina coloque os ingredientes todos e trabalhe a massa com as pontas dos dedos, vá borrifando aos poucos com a água e deixe repousar durante meia hora num lugar quente. Estenda um guardanapo sobre a mesa, polvilhe farinha, abra a massa com o rolo o mais fino possível. Coloque as maçãs sobre a massa estendida, vão-se dispondo as maças cortadas bem fininho e polvilhadas com açúcar e canela, bem como as passas, as amêndoas raladas e alguns pedaços de manteiga. As maçãs devem cobrir assim toda a superfície da massa. Com o auxilio do guardanapo, vai se enrolando o “strudel”. Coloque-a numa assadeira untada com manteiga. Pincele uma gema batida no “strudel” e leve-o para assar em forno médio durante 40 minutos. A seguir, corte em fatias e sirva quente.

 

 Salada de frutas para o Espírito

 

Ingredientes:

- 1 banana madura;

- 1/8 chávena de côco ralado (fresco, se possível);

- 1 recipiente de 236ml de iogurte simples;

- 1 colher de sopa de vinho branco;

- 1 colher de sopa de mel;
Modo de Preparo:

Descasque a banana e corte-a em pequenos pedaços.

Coloque numa tigela com o côco. Misture o vinho com o mel.

Despeje esta mistura sobre as frutas e deixe descansar por alguns instantes.

Vire o iogurte simples na tigela sobre as frutas.

Misture com uma colher, mexendo sempre em sentido horário.

 

 SALAME DE CHOCOLATE

Uma das novidades mais modernas para magos e bruxos, em especial para as nossas crianças, é o “Salame de Chocolate”, pois como já lhes contei, adoramos chocolate e ficamos criando e recriando muita coisa em cima deste energético.

Além dos sapos, tão conhecidos por causa do Potter, que servimos em festas, ou em dias de encantamentos, há os peixes e agora o salame.

Confiram:

Ingredientes:

- 500 g de biscoito tipo maisena;

 - 1 lata de leite condensado;

 - 2 xícaras (chá) de chocolate em pó;

 - 2 colheres (sopa) de conhaque;

 - 1 1/2 xícara (chá) de manteiga derretida;

 - 1 xícara (chá) de amêndoas inteiras com pele.

Opção

- 2/3 xícara (chá) de uvas-passas pretas sem caroço.

Cobertura

- 1/2 xícara (chá) de chocolate em pó;

 - 4 colheres cheias (sopa) de manteiga mole.

Modo de preparo:

Pique o biscoito em 4 pedaços, coloque numa vasilha com o chocolate, o conhaque, o leite condensado, a manteiga derretida. Misture tudo, fazendo bolas e apertando com as mãos, acrescente as amêndoas e as

passas. Coloque sobre papel celofane (ou plástico mais grosso), enrole, como um tronco, tipo salame, leve ao freezer até endurecer. Para a cobertura, misture o chocolate em pó com a manteiga, até formar uma pasta, (sem levar ao fogo), retire o rolo do freezer e espalhe a cobertura (Deixe uma vasilha com água e gelo, vá molhando as mãos e espalhando a cobertura).

Leve ao freezer, para secar, cubra com papel filme. Quando for servir retire 10 minutos antes.

Sirva com sorvete de creme.

 

 SORVETE DA DEUSA OSTARA

 

Ingredientes:

- 1 lata de leite condensado 
- a mesma medida de leite comum 
- 4 gemas

Para o outro creme:

- 1 lata de creme de leite sem soro 
- 6 colheres de açúcar 
- 4 claras

Ingredientes para a calda:

- 6 colheres de chocolate em pó 
- 6 colheres de água e passas e ameixas picadinhas

 

Modo de preparar:

Faça o primeiro creme levando ao fogo, mexendo bem, mas sem ferver; tire do fogo e faça o segundo creme e misture os dois, batendo bem na batedeira. Depois, misture a calda que é feita sem ir ao fogo; e por último, acrescente as frutas.

Antes de misturar os dois cremes, deve-se bater bem as claras em neve com o açúcar, para que não fique cheiro do ovo.

Sirva bem gelado.

Esta receita é para pedir filhos e uma primavera constante para seu relacionamento, pois os ovos simbolizam a fertilidade e Ostara é a própria primavera.

 

 

RECEITAS MÁGICAS – RECEITAS ENCANTADAS

RECEITAS WICCA – RECEITAS PAGÃS

RECEITAS PARA SABBATS

Receitas e rituais mágicos para todas as ocasiões e paladares

 

Receitas Magicas, receitas para sabbats:

Receitas mágicas de sobremesas & doces, 14: torta diferente de maçã, torta de ricota com cobertura crocante, trifle irlandês, torta de Venus, torta de maçã dos duendes, tronco de yule    

 

  Torta diferente de maçã

Receitas para Sabbats – Samhain

 

Massa

200 gr de manteiga 
4 xícaras de biscoito Maria ou Maisena esfarelado ( bata no processador )

Recheio

1 lata de leite condensado 
4 gemas 
Gotas de baunilha 
1 colher de sopa de manteiga 
1 caixinha de creme de leite 
3 maçãs grandes 
canela em pó

 

Preparação:

Descasque as maçãs e corte em lâminas finas. Cozinhe com água em fogo baixo. Reserve. Derreta a manteiga em banho-maria e junte o farelo do biscoito e misture bem. Forre o fundo de uma travessa refratária ou forma desmontável. Pressione a mistura com os dedos. Numa panela misture o leite condensado, as gemas, a baunilha e a manteiga, cozinhe o creme até ponto de brigadeiro. Deixe esfriar um pouco e junte o creme de leite misturando bem. Espalhe parte da maçã cozida sobre a massa polvilhe canela e cubra com o creme. Cubra o creme com a outra parte de maçãs e salpique canela. Leve a geladeira.

 

Torta de ricota com cobertura crocante

Receitas para Sabbats – Imbolc

 

Para a massa 
5 gemas 
1 lata de leite condensado 
1 lata de creme de leite 
½ kg de ricota 
5 claras em neve 
1 colher de raspa de casca de limão 
Bata no liquidificador as gemas, o leite condensado, o creme de leite e a ricota. Coloque numa travessa e adicione as claras batidas em neve e as raspas de limão. Despeje em uma forma untada com margarina e papel manteiga. Leve para assar em forno preaquecido moderado por 40 minutos.

Cobertura 
250 gr de passas 
1 colher de sopa de maisena 
1 copo de água 
2 colheres de sopa de vinho tinto seco 
3 colheres de sopa de açúcar 
Bata as passas com a água, a maisena e o vinho no processador. Coloque em uma panela e leve ao fogo. Acrescente o açúcar. Mexa até engrossar. Reserve.

Crocante 
150 g de açúcar 
50 gr de nozes ou castanha do Pará picadinhas 
½ colher de sopa de margarina

 

Preparação:

Derreta o açúcar, deixando caramelizar, acrescente as nozes e a margarina. Misture bem. Despeje sobre um mármore untado com margarina. Quebre depois de frio, com um rolo de macarrão. O crocante deve ficar bem esmigalhado. Coloque a cobertura de passas e jogue este crocante por cima. Se quiser coloque raspas de chocolate ao leite por cima (opcional).

 

 Trifle Irlandês

 

Ingredientes:

 1- Bolo inglês                                                   

1- Xícara de suco de frutas ou xerez
2- Xícaras de morangos fatiados                

1- Pacote de gelatina de morango (170g)
1- Xícara de creme batido                                

2- Xícaras de castanhas, amêndoas ou nozes

 

Preparação:

Coloque uma camada de pedaços de bolo numa fôrma. Derrame parte do xerez ou do suco sobre o bolo. Acrescente metade dos morangos e das castanhas. Faça uma segunda camada com esses ingredientes.
Prepare a gelatina usando apenas dois copos de água e derrame sobre as camadas. Após endurecer um pouco, cubra com o creme batido. Refrigere de um dia para o outro.

 

 TORTA DE VÊNUS

Ingredientes:

250 g de farinha de trigo

1 tablete ou 15 g de fermento biológico

1 ovo inteiro

1 pitada de sal

3 colheres de sopa de açúcar

2 colheres de sopa de manteiga ou margarina

1/2 xícara de água morna

 

Recheio:

2 maçãs picadas sem casca

1/2 xícara de chá de uva passa sem semente 

1 colher de chá de canela em pó

1/2 xícara de chá de açúcar

1/2 xícara de água

 

Modo de fazer o recheio:

Colocar na panela a água, o açúcar, as maçãs picadas, a canela e a uva passa. Ferver até as maçãs ficarem macias e o líquido cremoso. Deixe esfriar para rechear. Modo de fazer a massa: Numa tigela, misture fermento, açúcar e leite morno. Deixe descansar por 10 minutos e acrescente o ovo, a margarina e o sal. Amasse bem e vá jogando, aos poucos, a farinha de trigo até a massa desgrudar das mãos e da tigela. Se for preciso, coloque mais farinha. Deixe descansar 10 minutos e abra a massa na espessura de mais ou menos 1 cm. Espalhe o recheio sobre ela, enrole-a e asse em forno médio. Depois de assada, misture duas colheres de sopa rasas de açúcar e 1/2 colher de chá de canela em pó e passe por cima de torta.

 

 Torta de Maçã dos Duendes

Quando a melancolia estiver presente, faça esta deliciosa torta. Ela espalha a alegria e filtra a negatividade.

Consagre à Grande Àrvore da Vida.

Bom para o Yule também.

Melhor realização: dia de Júpiter, hora do Sol.

 

Ingredientes:

2 xícaras de farinha de trigo

1/2 xícara de aveia

1 xícara de açúcar mascavo

3 colheres (sopa) de glicose de milho

1 xícara de açúcar branco

1/2 xícara de suco de laranja

1/2 xícara de água

1/2 colher (chá) de canela

1/2 colher (chá) de noz-moscada

3/4 de xícara de manteiga

1/4 de colher (chá) de baunilha

1 maçã descascada e cortada em fatias bem finas raspas de casca de laranja

Procedimento Modo de fazer:

Misture a farinha de trigo, a aveia, o açúcar mascavo e a manteiga. Faça uma massa lisa e homogénea, separando e reservando um pouquinho da massa. Num outro recipiente, misture o açúcar branco, o sal, a glicose de milho e o suco de laranja já misturado com a água. Leve ao fogo e acrescente a baunilha, a noz-moscada, a canela, a maçã e misture bem. Deixe cozinhar e retire do fogo. Unte uma forma com manteiga e farinha de trigo e forre-a com a massa. Coloque por cima a massa feita com as maçãs e tampe com a massa reservada, cobrindo tudo muito bem. Asse em forno quente por cerca de 45 minutos. Bom apetite!!!

 

 Tronco de Yule

Para a massa: 
04 ovos 
04 colheres de sopa de açúcar 
04 colheres de sopa de trigo 
02 colheres de chocolate em pó

Bata as claras em neve, junte as gemas, o açúcar aos poucos e continue a bater até ficar bem firme. Sem parar de bater acrescente o Chocolate em pó e por último acrescente o trigo.

Despeje o conteúdo em uma assadeira retangular, forrada com papel-manteiga untado com margarina por aproximadamente 15 minutos. Depois de assado desenforme sobre um guardanapo úmido, retire o papel, pincelando-o com água fria.

 

Para o recheio. 
01 lata de leite condensado cozida 
02 de colheres de sopa de coco 
Um pouco de leite

Despeje o doce de leite numa panela, acrescente o coco e aos poucos o leite que serve para deixar o recheio mais fácil de espalhar sobre a massa. Deixe em esfriar por alguns minutos para em seguida, com ajuda de uma espátula, espelhar o doce sobre a massa. Feito isso, com o auxílio do guardanapo enrole o rocambole e leve à geladeira.

 

Cobertura 
01 lata de creme de leite sem soro 
01 tablete de chocolate

Leve o Creme de Leite Nestlé ao banho-maria, até a água ferver. Desligue o fogo, junte o Chocolate picado e mexa até derretê-lo completamente e formar uma mistura homogênea. Aplique sobre a massa depois de frio.

 

Conhecendo os Elementais – 01 quinta-feira, jan 5 2012 


Conhecendo os Elementais – 01 
FADAS, ELFOS E DUENDES – ELEMENTAIS PROTETORES DAS RELVAS

 

Texto de Lilly Rose. Adaptado de Elsie Dubugras, “Elementais – Os Deuses da Natureza”, Planeta Extra, Editora Três. Imagem 1 Fonte:www.lecoffredecasea.com – Imagem 2 Fonte:www.lecoffredecasea.com, Pintura de Sylvia Polster – Imagem 3 Fonte:www.static.blogstorage.hi.pi – Imagem 4 Fonte:www.google.com, Duendes Irlandeses, Penny Parker e L.R.

FADAS, ELFOS E DUENDES – ELEMENTAIS PROTETORES DAS RELVAS

No Reino Invisível é notório que Elementais possuem diversas Missões, sempre em benefício da Preservação de nosso Planeta.

As Fadas, Elfos e Duendes, entre outras atribuições Divinas formam um laborioso Grupo Etéreo de proteção as Verdejantes Relvas.


AS FADAS DAS RELVAS

As Fadas sobrevoam as Relvas, lançando salutares e revigorantes energias sobre as Plantas. É comum em meio a esta tarefa dançarem em graciosos círculos, sempre comandadas por uma Entidade Superior de seu Reino como um Deva.

Estas Fadas de pequena estatura (entre 6 a 10 cm), pertencem a uma singular espécie. Sua aparência como das demais Fadas é Feminina, contudo apresentam um claro diferencial; suas Asas são de formato Oval.


OS ELFOS DAS RELVAS

Os Elfos que auxiliam Fadas e Duendes no Crescimento e Preservação das Relvas, geralmente possuem de 7 a 10 cm de altura. Seus pés e mãos são desproporcionais ao restante de seu corpo. As pernas são muito finas, as orelhas levantadas assemelham-se ao aspecto de uma Pêra, com a parte superior pontuda. O nariz é igualmente fino e longo.

No interior de suas bocas não encontram-se dentes ou línguas. A boca é grande porém delicada com textura similar a gelatina.

Neste trabalho de Proteção as Relvas, os Elfos apreciam mais a companhia das Fadas. Pois os Duendes costumam trabalhar, mesmo numa missão conjunta a outros Elementais, isolados próximos de suas Aldeias, abaixo da terra.

A satisfação de estarem junto as Fadas estimula por demais aos alegres Elfos. Eles começam a brilhar em uma tonalidade esverdeada muito parecida com a da própria Relva. 

O conjunto é belíssimo de ser admirado por olhos bem treinados. Elfos e Fadas sobrevoam com suavidade as Relvas nutrindo toda parte aérea das Plantas.

Elfos vivem sempre em grupos, portanto é facil visualizar nestas ocasiões suas Auras entrelaçarem-se as de seus Companheiros ou as das Fadas.
Ou seja, os pequeninos Elfos estão interligados à Vida Celular das Relvas e de outras Plantas. Desta maneira, colaboram para a formação física e saudável das mesmas junto as Fadas.


OS DUENDES DAS RELVAS

Os Duendes preferencialmente costumam vestir trajes medievais, não sendo relevante a época em que os enxerguemos. Lhes agrada por demais casacos marrons com vistosos botões, uma bela gola ornamental, botas resistentes ou sapatos longos.

Suas cabeças são cobertas por Barretes pontudos ou Chapéus com abas. Seu aspecto contudo pode variar ligeiramente conforme a Região que habitarem. Alguns são pequeninos e rechonchudos, outros já são bem mais altos (no máximo até uns 15 cm) e esguios.

Quando trabalham junto a Fadas e Elfos p/o Crescimento e Preservação das Relvas, unem suas energias a de seus companheiros Etéreos. Mas para isso isolam-se poucos pés abaixo da terra, nutrindo as Raízes Vegetais e Rochas. Nas Rochas normalmente estão sitiadas suas Aldeias. E nas Aldeias de Duendes as Figuras Femininas não costumam entrar.

Os Duendes são excelentes observadores do Ser Humano. E procuram imitá-lo em diversas atividades. Com o poder de transmutar suas “formas-pensamento” facilmente conseguem por exemplo, copiar algum traje Humano que lhes agrade.
 


Costuma-se classificar as forças da natureza em quatro grupos básicos de expressão: terra, água, ar e fogo. 
Atuando no nível primário dessas forças no mundo natural, encontramos os seres conhecidos como “elementais”. Os que trabalham com a força da terra são chamados de GNOMOS*. Os que operam com a força da água são denominados ONDINAS. Os SILFOS trabalham com o ar e as SALAMANDRAS são a expressão do fogo. Existem freqüentes equívocos e confusões entre “elementais” e os “espíritos da natureza” cujos representantes mais conhecidos são as FADAS, ELFOS E DUENDES. 
Os elementais são as células construtoras da criação e estão tão próximos da fonte essencial de energia e consciência, que não manifestam personalidades individualizadas, como os espíritos da natureza.

As fadas, elfos e duendes possuem inúmeras formas e tamanhos, e essa variação vai muito além da tentativa de muitos em querer catalogá-los. Podemos perceber essa diversidade, observando os contos da maioria das culturas do planeta. Muitas vezes a necessidade humana em querer catalogá-los, inibe a pureza de sentí-los.

Todos eles são seres quadrimensionais, ou seja, vivem na Quarta Dimensão. Nada lhes impede o movimento e deslocam-se através da matéria tão facilmente quanto nós através do ar.
Diferente dos GNOMOS* que existem apenas em algumas regiões do planeta, os duendes, fadas e elfos existem em todos os lugares, pois são a expressão dos reinos mineral, vegetal e animal.

Com certeza não faltarão aqueles que torcerão o nariz e dirão tratar-se de “mera ficção”. Que são delírios da imaginacão. Que não existem dados científicos a respeito. Que tal busca é insensata e até que é obra do demo.
O ser humano é propenso à presunção. Adoramos acreditar que somos a mais elevada, e mesmo a única, expressão inteligente de vida. Mas num universo tão vasto como o que habitamos, tal atitude denota, no mínimo, grande arrogância. 
Da mesma forma que existem inúmeras forças no universo que não sabemos explicar perfeitamente, há também diversos seres vivos e dimensões de vida que sequer conseguimos detectar a presença ou reconhecê-los. 
Cada um de nós tem em seu interior uma partícula de energia que podemos chamar de essência, ela é um sistema energético muitidimensional capaz de perceber e responder aos estímulos do universo em múltiplos níveis – desde o físico a diversos outros que o transcendem. Infelizmente, muitos se deixam aprisionar pela rotina de um padrão de vida seguro e automatizado, o que deixa pouquíssimo espaço disponível para experiências que transcendem o lugar-comum. 

Acreditamos estar muito distantes desses seres, mas estamos mais próximos do que imaginamos. Porisso selecionamos algumas perguntas, que tenho certeza que você responderá “sim” a pelo menos uma delas, o que demonstrará que provavelmente você já teve um pequeno contato “mágico” com eles: 
» Já viu um repentino clarão de luz ou movimento rápido e inexplicável no cantinho do olho? 
» Já notou um piscar de luz ao redor de sua casa ou de plantas e flores? 
» Em meio à natureza, já teve a sensação de que a mata o observava? 
» Alguma vez lhe aconteceu de caminhar pela rua e sentir uma fragrância de flores ou árvores? Muitas vezes, mesmo acompanhados, somos os únicos a sentir o aroma.
»Já teve um filho ou viu alguma criança brincando com companheiros imaginários ou falando sozinha, especialmente quando estão ao ar livre? 
(Frequentemente eles não são imaginários e sim membros do reino das fadas. Os pais, muitas vezes, ao invés de compreender, inibem esse contato dizendo que isso não passa de imaginação).
» Acredita que conversar com as plantas ajudá-as a crescer? 
» Ao caminhar pelo campo, já encontrou com uma mulher idosa que desapareceu num piscar de olhos? 
» Alguma vez lhe aconteceu de objetos desaparecerem em casa, aparecerem ou mudarem de lugar sem a sua participação? 
» Alguma vez, quando em contato com a natureza já viu uma folha de uma árvore ou planta balançando, mesmo sem vento? 

Não existe nenhum grande segredo para ter contato com esses seres. Alguns artifícios, locais ou condições facilitam esse contato, mas o principal mesmo é que nós só os veremos quando deixarmos de ignorar a nossa criança interior.

* A denominação GNOMOS, abrange diversos seres desse plano elemental da terra, mas não devemos confundir com os GNOMOS, tratado no último mistério da Chave Mágica, que são uma raça como os seres humanos.*

Fonte bibliográfica, que recomendamos de todo coração: O Encanto do Mundo das Fadas – Ted Andrews – Editora Record.


 

Elementos da Natureza (elfos, duendes, sacis, fadas, fantasmas, goblins, etc.)

Habitantes do mundo invisível aos olhos humanos que vivem num mundo e universo próprios, com suas leis, filosofia, objetivos, modo de vida totalmente particular. São como espíritos que possuem ligação direta com os elementos da natureza. Essas criaturas são por isso chamadas de espíritos da natureza uma vez que é nela que vivem estando em contato permanente com a fauna e flora, as quais têm a missão de defender. 

Paracelso, alquimista e filósofo suíço foi o primeiro a realizar uma descrição mais apurada desses espíritos. Dizia que eram seres de carne e osso, mas o chamava também de “composta”, afirmando que eles seriam uma espécie de misto entre espírito e matéria. Sua definição de seres elementais, se deriva do princípio de que os quatro elementos da natureza descritos na antiguidade, Terra, Água, Ar e Fogo, possuíam, em verdade, duas naturezas, a física, ou seja a natureza passível de avaliação pelos sentidos, e outra, a espiritual, relativa à essência dos elementos. Assim, por exemplo, afirmar que a salamandra se constitui como sendo o espírito do fogo, significa dizer também que ela é necessária e essencial para sua existência, pois o fogo do mundo físico é estimulado pela existência espiritual do fogo. Se Paracelso acreditava que os elementais movimentavam-se apenas dentro do elemento ao qual pertenciam, privando-se do contato com os habitantes dos demais elementos, tal posição não era aceita por alguns dos estudiosos da época, bem como de épocas seguintes. Para estes, os elementais são seres que, independentemente dos elementos aos quais estão ligados, vivem em total interação uns com os outros não significando contudo, que coexistam pacificamente em perfeita harmonia: entre eles pode ocorrer brigas e desavenças chegando até mesmo ao ponto de se desencadearem guerras. 

Além dos gnomos , fadas e fantasmas , que serão tratados separadamente, há muitos outros tipos de seres elementais: goblins, trolls, espíritos das águas, ninfas da floresta ninfas da montanha uldras elfos, duendes, dragões, salamandras, silfos, ninfas, etecétera. 

Os elfos são divindades aéreas da mitologia escandinava, outras criaturas do crepúsculo e da noite. Embora sejam seres capazes de voar, são seres originários da terra e das águas. São entidades maléficas, pequenos demônios que provocam pavores da morte, pois atraem os humanos a participarem de suas danças noturnas para, em seguida levá-los ao óbito. 

Os goblins são às vezes confundidos com os gnomos e muitas vezes, em inglês a palavra é traduzida como goblin, que designa também “duende” ou “diabrete”. Provavelmente, goblin ou gobelin deriva do vocábulo gob, nome que indica o nome próprio do rei dos gnomos. Os trolls são também denominados ogros. Vivem na Noruega, Suécia, Finlândia, Rússia e Sibéria. Seres primitivos e rudes, associadas ao mal e a atividades pérfidas: são os mais grosseiros do mundo invisível. São incrivelmente feios, absurdamente fortes, seu nariz é muito grande, cheiram mal e além disso ainda têm cauda. Dedicam horas em seu passatempo favorito que é o de ficar remexendo jóias e moedas roubadas, as quais costumam guardar dentro de uma caixa velha e suja. Os dragões são seres gigantescos, que têm forma semelhante a uma serpente, chegando a atingir o tamanho de uma baleia. Possui enormes patas dotadas de garras envenenadas, têm asas, um rabo em forma de arma, e são capazes de exalar fumaça e fogo pela boca e ventas. 

São considerados seres malvados e simbolicamente depositários do conhecimento do universo. A salamandra, associada com o fogo é descrita como um lagarto, embora Paracelso as descrevesse como bolas ou línguas de fogo. Os espíritos das águas podem ser as ondinas, que residem em cursos de água como cataratas, lagos e pântanos e as sereias, as nereidas ou oceânidas, que vivem no mar. Os silfos são seres que assumem a aparência humana e vivem no alto das montanhas. Associados ao elemento ar, relacionam-se com a inspiração dos poetas, artistas e todos que lidam com as criações de forma geral. Há ainda os uldras, criaturas subterrâneas que são encontradas apenas na Lapônia. Se assemelham aos gnomos, embora sejam um pouco maiores e um pouco pálidos. Vivem em grandes grupos familiares ou em tribos e exercem enorme autoridade sobre os animais de grande porte, tais como o urso, o lobo, o alce e a rena que os obedecem cegamente. São bastante cordiais e absolutamente cegos quando expostos à luz. Se maltratados pelos humanos, vingam-se provocando desordens e desastres. 

Simbolicamente representam o ser invisível dotados da capacidade de tornar visível os objetos invisíveis por intermédio da inspiração intuição, imaginação e sonho. Os Elementais são como a alma oculta das coisas, sejam elas orgânicas ou não, de forma que quando eles se retiram as mesmas coisas morrem ou ficam inertes. 




 

OS ELEMENTAIS 

 

O que são os elementais?

 

As civilizações da Grécia, de Roma, do Egito, da China e da Índia acreditavam implicitamente em sátiros, espíritos e duendes. Elas povoavam o mar com sereias, os rios e as fontes com ninfas, o ar com fadas, o fogo com lares e penates, a terra com faunos, dríades e hamadríades. Os gregos chamavam alguns desses elementais de daemon, especialmente os das ordens mais altas, e os cultuavam

 

Para o célebre alquimista medieval Paracelso, da mesma maneira que a natureza visível é habitada por um número infinito de seres, a contraparte invisível e espiritual da natureza é habitada por uma hoste de seres peculiares – aos quais ele deu o nome de elementais e que posteriormente foram chamados espíritos da natureza.

 

Elementais são misto de espírito e matéria.

 

Paracelso dividiu essa população dos elementos em quatro grupos distintos: gnomos, ondinas, silfos e salamandras.

 

Em seus tratados, Paracelso considera os Seres Elementais, como sendo compostos de uma única substância etérica e que estas, estariam numa faixa de vibração muito mais alta que as das substâncias terrestres, por esse motivo não são visíveis pelos seres humanos comuns.

 

Para a Escola Teosófica, entretanto, os elementais seguiriam uma escala de evolução até se tornarem anjos. “Começam no elemento mais próximo do homem até chegar em um nível mais próximo de Deus”, segundo Heloisa Galvez. Ela acrescenta que, o elemental sempre se parece e se identifica com aquilo que ele trabalha no meio físico. “O objetivo deles é passar a energia necessária para tudo que é do mundo físico poder evoluir, e é assim que eles também evoluem. Quando uma planta cresce, a gente não questiona que poderia existir um ser mágico ajudando-a a crescer”.

 

De acordo com o angelólogo Eduardo Farias, os elementais seriam uma forma inferior de anjos. “À sua maneira, eles são anjos também. São chamados anjos da terra, da água, do fogo e do ar, os quatro elementos sutis que constituem o universo”. Assim como os anjos das hierarquias mais altas, os elementais canalizam a energia do Criador.

 

 

 

Elemental significa “Espírito Divino”: “El” = Senhor e “mental” = vibração mental superior.

 

Elementais é o nome dado a todo e qualquer espírito existente na natureza. Existem 4 tipos: 

 

Elementais do Ar: Silfos ou Silfides, Fadas, Elfos, Hamadriades

 

Elementais do Fogo: Salamandras, dragões, flamines

 

Elementais da Água: Ondinas, Sereias e Ninfas

 

Elementais da Terra: Gnomos, Duendes, Trolls

 

Elementais são seres etéreos (energéticos e espirituais) ligados aos princípios básicos da existência: Terra, Ar, Fogo e Água. Esses seres são como qualquer outro, possuem corpo, personalidade, desejos e características que os diferenciam.


OS ELEMENTAIS 

 

Os elementais segundo Paracelso

 

Na literatura ocultista, encontramos na obra de Philippus Aureolus Paracelsus [Theophrastus Bombastus von Hohenheim] — Paracelso, várias referências aos seres elementais, por isso grande parte dessa introdução vai ser dedicada a seus ensinamentos.


Paracelso acreditava que cada um dos quatro elementos primários conhecidos dos antigos — terra, fogo, ar e água, era constituído de um dois princípios: um sutil, vaporoso [metafísico]; outro, de substância corporal grosseira [mundo físico], ou seja, cada elemento tem representatividade no plano físico e no plano astral, assim como “tudo o que está acima é igual ao que está abaixo.”

Assim como o plano físico é habitado por um infinito número de criaturas vivas, de acordo com Paracelso, também o astral, contraparte espiritual da natureza física é habitado por seres peculiares chamados ELEMENTAIS ou Espíritos da Natureza.

Paracelso divide estes seres em quatro grupos: gnomos, ondinas, silfos e salamandras.

Paracelso assegura que são entidades viventes.

Dos ensinamentos de Paracelso, surge o termo ELEMENTO, que é relacionado aos aspectos inferiores, físicos dos quatro princípios primários, enquanto que o termo ELEMENTAL é aplicado às essências invisíveis, à constituição espiritual [que, de fato, anima os quatro elementos]. Minerais, plantas, animais e homens vivem [e experimentam, normalmente, a realidade mais grosseira, meramente física, tangível dos quatro elementos] e das várias combinações destes elementos constroem seus organismos físicos.

Em suas formas, muitas lembram seres humanos. Seus mundos são distintos do mundo humano, ainda que coexistentes. O homem não percebe a dimensão existencial destes seres porque seus sentidos, sua percepção física é insuficiente ou não adequada à percepção da realidade metafísica — além ou, ainda, outra, que não é a realidade física.

 

Segundo Paracelso, “os Elementais não são espíritos porque eles têm carne, sangue e ossos; vivem e se reproduzem; eles falam, agem, dormem, acordam e, conseqüentemente não podem ser chamados, propriamente, espíritos. Estes seres ocupam um lugar entre Homens e Espíritos, são semelhantes a ambos; lembram homens e mulheres em sua organização e forma e lembram espíritos na rapidez de sua locomoção” [Philosophia Occulta, traduzido por Franz Hartman].

Comentando ainda sobre a constituição corpórea dos elementais, o ocultista chama essas criaturas de composita, referindo-se à composição, mistura de espírito e matéria. No caso dos Espíritos da Natureza, eles combinam espírito e matéria resultando em um Ser que não é nem espírito nem matéria. São compostos de uma substância que pode ser chamada matéria espiritual ou éter [o ether dos ocultistas e dos filósofos].

 

Paracelso explica, ainda, que enquanto o homem é constituído de diferentes corpos inter-agentes, cada um pertencente a um plano da Natureza, [espírito, alma, mente, corpo] — o Elemental possui apenas um princípio ou corpo, o corpo etérico, feito de éter, no qual ele vive. O éter ou ether, em ocultismo, é uma essência espiritual; nos quatro Elementos, o ether é a essência. Existem muitos ethers assim como há distintas famílias de Espíritos da Natureza dos Elementos.

Apesar dos elementais viverem em um ambiente extra-físico correspondente ao seu corpo etérico, é possível haver comunicação destes com o mundo físico desde que em condições apropriadas, pois igualmente como ocorre no plano físico, onde alguns podem “pressentir manifestações” dos outros planos, os elementais também podem sentir esses “efeitos” provenientes de outros planos.

Contudo, Paracelso explica que os Espíritos da Natureza [metafísicos] não podem ser destruídos por elementos grosseiros [físicos], como o fogo material, a terra, o ar, a água, isto porque sua existência se mantém e se caracteriza por um nível de vibração [velocidade de vibração] superior àquela vibração própria das substâncias terrenas [do mundo físico]. Sendo compostos por somente um elemento [o ether no qual funcionam], eles não têm [ou não são] espírito imortal. Ao morrer, seu Ser simplesmente desintegra-se e retorna ou é reabsorvido no todo do Elemento no qual o Ser havia, originariamente, tomado uma forma individualizada. Nenhuma consciência individual sobrevive porque não havia ali consciência nem veículo para abrigar uma.

Sendo feito de uma só substância, o ether, os Elementais não sofrem a fricção [não sofrem de conflito, atrito, dialética...] entre veículos; por isso, em termos práticos, os Elementais sofrem pouco desgaste do corpo ao longo do tempo; suas funções biológicas [de vida, vitais] têm poucas possibilidades de danos a sofrer; por isso, vivem muito, alcançam idades avançadas. Os que vivem menos são aqueles compostos de ether da terra; os mais longevos são os Elementais do Ar.

A média de vida destes Seres está situada entre 300 e 1000 [mil] anos. Apesar destas diferenças, Paracelso afirma que os Elementais vivem em condições ambientais semelhantes àquelas experimentadas no mundo físico e estão sujeitos a adoecer. [compartilham o ambiente com o homem ainda que existindo em outro plano existencial]. Em geral, são considerados incapazes de desenvolvimento espiritual mas, muitos deles, parecem ter demonstrado um elevado caráter moral.

Sobre os ethers nos quais vivem os Espíritos da Natureza, escreve Paracelso: “Eles habitam os quatros elementos:

1. Nymphæ [Ninfas], na água   

2. Silfos, no ar

3. Pygmies [Anões], da terra

4. Salamandras, no fogo.

São também chamados Ondinas, Silvestres, Gnomos e Vulcanos.

Cada espécie somente pode habitar [se mover] no Elemento ao qual pertence e nenhum pode subsistir fora do Elemento apropriado. O Elemento está, para o Elemental, como a atmosfera está para o Homem; como a água para os peixes e nenhum deles sobrevive em elemento pertencente a outra classe. Para o Ser Elemental o Elemento no qual ele vive é transparente, invisível e respirável, como a atmosfera para nós mesmos” [Philophia Occulta, traduzido por Franz Hartman].

É preciso atenção para não confundir os Espíritos da Natureza com as verdadeiras hordas [ondas] vivas evolvendo nos mundos invisíveis. Enquanto os Elementais são compostos somente de substância etherica [ou, de estrutura atômica], os anjos, arcanjos e outras entidades superiores e transcendentais possuem organismos compostos, constituídos de uma natureza espiritual e uma cadeia [estrutura] de veículos que expressam o Ser destas entidades, diferente daquele Ser dos Homens, porque não inclui o corpo físico e suas limitações. Além disso, também não podem ser confundidos com os seres do baixo astral ou umbral, que (in)conscientemente, podem modificar suas formas astrais para vampirizar energeticamente, utilizar-se de cascões astrais e outras práticas não muito louváveis.

Finalmente, A Filosofia [ou ciência] dos Espíritos da Natureza é considerada um conhecimento de origem Oriental, mais especificamente Bramânica [e, portanto, indiana ou hinduísta]. Paracelso assegura que seu próprio conhecimento sobre os Elementais veio do Oriente; ele os adquiriu durante suas viagens em busca de conhecimento. Egípcios e Gregos obtiveram suas informações da mesma fonte.

Elementais da Terra

 

OS GNOMOS

 

Elementais são seres etéreos que desenvolvem atividades energéticas nos elementos básicos presentes na natureza. Falaremos agora sobre as características mais importantes dos elementais da Terra e seus regentes.

 

 

 

Os elementais da Terra são os Gnomos, são responsáveis pela solidificação de todos os corpos, não só de animais como também de objetos. Tudo que é sólido possui uma correspondência energética com os Gnomos. Suas oferendas são normalmente a terra bruta (areia, argila, cascalho), pedras e plantas.

Apesar das plantas possuírem ligação com todos os elementais, elas são normalmente consagradas ao elemento terra, em razão de sua proximidade.

Os Gnomos agem nos terremotos e vulcões para equilibrar os distúrbios dos poderes da terra. Em nosso corpo são responsáveis pelos ossos e sais minerais e possuem ligação também com as cartilagens, músculos e pele, sendo que essa ligação ocorre em conjunto com os elementais da água.

Os Signos de Touro, Capricórnio e Virgem são aqueles que se encontram sob a interferência do poder da terra. Normalmente as pessoas nascidas sob essas casas zodiacais apresentam temperamentos fortes, não gostam de mudanças bruscas, são perfeccionistas em suas atividades, são muito realistas e possuem forte tendência a vícios, principalmente alimentícios.

Todas as características desses signos estão diretamente relacionadas às características dos elementais da terra, tais elementais são possuidores do dom de controle sobre a ganância e como conseqüência é comum perceber que seus regidos não possuem esse controle. E é através da busca desse controle que podemos interagir com eles.

Algumas outras características provocadas pelo desequilíbrio do poder da Terra são: a preguiça, susceptibilidade, a lentidão, a falta de consciência, a melancolia, a falta de regularidade. Ao vencer essas dificuldades, a interação com os elementais da Terra torna-se mais fácil, porém quanto mais se busca, mais é exigido.

Existem certas características que aproximam os elementais: atenção, a perseverança, a escrupulosidade, a sistematização, a sobriedade, a pontualidade, o senso de responsabilidade. Através dessas qualidades o adepto alcança uma maior interação com os Gnomos.

O ‘Rei’ dos Gnomos se chama GHOB, a visão pagã mostra que esse ser é o responsável pela manutenção dos poderes da terra, e por isso acredita-se que ele viva no interior de grandes vulcões. Alguns tendem a acreditar que ele seja “A Torre Norte” invocada nos rituais da Wicca, mas dificilmente tal entidade sairia de seu lar para rituais, pois sua função não é essa.

O símbolo mais comum é o triangulo duplo para baixo, que representa a Terra que preenche o universo. Sendo o triangulo maior o universo e o menor a Terra que cobre todo o “chão”. O segundo símbolo é comum nas escolas herméticas, corresponde ao Prithivi (princípio da terra) dos Tattwas da tradição indiana. Além desses existem outros símbolos menos conhecidos.

Nas invocações elementais é comum chamar os poderes da Terra com nomes do tipo: Touros da Alvorada, Carneiros do Alvorecer, Ursos Negros e afins. Dentro das invocações os dirigentes elementais também aparecem, seguidos dos mistérios dos Elohins/Manes que são os nomes das sendas e respectivas torres.

Alguns locais/objetos que representam a Terra e seus Elementais ao Ar livre são: Grandes árvores, grandes pedras, pilhas de pedras, afloramentos rochosos, formações calcárias, musgos, entradas de cavernas, estátuas, jardins, plantações ou campos, pastagens de animais, tocas de animais e similares.

Alguns locais/objetos que representam a Terra e seus elementais em residências: Plantas, portas para animais, portas de porão, despensa, decorações de cristais, coleções de vidro, coleções de cerâmica, estátuas, vasos de barro, pequenas pedras, pote com terra.

O princípio da Terra e seus elementais são invocados da direção norte devido à representação do norte estar intimamente ligada ao futuro e àquilo que podemos enxergar ao olhar para frente. Pela força da Terra representar tudo aquilo que é fixo, o norte fica sempre a nossa frente, pois é fixo, visível.

As cores da Terra são o marrom e o verde. Os animais são todos aqueles de grande força, como ursos, touros, carneiros, rinocerontes, búfalos e etc. Os Deuses que regem o elemento Terra são todos os Deuses da Agricultura, da proteção, da família e da inocência.

Alguns seres mitológicos que correspondem ao elemento da Terra são: Minotauro, Ninfas dos bosques, Dríades, Anões (do ponto de vista mitológico), Faunos, Amazonas e todos aqueles que possuem responsabilidades com a Terra e a vegetação. É importante lembrar que para os povos antigos a mitologia não era uma lenda ou um conto e sim a história real dos seres que viviam entre eles, incluindo os Deuses.

Dentro da Wicca o Pantáculo é o instrumento que representa a Terra no altar. A força gerada pela Terra é direcionada aos poderes físicos e de criação. A Psicometria é o dom mais comum daqueles que evoluem sua interação com os elementais da terra.

A estação que corresponde à atuação mais presente dos Gnomos é o Outono, e nos nossos sentidos eles regem o tato. Quando alcançamos a vibração da terra, ficamos em um estado de Paz e devoção.

Fonte: “Família Old Religion”

 

Elementais da Agua

 

ONDINAS

 

Assim como os Gnomos tem suas funções limitadas junto aos Elementos da Terra, os elementais da água – as Ondinas – atuam na Essência Invisível e espiritual, – O Éter Úmido – A beleza é uma característica comum aos elementais da Água. São sempre cheios de graça, simetria, onde quer que sejam encontradas, representadas na arte, em esculturas.

O Elemento Água, que sempre foi identificado como sendo um símbolo feminino, é muito natural que os elementais da água sejam simbolizados como fêmeas. As Ondinas, estão sub-divididas em vários grupos, algumas habitam as Cataratas, Mares, onde podem ser vistas entre os vapores, outras habitam os Pântanos, Brejos e Charcos, outras ainda habitam em Lagos de Montanhas.

De um modo geral, quase na totalidade, as Ondinas são muito parecidas com seres humanos, tanto na sua forma, como tamanho – as que habitam os Rios e Fontes, tem proporções menores – Normalmente vivem em Cavernas de Corais, nos Juncais, às margens dos Rios ou das Praias. As Ondinas, servem e amam sua Rainha, Necksa.

Elas são antes de tudo, seres emocionados, amigáveis com os humanos, à quem gostam de servirem. Muitas vezes, são representadas cavalgado em Golfinhos e em outros grandes Peixes, essas Sereias tem um amor muito grande pelas flores e plantas, às quais servem de maneira devotada e inteligente quanto aos Gnomos. Antigos poetas diziam que o canto das Ondinas “O Canto das Sereias” eram ouvidos no vento Oeste, e que suas vidas, eram consagradas à beleza da Terra Material.

Fontes: Origem Desconhecida

 

Elementais do Fogo

 

AS SALAMANDRAS

 

O Terceiro grupo de Elementais, são representados pelos Salamandras, que vivem no Éter atenuado e espiritual que é o Invisível Elemento Fogo. Sem elas, o fogo material não existiria, um fósforo não pode ser aceso, e nem a pólvora explodiria.

O ser humano é incapaz de se comunicar adequadamente com as Salamandras, pois ela reduz a cinzas, tudo que delas se aproxima. Antigos místicos, preparavam incensos especiais de ervas e perfumes, para que quando queimados, pudessem provocar um vapor especial, e assim formar nos seus rolos as figuras das Salamandras, sentindo assim a sua presença.

Muitas Salamandras são vistas em formas de bolas ou línguas de fogo, correndo através dos campos ou adentrando nas casas. No Brasil, chamam essas aparições, ou “fenômenos” de Fogo-Santileno”.

A maioria dos místicos afirmam que as Salamandras são seres gigantes, imponentes, flamejantes em roupas fluídas, como se fosse uma armadura de fogo. São as mais poderosas dos elementais e tem como seu regente Djin.

Antigos sábios sempre foram advertidos para manter distância delas, pois os benefícios que seus estudos trariam, não seria proporcional, ao preço que se pagaria por eles. Possuem especial influência sobre os indivíduos de temperamento ígneo e tempestuoso.

Tanto nos animais, quanto no homem, as Salamandras trabalham através do emocional, por meio de calor corpóreo, do fígado e da corrente sangüínea. Sem a sua assistência, não haveria calor.

Fontes: Origem Desconhecida

OS ELEMENTAIS 

 

Classificação dos Gnomos

 

Existem diferentes tipos de gnomos em função de seu tamanho e do lugar onde habitam. Assim encontramos:

 

1-GNOMO DAS ÁRVORES: Esse gnomo permanece sempre unido à árvore que guarda e morre quando a árvore se vai. As árvores adotadas pelos gnomos nunca são atingidas por relâmpagos, tempestades ou ficam doentes.

 

2-GNOMO DOMÉSTICO: Esse gnomo familiar é semelhante ao da fazenda, enquanto nesse caso se deixa ver pelas famílias que acompanha, permanecendo com eles sempre. Esse é o gnomo mais brincalhão de todos. Os gnomos domésticos são naturalmente bons, ele nunca será malevolente, com algumas excepções.

 

3-GNOMO DAS DUNAS: Vivem na areia, e é um pouco maior tamanho que os gnomos dos jardins. Ele também já contatou o homem. Esse gnomo usa roupas de cor caqui e suas vestimentas às vezes, parecem serem feitas de areia.

 

4-GNOMO DA SIBÉRIA: É o maior de todos e com ele se deve ter muito cuidado, pois são de zangarem-se com facilidade. Vivem nos moinhos e junto da corrente de água desses.

 

5-GNOMO DAS COVAS E DAS MINAS: Vive nas profundezas das cavernas e das minas, onde sabe retirar os metais nobres, tendo em sua segurança fabulosos tesouros. Também tem por missão advertir os mineiras da iminência de uma catástrofe.

 

6-GNOMO DA FLORESTA E DOS BOSQUES: Habita os bosques. Enquanto são mais numerosos, também resultam mais complicados de se ver ou se manter contato. Esse é o gnomo mais comum.

 

7-GNOMO DAS FAZENDAS: É um tipo de gnomo doméstico que habita as proximidades das fazendas ou o interior dos estábulos.

 

8-GNOMO DAS GRUTAS: Vive no interior das grutas dedicado ao estudo da natureza. É considerado o mais sábio de todos.

 

9-GNOMO DOS JARDINS: Vive no jardim entre as flores. É considerado o menos instruído e o mais melancólico.

 

10-GNOMO DAS ROCHAS: Permanece junto as rochas e grandes pedras.

 

11-GNOMO DA SELVA: Também é chamado de gnomo dos bosques.

 



 

Poderes mágicos das fadas

 

A energia das fadas gera estímulos além do normal. Ela é tão intensa que confunde os sentidos e altera nossos estados de consciência.

As fadas aprenderam à controlar parte das energias do Universo e por virtude de não estarem limitados por barreiras físicas, são capazes de demonstrar muitos desses poderes.

A maioria das fadas e duendes não dispõem de meios significativos de ataque ou ofensa, portanto, para auto defesa, contam com outras habilidades, as quais incluem:

 

1.Glamour (disfarces mundanos-formas de animais)
2.Levitação
3.Invisibilidade
4.Mudança de forma
5.Capacidade de trazer boa sorte ou azar
6.Agilidade e perícia artesanal
7.Desenvolvidos dons musicais
8.Controle sobre o tempo e fenómenos atmosféricos
9.Conhecimento dos grandes segredos da cura, energias telúricas e tesouros ocultos
10.Capacidade de induzir sono e estados alterados de consciência   

(Fonte: “Enchantment of Faerie Realm, de Ted  Andrews,Llewellyn,1993.)

 

 

Indicativos da presença ou aproximação de fadas

1. Um súbito e insistente tremular nas folhas;
2. Redemoinhos de poeira;
3. Hastes na relva curvando-se sem qualquer explicação aparente;
4. Arrepios inesperados quando se está à sós ou em meio à natureza;
5. A sensação de que um insecto caminha sobre nós, quando não há nenhum insecto por perto;
6. Ondulações na superfície das águas não criada por peixes, brisa ou outro tipo de material;
7. Acessos descontrolados de riso ou bobeira;
8. Lapsos na consciência temporal.

 

Horários ideais para aproximação de fadas 

(todos os horários de transição)

 

1.Alvorecer;
2. Crepúsculo;
3. Meio-Dia;
4. Meia-Noite;
5. Equinócios e Solstícios (em especial os de Outono e de Primavera).


As Fadas que Protegem o Lar

 

Ban-teeestas palavras têm o significado literal de dona de casa.

As fadas Ban-tee podem ser encontradas a vigiar as crianças e os pequenos animais de estimação.

Dizia-se na antiguidade que executavam todas as tarefas das mães quando estas estavam demasiado cansadas ou enquanto dormiam.

Nessa altura eram elas que protegiam as crianças, evitando que corressem qualquer tipo de risco.

A fada Ban-tee adora morangos frescos, cremes doces e tudo o que pede em troca destas guloseimas é que a deixem vigiar o lar.

 

Brownie: de origem escocesa, tem um aspecto físico pouco feminino, a pele escura e aparece sempre vestida de verde, azul ou castanho, com uma pequena capa sobre os ombros.

Procura um ser humano que aceite os seus préstimos e dedica-se a ele para toda a vida. Mas para que isso aconteça a pessoa tem de ser humilde, simpática e meiga.

É esta fada que pode afastar de casa todos os maus espíritos. Procura sempre uma casa quente, mas não admite a existência de gatos. Adora receber como presentes leite, mel e pequenos objectos feitos em madeira.
Gan-cahn-ock: de origem irlandesa tem os olhos rasgados e as orelhas bicudas.

Distingue-se por ser muito pequena e por ter um sorriso maquiavélico.

Tem umas asas minúsculas que podem aparecer e desaparecer e adora pregar partidas aos seres humanos, principalmente aos jovens.

Gosta de estar em locais quentes, de receber leite com açúcar e quando se dedica a um lar específico, protege-o de roubos e incêndios.
Tomtra: do sexo masculino, aparece sempre com uma capa verde e um fato castanho, cor de terra.

É de origem finlandesa e adopta uma casa onde permanece a tempo inteiro, mas para que isso aconteça tem de se sentir recompensada.

Caso não existam contrapartidas, pode tornar-se vingativa, acabando com toda a boa sorte do lar.

Deve receber doces, geleia e mel puro em pequenas tigelas de vidro.

 

As Fadas que Protegem Pessoas

 

Din-geth-ai-noon: irlandesa, está ao serviço da deusa Aine, que protege especialmente a mulher.

Pode assumir as mais variadas formas.

Dorme na floresta mais próxima da casa da mulher que protege.

Para a convidar para a sua casa terá de escrever o nome Aine à entrada da porta e pronunciar em voz baixa todas as manhãs (quando sai de casa) a palavra Dinnshenc.
Guwer-geth-ain-noon: vinda do País de Gales, belíssima, de cabelos compridos e loiros.

Adora crianças e protege as mães.

Tem quase o tamanho feminino e habita perto dos grandes lagos.

É bastante temperamental e facilmente se ofende. Só sabe contar até ao número cinco (o número mágico das fadas). É especialista em música e adora dançar, aproximando-se dos lares onde houve tocar piano ou harpa.
Twlwyth-tegs: também do País de Gales, protege pessoas de qualquer idade, sexo, raça ou cor.

Vive em grupos e desloca-se para verificar onde a sua presença está á fazer mais falta.

Vive em ilhas com nevoeiro onde as tempestades sejam uma constante, pois é na água e na humidade que reencontra as suas energias.

Adora jardins e de cuidar das flores, sente-se bem recebida quando lhe oferecem água fresca numa taça branca em sinal de amizade.
Mother Hole: de origem alemã, tem o aspecto de uma mulher idosa e respeitável, reconhece-se facilmente pelos longos cabelos negros e pelo vestido comprido verde-escuro.

A sua função é avisar do bem e do mal que se aproxima.

Trabalha de modo honesto, mas a recompensa que pede é bastante cara: OURO!

Muitas vezes convida as pessoas a visitar a sua residência, no meio das searas, e ajuda-as no seu crescimento espiritual.


Urisks
embora sendo bastante feia, esta fada de origem escocesa é bastante amigável e procura a companhia do ser humano que deseja proteger ao longo da vida.

É muito inteligente e psiquicamente desenvolvida, e encontra-se no meio dos bosques, onde tem a fama de assustar crianças, devido ao seu aspecto despenteado e à sua corcunda pouco estética.

Para obter a sua amizade, é apenas necessário oferecer-lhe a sua amizade, visitando-a no bosque, chamando-a e dizendo que precisa do seu apoio.

Urisks não pede presentes materiais para socorrer seja quem for.

Arcanjos e Elementais

 

Da TERRA:

 

As árvores e grandes arbustos possuem espíritos femininos (as dríades) e masculinos (os faunos). E esses espíritos possuem uma consciência atemporal, não importando o passado. O presente e o futuro. Eles sempre que nós nos damos uma chance reciclam nossas energias, descansando sob suas sombras ou simplesmente abraçando o seu tronco.

Uriel é um anjo, príncipe da hierarquia das dominações, e é responsável pelos elementais da Terra, estes por sua vez são liderados por Chobb, um ser idoso que sempre aparece ao seu lado (de Uriel). Os elementais da Terra mais conhecidos são os Gnomos e os Duendes.

Eles são os seres da natureza que vivem nas florestas, têm vida longa, protegem os animais e as crianças, por serem espíritos só aparecem para aqueles que acreditam na sua existência. Atraem bons fluídos para o ambiente em que se encontram.

Para ganhar a simpatia dos elementais da Terra temos que ficar mais em contato com o seu elemento. Sentarmos e deitarmos no chão, abraçarmos árvores, plantar e conversar com plantas meter a mão na terra enquanto plantamos.

Os elementais da Terra, do Ar, do Fogo e da Água obedecem a uma Lei Universal, a Lei da Atração. Segundo essa lei, tudo o que acontece é atraído por algum motivo.

O Quadrante NORTE é o ponto cardeal do Elemento TERRA.

 

Do AR:

 

Rafael ou Raphael (Rophe-El) é o príncipe anjo da hierarquia das Virtudes, essa classe controla as forças da natureza e os elementais do Ar. Estes por sua vez são liderados por Paralda, que é o seu rei. Os elemetais do Ar mais conhecidos são As Fadas e Os Silfos e são os responsáveis pela “inspiração”. Para obtermos a simpatia desses elementais têm-se que mostrar atitudes como cuidar da natureza. Mantendo sua mente aberta e limpa a sua aura mostrará quem realmente você é.

O Quadrante LESTE é o ponto cardeal do Elemento AR.

 

Do FOGO:

 

Mikael é um anjo, príncipe da hierarquia dos Arcanjos, responsável pelos elementais do Fogo, estes por sua vez são liderados pelo seu rei Djiin. O Djinn é um ser corporal (Adjâm), formado de um vapor ou de uma chama, com inteligência. Para conseguirmos a simpatia dos elrmrntais do Fogo, basta acendermos velas e termos o coração de uma criança (puro). O Fogo domina o “ïnstinto”, as Salamandras são os elementais piores de se manipular e os mais perigosos.

O Quadrante SUL é o ponto cardeal do Elemento Fogo.

 

Da ÁGUA:

 

Gabriel é um príncipe da hierarquia dos Anjos, e Niksa é o rei dos elementais da Água, que lidera junto a Gabriel. O Deus Netuno era um deva que se deixava ver por algumas pessoas. O equilíbrio com esses elrmentais, trazem a serenidade e o autocontrole. Quando entramos em contato com as Ondinas e os Tritões, precisamos ter muito cuidado, pois são bonitos e encantadores e podem nos levar para o seu reino hipnotizados. Para nos conectarmos com os elementais da Água precisamos entrar em contato com: rios, praias, cachoeiras, etc.

O Quadrante OESTE é o ponto cardeal do Elemento ÁGUA.

Hierarquia dos Espíritos da Natureza

 

Segundo a teosofia, os espíritos da natureza podem ser categorizados hierarquicamente, na forma como se segue (Gelder, 1986):

 

- Anjos ou Devas: seres luminosos de grande inteligência que agem como orientadores da Natureza e supervisores dos espíritos de menor importância.

 

- Elementais, Espíritos da Natureza ou Fadas: espíritos dos quatro elementos (ar, água, terra e fogo).

                Elementais do ar: divididos em sílfides ou fadas das nuvens e fadas das tempestades. As primeiras vivem nas nuvens, são dotadas de elevada inteligência e sua principal atividade é transferir luz para as plantas; interessam-se muito também por animais e por pessoas, para as quais podem agir como protetoras e guias. As fadas das tempestades possuem grande energia e circulam sobre as florestas e ao redor dos picos das montanhas; costumam ser vistas em grupos pelas alturas e só descem à superfície quando o vento está forte.

 

                Elementais da terra: seus principais representantes são os gnomos, criaturas de cerca de um metro de altura que vivem no interior da terra (embora existam gnomos da floresta, que cuidam basicamente das raízes das plantas). Os kobolds, menores que os gnomos, são mais amigáveis e prestativos para os humanos que seus parentes, embora sejam igualmente cautelosos. Os gigantes são entidades enormes que costumam estar ligados à montanhas, embora também possam viver em florestas antigas. Finalmente, os Devas da Montanha, são os elementais da terra mais evoluídos, entidades que permeiam e trabalham com uma montanha ou uma cadeia inteira de montanhas, com sua consciência tão profundamente imersa na Terra que mal tomam conhecimento da existência de criaturas de vida breve, como os homens.

 

                Elementais do fogo: as salamandras ou espíritos do fogo, habitam o subsolo vulcânico, os relâmpagos e as fogueiras. São mais poderosas que as fadas dos jardins, mas estão mais distantes da humanidade também. São espíritos de transformação, responsáveis pela conversão de matéria em decomposição em solo fértil. Podem agir também como espíritos de inspiração, mediadores entre o mundo angélico e os níveis físicos de criação (ou seja, agem como musas).

 

                Elementais das águas: representados pelas ninfasondinasespíritos das águas e náiades, são responsáveis por retirar energia do sol para transmití-la à água. As ninfas estão ligadas às águas, mas também à montanhas e florestas. Regulam o fluxo da água na crosta terrestre e dão personalidade e individualidade a locais aquáticos, tais como poços, lagos e fontes. Podem assumir a forma de peixes, os quais protegem. Asondinas parecem estar restritas a determinadas localidades, sendo responsáveis pelas quedas d’água e a vegetação circundante. Os espíritos das águas vivem em rios, fontes, lagos e pântanos. Assemelham-se a belas donzelas, muitas vezes com caudas de peixe; gostam de música e dança, e têm o dom da profecia. Embora possam ajudar eventualmente os seres humanos, estes têm de se acautelar com tais espíritos, que podem ser traiçoeiros e afogar pessoas. Da mesma forma que os espíritos das águas, asnáiades presidem os rios, correntezas, ribeiros, fontes, lagos, lagoas, poços e pântanos.

 

As fadas escuras

 

As fadas são chamadas de “Escuras” por viverem no subterrâneo, mais freqüentemente debaixo colinas e não por serem más. Elas também podem habitar lugares escuros das nossas casas como vãos de escadas e porões.

No lugar de temer estas fadas, devemos ser espertos e procurar sermos seus amigos. As que vivem dentro de nossas casas irão nos proteger e abençoar. As que moram fora, no pátio por exemplo (e elas estão em toda a parte!), cuidarão de nossa propriedade e ajudarão fazendo com que nossas plantas e árvores cresçam fortes, permitindo ainda, que encontremos alguma pedra ou tesouro que nos auxilie nos trabalhos de magia.

O Povo Pequeno serve de barômetro para aferir o estado de vibrações de sua casa. Se estiver atraindo ou enviando energias negativas, eles ficam quietos e se afastam. Eles também, atraem a sua atenção para o problema se você não o notar imediatamente.

 

 

As damas Brancas

 

Na Alemanha, um dos feitos mais conhecidos é a aparição da Dama Branca, onde recebe o nome de “Weisse Fragën”, e que se deixa ver quando a morte chega às portas de algum príncipe. Essas Damas Brancas vivem em zonas próximas dos castelos antigos. São altas e esbeltas e possuem um aspecto agradável. Possuem uma grande luminosidade em torno delas e por isso se diz que possuem um corpo imaterial. Aparecem sempre vestidas de branco e com um véu comprido que cobrem a cabeça, também da cor branca. Enquanto alguns as consideram fantasmas de fadas, está aceito o seu carácter benévolo e sua identificação com as fadas boas.

Este espectro tem aparecido desde os primeiros tempos da história dos nobres de Neuhaus e Rosenberg e se mostra até hoje.

Como “Damas Brancas”, são conhecidas também, as fadas da Espanha que habitam as zonas próximas aos mananciais, as fontes, aos rios e os lagos.


Ordem dos reinos

 

ORDEM DO REINO DO FOGO

 

Guardiões: Hélios e Vesta

Superiores: Salamandra; amo:Djinn

Primeiro nível de desenvolvimento: Forma do fogo, elementais do fogo no animal e no homem, pontinhos de fogo, conjunto de demônios, alba negra, druidas.

Segundo nível de desenvolvimento: Salamandra, dragões, flamines (pequenos seres de fogo).

Terceiro nível de desenvolvimento: Musas, seres solares.

Nível cósmico: Anjos à serviço de Cristo (por exemplo os arcanjos Uriel e Miguel), anjos da esfera solar e de Marte (por exemplo Samuel e Anael).

Deuses e Deusas: Kali (Deusa indiana da destruição), De Derga (deus vermelho celta), Agni (Deusa hindu do fogo e guardiã dos seres humanos), Rá (deus do sol egípcio), Brigid (Deusa celta portadora da luz), Surya (deus do sol hindu), Tu Njami (Mãe siberiana do fogo), Apolo (deus do sol grego) e outros.

 

ORDEM DO REINO DA TERRA

 

Guardiães: Virgo e Pelleur. Virgo é o espírito da Terra e Pelleur seu anexo divino. Os dois contribuiram com a criação do planeta Terra e agora protegem sua força divina.

Superiores: Gnomos; soberano: Gob; rei: Urinaphton; símbolo: tartaruga/touro.

Primeiro nível de desenvolvimento: Formas do Elemento Terra, todos os anões, gnomos, duendes, pixies, pucks, Brownies, Trolls, gigantes, elfos da terra, elfos negros.

Segundo nível de desenvolvimento: Gnomo, o velho sábio, fauno e trolls velhos.

Terceiro nível de desenvolvimento: Pan, Mãe Terra como Tanna e Stanna, guardiães da terra e superiores.

Nível cósmico: Condutora dos cristais, fada da terra, Devas e anjos (por exemplo Buriel e os arcanjos Zadkiel e Jofiel), que apóiam e guiam ao Elemento Terra com todas as suas propriedades e níveis de desenvolvimento do cosmos.

Deuses e Deusas: Gaia (Deusa da terra greco-romana), Mawu (Deusa da criação africana), Geb (Deusa da terra egípcia), a Mulher Mutante (Deusa da Terra dos Apaches), Demeter (Deusa grega do crescimento), Hou Tu (Deusa da terra chinesa), Ceres (Deusa romana da fertilidade), Mulher Aranha (Mãe dos hopi) e outros

 

ORDEM DO REINO DO AR

 

Guardiões: Thor e Aries. Thor era o deus germânico do trovão, da tormenta e da fertilidade e Áries seu anexo divino. Protegem e guiam o Elemento Ar.

Superiores: Sílfides; soberano das sílfides: Paralda; símbolo: borboleta/águia.

Primero nível de desenvolvimento: Forma do Elemento Ar, Vila (espírito da tormenta eslavo).

Segundo nível de desenvolvimento: Fadas, sílfides, reis, rainhas dos elfos.

Terceiro nível de desenvolvimento: Superior de fadas, superior das sílfides, guardião dos poderosos quatro ventos, mãe do vento, noivas do vento.

Nível cósmico: Devas, todos os arcanjos e seres angelicais poderosos que se ocupam do Elemento Ar nos cosmos, o arcanjo Miguel é o protetor do Ar, das musas, das forças de inspiração, da arte e da beleza.

Deuses e Deusas: Feng-Po (deus do vento chinês) Feng Po-Po (Deusa chinesa do vento que cavalga sobre as nuvens no lombo de um tigre), Odin (deus germânico do céu e criador), Brahma (deus hindu da criação do céu e da terra), Lilith (rainha alada hebréia do ar) e outros.

Características dos Gnomos

 

Elementais da terra: duendes, gnomos e gnomidas.

Regente elemental: Gob, sendo os gnomos responsáveis pela construção de minérios e os duendes responsáveis pelo desenvolvimento das ervas e plantas no geral.

 

Os ELEMENTAIS da TERRA são os Gnomos, são responsáveis pela solidificação de todos os corpos, não só de animais como também de objetos. Tudo que é sólido possui uma correspondência energética com os Gnomos. Suas oferendas são normalmente a TERRA bruta (areia, argila, cascalho), PEDRAS e plantas.


Apesar das plantas possuírem ligação com todos os elementais, elas são normalmente consagradas ao elemento terra, em razão de sua proximidade.


Os Gnomos agem nos terremotos e vulcões para equilibrar os distúrbios dos poderes da terra. Em nosso corpo são responsáveis pelos ossos e sais minerais e possuem ligação também com as cartilagens, músculos e pele, sendo que essa ligação ocorre em conjunto com os ELEMENTAIS da água.


Os Signos de Touro, Capricórnio e Virgem são aqueles que se encontram sob a interferência do poder da terra. Normalmente as pessoas nascidas sob essas casas zodiacais apresentam temperamentos fortes, não gostam de mudanças bruscas, são perfeccionistas em suas atividades, são muito realistas e possuem forte tendência a vícios, principalmente alimentícios.


Todas as características desses signos estão diretamente relacionadas às características dos ELEMENTAIS da terra, tais ELEMENTAIS são possuidores do dom de controle sobre a ganância e como conseqüência é comum perceber que seus regidos não possuem esse controle. E é através da busca desse controle que podemos interagir com eles.


Algumas outras características provocadas pelo desequilíbrio do poder da TERRA são: a preguiça, susceptibilidade, a lentidão, a falta de consciência, a melancolia, a falta de regularidade. Ao vencer essas dificuldades, a interação com os ELEMENTAIS da TERRA torna-se mais fácil, porém quanto mais se busca, mais é exigido.


Existem certas características que aproximam os elementais: atenção, a perseverança, a escrupulosidade, a sistematização, a sobriedade, a pontualidade, o senso de responsabilidade. Através dessas qualidades o adepto alcança uma maior interação com os Gnomos.


O ‘Rei’ dos Gnomos se chama GHOB, a visão pagã mostra que esse ser é o responsável pela manutenção dos poderes da terra, e por isso acredita-se que ele viva no interior de grandes vulcões. Alguns tendem a acreditar que ele seja “A Torre Norte” invocada nos RITUAIS da Wicca, mas dificilmente tal entidade sairia de seu lar para rituais, pois sua função não é essa.


O símbolo mais comum é o triangulo duplo para baixo, que representa a TERRA que preenche o universo. Sendo o triangulo maior o universo e o menor a TERRA que cobre todo o “chão”. O segundo símbolo é comum nas escolas herméticas, corresponde ao Prithivi (princípio da terra) dos Tattwas da tradição indiana. Além desses existem outros símbolos menos conhecidos.


Nas invocações ELEMENTAIS é comum chamar os poderes da TERRA com nomes do tipo: Touros da Alvorada, Carneiros do Alvorecer, Ursos Negros e afins. Dentro das invocações os dirigentes ELEMENTAIS também aparecem, seguidos dos mistérios dos Elohins/Manes que são os nomes das sendas e respectivas torres.


Alguns locais/objetos que representam a TERRA e seus ELEMENTAIS ao AR livre são: Grandes árvores, grandes pedras, pilhas de pedras, afloramentos rochosos, formações calcárias, musgos, entradas de cavernas, estátuas, jardins, plantações ou campos, pastagens de animais, tocas de animais e similares.


Alguns locais/objetos que representam a TERRA e seus ELEMENTAIS em residências: Plantas, portas para animais, portas de porão, despensa, decorações de cristais, coleções de vidro, coleções de cerâmica, estátuas, vasos de barro, pequenas pedras, pote com terra.


O princípio da TERRA e seus ELEMENTAIS são invocados da direção norte devido à representação do norte estar intimamente ligada ao futuro e àquilo que podemos enxergar ao olhar para frente. Pela força da TERRA representar tudo aquilo que é fixo, o norte fica sempre a nossa frente, pois é fixo, visível.


As cores da TERRA são o marrom e o verde. Os animais são todos aqueles de grande força, como ursos, touros, carneiros, rinocerontes, búfalos e etc. Os DEUSES que regem o elemento TERRA são todos os DEUSES da Agricultura, da proteção, da família e da inocência.


Alguns seres mitológicos que correspondem ao elemento da TERRA são: Minotauro, Ninfas dos bosques, Dríades, Anões (do ponto de vista mitológico), Faunos, Amazonas e todos aqueles que possuem responsabilidades com a TERRA e a vegetação. É importante lembrar que para os povos antigos a mitologia não era uma lenda ou um conto e sim a história real dos seres que viviam entre eles, incluindo os Deuses.


Dentro da WICCA o Pantáculo é o instrumento que representa a TERRA no altar. A força gerada pela TERRA é direcionada aos poderes físicos e de criação. A Psicometria é o dom mais comum daqueles que evoluem sua interação com os ELEMENTAIS da terra.


A estação que corresponde à atuação mais presente dos Gnomos é o Outono, e nos nossos sentidos eles regem o tato. Quando alcançamos a vibração da terra, ficamos em um estado de Paz e devoção.

Espíritos da Terra

 

Terra: É o mas denso de todos os elementos. Representa o inverno e a noite.

 

Duendes: Segundo a mitologia, os duendes são grandes seres mágicos. Dividiram-se em duas colônias de férias, os Ljsalfar, ou duendes de luz e Dopkalfar ou duendes da oscuridade, os quais viviam nos bosques escuros e sob as ondas do mar.

 

Gnomos: Não habitam na superfície da terra, senão no subsolo.

 

Trolls: Temem a luz do dia.

 

Características dos espíritos da terra.

Cor: Verde 
Energia: Receptiva.
Metais: Ferro.
Estação: Inverno
Direção: Norte

 

Espíritos da Agua

 

Água: É o elemento da cura, do psíquico e do amor. A água é amor, purifica e limpa. Representa o outono e o crepúsculo. Debaixo dos lagos e mares há imensas cidades e reinos de ninfas e duendes da água. Governada pelas Ondinas, criaturas mitológicas da água

 

Ondinas: Costumam entar nas profundidades nas quais lhes encanta estar.

 

Características dos espíritos do Água

Cor: azul. 
Energia: Receptiva. 
Metais: Mercurio, Prata e Cobre. 
Estação: Outono. 
Direção: Oeste. 
Tempo: Crepúsculo

 

 

Espíritos do Ar

 

Ar: É o elemento da inteligência da mente. Representa a primavera e o Alvorecer. Está habitado por Sílfos, que a vezes aparecem como borboletas.

 

Sílfos: São as que controlam os ventos. Quanto a tamanho são as mas grandes

 

Características dos espíritos do Ar

Cor: Amarelo.
Tipo de energia: Protetora. 
Metais: Estanh, Cobre. 
Estação: Primavera. 
Direção: LEste. 
Tempo: Alvorecer.

Espíritos do Fogo

 

Fogo: É o elemento tanto da Criação como da Destruição. Bem como o fogo destrói árvores, nova vida pode crescer em seu lugar.Representa o verão e ao pleno meio dia. É o reino da Salamandra legendária ou lagarto de fogo.

 

A salamandra nos diz que todas as coisas são possível com um pouco de imaginação e coragem.

Salamandras: Controlam o fogo. Após terminar seu período terrestre, se tranforman em:

Farrallis: São os que trabalham como maestros.

Aspiretes: São os que executam.

Ra-Arus: É a máxima categoria.

Hiarrus: elaboram os planos a executar

 

Características dos espíritos do Fogo

Cor: Vermelho.
Tipo de energia: Protetora. 
Metais: Ouro 
Estação: Verão. 
Direção: Sul 
Tempo: Meio dia

 


Fairy Wicca

 

Existe uma Tradição na Wicca que é especialmente dedicada a buscar a conexão com os Deuses através do Povo das Fadas: é a Fairy Wicca, a Tradição dos Fays ou Fairies (Povo das Fadas).

  A crença nos Fays (Fadas) é um aspecto importante do folclore gaélico até hoje.
  Atualmente, há várias versões que tentam explicar sua origem: as versões cristianizadas e, portanto, mais recentes, falam que eles são “anjos caídos”, que foram negados a um lugar no céu por algum delito pouco sério, ou os Deuses antigos, que diminuíram de estatura como resultado da introdução do cristianismo entre seus povos.
  Muitas pessoas entendem que os Fays são uma raça não-humana que também vive nesse planeta.

  Mas a tradição mais divulgada falam que os Fays são os remanescentes dos primitivos povos britânicos,   mais conhecidos como “Velho Povo” (Fays).

  Ao que parece, o Velho Povo habitava as Ilhas Britânicas na Idade do Bronze.
  Quando começou a invasão das suas terras, esse povo fugiu para as montanhas e colinas (chamadas, em gaélico, de Sidhe ou Sidh – que significa “Terras Altas”) para se protegerem das guerras, uma vez que eram povos pacíficos. Essas novas terras, ocupadas pelos Fays, passou a ser chamada de Fairland (Terra das Fadas).


  A mitologia britânica, conserva o nome de alguns desses povos:
  Os Daione Sidhe (pronúnica: di-na chi) – fadas das montanhas/subterrâneas;
  Os Bwragedd Annwn (pronúncia: burageth anun) – fadas dos lagos;
  Os Flidais – fadas das florestas e bosques;
  Os Tylmyth Teg (pronúncia: tarluith-taig) – do país de Gales; e
  Os Unseelie – da Escócia.
  Menos conhecidos, também falam dos “Bons Vizinhos”, os Seeli e o Povo Wee.
  Nas montanhas, os Daione Sidhe construíram casas subterrâneas (chamadas “brugh”),   cuja entrada era marcada por outeiros ou pequenos montes (chamados “knowe”).
  Os Bwragedd Annwn, por sua fez, tinha a entrada de suas cidades subterrâneas no fundo de lagos, riachos e córregos.
  A atividade mais comum dos Fays é a criação de um gado malhado – chamado Gwartheg Y Llyn (pronúncia: guarr-they er thlin) -, que pastoreiam com a ajuda de grandes cães brancos com orelhas vermelhas – os Cwn Annwn (pronúncia: kun anun) ou “Cães dos Montes”.
  A Tradição Fairy Wicca quer resgatar a religiosidade desses antigos povos britânicos, trabalhando com energias e espíritos da natureza, de acordo com rituais muito antigos, que dizem ser herança do próprio “Velho Povo”. 
  A visão de “Fadas” que os bruxos da Fairy Wicca têm, é muito diferente da que estamos acostumados.
  Não tem nada a ver com a “Sininho”, do Peter Pan, ou a Fada Azul, do Pinóquio.
  Eles entendem os Fays como elementais dos quatro Elementos, ou seja, para eles, os Silfos, as Salamandras,  os Duendes, os Gnomos, as Ondinas, as Sereias, etc., são todos membros do mesmo Velho Povo. Justificam essa visão, lembrando que tudo que faz parte da Natureza, tem um ou mais Fays responsável. Cada folha de grama, cada pedaço de pedra, cada árvore, cada planta, cada porção de ar ou de água tem no mínimo um Fays ali.
  Portanto, estamos cercados de fadas por onde quer que andemos: a fibra vegetal de nossas roupas, a madeira da mesa e da cadeira, a água que bebemos e o ar que respiramos… Em cada porção da Natureza, há um Fay responsável.

 

CALENDÁRIO DAS FADAS



          
Respeitar e trabalhar com os elementais da terra é uma forma criativa e produtiva de equilibrar um mundo que está precariamente desequilibrado. Eles formam uma unidade com toda a vida vegetal, já que em cada uma das plantas existe um elemental em seu interior. Ao comunicar-te com tuas plantas, estará te comunicando com eles.

Se tratares as fadas e os duendes com respeito, eles poderão te conceder grandes dons e te proteger.

Tanto se vives no campo, como se vives na cidade, as fadas e os gnomos te saudarão e te ajudarão, pois estão sempre perto de ti a escutar-te e a observar-te sem serem vistos. 
(…)

A aliança com esses seres só trará benefícios, pois te colocarão melhor alinhado com as forças naturais que fazem parte da vida humana desde o princípio dos tempos.

Conheça um pouco mais sobre os espíritos da natureza que caminharão ao teu lado neste ano e nos outros…

 

JANEIRO: FADA VERDE


    A Fada Verde possui a força vital, vegetativa e feminina, que faz com que a raiz da planta rompa uma pedra, que os juncos dobrem com o vento e que a árvore suporte a tormenta.

Ela gosta de dançar à luz da Lua e te ensina a sacudir a poeira, dar a volta por cima e seguir em frente ao encontro de teu verdadeiro crescimento. Ela fala que onde o solo é fértil, algo pode crescer. E, pede que tu estejas sempre em contato com a terra, que a mantenha fértil, bem regada e que preste atenção ao que ali cresce. Depende de ti erradicar o que não quer e alimentar o que quer. Porém, ela te diz que deves correr riscos, que deves plantar sementes novas e desconhecidas para ver em que se convertem. Observe-as de perto, pois algumas dessas sementes podem se transformar em pequenos milagres que modificarão a tua vida.

A Fada Verde te fala que este é o momento de potencializar o crescimento dos teus talentos e habilidades, um tempo de florescimento que produzirá muitos frutos. Ela também te faz recordar que a recompensa que te espera mais adiante, será a colheita das sementes que plantou e cuidou.

Tanto no mundo das fadas como no mundo dos humanos temos que crescer ou morrer. Jamais podemos ficar imóveis.

 

RITUAL: Cultive qualquer tipo de planta em sua casa e observe atentamente seu crescimento. Seus pedidos em nome da fada verde devem ser enterrados na terra (do vaso) na época da floração da plantinha.

 

  

FEVEREIRO: ÍRIS


   Os céus azuis e a chuva são os reinos de Íris, a Fada do Arco-Íris.

Ela habita no ponto de encontro do ar (o elemento mente) e a água (o elemento emoção). Ela se senta com suas asas multicoloridas estendidas, flutuando no ar, parcialmente envolta em seu vestido de céu profundo e coroada de lírios.

Todo o mundo, mas principalmente Íris, está plenamente absorvida na tarefa de recuperar o céu azul e afastar a escuridão da tormenta. Ela é a luz da esperança, a promessa da cura e a alegria que estão por vir e essas são as coisas mais poderosas que existem.

Íris te diz que a luz está se abrindo através da escuridão total, e que a esperança é um fator muito poderoso que acelera esse processo.

Atravessar um temporal poderá te fazer crescer, pois seus ventos podem levar para longe a madeira morta do passado e abrir espaço para brotos novos. Deves saber também, que nenhuma tormenta, nem escuridão, dura eternamente e que depois, será novamente beijado pela penetrante luz do sol e seguirá mais forte e transformado.

Nos tempos difíceis ela te fala para que nunca esqueças tuas aspirações, que leve em conta em que queres te converter e que mantenha essa imagem em tua mente, rodeada de sua luz prismática. Todos os períodos de penalidades, sempre apresentam o mesmo desafio: crescer ou esmorecer. A escolha depende de ti, porém Íris está disposta a te ajudar se aceitares suas oferendas em teu coração.


RITUAL: Desenhe em um papel virgem um arco-íris e o pinte com as 7 cores. Logo abaixo escreva um desejo a lápis e deixe-o em baixo da primeira árvore que passar em seu caminho. Seu desejo será levado até a fada Íris. 

 

MARÇO: CRONY


Crony é um duende que vive nas casas dos seres humanos que escolhe com muito cuidado. Parece ter uma especial predileção pelas casas dos escritores e autores de contos fantásticos e de aventuras. Seu trabalho consiste em despertar nos homens um maior interesse pela linguagem. Permanece invisível e sentado entre montes de livros do escritório.

Ele te diz que as palavras brotam com muita facilidade dos lábios dos homens, mas estes estão deixando de prestar à linguagem a devida atenção. Cada palavra é como uma flecha lançada com o arco do pensamento. Que teu pensamento seja claro e consciente na escolha das palavras que vais usar, porque essas são uma manifestação da energia do pensamento. E, essa energia é muito mais poderosa quando mais forte seja tua intenção. Mas, cuidado com elas, não deixe que sejam como cavalos selvagens que correm livremente em todas as direções e que, em seu impulso, possam levar adiante tudo o que vê pela frente. As palavras podem trazer ânimo e alegria, podem proporcionar amor e esperança, porém pode produzir medo e sofrimento.


RITUAL: Sempre que necessitar auxílio desse duende, quer seja para se sair bem em uma prova, ter sucesso com uma apresentação pública, ou até mesmo para que tenhas uma reunião de negócio satisfatória, deixe em seu escritório ou próximo de seus livros uma oferenda com leite e mel. 

 

ABRIL: GRUAGACH


Gruagach é um duende escocês de longos cabelos que habita os castelos ou grandes mansões, porém, diferente dos Brownie, sente muito apego pela casa e não pela família. Pode ser de ambos os sexos. Na ilha de Uist, uma vez foi vista uma gruagach de longos cabelos ruivos, que usava um junco para tocar seu invisível rebanho.

Ele aparecerá para ajudá-lo em todas as questões que envolvem raízes, tradições, antepassados, bens ou negócios familiares, transmitidos através de gerações ou negócios que envolvam construções. Sempre que exista um desacordo sobre testamento e legados, ou também na troca de residência, poderás invocá-lo.

Gruagah assemelha-se a um duende doméstico e sempre aparece lutando com quatro animais totêmicos das estações: o cervo, o unicórnio, o dragão e o leão. Acredita-se que sejam os espíritos dos antigos druidas. Na ilha de Skye havia altares levantados em sua honra e onde se deixavam oferendas como umas peculiares “pedras de gruagach”, ou um montinho de pedras.


RITUAL:
 Tu podes levantar teu altar de gruagach em teu lugar sagrado (teu jardim), adicionando uma pedra cada vez fores até lá para meditar ou realizar um ato de magia. Leve também leite ou vinho em cada uma de tuas visitas com o objetivo de honrar ao espírito.

 

MAIO: BÉNFIND


Bénfind é uma fada madrinha irlandesa. Junto com outros espíritos aparece ao nascer uma criança para predizer seu futuro e outorgar-lhe dons prodigiosos. A crença nas fadas madrinhas tem sua origem na adoração das antigas Deusas do Destino, como as as Moiras ou Parcas, que teciam o fio da vida, o trançavam e só iam cortá-lo no momento da morte. As fadas madrinhas aparecem em três momentos da vida de uma pessoa: no nascimento, ao casar-se e ao morrer, quando conduzem a alma até o Além.

Bénfind aparece para indicar que irás passar por algum rito de passagem, pois se manifesta nos nascimentos, nos casamentos e nas mortes. Também pode estar te advertindo sobre os dons que ela te conferiu quando nasceu. Todos os presentes que ela te deu foram entregues com um propósito e a realização de ti mesmo será obra de teu esforço. Alegra-te por ser quem és e o que verdadeiramente representas, em vez de aceitar o que os outros querem que faças.


RITUAL: Se esperas um filho e desejas que obtenha as bênçãos das fadas madrinhas, deve preparar a casa para acolhê-las como merecem.

No dia do nascimento coloque sobre a mesa da cozinha mel, pão e três amêndoas brancas. Junto aos alimentos podes colocar moedas e presentes para o novo bebê. Como a maioria dos nascimentos ocorrem hoje em hospitais, esta pequena cerimônia pode ser realizada no primeiro dia da chegada da criança em casa.  

 

JUNHO: HABETROT

 
É uma fada das terras baixas da Escócia, com um proeminente lábio inferior sentada em uma rocha. Ela é padroeira das fiandeiras e acredita-se que um blusão tecido por ela constitui um remédio muito eficaz contra qualquer enfermidade.

Quando Habetrot aparece em tua vida é para te informar que ela vai intervir em teu destino. Habetrot então te prepara para essas mudanças. Esse ano realizarás progressos; grandes realizações e novas oportunidades irão aparecer em tua vida e podes inclusive, até trocar de profissão.


RITUAL:
 Habetrot é a fada que ordena o universo e o destino de cada pessoa. Para conectar-se com essa terna e amorosa fada é necessário:

Primeiro que você encontre um local sossegado em tua casa, onde não possa ser incomodado por pelo menos uma meia hora. Em seguida coloca-te em uma posição que te permita relaxar (sentado ou deitado).

Inspire e expire profundamente por três vezes, tentando esvaziar a mente de qualquer tipo de preocupação. Agora, com os olhos fechados, visualize uma subida por uma ladeira onde em ambos os lados há frondosas árvores. Muito ao longe verá luzes douradas e ao se aproximar mais verá um templo todo em mármore no alto da colina e que decides visitar.

Ao chegar, as portas estarão abertas, convidando-a à entrar. Dentro encontrará uma anciã ante a um tear. Com um sinal indicará para que a observes enquanto ela trabalha. Compreenderás que a imagem que tece á a história de tua existência. Poderás ver teu passado e teu presente e os fios que conduzem até o futuro. Observe atentamente o que vê, tentando distinguir as forças que pautam tua vida.

Depois de alguns instantes, sentirá a mão carinhosa da fada em teu braço. Ela te conduzirá para fora do templo e fará um gesto para que observes em torno de ti. Ao olhar, verá uns fios reluzentes unem ervas e árvores, as penas das aves que voam no céu noturno. Outras fibras deslumbrantes ligam a terra com as estrelas. Te toca o plexo solar e podes ver desde um ponto luminoso no centro de teu corpo emergem fios brilhantes que se unem a terra, as árvores e inclusive aos planetas que se movem no firmamento. Através dos fios te tornarás consciente da existência dos animais, da existência do alto das árvores e da vida na terra. Compreendes que todas essas coisas se acham vinculadas e que dependem umas das outras. Dediques algum tempo para desfrutar essa experiência. Quando estiver disposto à regressar, agradeça a fada e deixe que o cenário se esfumasse em torno de ti.

Abra os olhos e seja bem-vindo!

 

JULHO: SELKIE

 
As Selkies são duendes marinhos que se encontram em torno das ilhas Órcades, Feroé e Shetland. Selkie significa “seal” (foca) e é comum ver as tais criaturas nessas paragens; o nome Órcades procede do escandinavo antigo “Orkneyjar”, que significa “Ilha das focas”.

A Selkie te ajudará à adaptar-te a qualquer tipo de situação. Sua lição é um enfoque prudente e a necessidade de fluidez, movimento e boa coordenação. Se estiver insatisfeito com a vida neste momento, ela de indicará os meios precisos para modificá-la.


RITUAL: É possível ir visitar a comunidade das selkies se recorreres ao poder da invocação:
Tente acomodar-se e relaxar em um local onde não possa ser incomodado. Em seguida, imagina-te de pé em uma praia deserta. Aproxima-se o crepúsculo e uma luz avermelhada invade o céu e desce sobre as ondas marinhas rematadas pela espuma.

Verás no mar várias focas cinzentas que se dirigem para o litoral, quando o alcançam, suas aletas se convertem em mãos, seus negros olhos assumem uma inteligência humana e, despojando-se de suas peles de focas, se apresentam como homens e mulheres. São esbeltos e nervosos, mas na aparência muito tímidos. Permaneça quieto para não assustá-los.

Com o passar do tempo se tranqüilizam e te tomam pela mão para correr e dançar ao longo da praia, entrando e saindo das ondas.

Depois de um minuto te dirão que está na hora de retornar ao oceano e te convidam para os acompanhar. Uma selkie te emprestará uma pele de foca e a recebes como um grande presente. Ao colocá-la sobre os ombros, sentirás que encolhes. Não representará uma sensação que o amedronte. Tuas mãos se convertem em aletas e tuas pernas em um rabo de peixe.

Uma onda te arrastará para água e, para teu prazer, te verás nadando com a soltura de uma verdadeira foca. Brinca nas águas em companhia de teus novos amigos. Passe aí o tempo que quiseres, desfrutando da sensação de liberdade e aprenderás o que significa ser uma criatura da terra e da água.

Quando desejares ir embora, retorne a praia. Tuas aletas voltarão a ser mãos e retire tua capa de pele de foca. Teu corpo voltará a ter a forma habitual, embora agora tenha adquirido mais flexibilidade e uma nova força. Devolve a capa da pele de foca a selkie, agradecendo sua bondade. Ela sorridente se envolverá na capa e tomando a direção do mar sumirá.

Lentamente volte a sua consciência de vigília. Seja Bem-vindo!

 

AGOSTO: REI FINVARRA

 
Finvarra é o rei dos Daoine sidhe (Povo da Paz) do Oeste ou Connacht,na Irlanda, e recebe o nome de Rei Duende de Ulster. Parece que Finvarra foi antigamente um rei dos mortos ou do Submundo, com algumas funções com os espíritos da vegetação, já que é considerado com poder para se alcançar boas colheitas.

Finvarra surge para ti indicando autoridade e figuras desse caráter, governo, a lei, transações judiciais, contratos e acordos. Em todas essas questões é a ele que poderás pedir ajuda, pois é um homem maduro muito interessado por questões sociais e pelos seres humanos. É ainda, compassivo, sensível e sempre disposto a prestar um apoio emocional.


RITUAL: Está ao teu alcance realizar com a imaginação uma visita ao Rei Finvarra:

Relaxe, e feche os olhos, esvaziando a mente de qualquer tipo de preocupação. Em seguida imagine um claro anoitecer de Outono e te encontras em um belo campo. Em seu centro encontra-se um antigo túmulo de duendes. Está coberto de ervas e flores. Ao olhar para dentro verá luzes no interior da caverna. Colocando o ouvido junto à terra, perceberás uma melodia maravilhosa, o lamento comovedor de uma harpa. Ouvirá também risos e doces vozes.

Pouco a pouco perceberás que não estás só. Sentado ao teu lado, com um sorriso divertido no rosto, há um duende de nobre postura. Se trata de Finvarra, Rei dos Sidhe. Poderás conversar algum tempo com ele, enquanto escutas a música dos duendes e percebes como penetra em tua alma e te transforma para sempre. Conte sobre tua vida e faça um pedido.

Quando quiser regressar, despede-te do rei dos duendes e retorna a tua consciência de vigília.


SETEMBRO: RAINHA MAB

 
No folclore inglês, Mab é a Rainha das Fadas, enquanto que nas tradições populares galesas rege as fadas ellyllon. As vezes a descrevem como parteira das fadas, e “mab” quer dizer “bebê” em galês. Seu título de rainha (queen), pode ter originalmente outro significado, pois “quean” quer dizer musa. Porém, não são bebês, mas sim sonhos que a atraía para este mundo. Shakespeare se referiu a ela como a fada que proporcionava aos homens seus desejos mais íntimossob a forma de sonhos. Dizem que quando vaga através das mentes dos amantes, estes sonham com o amor; quando passa pelos corredores dos palácios, sonham com gentilezas; quando sobrevoa os dedos dos advogados, sonham com honorários; e quando cruza os lábios das damas, sonham com beijos.

Shakespeare apontou uma descrição encantadora e caprichosa dela em “Romeu e Julieta”, ao dizer que “chega sob a forma não maior que uma pedra de ágata no dedo indicador de um almotacé”. Sua carruagem era uma vazia casca de avelã cujas rodas têm os raios feitos com longas patas de aranha. O toldo é feito de asas de cigarras. As rédeas são tecidas com teias de aranha e os arreios feitos de luar. O cocheiro é um mosquito pequeno e cinza. Quando ele bate com seu chicotinho numa pessoa, ela sonha com aquilo que quer ser. A Rainha Mab surge para te trazer sonhos, desejos e aspirações enquanto não realizados, porém também traz idéias, criatividade, fertilidade e inspiração que te ajudarão a tornar realidade teus sonhos. Portanto, atreva-te a sonhar e a viver teus sonhos. Não permita que os outros te afastem do que realmente desejas.

 
RITUAL: É chegado o momento de encontrar a própria Rainha Mab.

Tente então relaxar e dissipar de teu pensamento de qualquer preocupação cotidiana. Imagine agora que te encontras em um bosque onde há um antigo carvalho. Vá de encontro a ele e verá que a Rainha Mab lá se encontra e o convida para um passeio em sua carruagem através da Ponte do Arco-Íris. Quando estiver dentro dele, absorva cada cor em tua aura. Cada uma delas tem um significado e uma propriedade. No momento adequado Mab te mostrará ainda muitos segredos do seu Mundo de Sonhos. Quando retornares à terra, agradeça pela jornada e retorne a tua consciência de vigília.


OUTUBRO: FADA- FEITICEIRA AZUL

 
A Fada Azul em gaélico é conhecida como Cailleach Bheru. Ela mora nos Montes de Ben Nevis. Pedras caídas de seus cestos formaram as ilhas Hébridas, na costa oeste da Escócia. Seu rosto é azul por causa do frio, seus cabelos são branco como a neve e seu manto da cor das folhas secas. Segura uma vara de azevinho, em cuja ponta pode-se ver uma caveira de um corvo e se tocar alguém com ela, morrerá.

A Fada Azul aparece para ti indicando a conclusão de uma situação, uma troca necessária, para que termine um ciclo e recomece outro. Te diz também que não serás capaz de seguir em frente se não resolver problemas pendentes, que continuam te afetando. Fala ainda, sobre a existência de uma real mulher anciã com emoções intensas que pode te ajudar em momentos difíceis, portanto, vá até ela e escute seus conselhos.


RITUAL: Essa feiticeira (ou bruxa) é muito temida, porém esse medo significa a total incompreensão de seu papel: consiste em uma parte necessária do ciclo de existência. É bem verdade que a ocasião do inverno, da velhice e da morte assuste um pouco, mas a roda girará e surgirá o renascer, a juventude e a primavera. Se realizares essa evocação, é possível que encontres a Fada Azul e aprenda algumas de suas lições:

Relaxe, e feche os olhos, esvaziando a mente de qualquer tipo de preocupação. Imagina-te em uma paisagem totalmente gelada sob a luz da lua quarto minguante. Diante de ti está uma anciã. A sabedoria reluz em seus olhos amáveis e velhos, por isso conhece todos os segredos. Se desejas, podes dirigir-te até ela e formular uma pergunta. Talvez ela te mostre algo ou te de algum presente. O presente é o seu próprio saber em crescimento, que surge com o tempo e com a experiência.

A Fada caminhará contigo pelas terras geladas que estão se preparando para chegada do inverno. As folhas caem das árvores e a natureza começa seu período se sono. Ela vai te dizer que todas as coisas devem envelhecer e morrer, pois esse é seu destino. Porém, de modo igual ao renascer da lua e da terra, assim todas as coisas se transformam e cobram uma nova existência. Caminhe uma pouco mais com a fada e converse sobre seus medos e suas angústias. Depois escute-a atentamente.

Quando quiser regressar, agradeça a fada sua companhia e conselhos e retorne à tua consciência de vigília.

 

NOVEMBRO: GWYN APNUDD

 
Gwyn ap Nudd reina sobre os espíritos galeses do Tylwyth Teg, o “Povodos Duendes”. É um indivíduo de aspecto sombrio, como corresponde a Rei dos Mortos, e é representado tradicionalmente por uma coruja. Seu reino é o submundo da terra e para chegar até lá só através dos lagos galeses ou por Glastonbury Tor, na Inglaterra. Nas tradições populares celtas, o País dos Duendes e o Submundo são habitualmente uma e a mesma coisa. Se chega até ali através dos túmulos dos duendes, das colinas pedregosas, cavernas, poços ou submergindo- se em lagos e charcos. Essas entradas eram lugares de adoração para celtas e pré-celtas. Acreditava-se que todo o poder e a fertilidade, assim como a vida e a morte, vinham do Mundo Subterrâneo, que contêm as almas dos antepassados, os duendes e os Deuses.

Segundo algumas lendas, Gwyn ap Nudd governava Cwn Annwn, a matilha galesa do Submundo integrada pelos cães duendes de pele branca e orelhas vermelhas. A matilha corre nas noites escuras e tormentosas em perseguição as almas daqueles que acabam de morrer. Seus latidos sempre são cheios de muito pesar.

Gwyn ap Nudd aparece para ti para te revelar segredos enterrados, coisas ocultas, sentimentos reprimidos ou restrições impostas por ti mesmo ou uma sujeição ao passado. É possível, que nesse ano do elemento terra, possa emergir de teu inconsciente algo não solucionado que afetará o teu presente. Também, ele pode estar te cobrando um emprego inadequado de poder, um abuso, uma violação, um insulto ou uma quebra da boa fé. Para saber ao certo o que está acontecendo é indicado que visites o reino de Gwyn ap Nudd através de um pequeno ritual.

 
RITUAL: Inicie essa visualização com um exercício respiratório (inspirar e expirar profundamente) até se sentir bem relaxado. Em seguida, imagine-se subindo uma colina, um pouco antes do amanhecer. Quando alcançares o topo, encontrarás um círculo de pedras, todas de cristais de quartzo. Dentro dentro deste anel há um túmulo funerário, cuja porta é uma espiral. Enquanto o observas, o túmulo se abre e dentro dele reinam a escuridão e o silêncio. Atrás de ti, está o Rei Gwyn ap Nudd, montando um cavalo negro acompanhado por seus cães duendes. Ele se oferece para guiá-lo até uma sala mortuária dentro do túmulo. Não sentirás medo, pois o lugar é de promessa, mais um útero do que uma tumba.

De repente uma luz intensa entra no local. É o novo dia que penetra pelo corredor e enche a sala emprestando força aos espíritos que descansam em seu interior. A claridade te acalma e te sentes com mais força e vitalidade. Com o renascimento do sol, renasce tu, filho da luz e da promessa. A partir de agora podes empreender um novo começo. Tudo está ao teu alcance. Gwyn ap Nudd chegará para perto de ti e essa é a hora para que converses e passes algum tempo na alegre companhia dos duendes do túmulo. Depois, deves abandonar a câmara e lá fora poderá apreciar a beleza da manhã. Um novo dia e um novo tempo já começou. Tua nova energia te impulsiona a aproveitar o momento para realizar a promessa de tua vida. Quando quiser regressar, volte a tua consciência de vigília.

 

DEZEMBRO: ROBIN

 

Robin é um duende dos bosques. Possui a cabeça de um belo jovem e as extremidades inferiores de um cabrito macho, pequenos chifres na cabeça e uma flauta com a qual enfeitiça os seres humanos. Talvez esteja associado com o deus cornudo Cernunnos ou com Robin Hood como espírito ou deus do bosque.

Ele gosta de brincadeiras e de pessoas, apresentando- se em certas ocasiões como um jumento, uma lebre ou um fogo fátuo, outras vezes revela-se tão solícito como uma gnoma diligente. Na Inglaterra foi um dos duendes mais conhecido e em 1584 Reginald Scot escreveu que a crença nele não estava tão difundida em outros tempos. Porém, muitos anos depois dessa data, seguiu sendo uma figura popular. Algumas narrações posteriores fazem de Robin sinônimo de Puck, incluindo “O Sonho de uma Noite de Verão, enquanto de maneira geral se mostre mais benévolo. Robin aparece para ti anunciando muita alegria e brincadeiras inocentes. Te aguardam aventuras, novas experiências, diversões e celebrações.

 
RITUAL: Por ser um espírito jovial dos bosques pode evocá-lo seguindo esta conduta:

Tente relaxar e acomodar-se da melhor forma possível. Feche os olhos e inspire e expire profundamente por três vezes. Em seguida, imagine-se nas profundezas de um bosque durante uma cálida tarde. Segues através de um atalho em baixo da sombra de flores estreladas. O caminho descreve uma trajetória tortuosa em torno de árvores centenárias e de aromáticas madressilvas silvestres.

Pelo ar te chegam os sons melodiosos de uma flauta. Ao chegar em uma clareira encontrará Robin, um duende sorridente. Estará sentado entre diversos animais do bosque, cervos e veados, lebres, coelhos, texugos, ouriços e aves. Guardam silêncio e se mostram pacíficos com tua presença. Se desejas podes falar com Robin e pedir-lhe que lhe revele algum segredo dos bosques. Também poderá aprender muito com os animais que estão congregados aos teus pés, porque cada um tem uma lição para ensinar-te.

Quando quiser regressar, deixe que o cenário se esfumasse em torno de ti e retorne a tua consciência de vigília.




Calendário dos gnomos e duendes

 

Gnomos é uma denominação extraída do grego, genomos, cuja significação é: “o que vive dentro da terra”. Os gnomos são mais velhos e mais poderosos do que os duendes. Preferem viver em ambientes naturais e tranqüilos.

São os gnomos que comandam os duendes, que vão e vem constantemente para ajudar os humanos.

A palavra “duende” é a apócope de “dono de casa”. E realmente, estes personagens quando se instalam em algum lugar, ali permanecem. Os duendes se contrapondo as fadas, são todos masculinos.

Os gnomos e duendes estão em harmonia com a natureza e seus tesouros. As pessoas que têm acesso a eles, e conseguem estabelecer um vínculo amigável, são agraciadas com muita sorte.

Para contatá-los, devemos ter um conhecimento prévio da afinidade energética e de como vibram no decorrer dos doze meses do ano.

 

CALENDÁRIO ANUAL

 

MÊS DE JANEIRO

GNOMO: “IGOR”

DUENDE:”RIMON”

PROPRIEDADES: Bem-estar – Proteção – Alegria.

IGOR é um gnomo muito poderoso e ao iniciar um Novo Ano, é interessante chamá-lo para nos trazer prosperidade e harmonia.

Melhoria financeira é um direito de todos nós. Viemos para este mundo para tornarmos vencedores, por isso não contente-se com pouco, pense grande, pois seu pensamento já é a materialização de um futuro promissor.

Esse gnomo sempre é acompanhado pelo Duende RIMON, que é muito brincalão e alegre e pode ser visualizado à margem dos rios, confeccionando vasos de barro.

 

MÊS DE FEVEREIRO

GNOMO: “ELIO”

DUENDE: “WULL”

PROPRIEDADES: Depressão – Tristeza – Beleza – Sedução

ELIO é um gnomo que nos ajuda a melhorar a auto-estima, nos transbordando de forças e energias, necessárias para sairmos de depressões ou superarmos grandes desilusões.

Também no amor e sedução é um grande aliado da mulher.

Este gnomo pode ser invocado, em qualquer época do ano, mas é no mês de fevereiro que sua vibração torna-se maior.

 

MÊS DE MARÇO

GNOMO: “HARUMH”

DUENTE: “VERNY”

PROPRIEDADES: Liberação

Esse caudilho sempre vem acompanhado pelo duende VERNY, que nos auxilia a nos libertar de forças de baixo astral e limpar nossa casa e negócios.

Se fazem presentes, chamando-os pelos nomes e acendendo um incenso de limpeza.

Tanto HARUMH como VERNY são poderosos para limpezas.

 

MÊS DE ABRIL

GNOMO: “ZOCOSS”

DUENDE: “JEFTE”

PROPRIEDADES: Trabalho – Dinheiro

ZOCOSS é o caudilho do dinheiro, ao qual devemos pedir trabalho. Ele é um grande protetor e administrador monetário que nos orienta com a administração de nosso dinheiro.

Dinheiro ainda, não “cai do céu”, nem “cresce em árvores”, portanto precisamos ganhar o dinheiro. Para ganhá-lo, precisamos trabalhar.

A nossa natureza anseia pela possibilidade de expressão que denominamos “trabalho”. Sem ele, sofremos uma grande perda da nossa dignidade.

Invocando esse gnomo e o duende JEFTE, eles nos ajudarão de imediato a acomodar todo o tipo de situações referentes a trabalho e dinheiro.

 

MÊS DE MAIO

GNOMO: “GIAFAR”

DUENDE: “CLION”

O gnomo GIAFAR, nos dará forças quando nossa energia decaí, vítima dos avatares da vida.

É bom invocá-lo, quando estamos com nossa defesas muito baixas, muito estressados ou quando tivermos diante de uma delicada decisão de negócios.

GIAFAR nos enviará então CLION, que nos acompanhará, protegendo-nos e nos envolvendo com um círculo magnético que nos energizará.

 

MÊS DE JUNHO

GNOMO: “PAN”

DUENDE: “YARK”

PROPRIEDADES: Paciência – Entendimento

O gnomo PAN é um caudilho que se todo invocar em qualquer momento de nossas vidas que nos for exigido calma. A ansiedade e o nervosismo pode nos levar à atos impulsivos e indesejados. PAN também nos ajuda para alcançarmos o entendimento, principalmente o âmbito familiar.

É YARK que nos trará como presente a vibração necessária para a calma se estabelecer.

 

MÊS DE JULHO:

GNOMO: “RASCHIB”

DUENDE: “EDOSS”

PROPRIEDADES: Confiança – Segurança – Zelo

Esse gnomo nos ajuda a trabalharmos a falta de confiança de nós mesmos, como também, os sentimentos de inveja e ciúmes que obscurecem nossa aura. O descrédito pessoal pode levar-nos à desejos destrutivos. Todos nós nascemos com algum dom que é inigualável.

RASCHIB, quando chamado, virá em nosso auxílio, limpando nosso campo áurico e nos outorgando confiança e segurança.

Seu colaborador, o duende EDOSS, enviará então seus raios com cor de arco-íris para uma total harmonia.

 

MÊS DE AGOSTO:

GNOMO: “MOBARACK”

DUENDE: “OLDH”

PROPRIEDADES: Saúde – Gestação – Fé

Este gnomo conhece todos os poderes mágicos-alquímicos deste planeta. Devemos chamá-lo em casos de qualquer tipo de problema de saúde, dores e proteção do feto durante sua gestação.

MOBARACK possui um grande poder energético e ao ser chamado, virá imediatamente desferindo luz para as partes doentes de nosso corpo. É necessário, entretanto, que tenhamos em nossa mão uma pedra de cristal de quartzo.

O duende OLDH é quem aliviará os males de dor de cabeça e problemas estomacais.

 

MÊS DE SETEMBRO:

GNOMO: “JENNY”

DUENDE: “PYLOO”

PROPRIEDADES: Amor – União – Harmonia

JENNY é o gnomo do amor, caudilho dos apaixonados, mas que detesta mentiras e enganos. Só o chame quando houver problemas de índole amorosa ou de desunião, com o seu cônjuge ou familiar.

PYLOO é o duende que virá em nosso auxílio, com seus raios violetas para transmutar as energias negativas para positivas, que cercam nossos entes queridos.

 

MÊS DE OUTUBRO

GNOMO: “HARUKO”

DUENDE “SMARK”

PROPRIEDADES: Proteção – Afugentar todo o mal

Esse caudilho possui um efeito de proteção incrível. Zela pelos humanos não permitindo que nada de mal lhes aconteça.

Tanto HARUKO como SMARK, nos encerram em uma bolha de cor dourada, rebotando todas as energias negativas que tentem nos atingir.

Eles amam muito crianças e velhinhos.

 

MÊS DE NOVEMBRO:

GNOMO: “OTBAT”

DUENDE: “BASY”

PROPRIEDADES: Dinheiro – Azar – Juízos

O gnomo OTBAT é o caudilho que cuida do caldeirão de ouro. É ele que nos orienta no que se refere ao tema de dinheiro e juízos.

Ao chamá-lo, virá para iluminar nossa mente para não nos equivocarmos no caminho do dinheiro e da justiça.

O duende BASY já nos ajuda em jogos e em tudo o que se refere a azar.

 

MÊS DE DEZEMBRO:

GNOMO: “MAGREBIN”

DUENDE: “VIKRAN”

PROPRIEDADES: Fortaleza – Entusiasmo – Saúde – Dinheiro – Amor

Esse caudilho exerce efeito de limpeza tanto no interior como no exterior. Afugenta todas as ondas de negatividade que nos rodeiam.

Como é o último mês do ano, Dezembro exige demais de todos nós e o gnomo MAGREBIN ao escutar nosso chamado, virá para nos envolver com os seus raios dos sete poderes, que nos deixará mais revigorados e entusiasmados para encararmos as festividades desse mês.

O duende VIKRA, que vem para assessorar MAGREBIN, afugentará todo o mal de nossas vidas.

No dia de natal seria muito bom, depositarmos no jardim uma taça com vinho, mel e avelãs como agradecimento a este povo pequeno, que tanto nos ajudou durante todo o ano.

Calendário da autoria de Liliana Chelli

 

 

Nomes das fadas

 

FADA: AGUANE

Fada que possui forma e medida humanas, com aspecto sedutor. Possui uma longa cabeleira, doce voz e grandes seios que alcançam até o joelho. Seu único defeito é ter os pés voltados para trás. Habita a zona italiana de Trentino. Só é visível às sextas-feiras e junto aos rios, já que elege esse dia para em suas margens colocar sua roupa para secar. Ela é considerada a defensora da natureza e pode voltar-se contra aqueles que contaminam as águas onde vive. Então pode trocar a forma, convertendo-se numa mulher muito velha e feia que ataca os homens. Inclusive pode chegar a enrolar seus longos cabelos nas pernas do indivíduo e arrastá-lo para o fundo das águas e matá-lo. Em algumas regiões dos Alpes recebe os nomes de Vivene, Pantegane e Bregostene. É uma fada associada FERLITIDADE.

 

FADA: AINE

Fada que habita com sua irmã Fenne nas margens do Lago Gur de Gales. É uma mulher muito bela, de longos cabelos dourados que se penteia junto à margem com um pente de ouro. Ela era adorada na véspera do Solstício de Verão (HN) e aparecia na noite de São João. Rainha dos reinos encantados e a mulher do Lago, é uma fada do amor, da fertilidade e do desejo. Possui um caráter benévolo, porém deve-se ter cuidado ao invocá-la, pois ela possui o poder de converter as pessoas em animais. Fada muito poderosa, cujos símbolos mágicos são: “A égua vermelha”, plantações férteis, o gado e o ganso selvagem. RItual: Para chamá-la bata três vezes no tronco de uma árvore com flores brancas.

 

FADA: ANNA

É uma fada-rainha dos ciganos húngaros. Ela é descrita como uma mulher muito bela e escuros olhos e pele negra. Habita um recôndito e oculto castelo, onde guarda grandes riquezas. Essa fada nos presenteia com muita prosperidade e sucesso profissional. RITUAL: para esse ritual, você precisará de uma pedra, uma vela vermelha e um galho de árvore grosso de uns 25 cm. Acenda a vela e observe a chama queimando por alguns instantes, depois pegue o galho e talhe nele as palavras: SUCESSO, DINHEIRO, ou aquilo que se dispõe a conseguir de bem material. Agora apanhe a vela e cubra a pequena pedra e as palavras que escreveu no galho com cera quente. Experimente então, a fronteira da consciência onde se encontram a cera quente (elemento fogo) e os objetos que representam a terra. Para encerrar o ritual, enterre a vela o galho e a pedra.

 

FADA: ANJANA

É a fada que personifica a bondade. Possui um rosto belo e atrativo, com longos e muito finos cabelos claros e de pele branca. Mede entre cinqüenta até cento e sessenta centímetros de altura. Aparece vestindo uma túnica comprida na cor branca, usa sandálias e geralmente leva em uma de suas mãos um bastão colorido com propriedades mágicas. Adorna seus cabelos com guirlandas de flores silvestres de diversas cores. Se alimenta de mel e frutas do bosque. Elas ajudam a encontrar o caminho de volta à todos aqueles que se perdem em seus bosques. Socorrem os enfermos com uma bebida milagrosa, cuidam dos rebanhos e limpam as fontes e os arroios. Dizem que as anjanas conhecem a linguagem da natureza e podem conversar com os animais e as fontes. Premiam as pessoas generosas e de bom coração. Vive em grutas ou covas secretas onde guardam fabulosos tesouros. É a fada que tem o poder de conceder DESEJOS e de CURAR.

 

FADA: ARAPTES

Fada natural da Sibéria. É uma jovem muito bonita, com tamanho semelhante de uma mulher normal e de graciosas formas. Vive nas proximidades das correntes de água. É protetora da natureza. RITUAL: Ofereça-lhe um pãozinho de centeio com um pouco de mel. Coloque a oferenda ao pé de qualquer árvore.

 

FADA ARGAY

Argay tem o poder de emitir vibrações de sucesso e auto-confiança. Pode ser invocada para nos livrar de pensamentos negativos, para nos ajudar a sair da depressão e para termos uma visão da vida mais clara e mais otimista. Ritual: a cor dessa fada é azul, portanto acenda uma vela azul com seu nome escrito de cima para baixo e faça um pedido. Pode acender um incenso de flores.

 

FADA: ARIANRHOD

Fada galesa marinha que habita as profundezas dos lagos. Se encontra unida ao destino dos homens. Seu refúgio é um castelo no fundo da água, onde guarda seus conhecimentos sobre o futuro de cada pessoa. Ela representa os elementos Ar e Água. Na tradição celta, essa fada é uma Deusa que se apresentava de dupla forma, como Virgem e Mãe, Padroeira da Lua, da Noite, da Sexualidade, da Justiça, da Magia e do Destino. Mais tarde, é apresentada como uma Deusa-Mãe, girando a Roda de Prata e transformando-a em uma barca lunar. Seus símbolos são a Lua Crescente, as estrelas e os raios da lua. Ritual de proteção: Vista um peça do vestuário na cor verde-claro nas sextas-feiras.

 

FADA: ARIFA

Fada doméstica natural de Marrocos que se dedica a cuidar das famílias com as quais convive, pois sente especial predileção por eles. É uma fada associada à PROSPERIDADE e a ABUNDÂNCIA. RITUAL: Ela gosta muito de restos de bolo de aniversário, portanto quando realizares esse tipo de festividade não esqueça de guardar um pedaço para ela. Deve colocar o pratinho ao lado de um vaso bem florido.

 

FADA: ARIL

Fada que impera sobre os ventos portadores de novidades. A graça e a leveza de Aril favorece as relações eficazes e duradouras. Os protegidos dessa fada sabem o que fazer para alcançar os seus propósitos, já que Aril os dota de poderes para desenvolver a inteligência e a capacidade de expressão. Com pouco esforço, ela o ajudará a ser um grande líder. Aril proporciona êxitos imediatos, mas também pode levá-los mais rápido do que o vento, se você não for merecedor. Aril é a Princesa dos Espíritos Silfos que nos presenteia com a sua vivacidade e bom humor. Em cada sucesso alcançado, sente-se o hálito de Aril. Os Silfos (elementais do ar) são os espíritos guardiões de março. Quando chove durante a noite, há uma festa dos silfos. Não reclame! E Os antigos acreditavam que as chuvas e tempestades de março eram benéficas e mágicas, trazendo bênçãos dos céus. Recolha dessa água e use-a em suas magias.

 

FADA: ASRAI

Fada aquática muito bela e delicada, que habita os rios e lagos da Grã-Bretanha. Mede em torno de vinte centímetros de altura. Seus cabelos são longos e de coloração verde e apresenta os pés cobertos por uma membrana, semelhantes aos pés dos patos. Somente sai de noite e quando não há lua cheia, pois a luz pode causar-lhe um dano irreparável. Por isso, se há um mero fragmento de luz, volta a submergir na água. Se tiver contato direto com o sol se converte em um charco de água e desaparece. Ritual: A Fada Asrai é a protetora de nossos sonhos, evitando que tenhamos pesadelos. Para conseguir sua proteção acenda uma vela verde à margem de um rio ou lago, em uma noite de lua minguante.

 

FADA: ÁUREA

Áurea é a fada que habita a flor conhecida como botão de ouro. É descrita como uma menina de cabelos loiros e aspecto sonhador e romântico. Usa um vestido feito com sedosas pétalas amarelas e apresenta duas asas duplas de borboleta. Essa fada proporciona melhoria aos enfermos e ajuda a aumentar o amor próprio. Conta com a particularidade de ter em suas asas um pó semelhante aos dos lepidópteros e sem o qual não poderiam voar. RITUAL: Siga a primeira borboleta que passar em sua frente, aguarde até que ela pose em um flor e, pedindo licença para natureza, leve-a consigo como um talismã.

 

FADA: BANSHEE

Fada irlandesa cujo nome significa “Mulher Fada”. Adota o aspecto de uma mulher anciã, de rosto muito enrugado e feio, com o cabelo de cor vermelha e tez muito pálida. Possui um só dente na boca, seu nariz é demasiado grande e seus peitos totalmente desproporcionais, que caem até os joelhos. Seus olhos são de cor vermelha e sempre estão chorando. Aparece vestida com roupas verdes e uma capa cinza. Seu grito é presságio de morte para quem o escuta ou para um membro de sua família. Ela é conhecida também com os nomes de “Pequena Lavadeira do Valo” por que pode ser vista lavando as vestes de quem vai morrer. Também existe nas Terras Altas da Escócia, e ali recebe os nomes de “beannighe” ou “bean nighe”.

 

FADA: BEFANA

O nome Befana é derivado do epifania da palavra, o nome italiano para o festival religioso do Epiphany. Antes da tradição do Papai Noel, as crianças italianas recebiam presentes na noite de natal da fada Befana. Mas isso, se houvessem se comportado bem durante todo o ano, caso contrário a fada deixava carvão no lugar dos brinquedos. Sua lenda está vinculada com o nascimento de Jesus Cristo. Conta-se que uma noite viu no céu uma estrela de luz muito brilhante e em seguido apareceram à sua porta uma caravana conduzida por três homens sábios que convidaram Befana para juntar-se à eles. Mas a fada estava tão ocupada que recusou o convite, mas em seguida arrependeu-se. Preparou uns presentes para o menino recém-nascido, pegou a vassoura para ajudar à mãe a limpar o lugar e partiu. Procurou e procurou pelo bebê Jesus e cansou-se. Foi então que anjos surgiram da luz brilhante da estrela e fizeram com que Befana voasse pelo céu montada em sua vassoura. Mesmo assim, a fada não encontrou o bebê divino, mas continua procurando até hoje e, a cada ano, na época do Epiphany, ela vai de casa em casa onde haja uma criança para ver se é a que procura. Embora nunca seja, Befana deixa um presente para cada uma. De alguma forma sua procura não é em vão, pois o espírito do Menino Jesus pode ser encontrado em todas as crianças. RITUAL: Befana também gosta de receber um agrado, portanto na manhã de Natal bem cedinho, coloque na janela um vaso com flores de natal, junto com balas e doces.

 

FADA: BIANCA

A fada Bianca é descrita como uma menina de cabeleira ruiva coberta com um gorro de folhas com forma triangular. Seu corpo é de uma criança e veste-se com roupas singelas. Ela é considerada a fada protetora dos bebês. RITUAL: Deixe embaixo do berço do bebê um copo com água e mel.

 

FADA: BRANWEN

Fada irlandesa considerada a Senhora da Primavera. É uma mulher jovem, muito esbelta, que se apresenta vestida de verde, se adorna com pedras preciosas e cobre a cabeça com um penacho de flores de variadas cores. Cuida e protege a fecundidade das mulheres. Só podemos vê-la quando chega a primavera, já que quando acaba a estação ela desaparece. Seu animal de poder é o corvo branco. Ritual de Proteção: Todas as sextas-feiras use uma roupa de cor rosa ou acenda um incenso de rosas.

 

FADA: BUKURA

Fada albanesa muito poderosa, cujo nome significa “Beleza da Terra”. Possui grande beleza e é muito benévola. Se mostra sempre disposta a ajudar os homens em qualquer de suas atividades. O Deus supremo Tomor é seu amante. Algumas vezes aparece associada ao subterrâneo, apresentando aspectos demoníacos. Ela é também um símbolo da felicidade. RITUAL: Peça-lhe para lhe trazer muita sorte no amor escrevendo em um papel azul uma poesia. Depois coloque-o na gaveta onde guarda suas roupas íntimas.

 

FADA: CAILLEACH

Fada das Terras Altas da Escócia, onde é considerada a Rainha do Inverno, justamente porque só pode ser vista nessa época do ano. Sua forma é de uma mulher jovem e bela, com uma longa cabeleira branca e rosto azulado pelo frio. É benévola com os homens. Existe outra Caillech na ilha de Man, onde se acredita ser um elemental do ar com poder sobre o clima. No dia de Cailleach, 01 de novembro, peça que leve embora todo o mal de dentro e de fora de você, escrevendo num papel o que acreditar que é ruim; queime então o papel na chama de uma vela de cor escura, e em seguida lave as mãos com água e sal.

 

FADA: CAOINEAG

Fada das Terras Altas da Escócia, que pode se ouvir gemer na escuridão junto às cascatas, sem poder vê-las. Ela é descrita como uma mulher de pequeno tamanho, trajando um vestido curto de cor verde e com uma touca branca na cabeça. A tradição escocesa considera que escutar seus lamentos é sinônimo de desgraça familiar, ou premonição de uma morte. Como não se pode vê-las ou aproximar-se delas, é impossível pedir-lhe três desejos, como se faz com as demais banshee. RITUAL: como novembro é o mês escolhido para homenagearmos os mortos, o ritual a ser feito é uma visitação aos túmulos de nossos ancestrais e adorná-los com lindas flores, agradecendo a fada Caoineag por acompanhar com carinho nossa família e pedir que quando for a nossa vez de acompanhá-la, que nosso sofrimento seja breve.

 

FADA: CARLIN

Fada escocesa considerada a Rainha do Outono. Aparece como uma jovem muito bela, esbelta, que aparece vestida de folhas secas e musgo. Se adorna com frutos da estação encontrados nos bosques. Só aparece no outono e gosta de dançar entre as árvores, levantando e criando redemoinhos com as folhas secas. RITUAL: Para atrair essa fada escute músicas com flauta e dance chamando seu nome.

 

FADA: CLIODHNA

Cliodhna é uma fada-gaivota. Seu nome significa algo bem formado, pois ela é a mulher mais bonita que já se viu quando toma a forma humana. Uma grande onda do mar a varreu para longe, para o Outro Mundo das terras encantadas, a um lugar na costa Sul da Irlanda. Por causa disso, ela governa a nona onda de cada série de ondas. Ela também possui três pássaros mágicos, os quais cantam nos sonhos dos doentes, fazendo-os melhorar. Ela é a Rainha de Munster. Além dos pássaros, possui como símbolo a maçã. RITUAL: Entre em alfa e visualize três pássaros dourados voando sobre você. Escute o som de seu canto e depois peça saúde e proteção para você e toda a sua família. Como oferenda jogue sementes de girassol ao ar livre para que os pássaros possam comê-las.

 

FADA: DAMA DE CASTRO

É uma fada galega que habita um palácio de cristal situado debaixo de algum castro, ou seja, as torres derrubadas da Galícia (construções celtas muito antigas). A Dama de Castro ou a Dama Encantada, é uma mulher jovem e muito bela, que as vezes, aparecia na forma de um animal, ajudava e atendia a todos que passavam perto de sua vivenda. Ela sempre prefere aparecer quando sabe que a pessoa se encontra em algum aperto ou está asfixiada por alguma desgraça, daí ela anuncia-se assim: -”Não tenhas medo, pois sou a Dama do Castro!” E depois oferece a ajuda ou um conselho para que a pessoa possa resolver seu problema. A generosa Dama também é protetora das crianças, que estando sós, possam correr algum perigo.

 

FADAS: DAMAS BRANCAS

Família de fadas natural do norte da Europa, sobretudo da Alemanha, onde recebem o nome de “Weisse Fragüen”. Vivem em regiões próximas de castelos antigos, nas pequenas aldeias e em árvores e arbustos. São altas e esbeltas, de aspecto muito agradável. Possuem uma grande luminosidade branca em torno de todo o corpo e é por isso que se diz que elas possuem um corpo que parece imaterial. Estão sempre vestidas com a cor branca e cobrem a cabeça com um véu também de cor branca. Há quem as considerem como fantasmas das fadas. São fadas benévolas e identificadas com as boas fadas. RITUAL: Coloque pétalas de uma flor branca dentro de um pratinho com água na porta de sua casa, pedindo renovação de energias e muito amor.

 

FADAS: DAMAS VERDES

Família de fadas muito etéreas que são as que têm contato com o ar. Alguns investigadores as consideram elementais do ar. Só habitam os castelos em ruínas em seus jardins, por isso sua vestes são de cor verde. São altas, belas e graciosas. Vivem, sobretudo, na zona leste da França e na Inglaterra. Seus deslocamentos são muito rápidos e para realizá-los aproveitam o impulso do vento. Uma das mais famosas é a Dama Verde de Caerphilly, que se transforma em uma planta quando tem que abandonar o castelo em ruínas onde habita, aparecendo como hera. RITUAL: Traga um plantinha nova para sua casa e cuide dela com muito carinho.

 

FADA: DAVEY

A fada Davey possui um rosto infantil e seu olhar revela os impulsos elementares de sua atividade. Se adorna com uma coroa de pétalas de margarida e um colar das mesmas flores. Possui grande energia que é capaz de compartilhar com quem a vê.

 

FADA: DAISY

A fada Daisy é descrita como uma menina de rosto infantil e loira. Usa uma blusa da cor verde, graças a qual pode camuflar-se entre as folhas e ervas. Representa a beleza, a fidelidade e a pureza.

 

FADA: DEIVE

Fada lituana de tamanho semelhante a uma mulher normal, muito bela, com grandes olhos azuis e cabelos compridos, Ela gosta de ajudar as mulheres quando estão próximas de dar à luz e cuidar de seus filhos.

 

FADAS: DONZELAS CISNES

A história da Donzela cisne se encontra em todo o mundo, porém na Grã Bretanha é encontrado principalmente nos contos de fadas célticos. É possivelmente as histórias mais relatadas, sobretudo quando se quer relacionar uma fada com um homem e contar uma história de amor entre ambos, que geralmente não acaba bem. As fadas em forma de cisnes, viajam, a maioria das vezes, aos pares, ligadas por uma corrente de ouro e prata. Quando pousam na terra, tiram sua plumagem e parecem nuas, perto de lagos ou cursos de água. O cisne é uma das formas mais usuais que tomam as fadas, porém também podem aparecer como pombas ou perdizes. As fadas cisnes são portadoras da felicidade.

 

FADA: ELLYLLON

É uma fada diminuta que vive no País de Gales e se alimenta de cogumelos e da manteiga que as fadas extraem das raízes das árvores velhas. Vivem nos bosques, perto das colinas, em regime de comunidade. Essa fada restitui a força e o entusiasmo pelo trabalho. Conduz ao caminho da prosperidade e afugenta a má sorte. Ritual para obter seus favores: frite cogumelos com manteiga e coloque próximo de que qualquer árvore ao lado de uma vela verde acesa.

 

FADA: FIEMME

Fiemme é a fada protetora das crianças, amante do fogo, que adora fazer fogueiras com ervas aromáticas. Ritual: recolha fios de cabelo de seu filho ou filha de uma escova. Confeccione uma vela derretendo parafina em banho-maria, colocando dentro os fios de cabelo e invocando a fada Fiemme para protegê-lo(a). Quando terminada a vela leve-a até o quarto de seu filho(a), quando ele(a) não estiver, mas ainda não a acenda. Somente no quinto dia deve acendê-la quando seu filho(a) não estiver em casa. A vela se consumirá rapidamente e você nesse momento deve mentalizar todo seu amor por ele(a) e pedir que a fada o(a) proteja de qualquer dano físico. Para adicionar mais proteção à toda sua família, visualize um dragão adormecido com seu luzidio corpo verde enroscado em torno da sua casa.

 

FADA: FYLGIA

A Fada Fylgiar é conhecida na mitologia nórdica por ser muito brincalhona. Se acredita que toda fada escolhe um protegido, um familiar, com o qual se une desde o nascimento, acompanhando-o por toda a vida. Segundo as lendas, Fylgia avisava sobre os acontecimentos, tanto os bons quanto os ruins, podendo chegar inclusive a revelar como será sua morte. A Fada serve ao seu protegido, tornando sua vida cheia de milagres, surpresas e o ajuda a descobrir o desconhecido.

 

FADA: HOLDA

Holda é uma fada alemã doméstica que ajuda as famílias que habitam as casas onde escolhe para viver. Ela é a fada protetora contra intrusos, falsos amigos e energias negativas que possam afetar a saúde da família. É muito leal e laboriosa. Se conhece também pelo nome de “werre”. Ritual: compre um sinhinho de metal e ate-o com uma fita azul no alto da porta de entrada. Toda vez que uma visita indesejada for a sua casa, basta soar três vezes o sino para invocar Holda. Depois, deves limpar o sino com essência de frutas em sinal de agradecimento por sua proteção.

 

FADA BRIGID

Deusa-Fada irlandesa associada com a época de nascimento dos cordeiros e com a vinda da Primavera. Conhecida como uma fada do lar, que representava o fogo sagrado, a cura, a poesia e a inspiração. Também era protetora dos ferreiros. Foi tão amada pela Igreja primitiva que acabou convertendo-se em Santa Briget da Irlanda. Seus símbolos são a haste e a roca de fiar, a chama sagrada, o pote de fogo e seus sapatos de latão. Ela foi a primeira a usar o assobio para chamar alguém à noite. Ritual de Proteção: Acenda um incenso de verbena ou uma vela laranja, em uma quarta-feira, pedindo luz e sabedoria.

 

FADA: GERALDINE

Geraldine é descrita como uma jovem menina morena, de rosto ovalado que denota sua delicadeza e sensibilidade. Apresenta-se sempre vestida com as cores do gerânio. Essa flor, unida às fadas, é símbolo de fidelidade, vigilância e longevidade. Geraldine. É descrita como uma jovem menina morena, de rosto ovalado que denota sua delicadeza e sensibilidade. Apresenta-se sempre vestida com as cores do gerânio.Essa flor, unida às fadas, é símbolo de fidelidade, vigilância e longevidade.

 

FADA: GIRLE

Girle é uma fada doméstica, que aparece unicamente à noite para ajudar a completar os trabalhos que os fazendeiros deixaram de concluir durante suas tarefas diárias. Está diretamente associada com a prosperidade das famílias que escolhem para viver. Deve ser invocada sempre que estivermos passando por um grave problema financeiro. Ritual: faça ou compre um pão pequeno coberto com sementes de gergelim e deixe sobre a mesa da cozinha em uma cestinha ou prato branco. Mas antes, chame-a pelo nome e conte-lhe sobre as dificuldades que passa no momento.

 

FADA: GLAISTIG

Fada inglesa aquática conhecida como a “Mulher Cinza”. Pode adotar diferentes formas de animal, fundamentalmente a cabra, embora geralmente se apresente sob a forma de uma mulher fascinante que possui metade do corpo humano e a outra metade de cabra. Veste uma túnica comprida da cor verde que cobre suas patas caprinas. Ela é por vezes, considerada perigosa e cruel e gosta de seduzir os homens que a vêem, atraindo-lhes com sua beleza para fazê-los dançar até que enlouquecem para depois beber seu sangue. Há duas Glasting muito especiais, que têm nome próprio. Se trata de Marga Powler e Juanita Dientes Verdes. Ambas se caracterizam por ser de cor verde e por arrastar as pessoas ao centro das correntes da água as pessoas, onde as afogam.

 

FADA: GLASTINGS

Fada irlandesa doméstica de caráter benévolo. Ela gosta de entrar em contato com os anciões e as crianças. Também costumam vigiar os rebanhos da propriedade das famílias com quem vive, para que não escape nenhum animal. Glasting é uma fada amável que nos apóia e nos ajuda quando mais necessitamos. Ela favorece ainda a resolução de problemas e obtêm resultados positivos de situações repentinas. Ritual: Durante todo o dia, coloque três flores azuis num vaso e faça pedidos.

 

FADA: GWRAGGED ANNWN

Pertence a família das donzelas do lago, é uma fada aquática bela e desejável, de longos cabelos de fios dourados. É uma ninfa que vive no fundo dos lagos e só sai de vez em quando para pentear seus cabelos nas margens, sendo muito difícil contemplá-las, já que ao menor ruído voltam para água. Essa fada é muito sábia e conhece as propriedades das ervas medicinais. Ritual para obter seus favores: vestindo uma roupa azul, vá até a borda de um lago ou rio e deposite na beirada um saboroso pão quentinho.

 

FADA: HABETROT

Habetrot é uma fada protetora das fiandeiras na fronteira escocesa. Dizia-se que qualquer vestimenta feita por ela era um remédio que curava todas as enfermidades. Ela apresenta-se como uma fada anciã de aspecto desagradável, com nariz e lábios muito grandes, dentes tortos, cabelo desalinhado. Habetrot vive debaixo de uma pedra, numa caverna, perto de um rio, onde há outras anciãs fiando. Ritual para obter seus favores: Você deve encontrar uma pedra e acender ao seu lado, uma vela azul. O espírito da fada estará na pedra, que se tornará um grande talismã.

 

FADA: HABUNDIA

Habundia é uma fada rainha da água, responsável pela chuva, neve e a umidade da terra. Pode ser vista na beira dos rios e lagos. Ela era considerada uma fada associada à fertilidade humana e a prosperidade, pois protegia as colheitas e os rebanhos do povo rural. RITUAL: para invocar Habundia faça você mesma um bolo qualquer, corte um pedaço e encha um cálice com água e mel, procure uma grande e velha árvore e deposite a oferenda. Saia sem olhar para trás.

 

FADA: HAM

Fada da Noruega de caráter doméstico, invisível para todos, podendo ser somente vista pela pessoa que ela acompanha e permanece por toda a vida. É um tipo de fada madrinha que ajuda em diferentes tarefas que o afilhado deva realizar.

 

FADA: HAMINGIA

Fada irlandesa que acompanha por toda a vida um indivíduo, sendo sempre invisível. Elas só aparecem no momento da morte da pessoa. É muito semelhante a Ham da Noruega.

 

FADA: HOLDA

Fada alemã doméstica que ajuda as famílias que habita a cada onde escolhe viver. É conhecida também pelo nome de “werre”. Holda é a Rainha dos Silfos, os seres etéreos que habitam o ar. Ela é similar a Deusa Frigga dos nórdicos. Personifica o tempo. Quando neva se diz que a fada Holda está agitando sua capa de penas É uma fada de inverno que apresenta o aspecto de Anciã da Lua. Entre as tribos norte-germânicas, dizia-se que ela cavalgava com Odin na Caçada Selvagem. O azevinho lhe foi consagrado. Governa o destino, as artes, a magia negra e a vingança.

 

FADA: HULDRA

Fada escandinava do bosque, de grande beleza e linda voz. Ela gosta muito de cantar canções melodiosas e ajuda nas tarefas domésticas dos agricultores, sobretudo cuidando do gado.

 

FADA-SEREIA: HAVMAND

Sereia que habita às costas da Groenlândia. É descrita como uma mulher muito bela, com cabelo muito longo e de olhos verdes ou negros. Ela gosta de ficar sentada nas rochas da costa.

 

FADA: IRENE

Fada da rosa silvestre, arbusto espinhoso, mas muito apreciado por suas propriedades medicinais que tem. Pertence as fadas das flores de outono. Se apresenta como uma criança de pele morena com uma túnica presa por uma cinta de tom alaranjado. Possui asas de borboleta e seus pés estão sempre descalços. RITUAL: Irene é uma fada-criança. Para trazer para dentro de sua casa toda a sua alegria lhe ofereça um prato com doces e balas, que deve ser deixado em um jardim perto de sua casa.

 

FADA: IRIS

Fada que aparece em diferentes culturas européias, nas quais se relaciona com o arco-íris. Pode voar pelos ares como se trata-se de uma mensageira celeste. Chega com um vestido com as cores do arco-íris e com asas totalmente transparentes, que ao serem agitadas, permitem ver refulgir as diferentes cores. Vive só e dificilmente é visível aos olhos humanos. O arco-íris era a ponte que ligava o Outro Mundo (Asgard) com a Terra (Midgard). RITUAL: Desenhe em um papel virgem um arco-íris e o pinte com as 7 cores. Logo abaixo escreva um desejo à lápis e deixe-o embaixo da primeira árvore que passar em seu caminho. Seu desejo será levado até a fada Iris.

 

FADA: JOAN

Joan é uma fada muito serviçal e ajuda todas as pessoas que se perdem no campo, ajudando-os a encontrar o caminho. Ela pode ser invocada ainda, quando necessitarmos fazer uma escolha ou tomarmos uma decisão na vida, do tipo escolher uma profissão, trocarmos de emprego, etc. É Joan que dita o melhor dos destinos e nos acompanha nas difíceis escolhas. Ritual: frite um pastel de queijo e passe-o em uma calda de mel. Depois coloque-o em um pratinho branco e deposite-o como oferenda em qualquer praça ou jardim próximo de sua casa. Depois é só aguardar e ouvir a voz de seu coração, ou seja, da voz soprada pela fada Joan.

 

FADA: JURASMATE

Fada aquática que vive na Lituânia. Se dedica a cuidar dos seres marinhos. Se você tiver algum peixinho ou tartaruguinha de estimação é a ela que deve invocar para cuidar de sua saúde.

 

FADA: KASAGONAGA

Fada argentina que habita zonas aquosas dos Pampas. Recorda muito mais um elemental do ar do que uma fada por seu poder sobre os fenômenos climatológicos. Ela possui poder sobre os ventos e possui a capacidade de atrair a chuva. RITUAL: Escreva três pedidos em um papel azul e depois queime-o em uma vela azul. As cinzas devem ser jogadas na água e a vela deve queimar por inteiro.

 

FADA: KHADEM QUEMQUAMA

Fada marroquina que gosta de vigiar as crianças enquanto dormem e pode fazê-los despertar, causando susto e pranto.

 

FADA: KODDINHALTIA

Fada que habita as zonas agrícolas da Estônia e Finlândia. Ela gosta de ajudar nas tarefas do campo e as famílias com as quais vive. Cuida e protege os agricultores.

 

FADA: KOLYADA

Fada centro-européia que somente aparece durante o inverno, quando a neve já cobriu os campos. É vista vestida com roupas brancas, por isso é muito difícil de vê-la.

 

KORRIGAN

Fada guardiã das fontes e dos arroios da costa atlântica espanhola e francesa. Medem sessenta centímetros. Têm o corpo bem proporcional, com cabelo longo e vermelho. Saem dos prados para dançar nas noites de lua cheia, quando concedem as águas poderes curativos. RITUAL: Consiga uma pedra qualquer e coloque dentro de uma bacia branca. Aguarde que chova e deixe-a na rua por uma dia e uma noite. Na manhã seguinte, retire a pedra e guarde-a como talismã. A água deve ser jogada num vaso de plantas ou em um jardim.

 

FADA: LAURA

A fada Laura é considerada a lavadeira de sua comunidade, já que é quem recolhe, lava e perfuma as roupas de suas companheiras. Ela pertence ao grupo de fadas de flores de jardim e é descrita como uma menina de rosto doce, magra, vestida com um traje curto da cor malva como a lavanda e uma saia feita de flores dessa planta. Seu sorriso é de otimismo e afeto. RITUAL: Para agradá-la coloque um pratinho com mel na janela.

 

FADA: LEANAN SIDHE

Leanan é uma fada irlandesa muito bonita, sendo considerada por alguns autores como a Lhiannan-Shee da Ilha de Man. Se acredita que essa fada, espírito da vida, é a inspiradora dos poetas e cantores. Porém, vai aos poucos consumindo-os causando-lhes uma morte prematura. Ela sempre aparece toda vestida de branco e apresentando um longo e brilhante cabelo dourado. Essa Fada é também protetora dos namorados, favorece os idílios e evita pequenas discórdias que atrapalham a felicidade do casal. Ritual para obter seus favores: Invoque-a mediante a recitação dos seguintes versos: “Fada loira e Dama Brilhante; traga o amor que para mim foi destinado”. Depois acenda uma vela cor-de-rosa e deixa-a queimar até o fim.

 

FADA: LHIANNAN

Fada da ilha de Man. De caráter malévolo, é descrita como uma mulher de longos cabelos loiros, que se faz visível quando quer. Sua visão é irresistível aos homens. Acompanha um homem por toda a vida e pode fazê-lo ficar louco.

 

FADA: LICKE

Licke é uma fada-cozinheira inglesa, pequena e gordinha, de caráter pacífico e com sentimentos amorosos para com os seres humanos. É mencionada na Lista das Fadas de Allies. Sendo uma fada cozinheira, oferecendo-nos os prazeres da fartura e da abundância. Ritual para obter seus favores: ofereça-lhe uma moeda dourada que não deve ser usada até o mês seguinte ou realize uma oferenda de carne cozida que deve ser colocada debaixo de uma árvore frondosa.

 

FADA: LIMETREE

Fada inglesa muito rápida, de pequeno tamanho. É muito bela e produz a quem a vê a sensação de calma e doçura. Vivem perto do tronco das árvores mais anciãs.

 

FADA: LUNANTISHEE

Família das fadas encarregadas de cuidar dos arbustos do abrunheiro-bravo e não permitem que ninguém corte um ramo no dia de Todos os Santos, nem em 1 de maio. Se alguém se atrever a cortar um ramo dessa árvore, a vingança de alguma das Lunantishee não deixará de produzir-se.

 

FADA: MAB

É uma linda fada diminuta que possui uma carruagem que é conduzida por insetos e é governante das fadas que fazem nascer os sonhos. Ela é a parteira que com sua magia assiste o nascimento de todos os seres feéricos. Da mesma forma, para os humanos, favorece todas as formas de renovação e renascimento. Mab é a rainha dos elfos que moram nas raízes das árvores. Coloque oferendas (podem ser frutas doces e pedrinhas coloridas) na raiz de uma árvore. Essa fada favorece todas as formas de restabelecimento e faz acelerar a realização de nossos êxitos financeiros.

 

FADA: MAYA

Maya é a fada do trevo amarelo que compõe um grupo de fadas de flores silvestres. É descrita como uma menina de olhar compreensivo, que expressa harmonia em seus olhos, enquanto deixa entrever um tímido sorriso em sua boca. Maya representa toda a doçura do mundo natural das flores do campo. RITUAL: Acenda uma vela amarela com seu nome gravado de cima para baixo e um incenso de flores. Depois pode fazer mentalmente um pedido.

 

FADA: MBRINA

Mbrina é uma fada doméstica que pode adotar a forma de uma mariposa noturna ou uma lagartixa e gosta de viver nas zonas mais escuras e escondidas de nossas casas. É uma fada de transmutação, que igual aos gatos sagrados, transmutam energia negativa em positiva. RITUAL: Para chamar sua atenção deixe à noite um pratinho de leite com mel em um cantinho bem resguardado de sua casa.

 

FADA: MEG MULLACH

Meg Mullach é mencionada pela primeira vez em as “Miscellanies” de Aubrey como uma fada que habitou muito tempo o castelo de Tullochgorm, propriedade dos Grants de Strathspey. Seu nome significa “a peluda”, por seu abundante pêlo. Apresenta pele escura, rosto enrugado, não possui nariz e mede em torno de sessenta centímetros. Dirige as criadas da casa e serve as comidas como por arte de magia. É a melhor aliada na organização de festas. Essa fada infunde entusiasmo e ânimo festivo, transmite vitalidade e sabedoria popular. Ritual para obter seus favores: Enfeite seus vasos de flores com pequenos laços de fita vermelhas.

 

FADA: MELIOR

Melior é a fada filha de Presina e irmã de Melusina. Ela foi castigada pela mãe à guardar até o fim dos tempos um gavião prodigioso em um castelo da Armênia. Mas ela não se conformou com seu destino e valendo-se de suas artes mágicas foi morar com suas outras duas irmãs na Ilha de Avalon. Melior é a Dama dos Silfos que contagia nossas vidas com muita alegria, favorecendo também os êxitos duradouros.

 

FADA: MORRIGAN

Morrigan é uma das formas que toma a antiga Deusa guerreira irlandesa Badb. Foi ela que infundiu força e valor sobrenatural a Cuchulain, que deste modo ganhou a guerra pelos Tuatha de Danann, as forças do bem e da luz, e derrotou os escuros Fomorianos, as forças demoníacas do mal. Ela está associada com a vara de comando da rainha, bancos de areia, vegetação oceânica, raias e baleias. Seus símbolos são as árvores ao longo da linha da praia e, especialmente, árvore de cipreste, conchas do mar e corvos. Morrigan possui inúmeros poderes e quando invocada ajudará a todos, principalmente às mulheres, a realizar sua própria magia. Use sua forma como a de corvo ou gralha (figuras ou imagens), e velas pretas como uma ferramenta mágica. Dia 30 de outubro é o dia de Morrigan, patrona das Sacerdotisas. Acenda um incenso de absinto e uma vela de cor escura, pedindo renovação. Quando a vela de cor escura queimar por completo, acenda uma vela laranja. Essa fada confere as virtudes do brilho pessoal, da dignidade e da confiança. Ritual para obter seus favores: faça pequenos travesseirinhos de algodão e no dia 16/07 coloque-os dentro das flores, local que serve de dormitório para as fadas. No dia seguinte, eles estarão impregnados com a magia das fadas e serão ótimos talismãs.

 

FADA: NANNY BLUE

Nanny Blue é uma pequena fada inglesa, que na noite de 21 de fevereiro pode entrar em seus sonhos e presentear-lhe com mensagens reveladoras e fantásticas.Nessa noite, durma com um carretel de linha azul no lado esquerdo da cama.

 

FADA: NUNUI

Nunui é uma fada da Amazônia que possui um lindo rosto, mas é entretanto, bem obesa de corpo. Ela cuida da natureza e dos animais. Devemos invocá-la sempre que nosso jardim ou animais domésticos estejam doentes. Ritual: para convocá-la basta chamar seu nome e deixar um pequeno presente em qualquer jardim. Jogue balas de mel, ou moedas de chocolate em qualquer vaso florido.

 

FADA NUBYH

Nubyh é uma fada muito poderosa para outorgar sabedoria. É também muito simpática, gentil e bondosa. Uma mãezona que podemos contar em todas as horas mais difíceis de nossas vidas. Devemos invocá-la sempre que tivermos dúvida sobre qualquer situação, pois ela lhe ajudará a seguir o melhor dos caminhos. Ritual: Acenda uma vela verde e chame seu nome em voz alta. Escreva seu problema em um papel branco à lápis e depois queime o papel na chama da vela. Jogue as cinzas em qualquer jardim e aguarde os resultados.

 

FADA: OONAGH

Fada irlandesa esposa do rei das Fadas, Finvarra, que governa todas as fadas do Oeste. É muito bela, tem o cabelo dourado muito comprido, tanto que chega quase até o solo. Aparece sempre vestida com um traje prateado que brilha como se fosse bordado de diamantes, porém são gotas de orvalho que lançam lampejos.

 

FADA: PARADIS

Paradis é a misteriosa fada-rainha do universo do fogo. Ela nos ajuda a superar os obstáculos mais difíceis ao ser invocada. Todos os protegidos dessa fada, possuem o dom de superar ou contornar dificuldades e obter um êxito inesperado. A Rainha dos Espíritos da Salamandra, tem a propriedade de destruir a maioria dos obstáculos que encontramos na vida.

 

FADA: RUCHELLA

Ruchella é uma fada muito pequena e gulosa. Ela circula em torno da casa, espiando nas janelas com medo de entrar. Quando, por fim, entra, vai direto para cozinha, procurar algo doce para comer. Quando tratada com carinho, essa fada protegerá toda a mulher grávida que habita a casa. Cobrindo-a com seu manto, não deixará que nada altere o bom desenvolvimento do feto até o parto. Ritual: deve ser invocada meses antes do parto, preferencialmente três meses antes, oferecendo-lhe todas as noites de lua cheia dos respectivos meses, um pratinho com leite, acrescentando algo doce como: mel ou chocolate em pó. Coloque o prato em um canto da cozinha. Todas as manhãs jogue fora na pia a oferenda da noite anterior e recoloque uma nova.

 

FADA: SELKIES

Fadas próprias da Escócia e das ilhas próximas a sua costa, Orcadas e Shetland. Possuem forma humana, embora vistam uma pele de foca para poder viver entre os arrecifes e nas profundezas marinhas. Podem adotar qualquer dos sexos, porém gostam de aparecer como uma jovem de grande beleza quando se desprendem da pele de foca e caminham pelas praias. Elas atacam os barcos dos pescadores para vingarem-se das focas que foram mortas por suas mãos. A fada da pele de foca pode apaixonar-se pelos mortais como nenhuma outra, porém ama o mar e pode abandonar o marido e os filhos para retornar ao lugar que considerada como seu único lar. A Selkie favorece os amores apaixonados e duradouros. Ritual para obter seus favores: Ofereça uma flor branca às ondas. Se não puder estar junto ao mar, coloque uma flor em um prato com água, sal e pétalas de flor branca. Peça renovação das energias e muito amor.

 

FADA: TANSY

Tansy faz parte a série de fadas das flores silvestre dentro de uma lista criada pela estudiosa e artista inglesa Cicely Mary Barker (1895-1973). É descrita como uma menina de olhar atento, cujo rosto inspira confiança e serenidade. Considerada muito trabalhadora, ela gosta de viver em comunidade. Se veste com roupas feitas das folhas do tanaceto, levando na cabeça uma coroa feita também com as folhas da planta.

 

FADA: URGANDIA

A fada Urgandia tutela o universo das grutas e montanhas de quartzo em seu estado mais puro, quando suas propriedades receptores de energia do universo são ótimas. É por isso, que a poderosa Fada Urgandia favorece a força física e a resistência. Proporciona à todos que a invocarem o êxito material completo. RITUAL: Encontre uma pedra qualquer, acenda uma vela verde ao seu lado. Depois que a vela queimar por completo, guarde a pedra como talismã da sorte.

 

FADA: XINAUN

É uma fada chinesa que vive escondida em seu palácio nas montanhas. Sua casa é de cor púrpura e ela guarda tesouros. Gosta de adornar seu vestido com plumas e dançar à luz da lua. Pra transladar-se de um lado a outro se disfarça de nuvem. Sua missão é outorgar força e ousadia.

 

As Fadas do Ar

 

As fadas do ar possuem uma energia sutil e fluídica. Em termos místicos, estes seres alados são tão rápidos quanto o pensamento e trazem mensagem dos Deuses. De acordo com a Alquimia, as fadas apresentam a mesma forma volátil do mercúrio, ou uma forma terrena de energia lunar: nem sólida, nem totalmente fluídica. O mercúrio é considerado a representação terrena do verdadeiro estado mágico feérico.

  As fadas do ar são as mensageiras da alma, representando a liberdade espiritual.

  São ainda, criaturas de aspirações e transcendência, voando entre o céu e a terra, entre o corpo e o espírito liberto.

  Todas as tormentas e ventos estão associados com os Seres do Ar, desde a mais suave brisa, generalizada como um suspiro de na Ilha de Man (Irlanda), até os grandes e destrutivos poderes das Monções Árabes, causadas pelo furioso Jinn. Em diferentes relatos folclóricos, desde os desertos árabes até a América do Norte e as Ilhas Britânicas, há referências que os tornados seriam produto de uma horda de espíritos feéricos enfurecidos.

  Na Lituânia, uma fada chamada Vejopatis é a mestra fazedora dos gelados ventos carregados de água e neve. Na Finlândia, o antigo Ukko é o responsável pelos fenômenos climáticos, comandando os ventos e a chuva, as névoas, as tempestades, os raios e os relâmpagos, tudo com um só movimento de suas gélidas mãos. Aqui na América, os espíritos dos ventos e os pontos cardeais são invocados em inúmeras práticas xamânicas. Ga-Ho, um benevolente manipulador de ventos, propicia e tranqüiliza as correntes de ar para facilitar a vida dos homens das Montanhas. Vive no Norte e dali dirige os quatro ventos primordiais, o clima e as estações.

  Na mitologia grega encontramos a hárpia, como a primeiras criatura alada descrita como desapiedada, cruel e violenta. Seu aspecto é horrendo e raptava pessoas e as torturavas a caminho do Tártaro. Ás vezes era representada sobre as tumbas, apoderando-se do espírito do morto. As hárpias personificavam os ventos violentos e as tempestades capazes de arrastar os homens para as mansões subterrâneas.

 

TIPOS DE FADAS DO AR


  FYLGIAR

  Estas fadas aéreas, só podem ser vistas pela pessoa a qual protegem. São pertencentes a ampla mitologia nórdica e ensinam o caminho de Valhalla, o Salão dos Mortos escolhidos, onde permanecem junto de seu protegido, até que esse se sinta confortável com sua nova condição. Tais fadas são oriundas da Islândia, uma ilha situada no atlântico norte, entre a Noruega e a Groelândia, onde segundo dizem, cada vez que uma criança islandesa nasce e escuta-se um grasnido, ela será especial e terá durante toda a sua vida a companhia de uma fada, uma presença conhecida pelo nome de Fylgiar.


  SILFOS

  Os silfos são provenientes da mitologia grega. Os silfos são espíritos que vivem tanto no ar como na água. Na raça dos silfos encontramos os Wallotes, pertencentes ao sexo masculino e as Arienes, pertencentes ao sexo feminino. Embora apresentem sexos diferenciados, não se reproduzem, pois são compostos em sua totalidade de ar e luz.

  Os silfos são responsáveis pela purificação do ar e por manterem a pressão atmosférica. Esse trabalho é percebido nas mudanças alquímicas do tempo e ciclos de fotossíntese e precipitação. Esses seres são mestres, que expandem e contraem seus corpos de ar de níveis microcósmicos à macro-cósmicos. Sempre mantendo a chama para o reino da mente, que corresponde ao plano ou corpo de ar.

  O rei dos silfos é conhecido como Paralda.

  Os silfos nos ajudam a conservar e desenvolver corpo e mente e estimulam a inspiração e a criatividade. Trabalham também para elevar nossos pensamentos e inteligência, equilibrando o uso conjunto das faculdades racionais e intuitivas.